sábado, 22 de novembro de 2014

Et Tu, Victor?


Meu caro Vítor,

Devo dizer-te que foi com particular agrado que te apoiei nos anos que estiveste aqui. Tinhas uma atitude Draconiana, que sei que foste conquistando com o tempo. Não foi um começo fácil esse o das tuas conferências de imprensa. Chegaste a vir a medo, mas depois começaste a levantar o teu sobrolho direito e a dar paulada a torto e a direito, o que muito me agradou.

Agradou-me sobejamente ver que soubeste organizar muito bem, que a tua/nossa equipa defendia como poucas, agradeço-te nunca teres desistido. Ganhaste os campeonatos com inteiro mérito, soubeste nunca desistir, soubeste fazer o teu trabalho e seguir em frente, soubeste dar nova vida ao fantástico João Moutinho, soubeste aproveitar um dos maiores pecados capitais do teu Nemesis, o da Soberba.

Tiveste direito a um campeonato ganho no sprint final,  pelo fenomenal Momento K que me fez - e à nação Portista - explodir de alegria, coroada pelo ajoelhar do chiclas, numa metáfora da queda do Rei como pedra de xadrez. Mas não foi aí que ganhaste! Foi com a "ratice" de James Rodriguez que conseguiste uma coisa que era nossa por direito.

Nossa, Vítor. Nossa. Não sei como ainda não percebeste que tudo deves a Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa. Na altura que foste - e bem! - contestado por nós, por causa do teu soporífero jogo, por causa das tuas previsíveis tácticas e da tua falta de capacidade europeia, o Nosso Grande Presidente, na sua habitual Sabedoria, soube contrariar aqueles que o amam, dar o peito às balas por ti.

Ao que parece, ressentido connosco, rejeitaste uma renovação. Na minha inocência, pensei que terias a oportunidade de voar para o Everton. Não chegaste a ter. Mas pensei que estavas agradecido, que sabias que em nenhum outro lado do mundo terias a oportunidade de ser bi-campeão. Que te foi oferecido um momento de Sincronicidade do Destino que não é frequente. No Grande Vale da Abundância, tinhas na equipa Helton, Danilo e Alex Sandro, Otamendi, Mangala, Maicon, Rolando, o superior Fernando, Moutinho, James, Jackson Martinez, o incrível Hulk, Varela, Atsu (porque não?) e o Supremo Comandante, Lucho González. Não tinhas grande banco, mas também não era nenhuma porcaria. 

Mas já viste a experiência acumulada do teu plantel? O Portismo que corria nas veias destes jogadores? A referência que era um Lucho, um Helton, a História que pulsava nas veias deste grandes Capitães, o balneário focado que faziam? Saíste ressentido, Vítor. E começaste a cravar espinhos no meu coração, Vítor. Deitaram sangue logo quando disseste, no teu ar jocoso, a tua praga vil, no MaisFutebol, que saíste para que os adeptos pudesses "experimentar outras formas de jogo, com outra dinâmica". E foi aí, Vítor, que me perdeste. Passaste a ser a tua Nemesis. O teu ressentimento pôs-te a rogar um praga com o teu sorrisinho cínico. Eu não sou estúpido. Vi na tua expressão aqueles ar gingão, muito mais comum a Sul, a dizer vamos ver quem faz melhor que eu.

Envaideceste. Engrandeceste-te. Superiorizaste-te à Instituição que fez de ti quem és. Que te deu uma massa adepta que, infelizmente, ainda te endeusa. A mim não, Vítor. Eu, que te defendi quando spikaste da tru. Defendi a tua garra e a tua frontalidade. Que fizeste tu depois, Vítor? Mostraste que não era Portismo, não era Raça, era vaidade.

Passaste a ser Narciso, contemplando a tua beleza. E outros ta alimentam. Servem-te espelhos, porque já viram que sai da tua boca o fel do ressentimento, a loucura do auto-engrandecimento. Deram-te um espaço televisivo semanal para o fazeres na primeira fila, para ires cravando setas naqueles que te ofereceram a Glória. E perpetuaste essa atitude, Vítor.

Para cúmulo, deste uma entrevista que mostrou as tuas cores, Vítor. E cravaste o Golpe da Misericórdia em mim, outra vez através do mesmo veículo, o MaisFutebol. Disseste:

«O que eu amo verdadeiramente é o futebol. Não é o clube A, B ou C. Sou portista, como adepto, mas sou muito mais profissional. Portanto, não posso dizer que não trabalharei no Benfica, no Sporting ou em qualquer outro clube.» 

Obrigado, Vítor. Assim sei que não és Portista. És ressentido. Posso assim, descansadamente, ignorar-te de ora em diante. Desejo-te sorte, meu caro Vítor. Mas sabe, a soberba mata. Sobre o que disseste acerca da tua interacção com o Pep, no teu auto-engrandecimento ao que já me habituaste, deixo-te com as palavras de um superior ser, cujas palavras resistem a 3 milénios:

"O sábio coloca-se em último lugar e chega na frente de todos. Quando esquece suas finalidades egoístas conquista a perfeição que nunca buscou." - Lao Tsé

Ainda assim, um grato abraço deste que já não é mais teu,

Jorge

P.S.: É também por isso que desejo ardentemente que Julen Lopetegui ganhe, e ganhe muito, Vítor. Para que ele possa cravar a agulha no teu inflacionado ego, e restituir-te à tua forma de Portista convicto, para que te possamos receber com braços abertos, como um dos nossos. Este teu sucessor não tem nada do que te foi oferecido, tudo o que tem está a ser construído. E eu estou no canto dele. É maltratado, humilhado, mas não tem a tua soberba. E acho que tem mais auto-estima. Dá valor ao colectivo, não a si próprio. Sugiro-te que ponhas os olhos nisso.

(Obrigado ao Mancini, por ter mostrado a dita entrevista no seu comentário no sempre fabuloso Dragão Até à Morte)


22 comentários:

  1. nem mais Jorge. secundo esta tua carta aberta directamente de Alfandega da Fe.

    abr@co
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  2. Meu caro amigo, sobre esye cavalheiro, passo. Ninguém na blogosfera portista deu mais o corpo ao manifesto por ele do que eu e começou logo em Setembro de 2011, chateei-me até com algumas pessoas por sua causa. Não me arrependo, mas depois de que o vi junto com certa gente e o que ele dizia... é apenas mais um que para mim passou à história. Veremos o que nos reserva o futuro de tão grande entendido, um autêntico catedrático... até fez o Guardiola curvar-se!...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Vila Pouca,

      Chatear-me não cheguei a chatear mas ouvi muita boquinha foleira. O resto, como vê, é um entendimento parecido.

      Depois do que ele disse, o futuro dele não me interessa nadinha.

      Abraço

      Eliminar
  3. excerto:
    «
    P: encontra alguma razao para o FCPorto estar a ser mais regular na Champions do que no campeonato?
    R: o Shaktar ja nao e o mesmo, e uma equipa mais desequilibrada porque perderam jogadores importantes. o Athletic esta a fazer a pior temporada dos ultimos anos, embora tenha qualidade. o BATE e uma equipa fraca.
    nao quero tirar merito mas estas sao algumas das razoes
    »

    chega?

    PS:
    directamente do Cafe Central de uma aldeia de Alfandega da Fe e que so tem o lixo toxico do grupo cofina.

    abr@co
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bonito, vês?

      Isto devia estar escarrapachado em algumas paredes mais... reflexivas... onde a palavra deste tipo é lei.

      Enfim, adiante.

      Abraço!

      Eliminar
  4. ESTE COMENTÁRIO PERTENCE AO SR. FERNANDO PINTO, QUE ELIMINEI SEM QUERER, PELO FACTO AS MINHAS DESCULPAS, MEU AMIGO.

    "Caro Jorge Vassalo,

    Por isso, só tenho olhos para o Brazão Abençoado ( com a devida vénia ao PML)

    PS:

    Miguel, já dá para ter uma ideia do que é ser FC Poro em Lisboa???!!!

    Um abraço e...

    FC PORTO SEMPRE
    "

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Pinto,

      É verdade, ser Portista em Lisboa deve ser um tormento!

      Da minha parte obrigado e força!

      Abraço!

      Eliminar
  5. Não sou um incondicional de Lopetegui, mas se Lopetegui tivesse um Hulk ou um James Rodriguez, quiça um Iturbe, da "fraquinha" equipa que este grande amigo do Carlinhos Daniel tinha ao seu dispor, julgo que seria mesmo um incondicional, pois grande parte dos problemas do F. C. Porto actual nem se notavam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode crer! Quantos entalanços não resolveu o Hulk? Até se dizia "o Hulk resolve!" Obrigado por lembrar isto. Tivemos dois jogos menos bons. Um de subavaliação, o outro não devia ter sido jogado.

      Aqui d' El Rey que o Lopetegui não vale nada! Enfim. Obrigado pelo seu comentário, é muito pertinente.

      Eliminar
  6. Não tem que agradecer Jorge Vassalo. Eu sou dos que acho que Lopetegui deve ser criticado quando comete erros e deve ser valorizado por tudo o que faz de bem. Sou ainda dos que achavam que este Vitor Pereira nunca teve nem categoria nem caracter para ser 1ª figura do nosso clube, como actor secundário ainda vá. Chateia-me que tentem passar que ele tinha uma equipa fraquinha e que os Jesuítas é que tinham grandes jogadores. Quem dispunha de Hulk, James Rodriguez, Moutinho, Lucho, Otamendi, Danilo, Alex Sandro, Helton, Iturbe, Defour, tinha é que ser muito incompetente para perder campeonatos e com equipas do calibre do Appoel.

    ResponderEliminar
  7. ....não esquecendo Fernando e Mangala.... Ele é mesmo bom como Mestre de Guardiola!!!! Há mesmo gente que não se enxerga.

    ResponderEliminar
  8. patético, alegar falta de portismo a um homem que deu total entrega ao clube, contestadissimo pelos próprios adeptos quando viria a ser campeão invicto, viu os filhos insultados na escola... se estás preocupado com a soberba lê lá outra vez este texto. e se acham que o Porto cresce excluindo pessoas com tanto mérito e tanta alma como o VP, pronto, força...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curiosamente, não deve ter lido o texto. Eu tenho, e demonstro-o, total gratidão pelas conquistas e entrega do Vítor Pereira, enquanto foi treinador do Porto. Não duvido que a grande sacrifício e pressão pessoal, como todos os treinadores do Porto tem.

      O problema está nas declarações que ele tem feito depois, gratuítas, desnecessárias, que na minha perspectiva não demonstram outra coisa que não ressentimento, e que me deixam triste e cabisbaixo.

      Apenas e só. E desiludido, já agora, uma vez que, tal como muitos adeptos, o defendi imenso.

      Eliminar
  9. Caro companheiro de tertulia. o Portismo não se declara, pratica-se. O de Vitor Pereira é o que se tem visto e ouvido no programa do seu tutor Carlos Daniel. Segundo as suas declarações depreende-se que enquanto esteve no Porto, foi apenas e tão só, o seu emprego e aproveita o tempo de antena para se oferecer a tudo o quanto é clube nacional, já que os internacionais praticamente só o Appoel o conhece. Se for para Carnide, ama o Carnide e se for para Alvalade até é capaz de dizer que ama o Bruno de Carvalho. Vitor Pereira parece ter muitas paixões assolapadas.

    ResponderEliminar
  10. Caro Jorge Vassalo,
    Acho que francamente este e um post muito injusto.
    Nao concordo minimamente que VP seja ressabiado, e ate tenho admiracao pela contencao que ele tem tido a falar do FCP e de JNPC nas poucas ocasioes em que o tem feito, dado o que se passou quando ele foi treinador. Nao se esqueca da vilificacao que ele foi vitima por parte de mais de metade da massa adepta (inergumenos que nao percebem um boi de futebol, mas acham que percebem - os mesmos que andam a vilificar o Adrian Lopez provavelmente) e muito pouco apoio da direccao, tanto ao nivel de reforcos como da comunicacao.
    Nao se esqueca que o nosso plantel tinha cerca de 13 jogadores de clara categoria e o resto era treta... Que para substituir Falcao ele teve Kleber e depois... Janko... Que no Janeiro seguinte recebeu Liedson e Izmaylov!!! Que a maior parte dos jogadores tiveram de fazer epocas de 2000+ minutos nas pernas porque as vezes no banco quase so havia rapazes da equipa B...

    E o facto de que ele diz que poderia treinar Benfica ou Sporting... Entao nos nao fomos treinados por Mourinho, Jesualdo, Fernando Santos, Artur Jorge? Algum deles era portista? Mas agora ficamos muito chateados porque um treinador que ate publicamente se intitula portista (que muitas figuras publicas nao teriam coragem de fazer) admite que poderia treinar os rivais porque e profissional?

    Seria melhor que ele chamasse Palermo ao Porto como Mourinho fez? ou que saisse a meio da pre-epoca como AVB? Ou que falasse de arbitros cada vez que nao ganhasse para que ninguem questionasse o seu modelo de jogo como Lopetegui?

    Olhe, por mim, recebia-o ja hoje de bracos abertos, porque para mim e dos melhores, senao o melhor treinador portugues. E com o plantel que o FCP tem neste momento nao duvido que limpava isto tudo num abrir e fechar de olhos - garanto-lhe que ainda nao tinhamos perdido pontos e tinhamos jogados este fim de semana para a taca se o tivessemos ido buscar outra vez...

    Mas pronto, so queria deixar a minha opiniao. Parabens pelo blog, tenho seguido, ainda nao tinha comentado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo longo comentário, sempre um prazer ler-te.

      Por favor entende que não tiro nenhum mérito ao VP. Na altura que treinou o FC Porto ficava indignado com a contestação. Se releres o post, verás que fui sempre muito contra o massacre que lhe fizeram. Não era futebol tipo showtime mas era muito consistente e eu gostava dele. E tínhamos uma boa equipa, plena de Portismo daqueles à antiga!

      E todo - todo! - o mérito dos campeonatos é dele. Outro menos forte teria desistido com as diferenças pontuais que chegou a ter. Mas ele não.

      Agora, insisto, as entrevistas que ele dá, a forma como ele fala, principalmente ao MaisFutebol e no Grande Área. Não acho mesmo piada nenhuma. Cai-me mal.

      É frequente ouvires Hulk, Fernando, etc dizerem que nunca jogariam nos nossos rivais, se não te importas eu entendo, mas para mim é como ver o Lucho de vermelho. E entende que isso quer dizer que o tinha como um grande Portista, não de uma forma indiferente.

      Desiludiu-me, desapontou-me, é só uma opinião pessoal, não ponho nem porei em causa o seu método e capacidade profissional.

      E respeito outras opiniões, como a tua, não vou fazer perseguições a (ex-?)Portistas, apenas deixei esta carta aberta de desapontamento.

      Obrigado pela visita, comenta quantas vezes quiseres.

      Abraço!

      Eliminar
  11. Jorge,

    Só vi este post após a tua sugestão ao Z no Blue Overlap.

    Spot on, meu caro! Spot on. Desiludiu o Vitinho...

    ResponderEliminar
  12. Eu vejo os teus posts todos man. Just sayin... Hehehe

    Abraço!

    E esse Herrera ein?

    ResponderEliminar