quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Análise FC Porto 1-1 FC Copenhaga - Inócuo (1ª Jornada Champio


"Não fomos a equipa que queremos ser e não fomos durante todo o jogo. Não primeira parte não fomos eficazes, demos demasiados momentos ao Copenhaga. A equipa tinha um plano de jogo e esse plano deveria ser cumprido com rigor perante os problemas. Esse rigor seria a forma de resolver os problemas.

Marcámos primeiro, tivemos mais oportunidades, mas não deveríamos ter permitido o golo do Copenhaga. Após o golo do Copenhaga quisemos reagir, quando antes deveríamos ter continuado à procura do segundo, do terceiro golo. Essa é a equipa que queremos ser, uma equipa eficaz.

Chegámos cedo ao golo, tivemos mais oportunidades e tivemos muita posse de bola. Mas queremos ter posse de bola com golos."

Se Nuno Espírito Santo diz isto, pouco mais há a dizer, a não ser alguns complementos. Contra pinheiros altos, bolas pelo ar e passes em profundidade são facilmente anuláveis. Temos qualidade nos jogadores e criatividade para poder fazer trocas rápidas e abrir espaços.

Jogamos lentos, parados e amorfos. Tal como esperava, no subconsciente dos jogadores estava a "superioridade" Portista. Nada mais errado. Os resultados são feitos no jogo. E não há vencedores antecipados.

Herrera e Casillas fizeram duas exibições pavorosas. O primeiro não deve ter percebido a velocidade a que tem de jogar neste lado do Atlântico. Também, a opção de pôr Herrera mais à frente do que Óliver... mas, mesmo assim, de frente para a baliza não remata, chega atrasado a passes e a tabelas... acho que está na hora de "descansar" um pouco no banco. Casillas, por seu lado, não pode tremer como varas verdes cada vez que lhe chegam à beira pelo ar. Afinal, não é ele o experiente multicampeão? Treinar segurar a bola e sair aos cruzamentos, se faz favor!

Para terminar, fica então a lição de humildade deste jogo, onde só Danilo esteve bem na sua função. E uma noção fundamental: golos não surgem de geração espontânea. Sem remates não se marcam golos. Sem jogadas não se fazem remates. 

Para a frente é que é caminho. Mas há muito trabalho pela frente, sem duvida. E com os pezinhos no chão, se faz favor! 

32 comentários:

  1. Pá, não! Se eles fixam mais os pés ao chão, estamos fecundados de todo! Mais vale jogarmos com as estátuas do Museu. Menos a do Rodolfo! :)
    Abração

    ResponderEliminar
  2. porque nao se manteve a tactica de sabado? nao funcionou tb o 442?
    foi confrangedor ver AS perdido no meio de tanto pinheiro, desapoiado.
    o herrera nao tava tao bem no banco?
    admite se e da se desconto a que NES tenha comecado mal a partida, mas nao corrigir a mesma durante o jogo nao abona mto em favor dele.
    esperemos uma boa respota domingo em arouca.
    manu365

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É exigível a NES saber como toda a gente sabe, creio eu, que incluir numa equipa que tão bem jogou contra o Vitória de Guimarães, um protofutebolista chamado Herrera, é deitar por terra tudo de bom que essa equipa produziu no sábado passado. Das duas equipas em confronto a primeira a ficar "reduzida" a dez unidades foi o FCP até aos 70 minutos, mercê da opção técnica ( ou a isso está NES obrigado) do Treinador. Muito menos tempo e por motivos disciplinares esteve em inferioridade numérica o Copenhaga. Este personagem, a quem já foi entregue um Dragão de Ouro, na mira de que isso contribuísse para a sua venda foi um fiasco. Ninguém de bom senso investe um tostão num indivíduo que a cada passe mal feito, perda de bola ou quebra de ritmo, o que lhe ocorre fazer é subir as meias. Comprem-lhe umas ligas e ponham-no a jogar de suspensórios.
      Recordem a quantidade de jogos a que este 16 está ligado e que se traduziram em perda de pontos nas épocas que já leva do Clube.
      Um abraço

      Eliminar
    2. "ou a isso esta NES obrigado"
      pois... sendo a champions a "montra" ha que o meter...o problema e' que com jogos destas so desvaloriza mais!
      manu365

      Eliminar
  3. O treinador é que terá de os pôr a jogar bem porque qualidade não deve faltar. Mourinho e Villas Boas fizeram o que fizeram com gente de quem se dizia bem pior da que agora temos. Não podemos comprar Messis e Ronaldos e temos de viver com boas equipas, logo cabe aos treinadores e à estrutura fazê-las. O jogo de ontem foi miserável mas veio o discurso da treta, redondo, com look intelectual que costumava ser mais para Sul. Enfim; nada está perdido... Apesar de tudo há que acreditar. Abraço

    ResponderEliminar
  4. Bom dia, Jorge.

    Parece-me, há já alguns jogos, que este FC Porto joga como equipa pequena. Marca um golo e começa logo a defender o resultado, jogando na expectativa e dando total domínio ao adversário. Os jogadores têm talento, dedicação e vontade de vencer mas parecem não saber fazer mais tacticamente.

    É frustrante ver a equipa a correr como loucos atrás da bola sem conseguir recuperar a mesma. Isto é particularmente alarmante contra equipas como o Rio Ave, Guimarães e a de ontem. Durante largos momentos dá a impressão que o FC porto está a jogar contra o Man City ou o Barcelona, devido a dificuldade que têm em recuperar a bola.

    Depois existe ainda a aparente indecisão do treinador em escolher um esquema táctico principal e jogadores para o mesmo. Pode ser apenas impressão minha, mas quando olho para a cara do NES durante os jogos, parece-me uma pessoa confusa e insegura. Não é a mesma serenidade que já elogiei antes, parece-me outra coisa. Pessoalmente, como adepto que sabe o pouco que sabe, não me transmite grande esperança e segurança.

    O Herrera sempre foi muito pouco admirado mas agora que os principais alvos dos adeptos já saíram (até hoje ainda há idiotas que culpam o Lopetegui por tudo de mal que aconteceu ao FC Porto nos últimos anos) parece que já foi encontrado o próximo alvo a abater.

    Esta equipa do FC Porto tem muitas coisas boas. Tem garra, ambição e capacidade mas tudo isto não será suficiente sem um óptimo treinador e o Nuno (até agora) parece ser apenas um treinador normal. Continuaremos a dar-lhe o benefício da dúvida pois ainda é cedo.

    Cumprimentos

    Braulio Rocha

    ResponderEliminar
  5. "Não fomos a equipa que queremos ser e não fomos durante todo o jogo" - pois, um treinador diz isto e eu pergunto, o que é que ele fez o jogo todo para mudar isso?
    Do que me pareceu, não fez nada! É que nem um berro lá para dentro... só o vi por uma vez a falar com o Herrera, se calhar nessa altura dava-lhe 10m, se não desse mais ao pedal tirava-o logo de seguida.
    O que andam a fazer durante a semana? Andam a treinar? Têm a certeza?
    Mau de mais.........

    ResponderEliminar
  6. Bom dia amigo... Só queria acrescentar a prestação de Layun que esteve ao nível de Danilo na minha opinião...

    Uma jogada dele no ataque que se vê a correr como um tolo a tentar recuperar a bola e com mais 3 colegas ao lado e nenhum deles se mexeu, fez me logo pensar "estas a correr sozinho coitado"...

    Acho que esse momento relatou na perfeição o jogo...

    Ass: André Neves

    ResponderEliminar
  7. Caro Jorge Vassalo,

    Percebo as palavras de NES mas fica a pergunta: o que fez para tentar mudar? Isto de lançar soundbites que depois não se provam dentro de campo não chega. Onze contra onze jogamos pouco, muito pouco. A entrada para a segunda parte é pavorosa! Qual é o Porto que vale? O de Sábado ou este que vimos ontem? Nunca quisemos pegar no jogo, tirando os primeiros 15 minutos. Depois, quando a equipa passa dificuldades e precisa que os craques aparecam, nada... não se vê nada. Repare e compare a rotação de Danilo, AS, Octavio e Layun com os demais.... É confrangedor. E o capitão, aquele que jogando mal ou bem deve ser sempre referência é o individuo mais lento, displicente, passivo, trapalhão do plantel. O jogo para com ele. Vejam o golo dos dinamarqueses. O Herrera desiste e o termo é mesmo este, desiste de acompanhar quem faz o centro que dá origem ao golo. Isto de capitão é zero! 1 jogo mais ou menos em 20 ou 30 pessimos não faz um jogador, muito menos um capitão. é evidente que um jogador não é culpado pela derrota. Foi a equipa toda mas confesso, desespero a ver Herrera a jogar e já não consigo ver nada de útil no jogador. Imaginem os colegas dentro de campo. Não falo de Casillas porque já sabe o que penso: o rendimento desportivo está muito distante do valor da remuneração mensal. Acrescento que os níveis de ambição não me parecem altos mas pode ser simples impressão.

    Queriam mesmo era deixar de andar neste limbo entre boas exibições, como a de sábado e o que se passou ontem, que nem exibição é. Tivemos dentro de campo. Pouco mais. Mass o mister diz que foi um problema de eficácia....e eu encolho os ombros!

    Saúdo o retorno de Brahimi.

    Raoc

    ResponderEliminar
  8. Aquele portinho de ontem não faz mossa a ninguém.
    O NOSSO treinador, é o menos culpado desta situação, pois não tem centro-campistas e tampouco dispõem de avançados de categoria e experientes como os da "porta 18" e do "clube cardinal".
    Não queiram a cabeça de NES, que ele apenas trabalha com o que tem.
    FORÇA NES.

    Abraço

    Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao tem centrocampistas?? Tem bastantes! E nao sao tao maus quanto isso. Empatamos um jogo, vamos la comprar mais 7 gajos?

      Eliminar
    2. O Herrera, Evandro, Teixeira tem qualidade para jogar no FCPORTO?

      Abraço

      Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

      Eliminar
    3. O Herrera, o Evandro e o Teixeira têm. Mas, o Oliver, o André André, o Ruben Neves, o Sérgio Oliveira, teriam lugar na equipa B?

      Eliminar
    4. Todos eles chegam bem para os nossos objetivos. Sendo postos a jogar como deve ser. Sou grande critico, garanto-vos, mas nao é por causa de um resultado. Posso tentar procurar o historico de treinadores do FC Porto, com conquistas, que nao venceram pelo menos um jogo em casa para a europa, se isso vos acalma. Eu nem acho que a europa deva ser a nossa prioridade. O campeonato, sim, a todo o custo.

      Eliminar
    5. Ó meu, ou ó teu, ou talvez ó nosso Luís "Conceição",

      Meio campo de Lopetegui em 2014/15, no Campeonato do "colinho" e dos quartos da Champions:

      Casemiro, Herrera, Oliver, Ruben em estreia, Evandro, Quintero e Campana!

      Sabe quem são os médios deste plantel?

      Danilo, Herrera, Oliver, Ruben, André André, Evandro (curioso, nem o Lopetegui, nem o Peseiro ou o Nuno o dispensaram), Sérgio Oliveira, João Teixeira.

      Entendo-o, deve ter saudades do Porto Campana!

      Consegue-me explicar as diferenças entre o meio campo de Lopetegui em 14/15, e o actual? Este é inferior? E o meio campo do Lopetegui era superior?

      E criticas assertivas, coerentes, e construtivas, não há?

      PT

      Eliminar
  9. Não tenhamos ilusões de ir ganhar a Leicester pois a nossa equipa é de liga Europa. O plantel está mal formado, não temos avançado de categoria o André é muito verde ainda e o guarda redes é um susto.Convencamo-nos na LC se apanhamos pela frente uma das boas equipas que por lá andam somos goleados e só não vê isto quem não quer ver. Temos um treinador papagaio que a nível de decisões no banco é um zero.O principal culpado de tudo isto e de mais um ano irmos ficar a zero tem um nome: Ponto da Costa!No campeonato o terceiro lugar está garantido pois os outros dois clubes do regime têm melhores equipas do que nós temos de o reconhecer.

    ResponderEliminar
  10. O jogo de ontem não me serve de barómetro para nada a não ser o número de lambadas a enfiar em cada "menino".

    As crianças chegaram ali, facilmente dominaram e marcaram e, depois, foram sobranceiros. Uma cagada.
    O Porto sabe jogar bem, ontem jogou mal. Assim como não fui ao 80, não vou agora ao 8. Que apreendam a lição, mas é.

    Saudações,
    Fábio Pinto da Costa

    ResponderEliminar
  11. Colocar um espectador da bancada que assistiu ao jogo de sábado contra o Guimarães e pô-lo a jogar contra os dinamarqueses é de treinador com tomates. Eu corro o risco(ou qualquer outro) que esteve ontem na bancada a assistir ao jogo com os dinamarqueses de ser convocado para o próximo jogo. Mas se isso acontecer eu próprio direi que não iria tirar o lugar a quem joga melhor que eu.
    Cumprimentos Portistas
    A. Martins

    ResponderEliminar
  12. Foi um resultado decepcionante e uma ligeira depressão para mim. Foi fácil destruir o capital de vitórias, difícil será voltar ao Olimpo. Teremos que ter calma e muita paciência, a reconstrução exigirá bastante tempo.
    Quanto à questão das arbitragens em Portugal só vejo uma solução: exposições na UEFA do que têm sido as poucas vergonhas dos últimos anos de campeões falseados. Seria uma excelente forma de pressão sobre os corruptos de cá. Ricardo Gomes

    ResponderEliminar
  13. De acordo com tudo, como sempre. Quanto ao Herrera só não consigo perceber o porquê de ele ainda estar no plantel. Como é que um jogador destes tão mediano e muitas vezes medíocre está aqui há quase 4 anos e ainda por cima é o nosso capitão é absolutamente inacreditável. Sinceramente, é um caso de estudo. É tão gritante... Como é que podemos ter no meio campo alguém que em 50 jogos faz 5 de facto bons. Inacreditável. As temporadas passam e este senhor continua por aqui. O Porto vai tendo por capitão alguém que não teria lugar sequer nos plánteis de Mourinho e Villas-Boas.

    ResponderEliminar
  14. Acho extraordinário xomo se vai de bestial a besta num instante! São isto os adeptos do FC Porto?

    Onde antes o céu era o limite, agora vamos passar o tempo a penar?

    Tivemos um jogo mau - como aliás antevia - porque nos achamos superiores, entramos relaxados e o golo deu-nos a ideia - perigosa, parva - que já estava. Quando quisemos reagir...era tarde.

    Aposto convosco que, contra o Leicester - que mete respeitinho - não vai haver nada desta treta.

    Espero bem que os adeptos não abandonem a equipa por UM mau jogo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos a ver: a equipa menospreza o adversario? Sim. Os adeptos ao exigirem a vitoria a todo o custo tb os menosprezam? Sim. Tb nao embalo nesta crise do fim do mundo. Calma.

      Eliminar
    2. Caro Jorge, como disse estou de acordo como o texto que escreveu, como quase sempre. O que não consigo entender é como é que uma equipa entra "relaxada" no actual panorama do clube. Já não ganhamos nada à 3 anos, todos nos querem ver enterrados, e nós com exibições destas ainda damos mais argumentos a quem nos quer enterrar. O jogadores quando entram em campo, seja com que adversário for têm de ter em mente uma coisa - correr e comer a relva. A pressão sobre a qual o clube está não exige menos. Displicências como as de quarta, num jogo importante não podem continuar a existir. Como falei no Herrera, deixo aqui outro ponto: O porto normalmente joga com 3 unidades a meio campo. Sendo o Herrera titular sou da opinião em que ficámos logo com 1/3 do meio-campo em falta. Em percentagem quer dizer que temos 33,333333 de inefectividade no centro do terreno. Termos uma peça defeituosa num meio campo de 3 parec-me muita coisa. Esta situação pode dar para a maioria dos jogos, mas em jogos de champions e em confronto directo com Braga, Sporting ou Benfica não chega. Não tenho nada contra a pessoa do Herrera, mas sinceramenteem termos de qualidade como jogador, fica muito abaixo do exigido para um clube que tem o historial que construímos nos últimos 30 e tal anos.

      Eliminar
  15. http://www.priberam.pt/dlpo/in%C3%B3cuo

    - HH -

    ResponderEliminar
  16. Fiquei triste e decepcionado com o jogo resultado e exibição, mas acho que faz parte do crescimento da equipa e em especial da equipa técnica que esteve ao nível dos jogadores.

    Sobre Herrera, a culpa não é dele, ele só cumpre ordens.

    Resta apoiar para o próximo Domingo.

    Abraços

    ResponderEliminar
  17. Desiludido com o resultado e com a prestação de alguns jogadores, mas não vou deitar a toalha abaixo ao primeiro round quando o principal responsável é quem faz as equipas.

    perante o poder físico dos dinamarqueses aquilo que se pedia era bola por baixo com passes rápidos e desmarcações e para isso era preciso meter os mais capazes nesse aspecto e não me parece que Herrera seja esse tipo de jogador. Aliás devia-mos ter começado este jogo da seguinte forma: Casillas, Layun, Felipe, Marcano, Telles, Danilo, Oliver, Otávio, Corona, Brahimi(AAndré) e ASilva. Este é o nosso melhor onze para todas a provas.

    agora fico desagradado quando vejo o nosso avançado a tentar o 1x1 sem conseguir arranjar argumentos para o fazer ali perto da área. Fomos buscar Depoitre que mais me parece aquelas contratações que o Venfique fazia e lembro-me do Pringle e do Karadas. Não chega ser alto e forte e fazer de pivot ali junto da área. Estamos a falar de futebol e não de andebol para que fique claro.

    Agora de quem é a culpa de termos comprado um Belga por 6M€ quando ontem perdemos 1M€ com este empate?

    o problema foi de quem não quis comprar um ponta de lança que pudesse exigir o lugar de ASilva e daí até perceber um pouco as palavras do Aboubakar.

    em Tondela vamos sofrer e quero ver a nossa resposta

    Saudações Portistas

    11DruL0Vic

    ResponderEliminar
  18. Ontem falhámos...
    Não eramos(nem somos) tão bons para limpar o grupo da CL, nem somos tão maus como ontem parecia. Faltou-nos experiência e "ratice". Se o NES estou bem o adversário foi muito mau aluno pois não percebeu nada do que viu. Adorava ver o que faz o Herrera nos treinos para compreender o seu (nosso)caso. Ainda teremos que o gramar durante muito tempo??
    Manuel Magalhães

    ResponderEliminar
  19. Já agora também a minha opinião, vale o que vale...
    Ora bem segundo alguns comentários constato que já há muitos adeptos a concordarem comigo e outros ainda com ilusões.
    NES é um técnico em inicio de carreira e já deu provas de que dificilmente passará de treinador mediano para treinar equipas do meio da tabela.
    Os adeptos que ainda acreditam nele vão ter um despertar doloroso, ou seja, vão sofrer uma desilusão das antigas...
    NES é fraco: como treinador de campo, como estratega, como líder, como psicólogo, como motivador, como contestatário ao poder dos actuais dirigentes da FPF (presidente do Conselho de Arbitragem)...etc...etc...
    Jorge Jesus no lugar dele já teria posto a boca no trombone...
    Quanto a Pinto da Costa adormecido, entorpecido pelo "somos porto" do NES não dá uma para a caixa...
    E sim, o plantel actual é bom e com estes jogadores um técnico medianamente competente faria muito melhor, pois compete ao treinador: liderar, motivar e tirar o máximo rendimento dos futebolistas sob o seu comando. Se não o consegue fazer é porque lhe falta: talento e competência... Com o actual plantel do FC Porto: Jorge Jesus ou Rui Vitória fariam muito melhor... Ou ainda têm dúvidas?

    Armando Monteiro
    https://dragaoatentoiii.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tarefa difícil parece ser encontrar um treinador mediamente competente, porque jogadores, sempre tivemos e bons.

      Eliminar
  20. Tal como temia, depois do golo sofrido a equipa transformou-se no Capuchinho Vermelho, perdida na floresta nordica....

    ResponderEliminar
  21. O Prof. José Neto poderá ter a resposta a estas dúvidas.
    Um treinador que despacha Adrian para a equipa B, depois chama-o à equipa principal e logo depois nem o convoca.
    Brahimi, exactamente a mesma coisa. Ruben Neves, a mesma coisa. Sérgio Oliveira, chega das olimpíadas e joga logo, posteriormente vai para a bancada. Oliver chega e com um treino, joga. Conseguirá um treinador que tem estas atitudes manter um grupo unido, coeso e granjear o respeito dos jogadores?
    Aboubakar falou e disse que a opção foi apenas do treinador. Um tema a merecer reflexão.

    ResponderEliminar