domingo, 4 de junho de 2017

Exigente? Não, Só Estúpido, Mesmo!

Há uma característica numa grande franja de adeptos e sócios que eu odeio e que me irrita profundamente: o julgamento precipitado e preconceituoso, aliado a uma estúpida autofagia, disfarçado de cultura de exigência.

É natural e positivo que os adeptos Portistas exijam que os seus atletas, os que ostentam o Brasão Abençoado, dêem tudo de si até à ultima gota de suor, até à exaustão. Isso é o que sempre fez o FC Porto maior, aliado à sua identidade cultural e à luta com a adversidade. E é perfeitamente natural e desejável que se exijam títulos à equipa técnica e um futebol atractivo e apaixonante. Estamos, afinal, num Clube cuja obrigação natural é lutar pelo Campeonato todos os anos, pelas diferentes Taças e por títulos internacionais. Aqui não é aceitável querer não perder. Aqui não é aceitável menos do que tudo.

Agora, o embandeirar em arco que se assistiu acerca do acordo de rescisão com o anterior clube do próximo treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, é uma autêntica vergonha. É certo que o processo foi mal conduzido pela SAD e por Pinto da Costa que poderia, e deveria, ter tido a seriedade e frontalidade de lidar com o Nantes directamente. Poder-se-ia dizer, no limite, que toda esta questão poderia ter sido evitada se não houvesse uma LucasLimoRafaSilvalização de Marco Silva e se assegurasse a não renovação de SC com o Nantes.

Posto isto, e sendo a opção do Presidente a que é, tratava-se de assegurar que a vinda de SC seria o mais barata possível. À medida que o assunto ia sendo tratado, lá estava o embandeirar em arco dos Portistas a acontecer: 6M, que escândalo!, 3M, que escândalo!, 3M mais 2 jogadores, uma ofensa! Só que, na verdade, Conceição virá por troca com Kayembé em definitivo e Chidozie com opção de compra de uns modestos 12M!

Um bom negócio que resolve, portanto, três problemas: a vinda de um treinador que desejava ardentemente vir treinar o nosso grande Clube, ao ponto de abdicar de metade do salário que ganhava no Nantes, a colocação de um jogador que oscilava entre equipas da Primeira Liga e a B, sem nunca pertencer verdadeira a nenhuma delas, e a vontade expressa por Awaziem de jogar ao mais alto nível, podendo ser vendido a um valor superior ao de um Reyes, por exemplo.

Mas não, deu imenso jeito ao nacional-ficabenismo que começássemos já a achar o treinador caro, traidor - como se fosse culpa dele que a SAD não soubesse negociar ou que Jesualdo Ferreira já tivesse vindo em moldes parecidos ou Villas Boas saído - e que tornássemos uma coisa que nos devia orgulhar  - alguém querer tanto vir treinar o nosso Clube que estaria disposto a correr o risco de não trabalhar em lado nenhum e que largou um contrato de três anos para ganhar metade por treinar o FC Porto - numa espécie de defeito. Sim, somos nós os viscondes agora, muito preocupados com a igualdade e lealdade, enquanto dia, tarde e noite, outros fazem um branqueamento impar do ano transacto.

Se calhar, preferiam doutos senhores alguém cujo "fair play" - ou  o "nunca queimar uma ponte" - vá ao ponto de nos ridicularizar a todos e a nossa causa! 

Sérgio Conceição merece o mesmo apoio dos adeptos que teve o seu antecessor, senão mais! Sérgio estará de corpo e Alma neste Clube, e fará o que NES nunca quis - dar o peito às balas. Se for brindado com assobios e frustração, esta massa assobiativa será a primeira a merecer a derrota


Já chega da soberba de se achar melhor que os outros! Ainda ontem, um homem que foi apelidado de "gordo e lento", de quem se dizia que jogava por causa do "espanhol" e que "tirava o lugar ao nosso menino", marcou um golo soberbo - como alguns que o vi fazer de Dragão ao peito - e que lhe deu a vantagem na conquista da sua segunda Champions em dois anos! Cem anos que viva nunca vou esquecer a vergonha e o nojo que senti quando o brindaram com uma monumental assobiadela à saída, na sua troca com Quintero, e o olhar desolado deste enquanto este aplaudia timidamente os adeptos que o vaiavam! 

Como, aliás, Danilo Luiz, outro bicampeão europeu, Capitão da nossa equipa que, como Casemiro, era "caro demais" e não tinha "qualidade para jogar no FC Porto"! Outra vergonha, desolado a despedir-se de um Dragão que ainda ama, com meia dúzia de gatos pingados - eu, orgulhosamente, um deles! - a despedir-se de alguém que sempre deixou tudo para ser campeão!

Santa estupidez cheia de soberba e saudosismo bacoco! Fazemos assim, entre a parvoíce e a estupidez, um caminho alegre para um deserto, olhando para as Vienas e Gelsenkirchens desta vida como outros os Cinco Violinos, ou o "jogador divino" Eusébio! Tenho memória, mas quero é saber DO FUTURO e os jogadores que mais amo e aos quais estou atentos são OS DE AGORA!

Já agora, quão estúpido tem alguém de ser para não perceber que há muito que Ronaldo ultrapassou Eusébio na história? Este nacional-ficabenismo que assola a nossa TV generalista é patético! À bocado foi o "Zé do Golo", o "novo Eusébio", como se quis fazer à força, que atirou os Sub-20 para fora! É isto, cantando e rindo, que enche a vida de um país "quase todo ficaben", como dizia há dias uma apresentadora de televisão! Patéticos! Quatro bicampeões europeus vindos do FC Porto. Quantos vieram do ficaben? Pois, esses todos!

Mas enquanto se continuar a criticar as Madonnas e os Mexias desta vida... merecemos a sodomia que vão fazendo ao nosso Clube!

74 comentários:

  1. boa, concordo!!! andamos com a mania que somos os maiores e portanto qulquer jogador e treinador bem para ca , basta estalar os dedos, enfim iludem se. Interessa e apetrechar a equipa como o treinador quer, com jogadotrs do treinador e ok 2 ou 3 da sad mas nao mais, continuar a atacar o polvo sem do nem piedade e a rtp e antena 1 que sao estacoes do estado pagas por todos.

    ResponderEliminar
  2. Digo desde já que SC não era o treinador por mim escolhido se fosse eu que mandasse.Por mim e nesta fase do clube seria um estrangeiro com currículo que não deixasse dúvidas e que por esse facto não teria de agradar ao nacional benfiquismo.Mas manda quem pode. Eu não quero um treinador que é conhecido por mandar umas bocas e que dizem os portistas nas CI não mandará recados por ninguém se formos prejudicados. Acho muito bem que o faça se for esse o caso,mas será que vai ser mesmo assim? Preferia que o motivo de todo o regozijo pela sua vinda tivesse como motivo um currículo cheio de títulos mas o seu currículo passa somente por uma taça perdida de forma anedótica.
    A partir do momento em que ele seja apresentado como nosso treinador espero que seja feliz pois a sua felicidade será a minha. Passará a ser também a ser o meu treinador e espero que ele com o seu trabalho e os êxitos conquistados me faça engolir este meu cepticismo. Se pelo contrário o meu pessimismo se confirmar e tenhamos mais do mesmo só espero que está Sad tenha vergonha e se demita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No dia em que alguém o fizer engolir o seu cepticismo, será feriado nacional, carago!

      Abraço

      Eliminar
    2. Convenhamos que o Francisco Paulos tem mais motivos para estar céptico, que alguns para estarem empolgads só porque o Conceição queria muito ser treinador do FCP.

      Eliminar
  3. Zé do golo ... Zé do Benfica ... a história dos Zés para aqueles lados costuma acabar mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Zé Águas, que levantou duas taças dos campeões europeus.

      Eliminar
    2. Do tempo da história a preto e branco.

      Abraço

      Eliminar
    3. Valem menos por isso? Quantas a preto e branco tem o RM?

      Eliminar
    4. Nem sei do que está a falar.. tenho 38 anos... :)

      Eliminar
    5. O palmarés de um clube conta-se desde a sua fundação e não desde que convém a cada um. E não esquecer também que o presente será passado no futuro :)

      Tanto Benfica como Porto foram 2 vezes campeões da europa no passado, uns mais recentemente outros em tempos mais longinquos mas vai dar ao mesmo.

      Eliminar
    6. Pois, só que o RM tem, neste momento, mais taças a cores que a preto e branco. Ou seja, não vive dum passado longínquo e bafiento.
      Se quiserem comparar o SLB algum clube, será melhor escolher outro que não RM.
      Talvez o Steua de Bucareste.
      Também ganhou muito.

      Eliminar
    7. @anónimo

      não, não vai dar ao mesmo, no sentido em que não é comparável o grau de dificuldade de se vencer uma Champions - com um máximo de 13 jogos de dificuldade extrema - com uma Taça dos Clubes Campeões Europeus - com um máximo de 09 jogos em que só a partir das meias-finais é que começava a doer.
      e, por muito que custe a alguns 14 milhões (ou mais, até, sei lá, são tantos...), em Portugal só o FCPorto é que conquistou uma Champions nos moldes actuais.

      Miguel Lima | 92° minuto

      Eliminar
    8. Sim, é verdade, o novo formato é mais dificil. Mas uma equipa que vai a 5 finais em 7 anos com um Bola de Ouro batia-se perfeitamente em qualquer formato. Claro, descontando o factor da Lei Bosman.

      Eliminar
    9. E já que falei em Lei Bosman. As melhores equipas não eram tão boas como agora, mas as piores eram também muito melhores. Imaginem o que seria atualmente o Dinamo Zagreb com Modric, Rakitic, Mandzukic... era o que acontecia até meados dos anos 90.

      Eliminar
    10. Não desculpa não podes comparar, tempos que ia se trabalhar para uma fábrica e depois se ia treinar... porque senão achas que se fosse os tempos atuais o Eusébio estava no Benfica...hoje em dia o dinheiro reina e havia ditadura a influenciar treinadores e jogadores... Os títulos do Porto são muito mais merecedores devido ao facto que foi contra as probabilidades ganharmos como ganhamos e com quem ganhamos... Antigamente um jogador podia literalmente levar 4 a frente hoje em dia não nem Ronaldos nem nem messis...

      Eliminar
    11. O SLB já esteve em 7 finais da Taça dos Campeões Europeus, só conta, aliás, menos finais disputadas do que 3 equipas, os "gigantes" Real Madrid, que disputou a 15, AC Milan (11) e Bayern Munique (10).

      Também estiveram numa final da Taça UEFA, em 1982/83, e em duas finais da Liga Europa. Ao todo 10 finais. Chegar à final não é para todos. Apenas para dois.

      Eliminar
    12. Não é totalmente verdade, anónimo. A Juventus, o Barcelona e o Liverpool têm também mais finais disputadas que vocês.

      Ninguém está a tirar o mérito ao que vocês fizeram no passado. Não se pode é comparar uma vitória na antiga TCCE com uma na atual LC e nesta só o Porto ganhou. Para além de ter mais Taças Uefa, mais Supertaças Europeias e mais Taças Intercontinentais. O Benfica é um histórico internacional, mas o Porto é ainda maior. Não sou eu que o digo, são os números.

      Eliminar
    13. E história não conta com quase vitórias ou idas a finais mas sim quem as ganha... Tal como nenhum clube quer ter vitórias morais...

      Eliminar
  4. Sérgio Conceição pode estar a demonstrar a melhor das vontades, mas isso não faz dele a escolha mais acertada. Mas, a vir, será o meu treinador, deve ser de todos os Portistas, recebendo o apoio e carinho dignos da sua enorme responsabilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só o seu trabalho poderá ditar o que vale.

      Abraço

      Eliminar
    2. O seu trabalho anterior é que deveria ser o critério da sua escolha. Se alguém acha que seis meses bem sucedidos em França é suficiente, bem, só posso dizer que o grau de exigência dos portistas está em completa queda.

      Eliminar
  5. Excelente reflexão sobre a presente situação. Quanto do que é dito veio sossegar-me a alma. Com efeito, desde o último de Vítor Pereira, comecei a sentir que uma nova geração ( tem que haver uma nova geração) de adeptos tinha chegado ao Dragão. Aplaudiam uns não sei porquê!Vaiavam outros porque sim! Exibiam cartazes a pedir camisolas! Outros pediam em castelhano CORBATAS! E eu perguntava-me! O que estou aqui a fazer? Inscrevi-me como sócio em 1975. O que nos unia e estimulava era o futebol praticado e o espírito de conquista. Elevar o sentimento de pertença a uma cidade e região e adoptá-lo como estímulo de combate ao centralismo e ao esbulho que se arrastava desde finais dos anos cinquenta. Há muito que fazer ao nível da "educação" dos apoiantes do nosso clube. Só lhes fazia bem saber mais sobre a sua história. Talvez isso ajudasse a que se tornassem verdadeiros apoiantes do nosso F.C.Porto. Olhava a final de ontem e dizia para mim, Alex Sandro; Danilo ;James;Casimiro e nós não estamos ali!Venha o Sérgio e com ele a vontade de enfrentar, combater e que a postura dos adeptos se recomponha. Mais atenção no jogo e menos nas "selfies" e outras banalidades dos tempos que correm.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O quê? O tipo que entrou no jogo de homenagem ao Deco como se jogasse a final da Champions? Dificilmente!

      hehehe

      Abraço

      Eliminar
  6. Boas!
    Gostei de ler o post, sem duvida que ha muita estupidez entre os nossos adeptos, mas nestes ultimos anos nota se mais, qualquer um opina em rede publica, qualquer opinião de um qualquer adepto anonimo pode ser lido em qualquer parte da "net", coisa que há 15/20 anos nao acontecia mas ja era normal, ouvia se muita estupidez e alarvidade em cafes e outros locais onde o FCporto fosse discussao, mas as ideias idiotas nao passavam do cafezinho la da zona!
    O grande problema destes tempos é que agora essa estupidez lancada em rede publica contamina rapidamente a cabeca do adepto menos lucido e depois é ver essa gente embuida de mentiras e ideias tiradas sabe se la de onde a assobiar no estadio e a refletir essa estupidez diretamente nos nossos jogadores e treinadores!
    Para acalmar essa gente e acabar com essa estupidez era necessario que os meandros do clube fossem tornados públicos para esclarecer tudo quase ao minuto, o que é uma tarefa impossivel, e que ninguem no lugar dos dirigentes do nosso clube se arriscaria!

    O segredo é a alma do negocio, sempre ouvi dizer isto, para o adepto ponderado e racional, este ponto é obvio e toleravel e dai que nada se saiba de verdade ou vira a saber sobre este negocio do treinador ou de qualquer outro jogador e sao esses adeptos que interessam e que realmente ainda acreditam no clube e em quem o dirige!
    Eu temo no dia em que o nosso clube faca negócios, com base no que os adeptos querem ou no que os jornais publicam, por isso enquanto se falou de marcos silvas e "jesuses" da me gozo ver Sergio conceicao ser o escolhido, pois por aqui se nota que se calhar pinto da costa ainda nao esta acabado como muitas "velhas carpideiras" fazem crer, o sergio tem vontade tem raça e sabe dar o murro ou mesmo partir a mesa se necessario, a duvida fica é na qualidade como treinador mas tendo um plantel e uma direção do lado dele meio caminho esta feito!
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Mesmo perfil dos
    anteriores treinadores (jovem, sem currículo) e como tal terá os mesmos resultados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vítor Pereira, André Villas Boas, José Mourinho. Todos eles com esse perfil. Todos eles multi-titulados, dois deles com títulos europeus.

      Abraço

      Eliminar
    2. O grande problema e este - achar que o curriculo e a melhor maneira de avaliar um treinador...
      Sim, Mourinho, VP, AVB nao tinham curriculo, assim como Guardiola quando comecou aquela era de ouro no Barca. Mas o que eles tinham a rodos era qualidade de metodos (revolucionarios nos casos de Mourinho e Guardiola naquele tempo) e conhecimento.
      Por isso, nao, esse perfil nao significa um boi. E isso e que e frustrante, porque tendo a possibilidade de ir buscar um Paulo Sousa, com trabalho tactico bem visivel nas equipas por que passou, se vai buscar Conceicao, que tem a mesma tactica que NES de pontape para a frente, muitos cruzamentos e rezar a Virgem...

      O problema e que o nosso presidente e o seu compadrio ainda acham que estamos no tempo em que o importante era ter mais garra e comer a relva (em tempos longinquos, sim, quando muitas equipas nao tinham idea do que era treinar a serio)...

      Eliminar
    3. Ah é táctica do pontapé para a frente? Foi assim que SC recuperou o Nantes para perto de um lugar europeu?

      Ok!

      Abraço

      Eliminar
    4. Foi, Jorge. Da mesma maneira que a tactica de "tudo ao molho" do Ranieri ganhou o campeonato ingles no ano passado. Ha sempre excepcoes a regra mas no geral os melhores sao os que se baseiam em principios de jogo decentes e os outros (again vide Ranieri) voltam a regredir para a sua mediania quando a sorte e azelhice dos adversarios se vai.

      Eliminar
    5. O futebol nao é tao racional e matematico como se imagina, a vontade, o coraçao, o empenho, o talento, o orgulho, sobrepõem-se á melhor das tácticas, e nao é de forma ocasional!
      Nao se pense que mourinho e vilas boas eram génios da tactica, é um erro enorme!
      Dragonite

      Eliminar
    6. Pancas, ainda bem que já sabes que o Sérgio vai ser uma porcaria.

      Abraço

      Eliminar
  8. Eu já nem sei qual seria a escolha mais ou menos acertada. Está visto que o trabalho das equipas técnicas depende muito da organização da estrutura diretiva. Se com uma excelente direcção qualquer um se arrisca a ser campeão, também é verdade que com uma administração semi-à-deriva não há grande treinador que se safa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como diz um amigo meu, a 31 de Agosto se avaliará essa parte.

      Abraço

      Eliminar
  9. Kayembé é emprestado para 2 épocas ! O chidozie para uma época com opção de compra de 12ME e mais 2 jogos amigáveis com a receita a ir para o clube que recebe .... e é tudo !! Nada mau para quem dizia 6 milhões de euros para libertar o NOSSO treinador !!! Delfim 66106

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kayembé terá, ao que tudo indica, uma cláusula de recompra. O que é diferente, pois não creio que seja recomprado. Ainda assim.. muito bom!

      Abraço

      Eliminar
  10. olá a todos.

    Ou muito em engano ou esta época que está a terminar não ganhamos nada nas 4 modalidades mais importantes que são o Andebol, Hóquei, Basket e Futebol. Resta-nos vencer no ciclismo a volta a Portugal.

    sobre SC espero que ele seja capaz de fazer aquilo que NES bem podia ter feito mas que não podia por estar preso a interesses e ao seu padrinho JM

    sobre o plantel 2017-2018 estou preocupado, pois vejo aí dispensar-se jogadores que custaram muito quando chegaram jovens ao clube. Podem ler mais sobre isso no Tribunal do Dragão blog. Victor Garcia e Kayembé não foram baratos para serem despachados sem nos salvaguardar em termos de retorno financeiro.

    Tenho é visto por aí o polvo a estender os seus tentáculos e a pescar jogadores em muitos clubes do nosso campeonato para depois os emprestar e com isso tirar vantagem quando jogarem contra esses adversários. Espero que o FcPorto esteja atento a isso e não se deixe comer de cebolada.

    sobre a BTV alguém sabe se vai continuar a transmitir jogos do clube do regime? é que assim cheira-me a vídeo-árbitro desvirtuado e pouco sério

    Saudações Portistas

    11DruL0vic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A qualidade, a raça e a entrega têm de ser superiores à trapaça e ao compadrio.

      Assim vencemos, assim voltaremos a vencer!

      Abraço

      Eliminar
  11. Este FCPORTO é de extremos.
    No andebol temos jogadores de ENORME QUALIDADE, mas o treinador é horrível.
    Já no basquetebol temos um GRANDE TREINADOR, mas jogadores de fraca valia.

    Abraço

    Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A qualidade que temos não está a bastar...

      Abraço

      Eliminar
  12. Eu mais que no presidente, estou confiante nas capacidades do nosso director desportivo. O ano passado a entrada do Depoitre e a não saída de nenhum jogador demonstraram que havia quem dentro do clube desejasse o descalabro mais que o titulo. Cada um acredita no que quiser.
    Aquilo que eu sei, é que se o Sergio Conceição for o escolhido ficarei contente. Pior que perder o campeonato por ter um futebol de quase que chega, é ter que ler no Jornal Record uma entrevista ao Jonas na qual mostra bem o nivel a que chegou o nosso clube ao permitir que o seu funcionário mais importante não tenha a menor noção do que é ser Porto ou melhor do que é ser um portista. E escolhi a letra minuscula para escrever portista porque o portista nunca será maior que o Porto, o individuo nunca será maior que a instituição, o clube e as suas gentes. "Dá-me a mão Jonas" Vai pro caralho, que puta de vergonha. Mas que merda é esta? Andam um ano inteiro a roubar descaradamente o fdp manso e calado, os gajos provocam, agridem e tudo impune e ainda lhe vai dar festinhas no final do jogo. Oh caralho se não foi despedido pela SAD aí sim que estivemos mal, se foi ele que saiu pelo seu próprio pé, foi tarde e alguém naquele momento devia ter-lhe mostrado que dali não há hipotese, isto está ao nivel de um capitão que simulou lesão e saiu a meio do jogo por levar uma assobiadela do estádio e bem merecida. Este é o problema do clube, a falta de mentalidade que nos fez grandes e temiveis. A mentalidade de faca na boca e vamos a eles, contra tudo e contra todos. Acredito no Sérgio Conceição e acredito no Luis Gonçalves. Do presidente já não escrevo, quem deixou o clube cair a pique desta maneira só merece o meu respeito porque não sou mal agradecido, mas não deixa de ser o maior responsável tanto pela história e os titulos que conquistámos como pelo declinio, cada qual na sua proporção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que agora seja a subida para a montanha que TODOS merecemos.

      Abraço

      Eliminar
    2. Amigo, o filho do Sérgio Conceição, não só joga no Benfica como acabou de assinar contrato de profissional.

      Ora, se o NES deve ir "pro caralho", e provoca-lhe uma"puta de vergonha", por ter estendido a mão ao Jonas, o que me diz sobre o SC???

      Estou certo que o vai esperar antes da apresentação para nem o deixar entrar nas instalações. Ou estou enganado??

      Eliminar
    3. O que é que isso tem a ver?? De que clube são Mourinho, Jesualdo, Fernando Santos? E já agora, se o meu puto jogasse à bola e um grande o contratasse, era adeus?

      Se o SC se portar como o NES ENQUANTO TREINADOR DO FC PORTO... RUA! Como o anterior deveria ter ido LOGO ALI!

      Só que NÃO PORTA, porque se ele estivesse a governar a vidinha, tinha ficado ali. Numa Big 5, 3 anos de contrato e o DOBRO do ordenado!

      Abraço

      Eliminar
  13. Se o SC vier e o negócio for aquele que está a ser "anunciado" pelo jogo é sem dúvida uma boa opção.

    SC é um Portista de sangue na guelra (nada tem a haver com o NES que jogou no Porto mas de portista não tem nada, como ficou bem provado no ano todo e como ainda mais ficou provado quando se auto despediu, ou seja, deu parabéns às galinhas).

    Ter SC no banco, ao nível de comunicação, é estar a contratar um Mourinho como menos inteligência emocional e mais emoção directa, mas sempre em defesa dos seus atletas e clube, tal e qual Mourinho.

    Onde me preocupa é ao nível do jogo em si, mas o certo é que ele no Nantes não foi igual ao que fez no Guimarães e isso é um bom sinal... A nossa esperança é que cresça com aquilo que o clube lhe pode dar e isso, aparentemente, pode acontecer.

    Vamos esperar que seja anunciado mas como se costuma dizer... quando for anunciado passa a ser o me treinador e ponto final! (até podia ser o gajo que ficou em ultimo num clube da 2ª Divisão Distrital que era igual!).

    Contudo esta falta de acção na definição do mercado preocupa-me... estamos a menos de um mes de fechar as contas desta ano e parece que a SAD já assumiu o falhanço completo do orçamento e do Fair Play financeiro, incluindo mesmo o 1M€ de multa nesta ultima requisição de 35M€ em obrigações...

    Compreendo ser muito complicado fazer os 120M€ em vendas que está estipulado no orçamento mas é urgente, em todos os sentidos, apresentar um resultado anual positivo, para não ficarmos reféns, nos próximos 3 anos, de mais um resultado negativo avultado, portanto SAD... veet, veet! Temos de vender jogadores menos utilizados e com algum mercado(Layun, Herrera) e principalmente, emprestados com valorização (Reyes, Aboubakar, Indi, Marega) para ao menos, minimizarmos os impactos para o triénio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem faz a cama... nela se deita... eu já disse, mais cedo ou mais tarde, com este ou aquele ao leme, o equilíbrio surgirá. Mas é evidente que mais uma vergonha seria intolerável.

      A avaliar a 1 de Julho e depois a 1 de Setembro.

      Abraço

      Eliminar
    2. A meu ver, essa indicação de que a penalização/multa de 1M€ a quando da "requisição de 35M€ em obrigações" é mais que um "aviso" ao mercado que o FCPorto não vai vender nem à pressa nem ao desbarato, não se importando muito com o valor da multa em si!!

      Eliminar
    3. O problema bem redondo é o que vem a seguir!

      Abraço

      Eliminar
    4. Pois... é que se apresentar mais um buraco enorme nas contas ente ano começamos é a ficar com a participação nas provas europeias em causa...

      É muito bonito de tomar essas posições de força, João Duque, mas isso é para quem pode e não para nós que já temos um exercício desastroso no ano passado.

      Não se pode brincar com coisas sérias

      Eliminar
    5. Mas à sanção de 1 milhão não se junta impedimento de participar nas provas da UEFA?
      Temos que conseguir um equilíbrio para sermos obrigados a vender apenas um titular, se não não há treinador que garanta crescimento sustentado.

      Eliminar
    6. UM titular!? Fosse só UM titular... lol

      Abraço

      Eliminar
    7. Manuel Lopes,

      Pode vir a acontecer se continuar-mos a infringir o procedimento do Fair-Play Financeiro

      Eliminar
    8. Sim, parece ambicioso, mas acho que era aí que devíamos chegar. Necessitar de fazer vendas anuais não superiores a 30 milhões, e o que fosse vendido acima disso, seria por acréscimo, para reforçar bem a equipa. O ideal neste mercado é ser vendedor sem precisar desesperadamente de vender.

      Eliminar
    9. Exactamente.. E também por isso e para isso(mas não só) essa indicação de que a penalização/multa é "não superior a 1 milhão"..

      Eliminar
    10. O ideal era não precisarmos de vendas, o que realisticamente pode acontecer mas já andamos a de-lapidar os 40M€ anuais do contrato da TV com antecipação de receitas.

      O Porto não tem capacidade para andar a fazer orçamentos de mais de 100M€ e com ordenados a ascenderem aos 60M€.

      Os nossos ordenados tem de ter um tecto não superior ao que encaixaremos nos direitos televisivos, ou seja, 40M€ no máximo e o que já é uma soma respeitável para ordenados.

      Depois temos os ganhos com publicidade de camisolas e no estádio, cerca de 10M€/ano, mais com os camarotes, entradas e extras do Dragão + uns 3/4M€/ano e com a Liga dos campeões a dar sensivelmente 20M€ anuais, temos aqui as nossas possibilidades anuais orçamentais.

      Os Orçamentos do FCP para quando tivermos o contrato televisivo em acção, nunca deveriam ser superiores a 80M€.

      Esta é a maneira que uma SAD gere a direcção e é assim que tem de ser feito.

      Não podemos ter ordenados a rondar os 4/5M€ por jogador... o nosso limite deveria andar pelos 3M€ máximo e isto com impostos incluídos e para os mais bem pagos.

      Daí a aposta na formação tem de ser encara seriamente.

      Obviamente continuaríamos a ser uma equipa que venderia activos, mas aí já poderíamos sempre dispensar uma parte do capital para compras e uma segunda parte para cash flow e amortização de empréstimos de juros elevados.

      Imagine-se uma situação simples e normal no Porto... No cenário acima descrito, imagine-se ter 40M€ em mais valias em vendas.... 20M€ para reforços, 10M€ para cash flow e o restantes 10M€ para amortização de empréstimos... Economy 1vs1

      Eliminar
    11. Excelente ideia. Poderia implicar uns aninhos a reformular. Eu assinava.

      Abraço

      Eliminar
    12. "(até podia ser o gajo que ficou em ultimo num clube da 2ª Divisão Distrital que era igual!)"

      Já estivemos mais longe disso. Mas se, um dia, vier um gajo com tal perfil, não faltará quem o enalteça pela "garra", "fibra", "alma de portistas", e outras características que costumam aplicar-se aos treinadores que se não destacam pela sua competência.

      Eliminar
  14. É o suficiente para, neste período facturar sem "baixar as calças"/"imperativo vender ao desbarato" e "gerir a coisa"..

    No fim fica tudo bem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós só em dispensáveis, fazemos facilmente pelo menos 50M€... não daria para tudo mas daria para apresentarmos o período positivo e mostrar uma tendência de recuperação económica para a UEFA ver.

      E quando falo de dispensáveis, falo de Herrera, Layun, Reyes, Indi, Aboubakar, Depoitre, Hernani, Josue e Marega.

      E em relação ao Maxi, terá de se pensar que a idade mais o ordenado mais termos 3 laterais direitos competentes, para o lugar, se não está na altura de o deixarmos ir fazer o contrato da vida dele.

      Eliminar
  15. Já agora, quanto ficaria um Leonardo Jardim?? Diz que já teve propostas de todo o mundo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema de LJ é o campeonato inserido, não o Clube...

      Abraço

      Eliminar
  16. Mais um dia a passar e treinador nem ve-lo. Tudo parado com tanto trabalho para fazer. Mais uma época a dar avanço aos adversários. De facto não se compreende o silencio do presidente mas compreende-se bem a sua actual incompetência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que é ansiedade. As domésticas compravam todas as revistas para saberem com antecedência o final de Roque Santeiro. Novelas são em Carnaxide.

      Eliminar
    2. Tudo parado? Duvido imenso. São precisas assinaturas, notários, certificados internacionais, mais assinaturas, blábláblá e isto leva tempo.

      Eliminar
  17. Leiam este texto no blog Chá Envenenado sobre a nova estratégia do Benfica para comprar o campeonato: https://chaenvenenado.wordpress.com/2017/06/06/benfica-investe-em-novas-formas-de-comprar-campeonato/

    ResponderEliminar
  18. O desgraçado do próximo treinador do FCPorto vai ter de fazer horas extras e umas valentes noitadas para ter tempo de ler centenas de relatórios, ver mais de 200 vídeos, observar a rapaziada da B e futuros alvos de interesse, definir estratégias e tomar decisões muito importantes sobre o plantel antes da malta chegar de férias.
    Comeca a parecer que o tempo pode ficar curto e nós não podemos dar tanto avanço aos adversários ainda antes da época começar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coitado do homem.

      Eliminar
    2. Os TPCs são uma violência.

      Eliminar
  19. Na minha opinião o que o F.C.P. nesta altura mais precisava era de muito mais adeptos com a lucidez de Jorge Vassalo

    ResponderEliminar
  20. As minhas desculpas ao miguel.ca, a quem apaguei os comentários sem querer. Pus o que estava no email no seu nome. Espero que estejam correctos.

    Obrigado. Abraço

    ResponderEliminar
  21. Falando de futebol e de perspectivas:

    «Adoro o futebol realista, pragmático, com velocidade em direção à baliza adversária. Isso é o mais difícil no futebol (...) É por isso que adoro o Mónaco, a equipa mais completa, a melhor do campeonato. Mas tenho diferenças em relação a Jardim. Ele acha que é melhor ganhar 4-3, eu penso que é melhor ganhar 1-0 (...) A única coisa que garante pontos é não sofrer golos»

    Sérgio Conceição


    Eu não concordo com o Sérgio, pelo seguinte:

    a) Um resultado de 4-3 pode significar uma ou mais reviravoltas, o que reflecte carácter e capacidade de luta. No mínimo atitude competitiva, no caso de implicar resposta a golos de empate. Não significa necessariamente uma má-defesa, no caso de haver um choque total de pendor táctico (um adversário mortal no contra-ataque vs um estilo de posse). As virtudes que mencionei parecem desejáveis, de forma generalizada, para competições de regularidade.

    2) Vencer por 1-0, não revela apenas boa defesa e posse. Também implica necessariamente especular com o resultado e jogar no limiar do excesso de confiança, tanto relativamente às nossas capacidade como na avaliação do estado do adversário. Dizer que se prefere vencer por 1-0 a 4-3, longe de evidenciar opção pelo rigor táctico, é descurar a necessidade de lidar mental, fisica e tacticamente com adversidade, que fatalmente ocorrerá numa competição regular e longa. O Mónaco de Leonardo Jardim pareceu uma equipa preparada para lidar com tudo, em qualquer momento do jogo. Tivesse a bola, ou não. Transpirou confiança. E por isso foi campeão. Eu prefiro ganhar 1-0 a 4-3 numa eliminatória da Champions, sobretudo se for em casa.

    3) Dizer "a única coisa que garante pontos é não sofrer golos" é uma verdade perigosa. De facto garante pontos, o problema é quando demasiadas vezes garante apenas 1, como aconteceu com NES, também adepto das virtudes do 1-0.

    Posto isto, espero e desejo que Sérgio Conceição saiba conciliar a posse e defesa sólida com bons movimentos de ataque.

    ResponderEliminar