quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Análise Sporting 0-0 FC Porto (4-3 g.p.) - Venceu Quem Menos Fez Por Isso

Retirado do Twitter de Voluptama
Jogo intenso, aguerrido, nada bonito mas viril, onde mostramos a nossa claríssima superioridade, uma vez mais, frente à segunda equipa a jogar melhor futebol em Portugal, mesmo sem o nosso esteio do meio campo e com uma solução improvisada. Começou bem o Sporting mas, curiosamente, depois da saída de Danilo, foi-se também o ascendente, porque o FC Porto tomou conta do jogo e teve uma mão cheia de ocasiões de golo. Um entrou. Mas não contou. Outra vez. E depois fomos para os penaltis. E aí, ganhou a experiência. Claro. Uns têm penalties jogo sim, jogo não. Outros não têm experiência. Por muito que se treine. Vamos descansar uma semana e atacar o que interessa. Porque era giro ganhar a Taça da Carica. Mas não mudava as nossas vidas. Saímos com a certeza de que temos equipa e que reagimos bem à adversidade. Mas ainda não estamos matadores. Temos de ser diferentes no Campeonato e na Taça de Portugal. Aí sim, há muito a ganhar. Vamos a notas.


Reacção à adversidade - Perdemos Danilo Pereira, por quanto tempo a esta hora não sei, mas curiosamente ganhamos força no meio campo. Porque? Porque Óliver, após uns minutos de entrar a frio, se ligou bem com um heróico e abnegado Herrera, que foi puxado para a sua "zona da selecção" - onde, insisto, ele está muito bem - e permitiu a perdularidade de um desobstinado Sérgio Oliveira, que decidiu pensar que era Casemiro e com isso anular as suas duas melhores qualidades: o seu passe vertical e o seu remate exterior. Apesar disso, como esteve bem defensivamente, ficou mais tempo do que necessário em campo. Mas o meio campo improvisado secou completamente a iniciativa de jogo do Sporting, que se viu obrigado a perder o controle que tinha e a tentar um jogo directo controlado pela defesa muito bem.

A Defesa - Quero começar por destacar um enorme Alex Telles, um jogador à Porto que é um orgulho para qualquer Portista. Que jogão magistral! Cortes providenciais, piscinas inteiras pelo corredor e boas combinações com Brahimi e Óliver, nada faltou ao bom do Alex, que é um exemplo de entrega e abnegação excelente. Também Marcano e Felipe estiveram num bom plano, providenciais cada um à sua maneira - estás a ver, Felipe, como quando estás concentrado és uma máquina? - e Ricardo Pereira teve até nos pés um golo que poderia perfeitamente ter dado a justa vitória ao FC Porto! E que dizer de Iker Casillas? Basta ver este tweet para entender um pouco melhor o que ganhamos em ter um guarda-redes com a tarimba de Iker em vez de um talentoso e esforçado . Pode custar pontos. Nos penaltis nada mais poderia fazer. Por mim, continuava.

Marega - Lutou bem defensivamente, foi um dinamizador do ataque, embora perdulário na decisão final - ver FALTAS - e só ia sendo parado por um Coentrão que deveria ter sido expulso aí umas cinco ou seis vezes. A disponibilidade de Maregod é comovente e inspiradora. Se ao menos acertasse com os grandes um décimo do que acerta com os pequenos....


aVARias - Se há uma coisa que demonstra claramente o estado do futebol português é o lance que ilustra o post. Aqui se mostra que Soares está em linha com Coentrão no lance do golo que nos foi anulado pelo senhor Artur Soares Dias, outra vez "exímio" contra nós e silencioso em tudo o que nos favorecesse. Sem a linha - a imagem da RTP não tinha linhas (porque será? Estamos nos anos 90?) - poderia até ser duvidoso. Agora, a regra manda que o VAR só pode anular o golo quando o fora de jogo é inequívoco. E tudo isto decidido em menos de um minuto! Fantástico! In dubio, FC Porto adversus. Foi tão mau, tão mau, que até fez da arbitragem do Ferrari Vermelho Nuno Almeida algo de decente. Além disso, os insultos racistas, filmados em grande plano, de Coentrão a Marega, noutras ligas, dariam um vermelho directo - que ele fez por merecer várias vezes por lances de bola corrida - e uma sanção exemplar. Aqui, na República das Bananas, siga. 

Estaleca - É isto, meus amigos. Marega, Aboubakar, Sérgio Oliveira, Ricardo Pereira, Soares. Cada um deles lutou bravamente, e entregou-se ao jogo. Cada um deles teve bons pormenores e boas ocasiões para sentenciar um jogo que merecíamos ter vencido. Mas na hora da decisão final, veio a ansiedade, a pressa, a visão de túnel, a fraca escolha. Autoestima? Medo? Ansiedade? Não sei. Sei que isso não se passou contra o Mónaco nem o Leipzig. A melhorar, urgentemente. Neste estilo de jogos, cinco boas ocasiões têm de dar, pelo menos, dois golos. Criação de pólvora seca só leva à frustração.

Por último, o que se passa no corpo dirigente do FC Porto? Então temos um analista de arbitragem - que nos representou na reunião da Liga para o VAR - que contraria o bom e oportuno discurdo do Presidente Pinto da Costa, ainda por cima à mesma hora? Então temos um director de Comunicação que contraria totalmente o que o treinador está a dizer , à mesma hora, na conferência de imprensa?! É certo que não temos cartilhas, mas que tal, pelo menos, conhecer a posição uns dos outros, para não dar ideia de um barco à deriva? É só uma ideia!

44 comentários:

  1. Sá pode custar pontos no Estoril, mas ainda está no intervalo.
    Casillas custou ver a enorme manifestação de alegria de Bruno de Carvalho.
    Pró ano há mais, porque este ano estamos na fase de vitórias morais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, claro. O Casillas tinha de ter defendido todos os penaltis.

      Um é sorte, outro sabedoria.

      Abraço

      Eliminar
    2. Sorte tem o Rui Patricio, Casillas é pura classe e sabedoria.
      E a Taça Lucilio Calabote vai para os sortudos.
      Para o ano vai ser disputada em raspadinhas, quem tiver sorte é o felizardo.

      Eliminar
    3. Tenho ouvido hoje equiparar o Rui Patrício ao Casillas. Até em conversas de adeptos do Sporting.
      "Ah e tal... defendeu dois penáltis. Mas o espanhol do Porto fez o mesmo."

      Desculpem lá, mas não estão a ver bem o filme.
      O Rui defendeu mesmo os penáltis marcados pelo Herrera e pelo Aboubakar.

      Já o Casillas limitou-se a receber dois passes - do Coates e do William.

      Não tem nada a ver. Faz toda a diferença.

      Pedro Correia

      Eliminar
    4. hahahahaha claro claro.

      Eis o Portista no seu esplendor.

      Depois queixem-se.

      Eliminar
  2. Não. É totalmente de quem o põe a jogar.

    ResponderEliminar
  3. Comentário do azeiteiro Bruno Prata: o Soares está adiantado 1 metro.
    Este gagincha mete nojo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é impossível ter paciência para ouvir esse sujeito! seja pela sua imparcialidade (como se notou ontem), intervenções absurdas ou por não perceber meso nada, nadinha de futebol.

      Eliminar
    2. O óbvio é bastante visível.

      Abraço

      Eliminar
  4. Avisem por favor o SC que há no clube um atleta chamado Diogo Costa, por acaso GR ...tem SORTE a defender penaltys e mais algumas coisas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ganda Anónimo das 14.14. isso é que falar como um doutor.. O Casillas na verdade tem muito que aprender, principalmente com o Herrera, Aboubakar e Brahimi... deste modo a saber.. Casillas pelo Diogo Costa, Herrera pelo Paulinho, Aboubakar pelo Paciência e o Brahimi pelo Hernâni. Haja paciência para tanta sabedoria.
      Cumprimentos portistas
      A. Martins

      Eliminar
    2. Grande Bruno A.Prata Martins.
      Agradeço a sua sapiência futebolistica.
      Apesar das orelhas do Herrera serem mais resistentes que as manitas do Casillas, julgo saber que o pobre bombo de festa Mexicano, nunca foi GR. Burro velho já não aprende linguas e já com 4 anos de reforma não é agora que Casillas aprenderá.
      Se esses que aponta em 90 minuos forem capazes de criar alguma oportunidade de golo, então darão jeito.
      Esfreguemos as mãos que para o ano é que é, porque provamos que somos melhores mas uma vez mais perdemos.

      Eliminar
    3. Seu Anónimo.. Queria ver qual guarda-redes tinha a frieza e os reflexos para segurar a bola que veio directamente do poste da baliza. Aliada á sorte acrescente a fieza e a destreza com que segurou a bola num lance de milésimos de segundo. Portanto não culpe o Casillas de não ter defendido o último penalti.. vá lá ele "errou" 3 vezes em cinco.. o Herrera, o Aboubakar e o Brahimi falharam uma em uma. Mais o Casillas não teve a ajuda do treinador de guarda-redes atrás da baliza por aselhice dos responsáveis do F.C.Porto.
      Cumprimentos portistas
      A. Martins

      Eliminar
    4. Claro, Sr. Prata Martins.
      Perdemos por culpa da SAD, é isso mesmo. Não percebo mesmo de futebol, pois não chego a essa conclusão com a mesma clareza que os seus conhecimentos alcançam.
      Aprecio os GR que defendem as bolas que não vão para a baliza, mas desculpe dizer-lhe que aprecio mais os que defendem as que iriam entrar.
      Os jogadores que falharam possivelmente foram indicados pelo SC (a não ser que me esclareºa que foi a SAD). Se SC acha que são os melhores marcadores, devem treinar mais, não lhe parece?
      Aqueles 20 minutos iniciais miseráveis, foram da responsabilidade da SAD? Começo a acreditar que sim pela sua teoria.
      O JJ diz que fez tudo para ganhar!!!
      Da nossa parte quem é que não o fez?
      A SAD, como evidencia. :)))

      Eliminar
  5. Parece que voltamos ao tempo das vitórias morais. Jogamos muito fomos melhores blá blá blá mas no fim não ganhamos. Já são tres jogos com os da nossa igualha e não marcamos nenhum golo. Se tivéssemos um avançado de classe outro galo cantaria.Claro que Abou e Marega marcam golos mas num campeonato em que tirando 6 ou 7 jogos por época nos restantes somos muito superiores é evidente que têm de marcar. De qualquer modo para marcar 1 falham 5.Não entendo o que se passa nos pênaltis:já perdemos uma taça e agora mais uma vez fomos eliminados.Também e dados os antecedentes de Herrera e Abou manda-los marcar é o mesmo de entregar o ouro ao bandido. A culpa é de SC. Também foi péssimo ele ter abandonado os jogadores na marcação dos pênaltis. Deve ter a mania que é o Mourinho mas deve lembrar-se que ainda nada ganhou.
    Gostei do Waris e da forma fria como marcou. Os pênaltis não são lotaria antes pelo contrário definem um bom jogador. É preciso ter técnica e frieza algo que na hora de decisão falta a muitos dos nossos.Não entendo como é possível o Porto Canal ter um comentador de arbitragem como o tal Perdigão pois ele consegue ver que o Soares está fora de jogo mas não consegue ver que o Dost também está. Este sujeito está lá para defender os árbitros e deve ser corrido. E quanto aos insultos racistas do Coentrao a Sad não vai apresentar queixa? Continuamos a ser roubados e mantemos uma posição subserviente. Já agora devo dizer que como está à vista os jogadores estão presos por arames e as lesões são umas atrás das outras.Seria bom ir buscar um trinco por exemplo o Etebo.
    Sim já foi ontem mas continuo cheio de azia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só para lembrar que em 3 jogos marcou-se 2 golos mas foram ambos roubados.

      Eliminar
    2. Errado!!! 3 jogos, 2 golos! Que dariam 2 vitórias. Não seja lorpa, amigo Paulos. Não se deixe comer de cebolada pela opinião publicado.

      Eliminar
  6. Falo por mim - e talvez pela maioria dos portistas - que sinto uma azia não por ter sido eliminado, não por ter perdido contra o Sporting, não por ter conseguido conquistar finalmente a "Taça Fecha-balcões-ctt-no-país-porque-o-guito-tá-na-bola" mas porque dominamos, criámos oportunidades e não vencemos...

    Faz-me lembrar um jogo contra o 5lb de Jesus em que também dominamos do inicio ao fim e acabamos por perder 0-2 no Dragão.

    Prefiro levar 4 ou 5 mas sabendo que a outra equipa foi bem melhor e que não tínhamos hipótese do que assim...

    Tanta tremideira na hora da decisão, que é que se passará? Se fosse na UCL percebia agora cá em "casa"...

    Espero bem que nos vinguemos na Taça de Portugal, com uma vitória sem espinhas em casa ou corremos o risco do Sporting se tornar o nosso Némesis desta época.

    Aqueles tweets do FJM foram completamente ao lado... primeiro não menciona mais um erro do VAR e depois faz um tweet - qual puto - a queixar-se de um treinador de GR atrás da baliza? Epá menos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito, muito menos!

      A ver se na se saraiviza...

      Abraço

      Eliminar
  7. Bem...aparece por aqui cada ILUMINADO que...perco logo a vontade de comentar! Fui...

    PS - Caro Jorge, MUITO BEM o seu último parágrafo!!! Muito perspicaz e pertinente! A enviar à SAD (triste)

    ResponderEliminar
  8. O SC preferiu dispensar Mikel Agu,Boly,Quintero,Ivo Rodrigues e Gonçalo Paciência e agora o plantel está estourado. Dizer mal de SC é tabu. Quando estiver tudo perdido então já se poderá opinar sobre ele.
    Infelizmente vamos ter mais um ano a ver navios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Mikel não teria rodagem - como qualquer um na sombra do Danilão, o Boly é Mendes, o Quintero está uma bola, o Ivo já nem faz parte deste campeonato e o Gonçalo ficaria atrás de Soares e Waris.

      Gosto muito do Gonçalo. Não há pressa NENHUMA. Calma.

      Abraço

      Eliminar
  9. Boas.
    Quando vais as grandes penalidades é uma lutaria. Acho que o Porto errou ao entrar com uma equipa titular numa taça sem valor nenhum, desgastou mais os jogadores e não ganhamos nada com isso.

    O segredo do Porto será se SC sabe gerir a condição física dos jogadores sob pena de morrermos na praia. Danilo já arrebentou, dizem que vai ficar parado um mês. Telles tem jogado quase todos os jogadores mas o SC não o poupa, tem Layun, juro que não entendo.

    Sobre o lance do fora do jogo, penso pela minha cabeça, fiquei com a impressão que estava em fora de jogo. As linhas das imagens qualquer um as faz, enquanto não informarem como as linhas foram feitas, vale o que vale. Admito que é dificil ter certezas sem linha. A RTP não ter usado linhas de fora de jogo é estranho. Mas não foi por aí que perdemos. Perdemos porque falhamos 3 grandes penalidades, simples.


    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, aquela coisa que, a nosso favor, é uma miragem absoluta...

      Abraço

      Eliminar
  10. Boa tarde Jorge Vassalo

    Há muito que não comento, mas acompanho diariamente.

    Ontem acompanhei o jogo descansado, nos 90m. mostramos que fomos melhores em 2/3 do terreno, pressão alta, com dinâmica (muitas faltas de parte a parte, normal com 2 treinadores como JJ e SC), ou seja muita intensidade.

    Mesmo sem Danilo (um mês de fora) e com Oliver (mostrou merecer mais minutos...)

    Mas do meu ponto de vista, apenas razoavelmente bem jogado, porque falta critério em posse de bola, falta saber ter bola com qualidade, mas isso neste Porto do SC não e prioridade.

    Tenho duvidas se jogadores como o Deco ou o Lucho seriam 1ª opção para o SC.

    Assim, no jogo pensado pelo SC temos um futebol de pressão alta, boa dinâmica, chegada a frente com diagonais dos avançados e remate pronto e rápido.

    Mas nesta altura (ultimo terço) falta-nos qualidade na hora do remate e assim fica difícil vencer jogos grandes (3 empates a zero onde o FCP anulou o adversário, mas criou poucas chances reais de golo), (onde temos apenas 3, 4 ocasiões de golo), ontem pelas estatísticas tivemos 11 remates conta 3 do adversário, mas desses 11 apenas 3 entre os postes e que o Rui Patrício defendeu...
    Ou seja falhamos 8 em 11, uma percentagem muito elevada...

    Certo que bastaria um entrar para os dados serem apenas isso, dados...

    Mas com o abaixamento de forma de Brahimi e Aboubakar (não podem jogar sempre), tem de existir outros jogadores que façam jogos menos complicados, e com igual rendimento destes 2...

    E falo de avançados, ou marcadores de golo porque?
    Porque nota-se menor fulgor a marcar golos nos últimos jogos (2 por semana) e os homens da frente tem estado pior...

    E depois as lesões, neste esquema de jogo, intensidade e dinâmica muito alta, os jogadores vão caindo um a um por lesão...

    Agora Danilo para um mês, logo num mês de jogos decisivos...

    Faltou mais rotatividade no plantel, mas la esta, essa rotatividade só pode acontecer se a equipa souber ter posse de bola com qualidade, mas como SC quer jogar sempre nos limites, joga sempre com o seu núcleo duro para precaver qualquer coisa...depois os jogadores cedem...

    Voltando ao jogo de ontem, espero que o SC perceba que agora a Taça e o campeonato também se ganham nos jogos grandes e logo desde o inicio, e não apenas na 2ª parte, como pareceu neste jogo...

    O Almeida ate esteve bem, o VAR Soares Dias fez o normal que fazem todos os VARes, em caso de duvida, apitar contra o Azul que eles não fazem barulho nenhum e o poder esta noutro lado...

    P.s.: Treinar penaltis a serio, treinar remates a serio e APRENDER a levantar a cabeça para isolar os colegas na cara do golo (Marega aos 90 m. foi egoísta, com 2 para 1 ao lado na grande área...)

    Abraço, Gil Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas estamos a caminhar para lá, creio.

      Estou optimista.

      Abraço

      Eliminar
  11. ora bem uma ja era! SC e lirico, essa do dominar mas nao marcar e obra, as deficiencias tecnicas dos nossos avançados aparecem nos momentos chave, coentrao sempre foi assim se o deixarem continuara, soares dias tem realmente tramado o porto sempre que aparece, mas pronto contra o sporting sera sempre um jogo de tripla, paulinho sera muito benefico e agora que nao temos danilo esta na hora de apostar em luizao. SC tem de ser menos lirico e teimoso, alguem lhe tem de dizer que no porto nao chega ser segundo e ele ainda nada ganhou. SC emocionalmente e fragil e isso todos sabem e ele nem disfarça. Quanto ao perdigao realmente foi demasiado assertivo contra o porto, percebo que somos muito isentos mas perdigao esta ali a defender a sua classe e so depois o porto, o VAR foi desastroso neste jogo. O diretor de comunicaçao e o diretor de comunicaçao e SC tem a mania que diz aquilo que lhe apetece e que e muito sincero , claro depois e comido pelo jesus e outros que tais. A verdade crua e que nas aves nao jogamos nada embora nos tivessem roubado um penalti, no estoril ja ia pelo mesmo caminho, senao tivessemos o marega a esticar o jogo nao sei como seria.

    ResponderEliminar
  12. Um facto ficou assente: nos três jogos com os rivais directos, o FC Porto demonstrou ser bem melhor. Jogamos sem medo e eles jogam com medo. Que se lixe a taça da carica. Siga.

    ResponderEliminar
  13. O var esteve mal no golo anulado e no penalty nao marcado ao danilo. A equipa entrou muito agressiva e a medo. e desperdicou muito na frente. Nunca sinto confianca no FCP a jogar penalties. Talvez desde o latapy ja nao sei bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é penalti. É fora de jogo. Ponto 3 da dita lei.

      Os penaltis são SORTE.

      Abraço

      Eliminar
  14. Olá Jorge,

    Foi um jogo entre grandes, novamente ingrato. Somos a melhor equipa, a equipa dominadora e infelizmente não conseguimos materializar isso em golos válidos. E nisto tenho de fazer uma ressalva que acho justa. Em 2 jogos o Porto meteu efectivamente a bola na baliza e foi a arbitragem que a tirou de lá. Não podemos ter dúvidas sobre isto. No jogo contra o Benfica foi o que foi, com aquele fora de jogo absolutamente inacreditável e na quarta, aquele fora de jogo MAL TIRADO a Soares, numa jogada que deu golo.

    Não podemos cair em equívocos: Lances perfeitamente normais que se tivessem sido bem arbitrados nos dariam 2 golos limpos. 2 GOLOS. Num jogo poderia ser decisivo para empurrar o Benfica para fora da luta pelo título, noutro estava em causa um acesso a uma final. E assim em 2 lances escreve-se uma narrativa desportiva mentirosa, mesmo concedendo que o pénalti sobre Danilo é mais que evidente e deveria ter sido sancionado.

    No lance de Soares, tal como a imagem do post mostra, não há fora de jogo em termos práticos. É um lance que como muitos, põe o defesa e o jogador avançado em linha. Aliás, este é o exemplo acabado desse mesmo conceito, mas por alguma razão este conceito tem ficado na gaveta em muitas das análises de comentadores desportivos, incluindo o ex-arbitro do Porto Canal.

    Embora louve a isenção que o ex-arbitro mostra ter no Porto Canal (e não queria que fosse de outra maneira) parece-me que desta vez se espalhou ao comprido. Também não consigo entender o porquê do Porto Canal não ter feito o exercício de geometria que está presente na imagem do post. Eu próprio fiz e posso comprovar os resultados.

    O conceito de jogadores em "linha" é exactamente este, entre Soares e Coentrão. Quem se "refugiar" na ideia de que o Soares está centímetros adiantado incorre em 2 erros: Primeiro porque isso não é verificável como a imagem mostra, e o segundo é que deita fora um conceito aceite por todo o mundo futebolístico de situações em que defesa e avançado estão em "linha". Este conceito tem sido aplicável durante décadas. É agora por causa deste lance que fica na gaveta?

    Quanto à equipa, esta foi táctica e fisicamente irrepreensível, "apenas" falhou em alguns momentos de decisão que nos poderiam ter dado a vitória. E em jogos entre grandes, é aqui que se encontra a falha mais visível no desenho táctico de SC. O Porto actualmente tem só um jogador que desequilibra e esse é Brahimi. Falta-lhe outro que rompa sempre a partir do meio, que paute o jogo e que faça o último passe com critério de forma a deixar a bola redondinha para os avançados. Temos músculo no meio-campo e com facilidade empurramos o adversário para o seu meio-campo, mas depois não conseguimos verdadeiramente feri-lo porque não temos ninguém que pelo meio que seja o desequilibrador que Brahimi é pela ala. Este papel estaria destinado a Oliver, mas infelizmente o jogador nunca conseguiu evoluir tecnicamente para um patamar de um verdadeiro 10. Um artista.

    A minha expectativa é que seja Paulinho essa mais-valia. Se isto se concretizar não tenho dúvidas nenhumas que seremos ainda mais uma equipa "matadora".

    Perdemos a tacinha de caca. Não me tira o sono, mas efectivamente seria mais um troféu e como todos os outros, conta também.

    Estou confiante no futuro porque acho que o trabalho abnegado de treinador e jogadores vai dar frutos e Sérgio Conceição vai mostrar que mesmo com as limitações que todos sabem, e contra todas as opiniões iniciais, vai conseguir fazer a dobradinha e mostrar o que de facto é ser Porto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aires, agradecendo a ajuda geométrica, a verdade é que o lance só poderia ter sido anulado pelo VAR numa circunstância de erro GROSSEIRO, que NÃO EXISTIU.

      Artur Soares Dias e pródigo em avaliações de rapina que nos prejudicam. É mais um pequeno poder a empurrar para baixo quem não tem poder algum.

      Abraço

      Eliminar
    2. De acordo a 100%. É exactamente isso. Não consigo entender qual é a dificuldade do Predição, no Porto Canal se escusar a aplicar esse mesmo conceito. É uma teimosia que não tem razão se ser.

      Eliminar
    3. Tem, tem. Se não se quiser contrariar os "powers that be".

      Abraço

      Eliminar
  15. Viva Jorge!
    Relativamente ao "post" muito bem!
    Agora da minha lavra: o que disse num comentário anterior, insisto: José Sá pode vir a ser craque, porem neste momento ainda não é um Vítor Baía, nem sequer um Rui Patrício...
    Quanto ao golo anulado, a mim também me deixou muitas dúvidas se Soares estaria em fora de jogo, e, segundo os regulamentos, em caso de dúvida beneficia-se a equipa atacante... Mas ironia das ironias, António Perdigão, o analista de arbitragem do Porto Canal foi peremptório a afirmar que sim foi fora de jogo e que o Soares Dias agiu bem em anular o golo... Pode?! Este em vez de levantar dúvidas foi mais papista do que o papa.
    Relativamente à prestação da equipa portista, joga bem mas falha clamorosamente nas assistências (último passe) e na finalização.
    Não sei o que se está a passar com Aboubakar... Parece-me estar a passar por um período menos bom.
    Na minha opinião Sérgio Conceição agiu mal ao tirar o Soares. Eu no lugar do Mister, dado que o Porto tinha que marcar, nos últimos 25 a 30 minutos, teria deixado ficar na equipa os 3 avançados(Soares,Aboubakar e Marega) e daria instruções para porem em prática um futebol mais directo. Isto é: os 4 defesas, mais os três médios para não deixar os contrários chegarem à baliza do Porto e os 3 citados avançados. Sempre que os defesas e os médios portistas conquistassem a posse da bola, acto imediato ela seria recambiada para a frente de ataque azul e branca.

    dragaatento.blogspot.com

    ResponderEliminar
  16. É a mania de nos penáltis chutarem fraco e denunciado para um dos lados, em vez de, dado que os guarda-redes se inclinam sempre para um dos lados; porque é que não chutam forte para o meio da baliza...?!

    dragaoatento.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Que marcamos dois golos isso eu sei, Silva, mas o que contam são os que aparecem no final no marcador e esses não contaram. Nós por aqui insurgimo-nos contra esses roubos mas o nosso grito de revolta não chega longe.Quem devia ter uma posição firme anda a dormir e assim não vamos lá. Até agora ainda não reagiram ao insulto ao Marega. Quem foi ao Estoril ainda não recebeu o dinheiro dos bilhetes etc. Só sabem apelar ao Mar Azul mas não cumprem a sua função. O mais caricato é termos um Perdigão a comentar mais parecendo um cartilheiro.

    ResponderEliminar
  18. Ha muito que nao comento e peco desculpa desde ja pela ortografia, mas escrevo num teclado arabe. Emigracao oblige.

    Vide o lapidar comentario do Aires. Este FCP de facto marcou golos, simplesmente forma-nos sonegados. Esta equipa - nao me canso de o repetir - fez-se de muito pouco, ou quase nada. Os portistas, tambem me repito, inicialmente so pediam nao serem envergonhados. Estamos na frente do campeonato, apesar de roubados, e saimos desta competicao de caca tambem empurrados para fora pelo apito, num jogo em que fomos superiores e marcamos um golo legal. Nao sera uma ideia peregrina esperar que a tal equipa cheia de lacunas, de recursos parcos, nao so seja melhor, mas que tenha concretizar 3 ou 4 golos para vencer derbies pela minima, contra adversarios do mesmo patamar competitivo?

    Acho que estivemos muito bem e claramente vencemos o jogo. Nao estou a falar de vitorias morais, mas sim de facto desportivo. Nao so estivemos por cima 75% do tempo, como a bola entrou legalmente dentro da baliza do SCP por uma vez. Nenhuma na nossa. Em futebol, isso chama-se vencer. Acho que os portistas nao devem extrair nada mais daqui, exceptuando a necessidade de limpar a arbitragem.

    Agora os Sportinguistas entram no habitual modo bazofia. Porreiro, digo eu. Mais combustivel para o Sergio e os nossos. SC cresceu em balnearios que viviam disso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo, Laurence!

      Abraço

      Eliminar
    2. À PESCA DO POLVO.
      Ganhou quem menos fez por isso, ganhou o Chico Espertismo, ganhou na lotaria dos penaltis. Não há choro dos Kalimeros, festejou o rapaz presidente com o bronco treinador.
      Há mais, não pudemos ser tão perdulários, temos que ser mais precisos no momento da decisão...

      Eliminar
  19. A CAÇA AO POLVO
    Se o Clube do regime não fizesse o empate ainda hoje se estava a jogar no Restelo, haja com(Paixão).

    Bem vindo Gonçalo Paciência à casa mãe, tenho grande esperança tens ADN de craque.

    Dizem os Inteligentes da comunicação social: Então agora o ministro ia-se vender por dois bilhetes!? Não, são todos muito sérios tem-se visto, PGR é que são estúpidos fazem tudo por dá cá aquela palha, o Email do filho para o pai agradecer o favor ou o empurrão, é falso, e vê-se que o ministro não gosta nada do benfica nem fala com o Caloteiro, vão dar banho ao cão.

    ResponderEliminar