quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

As Duas Verdades Não São Mutuamente Exclusivas


Não há nenhuma equipa no mundo que jogue sempre bem. Nenhuma. Nem City, nem Bayern, United, Real Madrid, Barcelona, nenhuma. Há bons jogos, maus jogos, jogos de intensidade alta, média ou baixa. A verdade inquestionável é que as regras de um desporto estão lá para proteger a integridade do resultado, dos jogadores e do jogo em si. Isso é indesmentível. Quando alguma equipa sofre do desvirtuamento dessas regras contra sí, está a ser amplamente condicionada. O efeito psicológico, anímico, empático, etc sobre a mesma é inegável. Porque não se pode pedir a uma equipa que jogue sempre bem. Isso, pura e simplesmente, não existe. Também não se pode pedir, em qualquer desporto, que uma equipa jogue um jogo com regras diferentes das do adversário. Não é aceitável para qualquer das duas.

É completamente evidente que qualquer adversário do FC Porto se vai, a esta altura, agigantar, vai-se sentir mais confortável, vai sentir que a estratégia do antijogo vai funcionar, vai saber que vai poder dar pau com mais força durante mais tempo, vai saber que vai poder puxar o adversário na cara do golo, vai saber que pode empurrá-lo ou abalroá-lo sem qualquer tipo de problema. Com a ansiedade baixa a defesa funciona melhor, o contra-ataque é sempre possível.

O FC Porto não jogou nada ontem. Foi mal preparado, mal orientado, mal distribuído. Tem assimetrias graves no plantel, que ficaram a olho nu. Tem jogadores cansados, tem jogadores fartos e sem confiança. Porque andar sempre contra um vento forte cansa. Mas se os penaltis fossem marcados, ou, vá, pelo menos 40% deles fossem marcados, se houvesse o mínimo de equidade e equilíbrio no julgamento dos jogos, a dinâmica de vitória seria outra, o seu número também, e tudo seria diferente. Ao não ser assim, entra em jogo o desânimo. E esse é uma realidade.


Para além disso, há sempre uma imprensa que lava, esfrega e desinfecta todas as decisões que premeiam este estado de coisas. O caso da bolha de hoje é paradigmático. Justapus a imagem da avaliação da bolha sobre o lance da expulsão de Danilo ao que este escreveu sobre o dito lance no Instagram. Junto também, ao lado, o que disse sobre isso o menosfutebol, que todos sabemos que, de Portista, não tem nem uma unha do dedo do pé. E, juro que não percebo, o jornal O Jogo, para lá da sua capa, também parece querer agradar ao sistema. As avaliações, a crónica sobre o mesmo e o editorial são surreais de tão patéticos! Cuidado, se se baixarem mais, pode ser que exponham o vosso esfincter! Qualquer pessoa minimamente séria - e, admitidamente, tenho visto essa seriedade até em apoiantes dos rivais - vai saber admitir que fomos, uma vez mais, corridos de uma competição por influência arbitral directa.

A verdade é a que é, cada vez mais, vamos ser visto lá fora  como uma liga de quinta categoria, corrupta, desequilibrada, com um imenso fosso de qualidade, e a percepção da mesma só se vai agravar com coisas destas. Somos chacota, senhor Pedro Proença. Está feliz? Eu estaria orgulhoso!  Ah, e adorei a explicação do Godinho! Sabe, sr Proença, na Premier League, se se vir que o árbitro foi injusto, o castigo é levantado! Mas eu vou esperar sentadinho! E aposto que vem nota bem positiva a caminho!

Mas a verdade do roubo arbitral e a da nossa falta de qualidade de jogo presente não são mutuamente exclusívas, mas sim duas curvas sinusoidais que se entrecruzam muitas vezes, até porque a amplitude da onda da primeira é muito inferior à da segunda. 

Mas como reverter esta situação? Será justo pedir aos jogadores para se habituarem? Obviamente que não! A verdade é que, quem deveria reagir categoricamente, não o faz! A verdade, é que os mesmos que agora - com justiça! - reclamam foram os mesmos que só reagiram em termos uma vez em 3 anos.  Nessa altura, reagiram jogadores, treinador e director desportivo  em campo, Presidente no fim. Como deve ser, sempre!  Mas a verdade é que, se Luis Gonçalves não fica atrás de Antero nesse aspecto - muito pelo contrário - já a atitude de NES não tem qualquer comparação com a forma como Lopetegui sempre deu o corpo às balas por este FC Porto e foi deixado sem qualquer apoio por uma direcção que foi deixando andar esta situação da arbitragem até onde ela se encontra neste momento. Isto para nem falar de Pinto da Costa. Quem o viu nesse dia e quem o viu ontem...

O exemplo, insisto, tem de vir de cima. Se tal não acontecer... bom... é melhor sabermos com o que contamos. Ou bem que voltamos a ser feios porcos e maus ou bem que nos habituamos a uma seca de títulos das antigas. Esperar que coisas iguais redundem em resultados diferentes é a definição da loucura!

Há que ser forte e duro para inverter este estado de coisas! Que tipo de exemplo irão os dirigentes dar aos jogadores? Aguarda-se com expectativa!

27 comentários:

  1. Os dirigentes não são Dirigentes... O Pinto já devia ter vagado o lugar! Eu Tinha um Presidente, agora não passa de outro presidente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No final - e só no final - cá estaremos para fazer contas.

      Abraço

      Eliminar
  2. Desculpem mas não consigo separar a arbitragem do desnorte dos jogadores.
    É demais. Já começamos a jogar sabendo que nos vão roubar. Isso mexe com a psicologia da equipa. não há treino que cubra isso. É escandaloso. Desculpem mas a forma como a equipa sente que a estão a empurrar está relacionada com os maus momentos em campo. Nota-se o nervosismo em cada lance.

    Expulsão do brahimi? Porquê? A do Danilo vai ficar para a história.
    Chega! Basta!!
    Estou farto! Há que haver coragem para denunciar estes covardes.
    Ainda temos que levar com o nojo da cs a justificar os árbitros!! É demasiado grave o estado do desporto neste país. A corja jornalística está é muito ao serviço do "polvo".

    Pedro Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem não faz, não! Mas a resposta é o quê? Um texto em caps?! Não chega!

      Abraço

      Eliminar
  3. Um meio campo com Pinto da Costa, Reinaldo Teles e Joaquim Pinheiro era capaz de ser bem mais rápido e criativo do que aquele que Nuno se lembrou de colocar a jogar.

    ResponderEliminar
  4. Nunca vou aos sites da Bola nem do Record, mas isso que aí está escrito demonstra bem o que são. Uma ratazana tem mais carácter. Mas, lá, está, se esses aldrabões não forem impedidos de entrar no Dragão é sinal que não há nada a esperar desta direcção. Quando mentem assim e continuam a frequentar a nossa casa... depois como é que se pode pedir aos jogadores mais empenho? O problema vem de trás, já sabemos. Disse aqui várias vezes que devíamos ter sido campeões com Lopetegui, não fossem os ladrões do apito. Se, depois do que sucedeu ontem e que já é motivo de paródia lá por fora, no "estrangeiro" de que tanto gostam e que tão importante é para a "indústria", se depois disso a direcção continuar na mesma, qualquer dia que passe sem se demitir ou ser corrida é um dia a mais. Saúde. João.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 17:25, continua a abstenção violenta....

      Abraço

      Eliminar
  5. Caro Jorge, concordo com muito do que li, como habitualmente. Não escondendo que sou sempre muito resistente à desculpa da arbitragem (porque aí tenho o exemplo do Benfica dos anos 94-2013 que nunca nos dava mérito por nada) mas perante o jogo de ontem, sou levado a pensar que o sr do apito só tinha uma coisa em mente: PREJUDICAR o Porto. Não jogámos nada, mas aquela decisão do sr. Árbitro perante o Danilo é DEMAIS. DEMAIS. Nunca vi nada assim. NUNCA! Perante o que vi, falar de como a equipa se portou mal, e que não demos o litro, embora 100% correcto é muito, muito redutor. A gravidade da situação exige que aspectos como estes se tornem secundários. Como o outro diz, foi limpinho, limpinho. A expulsão do Danilo é absolutamente absurda. Absurda e maldosa, própria de um carrasco e não de um árbitro. Fez-me lembrar um célebre Moreirense-Benfica onde o árbitro decide o jogo, quando reduz o Moreirense a 10, supostamente por palavras de um jogador do Moreirense. Aquela expulsão ganhou o jogo para o Benfica. Mais que isso, o árbitro entrou com a nítida intenção de ajudar o clube do sul. Foi limpinho, limpinho! Tal como nessa altura onde o Porto ainda que indirectamente foi prejudicado, também ontem fomos alvo de uma intervenção nefasta no mesmo estádio, mas de forma mais directa. Silêncio nesta altura é cumplicidade com o estado de coisas. Quando se é prejudicado desta forma, o caminho que resta são as trincheiras. Estamos em guerra. É guerra que querem? É guerra que vão ter. Agora, há uma coisa - é bom é que os jogadores se mentalizem que também são soldados. Não há cá tangas. Não há meias palavras nem desculpas. Jogos como os de ontem não podem existir. É deixar tudo em campo e ter a certeza que as únicas coisas inamovíveis são os postes das balizas. Não podem existir meias-partes oferecidas nem o chavão de "construímos muito" e o "azar" fez com que não marcássemos. Quero saber se a mudança começou com o Braga ou não, C******! F***-se, é para jogar ou para entreter!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Aires conhece-me, sabe que sei separar as águas. Atitude não depende ou não de roubos godinhos!

      Abraço

      Eliminar
  6. A segunda parte foi má, mas também com os jogadores do moreirense a cairem no chão de minuto a minuto, fica dificil jogar, para não falar das expulsôes ridículas e do penalty que ficou por marcar na primeira parte, é verdade que podemos e devemos jogar melhor, mas com o campo sempre inquinado é injusto, os outros clubes ganham jogos a jogar mal e nós também temos o mesmo direito, não fossem os senhores do apito em caso de dúvida julgarem sempre contra nós e a favor dos outros. ps: devíamos ter reagido de maneira mais veemente e ativa, nomeadamente pela direção, só os jogadores e nes e o DD é pouco pra vergonha que se passa, ningúem nos respeita e isto não pode seguir assim.O rui santos é de bradar aos céus, primeiro diz que é penalty mas de video arbitro, depois diz que já é matriz e política na dúvida apitarem contra nós e logo a seguir diz que o F.C.PORTO não se pode escudar nas más arbitragens e que critica em demasia, mas em que é que ficamos afinal? ele dá uma no cravo outra na ferradura, é a c.s. que temos a manipular a vergonha desta época, mas como é em prejuizo do PORTO assobia-se pró lado tanto a c.s. como quem dirige o campeonato e a arbitragem, tudo a favor do tão desejado campeonato do Treta.

    João Moreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ratazana diz o que interessa consoante a posição do seu sportem na tabela.

      Abraço

      Eliminar
  7. Feliz de ti, que não ouviste o que eu ouvi hoje, na SIC e o que tive de puxar atrás, na Sporttv, num comentário logo pela manhã vindo da boca de um comentadeiro que deve usar Neoblanc...

    Imbicto abraço!

    ResponderEliminar
  8. As acções de Pinto da Costa de outrora valiam ouro neste momento...

    Abraços.

    ResponderEliminar
  9. Caro Jorge,
    O estilo de jogo do Porto peca por assunto fundamental, a finalização! O que é pena, porque a ideia de jogo está lá.. e sempre que surge um golo a qualidade vem ao de cima.. Estes dois ultimos XI que foram apresentados na taça estão a anos luz do XI consolidado que jogou nas ultimas jornadas do campeonato (apesar de varios jogadores utilizados serem os que fazem parte do melhor XI). Uma coisa que notei bastante é o medo da agressividade dos jogadores do Porto na transição defesa-ataque. Acabamos a 1ª parte penso que com 1 falta defensiva, e isso revela claramente que o subconsciente dos jogadores está afetado pelas arbitragens. Na 2ª parte ao mínimo toque era falta e cartão.. esta tendência, talvez mais que os lances flagrantes e que chamam atenção a todos, condicionam e estão a condicionar a forma de jogar da equipa. Os jogadores são moles para se protegerem... A arbitragem está a intimidar e quando intimida não vem ao de cima o melhor futebol.

    ResponderEliminar
  10. fomos roubados mais uma vez , o arbitro ajudou o adversario e ate pensou a longo prazo com as expulsoes, parece tudo cientificamente preparado para nos roubar. No entanto nao jogamos a ponta de corno, mexicanos basta meter lhes o pe uma vez a serio e ja nao jogam, jogamos de forma lenta e com muitos passesinhos, nao sabemos cruzar, cantos sao em balao, nao existem livres perto da area, com um ponta de lança fisico a bola nunca esta na area em cruzamentos o meio campo do porto quer ser como o do barcelona passesinhos e mais passesinhos, o porto deste treinador e um porto pequeno sem soluçoes quando as coisas nao funcionam a primeira, inventa para ser reconhecido mas nao sabe, ver corona jogar contra estas equipas e uma tristeza, os laterais sao lentos e este tipo de esquema vive muito da velocidade e execuçao dos laterais. Agora os jogadores tem de se preparar para intensidade maxima desde o primeiro minuto contra o paços, tem de ser rapidos e fortes mas nuno parece demasiado bom rapaz para incutir esse espirito aos jogadores. QUE DEUS NOS AJUDE E PROTEJA , as coisas estao assim neste momento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa sua panca com os mexicanos... E o resto da equipa?

      Abraço

      Eliminar
  11. Caro Jorge,

    A bolha disse no online que o arbitro tava de costas e o Danilo é que foi ao seu encontro.
    FOi expulso depois de um encontrão ao arbitro da partida. Repare-se "depois de um encontrão AO arbitro" e não "depois de um encontrão COM o arbitro".

    O arbitro pra eles tava de costas parado e o Danilo é que o albaroou...

    Mas este tipos querem o quê? Não percebem que estão a tratar os leitores como atrasados mentais?

    Ou pensam que os Portugueses são todos atrasados mentais? é isso?

    Isto é uma vergonha de jornalismo. Inqualificável. Inenarrável. O goebbels se fosse vivo ria-se disto.

    Como é que um jornal se presta a um serviço destes. Ainda há alguem que compre este jornal?

    Se virem alguem na rua com este jornal insultem-no à vontade. Porque sem duvida merece-o.

    Quanto ao nosso FCPorto deixou que lhe fizessem a cama à 4/5 anos na FPF e na LIGA e consequentemente na arbitragem. E agora esta-se a ver os resultados. Simples. Os arbitros sao todos vermelhos, os orgãos são todos vermelhos. À minima oportunidade não tem problemas de nos f....., sabem que nada lhes acontece. Pelo contrário, até recebem boas notas. A minha pergunta é: Estamos condicionados por alguem ou por alguma situação? Porque é que não reagimos? Quando vamos reagir ?
    Jorge Nuno Pinto da Costa sabe bem o que se está a passar, porque é que estamos a assistir a isto desta forma passiva? Nós que sempre fomos um clube de acção.
    Dou razão aos tipos que fizeram um check-up gratuito ao proença no colombo. Ao diabo da maia que apertou o gargalo ao fiscal de linha, aos tipos que partiram os talhos ao mota. Ao cardozo que apertou o gargalo ao proença na madeira. ao chiclas que bateu num policia. A partir daí eles começaram a entrar nos eixos....

    Cumprimentos
    Mancini

    ResponderEliminar
  12. Julgo que é chegada a altura de fazer xeque à APAF e ao conselho de arbitragem e pedir a nomeação de árbitros estrangeiros para os jogos do Porto, como medida que faça diminuir a tensão entre o clube e os árbitros portugueses. Se não aceitarem cai-lhes a máscara e fica provado que não estão interessados em ser parte da solução.

    http://www.jn.pt/desporto/interior/arbitros-estrangeiros-autorizados-para-jogos-da-liga-portuguesa-5257352.html

    ResponderEliminar
  13. É assim que os arbitros tem de sair de todos os jogos do porto, tal como sairam do jogo em setubal, escoltados e se possivel com uns amassos no nariz. Vao ver que esta semana as papoilas vao falar no facto do arbitro ser escoltado como se fosse um assassinato porque o medo deles é que comecem a apertar com as marionetas deles.

    ResponderEliminar
  14. Depois do que se passou com Porto e Sporting, os benfas são bem capazes de serem prejudicados em Guimarães para a taça da liga. Os gajos querem à força o tetra e não se importam de abdicar da taça da cerveja só para dizerem que também são prejudicados como os outros. Se isso não suceder é mais para não terem 3 jogos com estádios vazios no Algarve. Mas nessa altura, consoante o ambiente em torno da arbitragem, até se arranja um prejuízo para os benfas poderem dizer que também são vítimas dos erros arbitrais. Saúde. João.

    ResponderEliminar
  15. Jorge,

    Isto só lá vai como em setubal à bocado!!! Com o arbitro a sair com protecção policial !!! Uma vergonha esta merda de campeonato. Nós parecemos uns mansos comparados com os largatos 15 vezes mais roubados e mais mansos que nunca. Uma vergonha.

    Portistas acordem !!!! Isto só lá vai quando eles começarem a sair com policias a escolta-los. Olhem pro proença no colombo, o diabo da maia a apertar o gargalo ao fiscal de linha, os talhos do mota, o cardozo a apertar o pescoço na madeira aos proença. Os arbitros entraram nos eixos vermelhos. Vão ter que entrar nos eixos azuis. Isto assim não é nada.

    Revoltem-se caralho. O NES tá com meias palavras pra quê? tá com medo de quem ? Tem medo compra um cão. O presidente tá calado porquê? É falar em todos os jogos. Se isto continua tira a equipa de campo. Meta os MERDIA todos a falar disto em portugal e na europa. Tire a equipa de campo. Isto já cheira mal. Vamos ser comidos até quando? quando tiver o campeonato perdido ?

    Portistas isto só lá vai com o arbitro a sair com o arbitro com escolta.
    NOJO DE FUTEBOL !!!


    Cumprimentos.
    Mancini

    ResponderEliminar
  16. Olá caro Jorge,
    Não comentei aqui antes, mas espero que o Natal e a passagem de ano tenham sido boas.
    Falando agora de futebol, mais propriamente do nosso clubes, parece que mais uma vrz entramos num ciclo de maus jogos e maus resultados. Depois de um Outubro muito bom, só com vitórias, tivemos o celebre quadro e os resultados que tivemos em Novembro. A seguir tivemos um Dezembro positivo, em que até antecipamos jogos para permitir um maior descanso aos jogadores. Resultou? Parece que não. Não percebo como jogamos contra o Angrense com uma equipa titular porque "eles não estiveram sem treinar juntos 2 semanas" e agora já não se aplica essa situação.
    Contra o Moreirense, apenas quero apontar 3 coisas:
    - A equipa montada ao calhas e sem qualquer estratégia, mesmo com muitas pedras principais
    - A arbitragem que fazem um Calabote desta vida corar de orgulho
    - A mansidão do nosso treinador e da SAD.
    Posto isto, passou-se algo de especial? Apenas vi um comunicado e nada mais por parte do nosso clube. É isto que acontece quando fomos roubados e ridicularizados pela arbitragem, mais uma vez?
    Para que serve o nosso presidente? É para se rir na bancada enquanto os seus jogadores são expulsos? O resto da SAD já sabemos, apenas existe para as comissões e para não levantar ondas. É isto que somos agora? O pateting da Invicta?
    Nojo, é o que sinto de quem manda neste momento no nosso clube. NOJO.
    NES não serve para treinador deste FCP. Nunca gostei do Lopetegui, mas esse ao menos defendia o clube e apontava o dedo aos problemas, já este manso que está no nosso banco nem com um roubo destes o faz levantar a voz.
    Desiludido com quem manda no clube e nos jogadores, já percebi que enquanto não mandarem embora o pdc, não iremos a lado nenhum. No ano passado tinhamos uma equipa e jogadores à Porto, este ano o discurso é que estamos numa fase de transição, para o ano qual é? É bom acabar no pódio ou conseguir o apuramento para a LE?
    Não vejo qualquer movimento para vender os excedentes nem para emprestar os Adriáns e Varelas desta vida. Nem falo de entradas, porque essas mais vale não virem, se for para serem mais um Depoitre.
    Por falar em Depoitre, escrevi aqui em Agosto como estava contra a sua contratação, parece que não falhei por muito quando escrevi isto:


    "parece-me sim um claro sinal da incapacidade do FCP negociar neste momento com os outros clubes, o total desconhecimento e inoperância do scouting (será por isso que andamos a pagar uma fortuna à Doyen em scouting?)
    um jogador com quase 28 e que apenas tem 2 épocas na 1ª divisão belga, não augura nem um bom jogador nem um jogador de topo.

    pouca capacidade técnica e parece-me o típico jogador de desgaste e para o chuveirinho. Não me parece um jogador capaz de sequer ser um Teclas Farias, quanto mais o abre-latas que muitas vezes precisamos.

    Pelas características, este jogador parece-me ser jogador para usar em desespero contra os autocarros do nosso campeonato (o que tendo em conta ao historial dos últimos anos, já andamos mais longe de defender resultados de 1-0).

    temos extremos que afunilam constantemente o jogo, logo em situações de desespero, ou se muda muito a forma de jogar ou vamos ficar muito dependentes dos cruzamentos dos laterais."

    ResponderEliminar
  17. Gostava de deixar uma recomendação a todos os portistas:

    Na crónica do jogo com o Moreirense, no jornal público o único elemento que teve nota negativa foi o Danilo, com o seguinte texto a justificá-lo:


    "A expulsão do internacional português deixou o FC Porto totalmente exposto numa fase em que se exigia concentração absoluta"

    Isto não pode passar incólume. Eu não sou grande fã de redes sociais, mas vou enviar um mail à redação do público a exigir um pedido de desculpas aos seus leitores, e outro à abécula que escreveu isso a perguntar como se sente por ser uma nódoa na sua profissão.

    Aqui têm o link com a crónica:

    https://www.publico.pt/2017/01/03/desporto/noticia/moreirense-apurado-fc-porto-fora-da-taca-da-liga-1757035

    o mail do rastejante que escreveu isso é augusto.bernardino@publico.pt

    eu contactei a secção do Porto do público a perguntar qual seria a melhor maneira para efetuar a minha queixa para com o jornal. Recusaram-se a dar-mo, endereçaram-me para o número de Lisboa, que está sempre impedido. Decidi enviar mail nas cartas ao diretor, que
    é o seguinte:

    augusto.bernardino@publico.pt

    Eu escolhi este meio, mas acho que qualquer um é válido. É preciso entupir esta gente com queixa até eles terem a decência de tratarem os seus leitores com um mínimo de respeito.

    Eu gosto de pensar no futebol como uma espécie de algodão jornalístico: é uma área onde é bastante fácil ver quão comprometido com a verdade um certo orgão está. Claramente a imprensa portuguesa falha toda redondamente.

    Abraços portistas,

    Jaime

    ResponderEliminar