sábado, 23 de setembro de 2017

Análise FC Porto 5-2 Portimonense - Noite de Gala no Dragão


E ao sétimo dia, Ópera.(Eu sei, eu sei, escusadita a piada mas hey, também posso...) Assim se pode designar uma das melhores exibições do FC Porto nos últimos anos, apenas entrecortadas pelo sono que teima em entrar de vez em quando e que deu um travo amargo a Iker Casillas, sem qualquer culpa nos golos e que ainda fez duas defesas ao seu nível.

O FC Porto não deu hipóteses, entrou forte e dominador, intenso e agressivo, à procura do golo com uma paixão que já não lhe vira há muito tempo. Sim, é verdade que o FC Porto vem num crescendo exibicional, mas o golo de Marega  e de Brahimi ( o quinto ) são qualquer coisa digna de memória.

E bem justificados, diga-se. Brahimi foi absolutamente magistral, esteve sempre aguerrido, ofensiva e defensivamente entregue à equipa e solto. Para mim, é um absoluto génio. E quanto a Marega, o golo que marcou foi um golo de classe, a sua disponibilidade para o jogo, a sua velocidade e o seu poderio físico são sempre impressionantes, e nota-se que a confiança e a adoração dos adeptos - tem já música e nota-se a alegria - estão, aos poucos e poucos, a transformar a pedra da sua técnica num diamante que parece começar a formar-se.

Assim sendo, depois de três golos em seis minutos e ainda antes da meia hora de jogo, foi natural um certo deslumbramento que conduziu a um jogo lento mas não controlado. Aí, é natural que o Portimonense - uma equipa muito melhor do que o resultado faz supor - tivesse aproveitado e um letal Nakajima fizesse um golo de trivela de belo efeito, que poria o FC Porto num sentido que o Pirtimonense merecia que se tivesse.

Foi bom ver que a segunda parte trouxe o melhor FC Porto de volta, pelo menos até ao quinto golo. Esta foi a parte final onde Brahimi teve o retorno merecido - bisar e colocar-se outra vez na lista de melhores marcadores da equipa. O quinto golo, é digno dos livros, com o calcanhar de Aboubakar, o túnel de Herrera - ontem, felizmente, na sua versão Hector Miguel  - e a finalização de classe de Brahimi vão figurar, certamente, nos melhores momentos do Dragão durante muito tempo. 


Depois, a soneira voltou a instalar-se num Dragão que, compreensivamente, estava já com a cabeça no principado e em terça feira. O golo do Portimonense era escusado e foi uma falha defensiva de quem não costuma falhar. Mas não se pode querer tudo. A exibição só pode ter uma nota: Excelente!

Resta-me apenas acrescentar que gostei de ver o 4x3x3, com Óliver a partilhar o meio campo com Herrera e o bom entendimento destes,  Marega encostado à direita no lugar de um inconstante e incipiente Corona, que teima em não apanhar o autocarro da equipa, e da segurança e estabilidade que esta táctica trazem. Com certeza, uma antecâmara para os jogos com o Mónaco e o Sporting, onde o 4x4x2 me parece instável e inseguro. Também gostei de ver confirmada a minha teoria de que Diego Reyes é uma boa alternativa a Danilo. 

Acabamos em festa, isolados no primeiro lugar e num pleno de vitórias. Os sinais que vemos são prematuros mas positivos. E isso tem um "culpado" - Sérgio Conceição. É certo que talvez tenha vindo num certo despropósito a sua atitude, ou um certo exagero nesta casuística, mas a verdade é que o acumulado tem a sua preponderância e o seu peso. Assim sendo, adorei. Foi um ponto de ordem que se impunha. Que sirva de exemplo.

E quanto a um Basta, falemos então de Fernando "Facadinhas" Gomes. Creio que o Drax disse tudo, mas quero só acrescentar o seguinte - não me surpreende nada a atitude subalterna e subserviente. As ambições deste são o topo do futebol europeu e isso é o que lhe interessa. Assim sendo dava jeito que nos calássemos. Só que não vai ser assim! E mais, senhor Facadinhas: nós não falamos por causa de "insucessos". Estamos em primeiro lugar. Falamos por factos. E não nos vamos calar!!! 

16 comentários:

  1. Boa piada! Aquela do diamante da técnica do Marega :)))
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um homem pode ter esperança, ou não? :)

      Abraçom

      Eliminar
  2. Por acaso, acho que o Corona fez um bom jogo, sobretudo na 1ª parte, jogando a partir do meio. Desiquilibrou e trabalhou muito bem, estando na origem de 2 dos 3 golos marcados na 1ª parte, em que também esteve bem no plano defensivo. Foi enérgico, exuberante.

    Confesso que me surpreendeu aquele 4x3x3. Se Herrera oferecesse alguma regularidade exibicional, este seria nitidamente o sistema de eleição. Mais trabalho para o Sérgio, portanto. Foi óptimo poder render o Danilo, dar (bastante) descanso a Óliver e manter Marega a carburar.

    O Ricardo tem de me começar a acertar aqueles cruzamentos, faxabôr...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que pode fazer muito muito mais, o Corona. Mas tudo bem, não acho que ninguém tenha estado particularmente mal.

      Quanto ao Ricardo... é só habituar-se aos colegas.

      Abraço

      Eliminar
  3. excelente, alegria, golos, luta, um bom espetaculo. Mas........o portimonense foi maciozinho ou talvez tenha ficado assim pela potencia e intensidade dos sempre abou e marega e teles e desta vez de brahimi tambem e ate corona deu dois golos. Sou xato com isto mas com mais 2 a 3 medios intensos e ficariamos intrataveis mesmo la fora. Agora ja podemos sofrer 2 golos que marcamos o dobro. QUANTO A FGOMES faz o papel dele, nos temos de denunciar, continuar a mostrar as ligaçoes anormais e tipo mafia dos lampioes, em oeiras um pres de camara que nao o vai ser mais entregou uns quantos hectares ao benfica, entregou, foram dados para um centro de estagio, nos temos la um dragon force mas a camara de oeiras nao deu nada!!!!! O vistas percebeu que vai ser vereador e tratou de antecipadamente de oferecer terrenos ao benfica.

    ResponderEliminar
  4. Afinal parece que o pantel começa a alongar-se. Não é só pelo excelente 7 em 7, é porque há um patrão que está a conseguir maximizar a produtividade destes 'operários'.
    Ó faxabor, houve mais opiniões sobre a possibilidade de o DR poder render (e bem) o Comendador.
    1 abç e até ao Mónaco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom trabalho, o de Sérgio Conceição!

      Abraço

      Eliminar
  5. Em principio de época e dar (bastante) descanso ao Oliver, tem que se lhe diga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vendam-no, carago! Já estou farto de tanta crítica estúpida! Não gostam? Não comam!

      Abraço

      Eliminar
  6. "...mais uma alegria, mais uma vitoria "
    Que gostoso que é ver o nosso Porto jogar à bola. Que bonito que é ver a comunhão do mar azul a envolver a equipa. Que orgulho que é ver o nosso mister a meter os abutres no bolso. Caramba... que melhor início de fim de semana se podia pedir? Só isto porque não há nada melhor!
    Nós somos os Dragões
    Eternos, campeões
    Com o estádio a cantar,
    Para o PORTO ganhar... vai Portooo.

    ResponderEliminar
  7. Somos LÍDERES isolados e INVICTOS.
    Que assim continue até ao fim do campeonato.

    Sérgio Conceição a fazer história.
    Equipa humilde, unida e com sede de vencer.

    Saudações Portistas

    11DRuLoVic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém nos pode parar
      Rumo ao primeiro lugar!

      Abraço

      Eliminar
  8. É incrível a diferença que faz o facto de termos um treinador Portista, raçudo, inteligente e sem grandes problemas com o politicamente incorrecto.
    O Porto deste ano funciona assente acima de tudo na velha mística azul e branca, os jogadores trabalham diariamente em modo "jogador à Porto" ligado a 100% e sem filtros.
    Sergio Conceição não é um treinador de topo mas é sem duvida o melhor treinador do mundo para este Porto.
    Veio à sala de imprensa de propósito só para dizer que como na antevisão do jogo só lhe tinham feito perguntas sobre o benfica, neste momento não tinha nada para lhes dizer. Brilhante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o que e um treinador de topo???? mourinho? enquanto ca naop andou era uma especie de toto.

      Eliminar