sexta-feira, 4 de novembro de 2016

O Que Não Tem Remédio, Remediado Está


Foi aprovado ontem, em Assembleia Geral, o Relatório e Contas para este ano, com 159 votos a favor, 20 contra e 56 abstenções. Não pude, infelizmente, contra minha vontade, estar presente, mas soube que foi relativamente calma. 

Naturalmente, Fernando Gomes elaborou sobre os valores que perfaziam os 95M, que, sem surpresa, andavam perto das cláusulas de rescisão e que, juntamente com uma proposta por Rúben Neves atiraria o Clube para as melhores vendas da sua história. E então, Fernando Gomes atalhou que é possível que haja vendas já em Janeiro. Traduzindo, elas serão feitas. FG deixou bem claro que o orçamento, nos seus valores, tem de ser cumprido ou superado. 

Não deve ser surpresa para ninguém. Não estou preocupado, sei que será. Agora quero é saber o que virá a seguir. Pés no chão, reconstrução com critério ou pontapé para a frente?

Sejamos sérios e directos: é mais que provável que muitos daqueles que amamos - ainda mais se perdermos domingo - zarpem do Dragão. São, afinal, os melhores e estão a valorizar-se. A questão aqui põe-se nos adeptos e no ego. Estamos prontos para compreender e aceitar apostas numa orientação diferente e em dar latitude para o crescimento de valores emergentes, sabendo que isso pode implicar tempo até chegar aos resultados, mas de uma forma sólida, ou continuaremos a querer tudo para ontem e, portanto, a indirectamente impelir e validar uma SAD despesista, numa atitude desenfreada para conseguir títulos com miúdos? 

É que poderemos garantir parte importante da defesa, a maioria do sector do meio campo e até uma parte do ataque, mas teremos de saber aproveitar a prata da casa e dar-lhe margem para errar. Ou então comprar feito e necessariamente caro.

Não teremos, certamente, é Sol na Eira e chuva no nabal. Cabe agora é a cada adepto meditar bem em que FC Porto acredita. Eu não me importo de esperar, com tudo o que isso significa, para garantir um FC Porto sólido e estável, que cresça sustentado. Mas isso poderá ter implicações. Saberei viver com elas.

E você?

48 comentários:

  1. A começar-mos a limpeza em Janeiro, por mim seguia estes moldes:
    Janeiro:
    - Varela: é mesmo preciso explicar?
    - Brahimi: especialmente se perdermos Domingo e tendo em conta que vai falhar 2 meses por causa da CAN)
    - Herrera: Não é preciso justificar muito, agora que o seu tempo está mais do que esgotado)
    - Evandro/JCT/Sérgio Oliveira: vender o Evandro, emprestar/vender o Sérgio Oliveira, emprestar o JCT. Tendo em conta a quantidade de médios centro no plantel, despachava 2 deste trio ou apenas 1 caso o Herrera sai-se. Qualquer emergência tinhamos a B.

    Final da época:
    - Casillas: está a fazer uma boa época e tem sido mais calmo do que na época passada, mas o seu salário é incomportável e a vê-lo a penar em mais uma época sem titulos, prefiro que saia que é o melhor para ele e para o clube, que nem aproveita a sua fama para catapultar as suas vendas de merchandasing.
    - Maxi: fui contra a sua contratação pelo historial e pela idade. Pelo que recebe e tendo nós alternativas mais novas e capazes para o seu lugar, podia ir para outro lugar no final da época.
    - O "entulho" que está acima, caso não saiam em Janeiro
    - Pelo menos metade dos 85 emprestados do clube. Temos vários emprestados que nunca serão aposta nem traduzirão rendimentos futuros, logo mais vale vender mais barato/ceder ficando com 50% de futuras transferências do que fazer número que apenas tem interesse contabilisticamente.


    Estes são os casos mais importantes, o resto é esperar que a SAD tenha bom senso e que depoitres e bollys não se repitam, porque com o NES cheira-me que a pré-epoca é capaz de começar ainda mais cedo do que no ano passado. (Sim, sei que ainda faltam cerca de 70 pontos, mas qual foi a ultima vez que viste uma equipa presa em arames a recuperar de uma desvantagem de 8 pontos? nós nem contra o brugges em casa mandamos...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pronto, ainda bem que veio este comentário.

      E os bons? E os desejados/desejáveis? Pois, claro.

      Despachar os que a gente não gosta. Esse é um raciocínio fácil.

      O pior é o outro!

      Abraço

      Eliminar
    2. Acho que aqueles que não devem ser vendidos são o Ruben Neves (pela capacidade de crescimento que tem), o André Silva (sabendo controlar melhor a bola, irá tornar-se um avançado temivel), o Layun (pela polivalencia e garra que tem). De resto, melhor ou pior pode ser substituido.
      O Marcano pelo valor de mercado e o Filipe por estar aqui ha pouco tempo, não me parecem casos para sair. O Corona deve seguir para outro lado porque a doyen fechou (?) a torneira ao clube (tal como o Brahimi que anda a ser queimado e a queimar-se), o danilo e o octavio são capazes de ser vendidos com uma boa proposta e o resto dos "jogadores com qualidade" são emprestados em que podem ou não ser contratados. Pelo menos o Oliver está aqui mais 1 ano civil. O jota, se mantiver o ritmo pode ser contratado, caso contrário não vale o investimento de 20M.


      A verdade é que entre indesejados e emprestados, o FCP pode faturar facilmente 2/3 da verba a que se propôs, agora muito vai depender é das percentagens parcas que temos nos jogadores mais valiosos.

      Eliminar
    3. vendo aqui no transfermarket o que me parecem ser os mais valiosos dos emprestados do FCP, faço esta lista para vender:

      Lichnovsky - 1M
      Aboubakar - 10M
      Indi - 10M
      Reyes - 6M
      Abdoulaye - 2M
      Marega - 4M (pelo menos enquanto o hype durar)
      Hernani - 2M
      Suk - 2M
      Josue - 5M
      Sami - 1M
      Angel - 1M
      Bueno - 3M
      Fabiano - 2M
      Andres Fernandez - 1M

      Sei que estes valores não são iguais aos do transfermarket, mas julgo que devem ser "faceis" de obter. Com isto obtiamos 50M. Se entrarem 35M desse bolo, tinhamos 1/3 do que orçamentamos para vendas. Junta-lhe a venda de um Herrera, de um Brahimi e de um Adrián (nos comentários acima esqueci-me deste, mas este é para despachar rapidamente) e conseguimos sacar pelo menos mais uns 40/50M. Isto faz com que o FCP consiga ter que vender poucos jogadores importantes da equipa, mas obriga a que os meninos da SAD tenham que se mexer e que não andem a mandar bocas a ex-dirigentes que ponham em causa as politicas de comissões em contratações/vendas/renovações da SAD.

      Eliminar
    4. Subscrevendo o que foi dito acima mais os bons:
      - Layun (mesmo saindo Maxi, temos alternativas na direita)
      - Danilo ou Neves: 1 dos 2
      - Oliver (não comprar basicamente pelos 20M€)

      Com Herrera, Brahimi, Layún e Danilo/Neves já deve dar uma boa quantia de €€€€.

      Abraços.

      Eliminar
    5. O Óliver tem cláusula de compra OBRIGATÓRIA. De resto compreendo o raciocínio do csantos.

      Abraços

      Eliminar
    6. É obrigatório para que o orçamento seja sequer aproximado, que acha uma limpeza nos emprestados.

      Podemos e devemos ir buscar receita a esse ponto nem que tenhamos que perder dinheiro para tal, mas tem de ser.

      Em Janeiro parece-me que as saídas prováveis serão Herrera e Sérgio Oliveira e de preferência a do Sérgio em definitivo, pois já cá está pela segunda vez e não consegue agarrar o lugar seja com que treinador for.

      Em relação ao Casillas e ao Maxi também viria com bons olhos a saída de ambos pelo critério estritamente financeiro, mas existindo contratos só mesmo se for uma proposta das Arábias ou USA para saírem, caso contrário ficam cá até final do contrato que não temos dinheiro para esbanjar em contratações (o mal já está feito agora e aguentar).

      Nos outros casos como Varela ou Evandro, aplica-se a mesma máxima do Casillas e Maxi... tem contrato e não temos dinheiro para indemnizações portanto é até ao final de contrato sendo que no caso do Evandro e saindo Herrera e o Sérgio em Janeiro, pode ter uma palavra muito importante a dizer no meio disto tudo.

      Nós não nos podemos esquecer que temos uma equipa B e ter um plantel A sob-dimensionado provoca o não aproveitamento da equipa B.

      Só este ano, Rui Pedro e Fede Varela já deveria ter sido testados na equipa A em algum período de tempo. E mesmo o Graça e o Verdasca, já poderia ter oportunidade (well... o mesmo diz-se do João Teixeira que aparentemente não tem lugar nem na A nem na B...)

      Eliminar
  2. Bom dia,

    Claramente temos de mudar o rumo das coisas, quer desportivo, quer financeiro.

    Sendo urgente equilibrar as contas, que assim seja. Agora, se possível e o ideal era fazermos isto de forma equilibrada de forma a não perdermos competitividade.

    Eu acho que isso teria sido possível desde 2004. Com diz, o que não tem remédio, remediado está. Que se aprenda de uma vez.

    Se temos de vender, que se venda bem ao menos, e procuremos na nossa formação, voltemos a comprar barato para vender caro.

    Deixemos de comprar caro.

    Reduzir os ordenados? Óptimo, mas que seja transversal e que comece com a SAD.

    Reduzam também às comissões, ou pelo menos não alienem parte de passes dos jogadores da nossa formação para empresários.

    E hoje alguém partilha nas redes sociais, a entrada em campo do FCPorto num jogo com o rival de domingo, que se recupere aquele calor dos adeptos, se eu ouvisse aquilo, corria daqui à lua só para ganhar o jogo.

    Que o futuro seja repleto de competência, dedicação e paixão.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Exactamente! No limite poderíamos promover grande parte dos miúdos que foram campeões na equipa B no ano passado. O que tem o Gonçalo Paciência a menos que o Depoitre? O que tem um Verdasca a menos que um Reyes? Por que não apostar mais no João Carlos Teixeira? Qual a necessidade de pagar salários milionários a um Maxi quando se empresta o Ricardo Pereira e o Victor Garcia? Para quê comprar Telles quando se tem Rafa? Nada contra os jogadores aqui mencionados, mas estamos a hipotecar o futuro com custos que nada estão a garantir no presente. Esta SAD está perdida e o pior é que não se afiguram alternativas. Rui Moreira não sai da câmara, Fernando Gomes não sai da FPF, António Oliveira é um risco... Como consequência, o descrédito alastra-se e não conseguimos sequer atrair treinadores competentes para o clube. Vamos passar a vida com os NES desta vida, que serão despedidos passado um ano e a quem continuaremos a pagar indemnizações. Apesar de ser chamado "covarde" por não estar disposto a levar com a ira das claques, Angelino Ferreira seria o melhor administrador financeiro que a SAD precisaria neste momento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda assim, gostaria de ver debate e alternativa na AG. Seria bom para os sócios.

      Abraço

      Eliminar
  4. Não me quero meter nas contas porque é uma área que não domino totalmente, mas que toda a gente sabe que tem de haver vendas em janeiro parece obvio. No entanto, para mim estas vendas passam mais pelos jogadores que têm estado encostados do que pelos que têm jogado, excepto talvez o Herrera e o Brahimi. Se despacha-se-mos os excedentários certamente não estaríamos a falar aqui do prejuízo nem dos salários, é muito importante que as próximas contratações sejam rigorosas quer no valor quer na qualidade e quantidade. Não podemos cair no erro de não contar com um jogador e ainda por cima renovar o contrato, Quintero.

    Mas o que me leva a comentar hoje é o seguinte, ontem na assembleia estiveram presentes 235 associados, a assembleia é o local indicado para fazer todas as perguntas á administração, mesmo as mais incomodas, a assembleia já foi anunciada á muito tempo, se não foram não venham depois nas redes sociais na CS ou outros que tais pedir justificações á administração. É muito bonito falar mal de tudo e de todos e depois não comparecerem nas assembleias e pedir as justificações.

    Enquanto for possível eu acredito.

    Abraço
    Miguel S

    PS: Domingo todos ao Dragão

    ResponderEliminar
  5. Caro Jorge, sabe perfeitamente que a resposta é NÃO.

    Racionalidade é algo que há muito não abunda no Dragão. Mesmo que a SAD mude paradigmas e comece a acertar em decisões, a contestação está instalada definitivamente.

    Não sei se causa, consequência ou coincidência, mas após a saída de Antero Henrique começam-se a vislumbrar alguns indícios positivos da direcção. Quer no assumir dos maus resultados financeiros, propondo medidas concretas para a sua superação, como no campo desportivo, onde se parece ter arranjado uma pessoa na direcção que finalmente dê voz e proteja a nossa equipa de futebol (LG). Pode ser um fogacho esporádico. Mas no mínimo merece o nosso benefício da dúvida.

    É possível que em Janeiro venham a sair jogadores. Não me acredito tanto que sejam os da equipa titular, pois como é sabido, já jogaram nas competições europeias e obviamente os tubarões usariam esse argumento para baixar preços. A maior sangria irá ocorrer no defeso. É uma necessidade, e os adeptos terão que a interiorizar. O FCP 2017/18 será sempre (teoricamente) mais fraco do que o actual.

    Seja qual for o caminho, o FC Porto está notoriamente num período de transição, que a maioria parece não se ter apercebido. O FCP tetra e tri acabou! O momento seria o de construir próximas gerações de sucesso. Contudo, tal nunca poderá ser alcançado se mantivermos a instabilidade a pairar sobre a cabeça dos nossos treinadores, incapazes de levar os seus projectos ao fim.

    Os tempos são de mudança. Mas o futuro próximo não me parece muito risonho. Oxalá me engane.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao que soube, não será um "fogacho" instantâneo. É mesmo uma visão diferente das coisas.

      O FCP PENTA, queria o Hugo dizer, verdade?

      A instabilidade das contestações é uma coisa, a instabilidade das decisões é outra.

      Pinto da Costa manteve VP contra a vontade dos sócios - e bem - durante dois anos. É preciso é querer.

      Abraço

      Eliminar
    2. Pois manteve, e bem, Jorge. Assim como para o mal, ou para o bem, manteve Fernando Santos quando muitas vezes a vontade dos adeptos era linchá-lo. Só não sabemos se esse Pinto da Costa ainda existe... o actual parece ter-se especializado em tirar a água do capote.

      Eliminar
  6. Caro JV

    Penso que e sábio saber parar a tempo. Depois das colossais asneiras que foram feitas nos últimos anos, vamos ser obrigados a uma austeridade brutal.
    E isso vai implicar uma travessia no deserto. Por isso, por muito que me custe, e custa, vamos ter uma hegemonia do Benfica nos próximos anos. Mas e preferível isso,a entrarmos num processo de decadência, agora sem o suporte e comparticipação da Banca, como o Sporting teve.
    Que por uma vez nos falem verdade.

    Quanto as vendas de janeiro infelizmente não passarão pelo Varela, Evandro e outros jogadores pouco utilizados.
    Dificilmente não atingira Andre Silva e ou Otavio e ou Layun.
    Para terminar, e ninguém assume as responsabilidades por este estado de coisas? A culpa foi apenas do Antero?
    Desportivamente com o downgrade do plantel, vamos penar. E Eliminar palavra repetida pena. Porque não havia necessidade.
    Abraço
    Jorge Fonseca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acredito muito na nossa formação. É muito boa. Há muito a fazer, muito talento. Pode não ser nada mau. Orçamentos não fazem campeões. MAS reduzem as probabilidades, isso sem dúvida.

      Estamos aqui para o que der e vier. Desde que com tino e acerto.

      Abraço

      Eliminar
  7. Se estão assim tão coniventes com a decisão de vender jogadores em Janeiro (esses jogadores apetecíveis para o mercado, certamente serão os considerados os melhores do actual plantel). Ninguém vai querer aquilo a que alguém chamou de entulho, porque só darão uns meros trocos.... daí não resolverá a crise que estes elementos da Sad colocou o clube. Se é assim que pretende a Direcção (reduzir custos e vender activos do plantel) e considerando que estes 3 anos que certamente passarão a 4 em que nada se fez para resolver o problema, proponho que passemos a ser um clube ao nível do Braga ou Guimarães e não se fala mais nisso.
    Cumprimentos portistas
    A. Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é com excedentários e reservas de 2 ª escolha que vamos equilibrar as contas em Janeiro. Será com o "filet mignon". E com vai ficar a equipa depois ? Vamos jogar para o 3º ou 4º lugar ?E lá se vai a champions em 2017.
      Tudo isto deveria ser planeado com tempo e não agora com pressão porque as contas descambaram. Surpresa ? Só para eles.
      Nunca apostamos em jogadores da B porque não dão comissões.
      Para apostar num sistema com prata da casa é preciso tempo, plano, comunicação com os sócios e sobretudo um treinador capaz e que potencie estes jogadores. Com estes pressupostos eu assumo. Caso contrário é cavar mais fundo o buraco e adiar o problema.
      Saudações portistas
      Manuel Magalhães

      Eliminar
    2. Depende do que se venda em Janeiro. Não são os melhores. São bons sem, por ventura, espaço. Veremos.

      Abraços

      Eliminar
    3. Ao nível do Braga e Guimarães ? Não é preciso esperar! Basta olhar a classificação. Pelo que se vê e se lê, nós não batemos no fundo, não! Ainda vamos a caminho .

      Um abraço

      Eliminar
  8. Jorge Vassalo,

    Quais os futebolistas do FC Porto titulares que foram vendidos nesta janela de transferencias de inverno neste século?
    Maniche, C Alberto e Derley em 2004/05, Guarín, Fucile e Belluschi em 2011/12, e finalmente Otamendi em 2013/14.

    Estes registos revelam que o FC Porto não prescinde/vende habitualmente Atletas titulares nesta janela de inverno.

    Também já o tinha referido, que face às premencias financeiras, o FC Porto iria gerar encaixes neste Inverno.

    Nesse sentido, perspectivo que o Herrera, o Brahimi, o Sérgio Oliveira e o Adrian Lopex, possam ser transferidos em Janeiro. O Brahimi, p.e. estará mês e meio na CAN, e o Zenit até está então no defeso de Inverno, e tem revelado interesse no Argelino.

    Objectivamente, apenas Herrera é um titular quase absoluto, pese embora a exasperante irregularidade exibicional.

    Isto é, perante um plantel com 26 unidades, o mesmo poderá ser emagrecido com 4 Atletas, e quem os substituirá, quando os problemas financeiros são bem conhecidos de todos? Layun pode subir para a posição do Herrera, o Garcia e o Rafa podem regressar e ser alternativas a Maxi e Telles nas laterais, e da B, o Omar Govea e o Ismael Diaz poderão ser promovidos, ou mesmo fazer regressar o Kelvin, tendo em conta o atraso do Ismael em termos de lesão!

    Observando emprestados com mercado, creio que o Ricardo Pereira (caso não regresse pode gerar um surpreendente encaixe), o Indi, o Josué, o D Reyes, o Bueno, o Angel, o Aboubakar, e mesmo o Marega, estes 7/8 emprestados, podem acrescentar um interessante valor de encaixes na globalidade!

    O que mais me custa neste processo? Que esta provavel alteração do modelo de negócio do FC Porto (maior investimento e aproveitamento da B), seja feita por motivos meramente conjunturais, e não estruturais, isto é, este novo paradigma, deveria obedecer a uma mudança gradual e não radical, ou em "cima do joelho". Felizmente, há na Formação qualidade, mas duvido que haja paciencia do sócio adepto para maturar essa qualidade!

    Ah ... E vamos ganhar, e ganhar bem no Domingo, desde que, não se repita a exibição com o Brugge, esse Porto de 4ª feira não ganha o Clássico!

    1 abraço,

    PT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se a necessidade aguça o engenho, meu caro, ainda bem que acontece. Temos boa gente na B.

      Abraço

      Eliminar
  9. Não creio que vender 2 ou 3 jogadores da equipa titular seja necessário.
    Do meu ponto de vista vender Herrera por 30M€ e Evandro por 10M€ acho que já seria óptimo.
    De qualquer forma é preciso gerir as saídas com cabeça e integrar quem realmente já provou ter valor.
    Falando de competitividade ainda poderá haver caso o treinador saiba incutir nos jogadores um espírito único.

    Abraços-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não disse que vão haver saldos no Dragão.. :)

      Abraços

      Eliminar
    2. 10M por um jogador que nunca foi titular no FCP e que já tem 30 anos ou é sonhar ou é outra coisa...
      se sacar-mos 5M pelo Adrián já é de felicitar os deuses do futebol, tal como acontece se conseguirmos sacar 30M pelo Brahimi ou o Herrera

      Eliminar
    3. Caro csantos, ás vezes acontecem coisas no futebol que não são expectáveis, e talvez haja algum clube neste mundo que dê 10M.
      É sonhar/wishful thinking mas há coisas que acontecem.

      Eliminar
    4. Acho que ele cometeu um typo e quis dizer 1M pelo Evandro.

      Mas mais a sério se conseguíssemos 10M pelo pacote de jogadores que estão ali a estorvar (Evandro, Sérgio Oliveira e Adrian) já seria óptimo.

      Eliminar
  10. Não quiseram vender antes de Setembro para não enfraquecer o plantel mas vender em Janeiro, que é muito mais prejudicial para a equipa, já pode ser. Não faz sentido. Ou será que o que realmente importava era o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões? Não creio que assim seja.

    A. Pinto

    ResponderEliminar
  11. Aliás, não vendemos jogadores mas investimos 12M em jogadores que ninguém dava nada por eles, Boly e Depoitre, e que estão a cumprir com as expectativas.

    Espero que estes erros crassos tenham acabado com a saída do Antero Henrique e com a entrada do Luís Gonçalves.

    A. Pinto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que é bem visivel a diferença entre LG e AH. Digo eu.

      Abraço

      Eliminar
  12. Jorge,

    A questão que fazes tem pouco sentido pois olhas para a concorrência e o que é que ela está a fazer? Não é exatamente isso?

    Nós já vamos é tarde diz antes e bem tarde... o volume salarial que pagamos é uma barbaridade ainda mais quando olhas para a equipa e a pergunta imediata é: Onde é que raio pagamos mais de 60M em salários? Uma Barbaridade!

    Pois tirando Casillas e Maxi, eventualmente juntando Alex Telles, Oliver, Corona e Brahimi nenhum outro jogador foi adquirido em mercados caros ou em com valores exorbitantes... Não se entente portanto.

    O que sei é que de uma equipa B campeã Zero jogadores transitaram para a equipa A! ZERO!

    Mesmo Kayembé que é um jogador demasiado bom para a equipa B e já com experiência de 1ª liga, que poderia estar integrado na Equipa A e jogar pela B quando não fosse opção, está a morrer na equipa B...

    Achas Jorge que vou acreditar na (in)competência das mesma pessoas que levaram o clube a este estado caótico seja financeiro seja desportivo com o desaproveitar constante dos nossos escalões de formação?

    Não não vou! E este orçamento não vai ser comprido podes ter a certeza disso.

    Daqui a uns meses vão andar a chorar porque não conseguiram cumprir o orçamento mas nessa altura vão fazer uma comunicação engenhosa a dizer que tiveram lucro no ano e é recuperaram algum do desde desastre financeiro que foi esta época.

    Estamos numa espiral para um buraco negro e com o orçamento que foi apresentado este ano, está claro que o funda ainda não está a ser visto pois como se explica uma aumento de mais de 6,5M com os serviços externos ao mesmo tempo que os salários não baixam?

    Os administradores devem ter muitos amigos para nos últimos anos os serviços externos estarem sempre a aumentar constantemente para chegarem a um cumulo que vender o Herrera por 35M já não é suficiente par pagar os FSE...

    A este ritmo nunca atingiremos o ponto EVEN e vendas acima de demasiados M€ de euros irá sempre ser obrigatório

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu espero estar muito enganado Jorge mas uma direção que diz ter recusado uma proposta (várias) pelo Herrera (25M? 30M?)quando o plantel está com um numero ridículo de médios centro e apresenta um crash financeiro destes, não se pode dar muita trela.

      Relembro que não é só as FSE que aumentaram ridiculamente e os salários se mantiveram exatamente iguais... Por a não venda de um ativo numa zona tão excedentário como o meio-campo, imaginando que dava uma mais valia de 20M€, são mais esses 20M€ que estamos a pagar de juros e se consideramos a taxa normal que andamos a pagar de juros, digamos 5%, a não venda do Herrera, para além da menos valia da não entrada dos 20M€, ainda nos custa mais ~2M€ em ordenados e 1M€ em juros de empréstimo...

      Portanto estes senhores recusaram uma proposta por um dos 8 médios e essa recusa resulta num prejuízo imediato de 4M€ no próximo exercício financeiro. Isto não é incompetência?

      E depois ainda tem a coragem de dizer que o fizeram para o bem da equipa mas que provavelmente no meio da época já vão vender... e aí o bem da equipa já não é desculpa?

      Por amor da santa... Isto já parece os americanos a votarem no Trumpa...

      Eliminar
    2. Se o NES entregar o campeonato antes do Natal, vender em Janeiro é um excelente acto de gestão.

      Eliminar
    3. André. Silva. Ai tens um jogador da B campeã integrado na A. O melhor. Simples, não?

      Eliminar
    4. o André Silva transitou da equipa B. aliás foi campeão e o terceiro melhor marcador do campeonato.

      Cumprimentos
      Miguel | Tomo III

      Eliminar
    5. O André Silva não transitou da equipa campeã... foi em Janeiro assimilado pala equipa A e a época ainda estava a meio.

      Isto é a mesma coisa que os lampiões tanto gostavam de ser os campeões do Natal...

      Jogadores campeões foram a base da equipa... jogadores como Govea, Graça, Vitor Garcia, Ismael Diaz, Gleison, Francisco Ramos, Tomás Podstawski ... estes sim a base de qualidade da equipa B.

      E este ano será que o Rui Pedro já não merecia ter sido chamado ao banco pelo menos contra o Gafanha? É melhor não pois é melhor jogar contra o Gafanha com a equipa titular...

      Eliminar
    6. Se jogou pela B e transitou para a A foi campeão, sim. E não é essa a essencia da formação?

      Abraço

      Eliminar
  13. "é possível que haja vendas já em Janeiro"

    Espero que sim. Tem que se recuperar financeiramente e mudar de rumo rapidamente e, sendo assim, não se pode andar a recusar propostas vantajosas...e já agora, começar a baixar a massa salarial já em Janeiro também era bom.

    ResponderEliminar
  14. Chega o intervalo e estamos a perder 0-1. Depois de José Maria Pedroto ter dado a táctica para a segunda parte, Rodolfo Reis pede autorização para falar e disse o seguinte:
    “Quem não é Porto, e não sabe o que isso é, não merece vestir esta camisola! Podem começar a tira-la porque aqui não há espaço para cobardes. Quem os tiver no sítio, acompanhe-me para a segunda parte porque vamos ser Campeões Nacionais, caralho!
    Vamos morrer ali ao pé dos nossos adeptos se for preciso, e já não somos os primeiros (Pavão morrera pouco tempo antes). Eu vou entrar, nem que seja sozinho, mas os cobardolas que aqui ficarem agora, fujam e já!”
    O Porto empatou esse jogo e duas jornadas depois sagrou-se campeão nacional!
    Domingo, as circunstancias são diferentes, mas o espírito tem de ser o mesmo! Sem esquecer que só a vitória interessa…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E já ouvi que essa história nunca aconteceu...

      Abraço

      Eliminar
  15. Não costumo ver, normalmente é aqui que fico à saber isto ou aquilo que se passou neste ou naquele programa desportivo da propaganda centralista.

    Mas hoje calhou de ver que estavam a dar no menos-futebol, resumo de alguns lances Porto/clube do colinho. Não é que os FDP sem vergonha, para além de demorarem mais tempo com os lances a favor do clube do regime,ainda os repetiam e de vários ângulos. Já a nosso favor... Só de passagem. Nojo!Nojo! É tb muito por isto que temos de ganhar!!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carrela, eu já desisti. Não vale a pena. Basta ver os resumos dos Guerreiros da Invicta ou do Johnny Rabbit... Sempre foi assim, sempre será.

      Agora vou-me vir para os "adeptos" do meu Clube que vão nessa treta e chamar-lhes BURROS por comer essa palha. Isso vou!

      Abraço

      Eliminar
  16. Contabilista de Vão-de-Escada4 de novembro de 2016 às 23:46

    A AG foi do clube e não da SAD. O que lá foi votado nada tem a ver com as contas da SAD. Isto deveria ser claro, é uma coisa básica.

    ResponderEliminar
  17. Este caminho é insustentável.Basta olhar para as contas com olhos de ver. Eu também estou disposto a esperar.
    Mas isso só será possível com outras pessoas.

    ResponderEliminar