quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Análise FC Porto 1-0 Club Brugge - Run, Forrest, Run!


Há jogos assim. Jogos em que se joga mal mas, à custa de pragmatismo, consegue-se um resultado que se pretende. Não vai deixar saudades, mas os 3 pontos são aquilo que conta. Vamos a notas.

Iker Casillas - Principal responsável por não termos amargos de boca. Mais um clean sheet à custa de três excelentes defesas - em especial a dos 84' - de alguém que faz ganhar pontos. Para lá disso, a sua presença na zona mista, onde respondeu - uma vez mais - categoricamente a perguntas difíceis, faz perguntar novamente: mas porque raio não é ele o Capitão??

Defesa de Betão - Se as equipas se constroem de trás, podemos estar descansados. Depois de Iker, Felipe e Marcano limparam tudo o que havia para limpar, Maxi foi muito maduro na defesa e ainda deu uma perninha no ataque, Alex Telles foi óptimo no corredor esquerdo e o Danilão foi um absoluto gigante. Deu o ar da sua graça numa subida que gostava de ver repetida mais vezes e umas diagonais para recuperar a bola absolutamente espantosas. Se as equipas se constroem de trás.... estamos no bom caminho.

Substituições - Rúben, a par de Óliver, tentaram criar jogo numa equipa totalmente desorganizada (ver Faltas), Corona criou oportunidades de golo e rematou mais em 20 minutos que a maioria da equipa em 70 e Layún... foi só pena não ter entrado mais cedo.


Je (ne) suis (pas) Rio Ave - Gosto muito dos caxineirinhos, não me entendam mal, mas a forma como, depois de marcar, foi o "toca a encolher" foi indigno. Não se pode treinar uma equipa grande com esse pensamento. Mais, quatro médios para fazer chutão para a frente, não adianta nada. Se é para desatar a correr feito maluco, arranjem-se extremos rápidos. Não há jogadas estudadas nem jogo trabalhado? Onde estão as triangulações, as diagonais entre lateral e extremo e por aí em diante? Se é isto que pediam os adeptos... Eu não gosto.

Adeptos - Pouquíssimo público, com os costumeiros e aleatórios assobios (onde estão para o Jota, que falhou tudo o que podia, por exemplo) a criar ansiedade no jogo, não se compreende Sol na eira e chuva no nabal.

É ir em frente que atrás vem gente. Vamos mostrar às galinhas como é. A eles, carago!

57 comentários:

  1. Assobiar neste jogo, qual a necessidade? 3 pontos obrigatorios, foram conseguidos. Essa é que é essa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Come-se toda a papa da imprensa. Toda. Ouve-se o jasus a dizer que dominou e não sei quê e os comentadeiros a dizer que o sportem jogou bem enquanto nós não jogamos nada. Mas, no entanto, só um ganhou.

      É pena que os adeptos continuem BURROS. E que não se lembrem que não fomos sempre categóricos. Ganhamos muitas vezes assim.

      Abraço

      Eliminar
    2. Um ganhou pq jogou em casa com o Brugge e outro perdeu pq jogou fora com o Dortmund. por favor Jorge, o Jorge é uma pessoa inteligente e culta, percebe-se isso nos seus posts, como tal não pode comparar jogar em casa com o Brugge e jogar fora em Dortmund. não tem nada a ver.

      este jogo confirma o que já disse há um mês e meio atrás, NES não vale nada. tínhamos trocado de treinador logo em Setembro e estávamos bem melhor. a equipa joga zero, na segunda parte o FCP defende o 1-0, disse o o Maxi Pereira e viu-o toda a gente. O Bernardino Barros na Rádio 5 só lhe faltou dizer com todas as letras que o NES não é treinador para o nosso clube (quase que explodia o homem). dizer amen, dizer que temos é de apoiar e essas tretas não ajuda em nada a equipa nem o clube. uma vergonha. durante o jogo deve-se apoiar e não assobiar, sem dúvida,mesmo que estejam a jogar mal devemos incentivar, dar alento, mas aqui e nos órgãos do clube devemos chamar a atenção para o desastre de treinador que temos. e ainda vem o NES dizer que só faltou ser eficaz, mas eficaz em quê? até parece que tivemos imensas oportunidades de golo.
      Sinceramente, se em Setembro tivéssemos mandado o NES para as urtigas e tivéssemos ido buscar o Marco Silva ou o Vítor Pereira, agora não estávamos melhor? claro que estávamos.
      A.P.

      Eliminar
    3. Caro A.P., é com esse tipo de pensamento que o nosso museu se tem enchido de troféus nos últimos 3 anos.

      Citando o brilhante comentário do Jorge Vassalo:
      "É pena que os adeptos continuem BURROS. E que não se lembrem que não fomos sempre categóricos. Ganhamos muitas vezes assim."

      Eliminar
    4. AP, Nuno Espírito Santo não seria a minha escolha, mas é quem está agora. Estivemos (muito) longe de jogar bem, jogamos sempre em bloco muito baixo e com erros que falarei.

      No entanto essa conversa de que o sportem jogou contra o "colosso" Dortmund... O Dortmund tem, neste momento, 4 vitórias, 3 empates e 2 derrotas.

      Mais, Tomas Tüchel resolveu jogar sem Aubemayang e não pôde contar com Reüs.

      O sportem tem 1 vitória e 3 derrotas. Marcou 4 golos e sofreu 5. E o Dortmund jogou em clara contenção.

      Não atirem poeira para os olhos - isso é conversa da imprensa.

      Abraço

      Eliminar
    5. O marco silva? Tipo mais anti- FC Porto nao ha!

      Eliminar
    6. Sr. Hugo Mota,

      o senhor não me conhece de lado nenhum, se quiser chamar burro chame aos seus conhecidos.

      Jorge, entristece-me que permita estes insultos.

      Nem vale a pena comentar mais nada, porque insultos não é a minha casa.
      e poeira é equipararem o dortmund ao brugge.

      A.P.

      Eliminar
    7. AP ninguém lhe chamou burro. Se chamar alguém chamar "burro" a alguém esse comentário não passa.

      Ok?

      Abraço

      Eliminar
  2. Boa noite Jorge e restantes portistas,
    É tão triste o facto de certos adeptos irem para o estádio assobiar. Qual a necessidade? Não percebem que com isso o jogador que erra fica mais pronpenso a voltar a errar? O FCP não precisa de adeptos de vitórias, mas sim de adeptos de coração. Quanto ao jogo, esteve difícil mas na Champions às vezes é assim mesmo. Não nos podemos esquecer que não jogamos sozinhos apesar deste ser um adversário bastante acessível. Aqui todas as equipas lutam até ao último pingo de suor e não há vitórias garantidas. Basta ver a belíssima campanha do Copenhaga e ver o que aconteceu hoje ao Real Madrid que desbaratou uma vantagem de 0-2 e esteve até a perder por 3-2, acabando empatado com uma equipa ao nível deste Brugge ou até inferior. Há que focar no jogo de domingo que vai ser uma batalha dura. Lá estarei no Dragão a apoiar.

    Forte abraço,
    Pedro Nuno

    ResponderEliminar
  3. Não é bom o que o FC Porto apresenta enquanto equipa, tendo em conta a qualidade individual à disposição do seu treinador. Quase nada se repete. Comportamentos de uns não encontram articulação em função dos mesmos noutros. Ideias somente pelo geral e um Porto completamente indefinido. No sistema, e sobretudo no modelo.Futebol à Zé Mota com menos nervo.
    Rivera

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas não queria a maior parte do pessoal mais corrida e por aí em diante? Este é o "futebol" à jasus, corre-corre desenfreado sem nexo nem atitude, onde os jogadores estouram ao fim de 60 minutos. Quem é é que pode andar o jogo todo nesta parvoíce??

      Abraço

      Eliminar
  4. nao jogamos nada mas ganhamos, temos dois jogadores top o casillas e o danilo, muito jovem meia leca sem cabedal para se aguentar durante noventa minutos, herrera um desastre, jogadores a falharem 70% dos passes que fazem, correrias meio anarquicas, parece ate que nao se treina. Este bruges nos bons velhos tempos era manietado sem espinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem cabedal para aguentar 90' a correr ao chutão para a frente, sim. Mas isso, quem aguenta?

      Abraço

      Eliminar
  5. Bom dia Jorge,

    Não me lembro de ver uma equipa do FC Porto jogar tão mal. Jogar no dragão, marcar um golo de sorte e limitar-se a defender perante um Clube Brugge!? Desculpem-me mas isto é inaceitável. Tudo bem que a vitória é o mais importante mas jogar dessa forma, em casa, com estes jogadores que são realmente bons jogadores, não se pode ficar feliz como adepto.

    Em relação ao jogo, mais do mesmo. Estes jogadores dão tudo pela equipa, correm mais do que os outros, têm capacidade técnica, são unidos e têm vontade de dar alegrias aos adeptos. Se estão a jogar como jogam não é culpa deles e certamente não merecem ser assobiados.

    Reparem a distância que os jogadores têm que correr para marcar os jogadores contrários, por causa da imbecilidade do treinador. Otávio e o Herrera, estado numa zona interior (parece que o treinador quer que joguem no centro e na ala ao mesmo tempo), correm sempre o dobro para poder marcar os laterais da equipa adversária. Os avançados têm que correr como loucos para poder chegar às bolas que são sempre metidas em profundidade pelos centrais e laterais. Óliver tem de ficar quase que colado ao Danilo pois o adversário tem sempre mais gente no meio campo. Ontem os jogadores pareciam estar sem fôlego quando não eram nem 60 minutos de jogo. Enfim, neste momento parece-me que esta equipa joga sempre contra o adversário e o seu próprio treinador. Seria interessante ver as estatísticas sobre a distância percorrida pelo FC Porto esta época.

    No final do jogo de ontem, mudei logo para o Porto Canal para ver os comentários sempre bem estruturados e coerentes do Cândido Costa e cia, e o que encontrei foram duas pessoas a defender que o FC Porto tinha jogado muito bem e o que importava eram os 3 pontos. Perderam um pouco do respeito que tinha por eles. Isto é pura hipocrisia. No final de semana empatamos mas jogamos melhor do que ontem, e como não vencemos as culpas recaíram todas sobre o árbitro. Ontem jogaram mal, com uma atitude de quem luta pra não descer de divisão, com um penalty claro do Óliver na nossa pequena área, e no final estava tudo bem porque o que interessava eram os 3 pontos. É preciso deixar de ser fanático e ser mais coerente quando se perde e quando se ganha.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Óliver ficando atrás do Herrera faz um trabalho que não é o dele. É desaproveitar o maestro que ali está. Nunca passa à frente do Herrera - ordens de treinador, só pode - e joga quase... a 6! Com a entrada do Rúben, subiu no terreno e pode jogar muito mais perto daquilo que pode e deve. Mas aí já tinham todos dado o estouro das corridas à maluca... e foi o que se viu.

      Enfim... mas parece que era isto que a malta queria, verdade?

      Abraço

      PS - Não fizemos um bom jogo, mas o Bráulio não mora cá. Veja, no entanto, as capas do jornais e já fica com uma ideia. Alguém tem de dizer bem do FC Porto. E tudo bem, penalty mas... e aquele sobre o André Silva logo a abrir o jogo? E as faltas para vermelho directo não sancionadas? Enfim...

      Eliminar
    2. Concordo, Jorge. Mesmo longe de Portugal dá pra ver a diferença de tratamento. Defender o clube sim, sempre. Dizer que jogaram bem e que o que conta é o resultado, e depois acusar o Setúbal por fazer o que nós fizemos ontem, com um pouquinho mais de classe, não!. Isto é incoerência e hipocrisia. Eu gosto dos comentadores do FC Porto Canal, e muito particularmente, do Cândido. A amizade e o carinho que o Cândido tem pelo Nuno não o permitem criticar a forma de jogar da equipa pois estaria a criticar indirectamente o amigo. Foi o que se passou e entendo até certo ponto.

      Se decidirmos falar sobre as arbitragens, o mínimo que se espera é que se fale quando se ganha e se perde.

      Infelizmente, e com certa vergonha, não consigo sentir confiança neste treinador. Nos jogadores sim pois têm dado tudo.

      Abraço.

      Eliminar
    3. Sim, é penalti do Óliver. Também há 2 penaltis sobre o André Silva.

      Abraço

      Eliminar
  6. Foi bom o resultado.
    Quanto ao resto estamos conversados. Se alguém tem dúvidas que este treinador não vale nada ontem deve ter dissipado qualquer dúvida (nem o Rio Ave com todo o respeito). Nem vale a pena estar a dissecar o que não gostei. A equipa vai decrescendo de produção na medida em que aumenta a nossa ansiedade e cresce a incapacidade da equipa técnica. Assim não vamos lá.Ao menos, nós adeptos, temos bom coração porque não morremos de ataque cardíaco durante os jogos.
    É importante ganhar mas é preciso uma cultura de exigência e competência.
    Saudações portistas
    Manuel Magalhães

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Usei o nome dos caxineirinhos porque foi a equipa que o NES treinou aqui antes de sair. De resto, tenho de subscrever...infelizmente.

      Abraço

      Eliminar
  7. sim, quem ve as capas de hoje pensa q os verdes ganharam...agora o novo super golden boy e' o gelson...nao ha pachorra.
    3 pontos, e' o q interessa, os assobiadores que metam os assobios...
    mas desolador ver um dragao tao vazio... nao se percebe...champions em qq estadio por esta europa fora e' sinal de casa cheia de festa... enfim
    agora recuperar energias e montar uma tactica a serio sem cagufas para domingo
    manu365

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para encher o estádio é preciso duas coisas:
      - Futebol espectáculo
      - Preços razoáveis

      Nem temos um futebol espectaculo (nem de perto nem de longe, é o futebol mais deprimente que vi no dragão desde o jogo com o setubal do norton de matos, que quase me fez adormecer em pleno estádio) e os preços também não são nada nada razoáveis. Se nos superiores e arquibancada os preços ainda se aceitam, pagar 30/40 euros por outras zonas é roubar descaradamente.
      Numa altura em que a equipa precisa de apoio, a SAD apenas sobe e continua a subir os preços, com o espectaculo cada vez mais deprimente. Não é assim que vão cativar e chamar mais gente ao estádio.

      Faz-me lembrar aquelas empresas que quando estão aflitas, em vez de corrigirem os erros, pedem cada vez mais pelos seus produtos até que o publico deixa de os comprar e como tal, a empresa entra rapidamente na bancarrota.

      Eliminar
    2. Futebol espectaculo? Todas as presenças do FC Porto dos anos 90 e 2000 foram excelentes??

      Contra o fifica já só faltam 2 mil bilhetes. Contra o Chelsea e o Bayernj não se podia respirar. O adepto Portista quer é comer fillet mignon.

      Abraço

      Eliminar
    3. Jorge, tenho-te como alguém inteligente, por isso não me mandes areia para os olhos ao dares a entender que o futebol deste FCP 2016 é minimamente aceitável.
      Não seria aceitável para um clube que luta pela metade de cima do campeonato, quanto mais para um clube que luta para ser campeão e que tem muito mais experiencia que qualquer um dos seus adversários na champions.
      Nem jogamos bem para ganhar, nem sequer para dizer "fomos com tudo, mas ela hoje não entrava nem que o jogo durasse mais 90min".

      Nem o futebol espectaculo é ganhar 5-0, nem é jogar à JJ. Teres uma equipa coesa, interligada e capaz de fazer jogadas para além do alivio para a frente/alas e corre corre corre, é bem mais atrativo do que ver um futebol parco em ideias, tamponado do meio campo para baixo e em que o ataque luta muitas vezes em inferioridade de 3/4 jogadores.

      Eliminar
  8. Caro Jorge Vassalo,

    Valeu pelos 3 pontos e pela garantia de manutenção na Europa. O resto é absolutamente inqualificavel, desde a análise pifia, basica e miope de NES, até á incapacidade que demonstra em não saber fazer mais. Só com atitude e garra simplesmente não vamos lá. Uma palavra para Iker. Foi ele que nos valeu aos 85 minutos.

    RAOC

    ResponderEliminar
  9. Não jogamos nada... é triste. Não percebo o que se faz nos treinos, não se vê nada em campo.
    Aquele queimar de tempo no fim até dá dó... o pior é que nem o sabem fazer com classe, veja-se o último canto! Antes disso era o pontapé para a frente...

    Só valeu mesmo pelos 3 pontos e graças a uma tabela senão era mais 1 empate.

    É bom ter uma equipa base, mas acho que devem jogar os melhores e claramente tínhamos melhor ontem no banco do que em campo (por exemplo Layun e Corona).
    É preciso mais do que garra para Domingo, é preciso acerto e calma na frente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corona sai bem do banco, com velocidade. Já Layún, se Herrera joga a médio direito, Layún faria bem melhor o seu papel com Maxi atrás.

      Abraço

      Eliminar
    2. De acordo, se quer meter o Herrera na direita, que coloque o Layun se é uma questão de segurança no meio campo.
      Depois acho que o Jota precisa de rodar mais com o Corona no apoio ao ASilva. Claramente o Corona está com a corda toda nos últimos jogos, é preciso aproveitar e para mim ele não é um puro ala direito (tipo Quaresma que as metia redondinhas na área).
      Depois, algo me diz que o Otávio se está a desgastar e a desaproveitar na esquerda...

      Mas lá está, não sou treinador nem percebo nada disto, mas infelizmente o tempo passa e não vejo os frutos dos treinos em jogo... diria que a excepção tem sido a defesa que começa a ficar sólida mas treme quando vê que daí para a frente a equipa não segura a bola e então começam aos pontapés.

      Estou apreensivo para Domingo, aquele empate em Setúbal não deixou margem de manobra....
      3 anos já CHEGA!!!!!!!!!!!!!

      PARA CIMA DELES CARALH######

      Eliminar
    3. O problema do Otávio ( Óliver idem ibidem) é a monstruosidade do espaço entre a defesa recuada e o ataque projectado...

      Vou falar sobre essa falácia de entendimento na projecção do jogo. Como é que, na décima jornada, com mais 72 pontos para além dos 3, se pode dizer isso?? Gosto que os fifiqueiros pensem que está ganho, agora nós...

      Abraço

      Eliminar
    4. é preciso haver evolução, não vejo nenhuma sou sincero...

      Eliminar
  10. Meu caro amigo,

    Satisfeito, fiquei apenas com o resultado, afinal o que mais interessava. Uma prestação longe de ser brilhante perante um adversário de fraco nível. Ainda assim, voltamos a demonstrar uma inquietante falta de eficácia que aliada à preocupante frequência com que o FC Porto desaparece do jogo, origina a que vivamos em sobressalto até ao fim das partidas. Ontem valeu-nos Casillas que a par de Danilo, foram para mim os melhores. Resumindo, esta equipa não empolga. O facto do Dragão se apresentar algo despido, para mim tem mais a ver com a proximidade do jogo com o Benfica, é que o dinheiro não estica. O que posso esperar para Domingo? Sinceramente não sei, já que a realidade da equipa também não me ajuda. Olhe, já seria óptimo, que ao menos o resultado se repetisse.

    Um abraço e...

    FC PORTO SEMPRE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espera-se uma vitória NA RAÇA!

      Abraço meu amigo

      Eliminar
  11. Como qualquer adepto portista, não posso dizer que o nível exibicional da equipa me encha as medidas.

    Contudo, Carlos Alberto Silva, Co Adriensen ou Vitor Pereira não ficaram famosos pela exuberância artística do seu jogo, mas sim pelo pragmatismo que os levou a serem treinadores vitoriosos no FCP.

    A NES são exigidos títulos. Não obras primas.

    Ao momento, que saiba, não há qualquer impedimento para que esse(s) objectivo(s) não possam ser atingidos. (Obviamente, domingo é um dia muito importante para esclarecer as nossas aspirações). Então porquê este clima esquizofreneticamente depressivo?

    Qualquer treinador que actualmente calhe no Dragão é lixo. Critica-se NES, esquecendo-se que se tivessemos Leonardo Jardim ou Paulo Sousa (treinadores pretendidos por muitos no defeso), as críticas seriam semelhantes, pois tal como NES, privilegiam a construção e solidez defensiva. Todo e qualquer treinador que queira vir para o Dragão neste momento, é meter a cabeça no cepo.

    NES é mau. No entanto, já consigo ver um jogo do FCP sem saber de antemão que irá existir um golo ou mais golos certinhos de um qualquer manco da equipa adversária. Mas claro... NES continua a ser lixo. A nossa substancial melhoria no equilibrio e robustez defensiva da equipa, caíram do céu. Ou foi acto do Espírito Santo.

    O adepto portista continua na senda de autodestruição. Enquanto as mentalidades não se mudarem, muito dificilmente chegaremos lá. Tornamo-nos nos benfiquistas dos anos 90, guilhotinadores profissionais de treinadores. E como o Jorge diz - Burros! - incapazes de aprender a ponta de um corno com as asneiras feitas na época passada.

    Uma pequena comparação:
    O slb esta 3a jogou em CONTRA ATAQUE na Luz, num jogo também ele essencial para eles. Defesa bem montada e chutão para a frente. Tal como nós. Mas para os vermelhos, tudo é motivo de festa e êxtase. Para nós, nem as vitórias chegam. Enfim....

    É a evolução!



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hugo, concordo com tudo menos com LJ. O problema é que, do meio campo para a frente, ainda não trabalhou nada. A esta altura, Jardim já o teria feito. Por exemplo.

      Quanto aos fificas, têm tanto xixi que em vez de galinhas me apetecia chamar-lhes "golden showers". Qualquer pessoa que pense que jogam melhor que o Leicester, por exemplo, acreditam no empolamento da imprensa...

      Mas esse está à vista. Veja-se o caso do Renatinho, o maior flop - aqui anunciado! - da Bundesliga...

      Abraço

      Eliminar
  12. Este Porto joga como equipa pequena, à imagem do seu treinador, sinceramente não me lembro de portistas no passado recente defender que o importante foram os 3 pontos,no porto nunca bastou ganhar, ganhar e mostrar que somos bem melhores,qualquer Brugge desta vida hoje vem ão dragão e joga o jogo pelo jogo...assobios durante o jogo nunca,nem no final, não me parece que os rapazes mereçam,assobiem para a tribuna que é onde está o maior problema,o outro está sentado no banco e chama-se NES.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assobiar um jogador durante o jogo nunca será benéfico.

      Abraço

      Eliminar
  13. Foi de facto uma fraca exibição do FCPORTO, mas é preciso não esquecer que o plantel é muito jovem.
    Provavelmente, alguns comentadores querem substituir o "NOSSO TREINADOR" por Marco Silva. Bem, se este trouxer o Messi, o Suárez e o CR7, venha ele.
    Apesar de não perceber esta fixação, de se iniciar o jogo com Herrera a extremo quando temos o Corona e de plantar no banco Depoitre, peço calma a todos os "PORTISTAS". Deixem o NES fazer o seu trabalho em paz. E eu até estou à vontade nesta questão, pois preferia um Leonardo Jardim, um Pedro Martins ou um Lito Vidigal a comandar os destinos do "AZUL E BRANCO".
    Como tivemos apenas 32 mil adeptos, num jogo tão importante para o futuro do "DRAGÃO", na "Champions League" eu faço um apelo, vendam os 50 mil bilhetes aos da "porta 18" que sempre entra mais algum na tesouraria do clube.

    FORÇA NES

    Abraço

    Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

    ResponderEliminar
  14. Não haja ilusões, com este curioso como treinador não ganhamos nada este ano.A jogar em casa contra uma equipa da segunda divisão europeia e acabar o jogo a queimar tempo não lembra a ninguém. Não jogamos nada! Não compreendo como jogadores na casa dos 20 anos não aguentam um jogo todo. Só não empatados porque o árbitro foi amigo Casillas nos salvou senão estaríamos agora aqui a carpir mágoas.A jogar assim era melhor irmos para a liga Europa pois se passarmos e nos oitavos apanharmos uma equipa a sério corremos o risco de uma humilhação tipo Bayern. Mas dizem que passar é importante por causa do dinheiro ganho e eu acho que aí é que está o problema é que se preocupam mais com a parte financeira que com a parte desportiva. Não há dinheiro não há mamoes. Construir uma equipa que se quer ganhadora e não ter um avançado de classe não lembra a ninguém. Querem fazer à força do AS um matador mas ele não o é e julgo que nunca o será pois se o pudesse vir a ser já o tinha demonstrado. Vejamos de cabeça é um zero no1x1 uma nulidade e na recepção de bola um incompetente. Mas dizem-me que marca golos e eu respondo que ele sendo o avançado de uma equipa que joga a maioria dos jogos contras outras que lhe são inferiores tem mesmo de os marcar e mesmo assim podia ter marcado muitos mais se fosse competente. Este Nuno foi mais um erro de casting e duvido que ganhemos no Domingo a jogar assim. Oxala que me engane pois para mim o clube está acima dos que atualmente (não ) o servem embora se sirvam dele para levar em vidas faustosa enquanto levam o clube à ruína.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado como essa nulidade já conseguiu marcar 10 golos em 16 jogos. Mas que é isso né? Os nossos são sempre uma merda!

      Abraço

      Eliminar
  15. Boas,

    Mais uma vez estive ontem no Dragão a fazer aquilo que me competia, cantar e apoiar durante os 90 e tal min. No entanto, no que ao jogo diz respeito e por muito apoio que se dê aos jogadores a paciência tem limites, eu acho que o Herrera tem valor mas por amor de deus ele este ano está abaixo de 0, está a precisar de descansar para recuperar os índices físicos.

    Mas o que me leva a escrever aqui hoje nem é o jogo propriamente dito, foi os comentários que ouvi na TSF no final do jogo. Eu normalmente não ouço estes pseudo comentadores mas com que fui ao jogo gosta de ouvir, eles até têm os desplante de insinuar que o FCP irá ter mais dificuldade em passar o grupo do que os calimeros. Já não há pudor no que dizem?

    Abraço
    Miguel S

    PS Domingo lá estarei para criar muito mau ambiente aos mouros e a apoiar a minha equipa.

    PPS Faço um apelo aos adeptos, sê é um daqueles adepto que sai do estádio a 10min do fim por favor não vá ao estádio, dá muito mau aspeto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eui também ouvi esse insulto. Será tema do meu post à noite.

      Abraço

      Eliminar
  16. Jorge,

    Ontem saí de la com um misto de sensações...

    Feliz por termos ganho.... e dessa forma termos completamente em aberto a passagem e consequentemente ganhamos tempo para amadurecer a equipa...
    E fdd da pinha.... pa... ontem vimos coisas inacreditaveis...
    Falharem passes de merda....nao fazerm uma unica triangulação... e os chutoes na parte final... tiraram-me do serio...
    Quase tanto como a merda dos assobiadores!!!!

    Ontem para mim, tivemos 3 ou 4 jogadores menos...
    Herrera
    Otavio (houve uma altura que so e lembrei dele pq ao fim de uns 20 minutos tocou na bola!!!)
    Oliver (nos jogos da Champions simplesmente Desaparece... ou pela tatica ou pela sua cabeça... encolhe-se e desaparece..)
    Jota (acho que tem que ir ao banco para ir buscar mais pica e precisao...)

    Agora para os criticos:
    - Queriam investimento em formação... e queixam-se que falta maturidade...
    - Nao nos podemos queixar do azar(pex na bola do corona ao poste no ultimo jogo) mas a sorte ja é chamada para "justificar" a vitoria....
    - Nao nos podemos queixar das varias arbitragens que nos prejudicam.... mas o arbitro ontem ja serve para nos deitar abaixo, porque nao marcou o penalti do Oliver... Convenientemente sonega-se os dois lances passiveis de penalidade a nosso favor!!!
    - O Borussia é que é um colosso... mas a Roma que os comemos duas vezes ja foi sorte....

    Meus amigos afinal querem o que????

    Pa assumam-se de vez!!!!
    Ou formem uma lista e concorram a Presidencia... ou metam o caralho do cachecol vermelho e vao apoiar o eusebio!!!

    Isto nao é PORTISMO!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que a questão do Oli é outra e já a pus no outro post. Mas, na verdade, é a mesma que o caso do Herrera. No seu 8 box-to-box natural ia render muito mais. Como em Roma.

      De resto, subscrevo, naturalmente.

      Abraçom

      Eliminar
  17. Os jogadores saíram esgotados. Será que recuperam para o próximo jogo?... Casillas voltou a ser San Iker e Danilo fez um grande jogo embora como a terceiro central o que contribui para fazer brilhar Marcano e Filipe que no entanto se limitam ao chutão para fora ou para a frente. Esta forma de jogar resulta em poucos golos sofridos mas emperra o avanço da equipa e acaba por anular a prestação de talentos como Otávio e Jota que passam o tempo a defender. Óliver que é um virtuoso médio de ataque anda na linha de tapar buracos e de carregador de piano. André Silva é bom jogador mas [ainda] não resolve como faziam Jackson, Hulk ou Falcão. O Porto tem plantel para fazer mais e muito melhor mas com NES não vai a lado nenhum. O nepotismo em detrimento da competência dá nestas coisas. Oxalá eu venha a dar o braço a torcer com as vitórias do Porto mas pelo andar da carruagem... Abraço

    ResponderEliminar
  18. boas

    quem tem cu tem medo já dizia o velho ditado.

    é incrível como o nosso treinador tem medo de jogar com os melhores nos seus lugares.

    no meio campo está lá um jogador a mais e esse é Herrera. O trio do meio campo tem de ser Danilo, Oliver e Otávio.

    na frente é que podemos ter várias variáveis e tendo André Silva como titular, restam dois lugares para estes nomes, Corona, Brahimi e Jota.

    NES estás à espera de quê para meter um onze como deve ser sem ter dois médios centro a fazer de extremos?

    é que contra o Benfique ou metes a carne toda no assador logo de inicio ou vais andar a trás do prejuízo mais à frente e lembro que só pode dar ganhar ganhar ganhar

    espero não ter de vir aqui mostrar o meu desagrado por causa do resultado e do fraco jogo inconsequente que produzimos tal e qual como neste jogo da champions e no de Setúbal.

    não nos desiludas NES, contamos contigo.

    Saudações Portistas

    11DruL0Vic

    ResponderEliminar
  19. Boas!

    Ganhámos. Ninguém se lesionou. Está garantida a continuidade na Europa. Isto foi o bom. Tudo o resto é como o costume: mau demais para ser verdade, desde da bancada que não tolera um passe menos bom ou jogador que pense um pouco o jogo, até ao banco, aonde temos um respeitável ex-jogador do FCP que tem muitíssimas dificuldades em fazer uma leitura adequada dos jogos - já nem falo de tudo o resto.

    O NES é o nosso treinador, ponto. O Herrera é o jogador com mais anos de FCP no plantel, a seguir ao Varela, e é o capitão, ponto. Podemos assobiar o jogo tudo que estes factos não vão mudar.

    Para mim, enquanto adepto que aprendeu a ver futebol com FCP, não me basta ganhar; quero ver a equipa a jogar bem. Há muito que isto não acontece. Fico sempre com a esperança que no próximo jogo é que é.
    Tenho a certeza que será no próximo jogo.

    Abraço,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Herrera vai ser daqueles que, quando estiver a jogar noutro lado, vamos dizer: "este gajo joga de carago. Fez uns grandes golos no FC Porto!". Enfim... triste sina.

      Abraço

      Eliminar
  20. Efetivamente, para o amedrontado treinador, emparceirar com o modestíssimo Brugge será o mesmo que se opor ao Barcelona, por exemplo.

    Joga sem fé e convicção e, fundamentalmente, sem orgulho!

    As suas vitórias são como sopa sem sal. Insossas, sem sabor. Não galvanizam ninguém. Criam uma angústia permanente no simpatizante, sempre desejoso que a ” tortura ” acabe o mais rápido possível. Ou seja : o jogo.

    Com franqueza, não há ninguém, na estrutura do clube, que se coloque na pele do adepto e questione o excesso de calculismo existente na mente do treinador?

    Que pergunte porque falta intensidade ao ataque e porque há tão pouca gente na área, mesmo quando o rival se encolhe na sua linha defensiva?

    O técnico argumenta que o que importa não é o sistema mas a dinâmica. Concordamos, mas para tal tem de haver automatismos e velocidade, caso contrário – permita-se a ironia – por que não jogar com dez defesas?

    Senão vejamos, a evolução das substituições no jogo com os belgas. Aos 60, sai Herrera e entra Ruben Neves, aos 70, Corona rende Diogo Jota e aos 80 , Layun rende Otávio. Portanto, posicionalmente, mais do mesmo, com tendência para o encolhimento…

    O FCP é demasiado grande para ter tantos medos e pavores. Não basta, clamar que este ano tem de se conquistar algo, tem de se provar isso em campo. Palavras leva-as o vento, diz o povo na sua sabedoria ancestral.

    Assim, ganha maior responsabilidade o confronto de domingo com o Benfica. Um empate é uma derrota.Isso fica claro.

    E foi com esse pensamento que o FC Porto ganhou glória e estatuto ganhador. Não com triunfos tremidos e inodoros como o desta quarta-feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero é ganhar. Bem, mal ou assim-assim, pouco me importa.

      Abraço

      Eliminar
  21. Não me apetece falar do jogo, mas quero referir-me aos assobiadores: IDE á MERDA!

    ResponderEliminar
  22. Análise perfeita ao jogo e ao comportamento dos jogadores na partida, daí as minhas visitas regulares ao blog. Devo confessar que ainda não digeri a miserável Final da Taça de Portugal o que em muito determinou que desde Maio não tenha ainda entrado no Estádio do Dragão. Todavia o que mais me admirou foi o respeitável público presente, aquando da substituição tardia do senhor Herrera, ter interrompido os seus habituais assobios para os trocarem por calorosos aplausos dirigido a um dos mais fracos jogadores do plantel do FCP. Tudo isto dá para medir o nível de exigência que se apoderou desta nova, necessária, contudo estranha geração de Portistas. Forjei-me como adepto no Tribunal e que se saiba nunca os adeptos descambaram para os tipos de comportamento que agora se verificam. Sinais dos Tempos ? Talvez !
    NES não me inspira confiança. Acho-o pouco seguro do trabalho que vem fazendo. Já era tempo de a equipa se mostrar mais consistente. Ficamos sempre, antes dos jogos, numa situação de expectativa de pré-época quando já vamos em Novembro. Porque raio alguém obriga NES a ter que utilizar Herrera e as desastrosas consequências da sua utilização. Com ele na equipa é um fartote de passes mal "guiados". Perdas de bola comprometedoras exigindo a Danilo a tarefa de cuidar de si e das asneiras do Herrera. Tudo isto não é ocasional. Herrera é aquela prenda que nos primeiros tempos de FCP e chamado à equipa, foi na circunstância colocar-se na barreira para se opor a um livre da equipa contrária. Antes de tempo saiu da barreira, consequência : CARTÃO AMARELO. Repetição do livre e porque ninguém tinha feito um desenho para mostrar ao Herrera, volta a sair da barreira antes de tempo, consequência: 2º CARTÃO AMARELO e RUA. Esteve cinco minutos em campo. Que saudades !
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Guilherme.

      Subscrevo, naturalmente.

      Abraço

      Eliminar