sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Análise FC Porto 2-1 Marítimo - A Força Esteve Connosco. Quer Dizer, Mais ou Menos...

Os campeonatos estão cheios de jogos destes. Quantas e quantas vezes, nos temos de Vítor Pereira, Mourinho ou Villas-Boas, não os vimos? Jogo de domínio absoluto até às substituições (ver FALTAS), aberto a saca-rolhas argelino, com uma absoluta desinspiração da frente de ataque, aquilo que poderia - e deveria - ter sido outra copiosa goleada, redundou numa vitória justíssima, mas com uma ansiedade que não deveria ter passado pelo Dragão. Vamos a notas.

Óliver - Cada vez mais o fiel da balança do FC Porto, o nosso Maestrinho fez mais um jogo como só ele sabe: pressionante e aguerrido na defesa, esclarecido e com super-visão no ataque. Às vezes até demais, como no caso do brilhante passe para a desmarcação de Maxi à direita, que este pura e simplesmente não teve pernas para acompanhar. É uma felicidade tê-lo nesta equipa do FC Porto e quando sai... nota-se bem a sua falta.

As extremidades do ataque - Soberbos jogos de Brahimi e de Corona, cada um deles com excelentes ataques, e com Brahimi premiado com um fabuloso golo de ângulo "impossível" só ao alcance daqueles que acreditam sempre, mas principalmente pelo apoio defensivo que conseguiu transformar o 4x2x4 num efectivo 4x4x2 de pressão imediata e de reacção à perda de bola. Ver Brahimi a fazer cortes junto à linha é uma alegria esfuziante! Como dizia ontem o meu amigo João "Golden Dragon" Santos, "quem é aquele, o número 8? É novo?" Que maravilha! Assim há equilíbrio. Pena não ter havido pontas de lança, mas já lá vamos.

Os laterais com as pilhas todas - Já todos sabemos como Maxi é alguém que deixa tudo em campo mas, além disso, no ataque não pára de criar situações, boas subidas e chegadas à linha, excelentes tabelas... enfim. A não ser pelo cansaço que demonstra de quando em vez, pode muito bem ser que venhamos a ter o "sacrilégio" de deixar o fenomenal Layún no banco mais tempo. Mas a época é longa e haverá muito espaço para ele. Já Alex Telles, em dia de aniversário com direito a parabéns cantados no Dragão - e que ele agradeceu profusamente - parece ominpresente. Intenso e pressionante na defesa, com óptimas subidas à linha, tem justificado exponencialmente a sua contratação. É uma alegria tê-lo, com toda a sua paixão, por cá.

Danilão - É preciso dizer mais alguma coisa? Corta tudo, pára tudo, sai para o ataque, impulsiona a subida dos seus colegas, é um verdadeiro Capitão dentro de campo.... falta talvez sentir-se seguro para o remate. Ficaríamos muito bem servidos com um tiro exterior potente. Creio que lá chegará.

Os pontas de lança que querem uma mantinha e um cházinho - Uma absoluta nulidade André Silva e Diogo Jota, ontem. Especialmente este último, uma vez que o primeiro estava no sítio certo para receber o passe de Brahimi para golo (embora o mérito tivesse sido do argelino e de Óliver), estavam lá nitidamente sem chama e praticamente na Lua. Então Jota... a forma como ele falha um golo feito, em frente à baliza, com um remate frouxo, à figura... merecia um apertão do Danilão e um "puxão de orelhas" do Casillas. Está a precisar de terapia de banco.

Baralhar sem necessidade - Estava ganho o jogo, sim, estava. Era altura de dar espaço a jogadores que precisam e merecem minutos. Sim, era. Mas como explicar as trocas? Porque tirar Brahimi e Corona, quando ambos estavam com vontade de contribuir? Então Jota não estava bem pior? Não era hora de dar mais segurança defensiva, passando para um 4x3x3 com cabeça? O que aconteceu de seguida é culpa disto. Baralhadas que estavam as pedras em campo (em especial depois da saída de Óliver, embora aí a troca fosse directa), veio a desorganização, o golo maritismista, sem que estes tivessem feito o que quer que fosse que o justificasse, e os nervos, que tão bem Casillas descreveu. As substituições devem ser equilibradas, embora João Carlos Teixeira fizesse por merecer os minutos há muito devidos.

Arbitragem - Mais um habilidoso, mais dois penaltis, mais critérios diferentes para coisas iguais. Enfim, sempre o mesmo. Não são os jogadores que têm de fazer algo acerca desta pouca vergonha. A responsabilidade mora mais acima.

Público - Tanta gente exige, tanta gente vocifera, tanta gente fala do alto da burra e critica mas... e estar lá? Pois! O Portismo novo! Curiosamente, contra Bayerns e papoilas não falta, independentemente das condições climatéricas! Mas é contra Marítimos que se ganha ou perde os campeonatos que os "exigentes"... exigem! Ou então, como estamos numa fase em que as coisas parecem correr bem... não dá pica, verdade? É como as caixas de comentários nos blogues... para dizer mal entopem elas! Uma tristeza!

Segunda feira há mais, contra uma equipa de maior valia e intensidade. Temos contas a saldar com esses meninos. Vamos a eles, carago!

29 comentários:

  1. Bom dia Jorge Vassalo,

    Mais um jogo ganho. Não fomos brilhantes, tivemos que sofrer no fim, mas há jogos assim. É neste tipo de confrontos que se ganham ou perdem campeonatos. Estamos a somar e a equipa cresce com isso. Agora, ganhar aos "Flávios" e desfrutar do Natal. 2017 será um ano bom para o Dragão. Eu acredito.

    Um abraço,

    ResponderEliminar
  2. Caro Jorge
    Ainda há quem trabalhe e não possa ir, a meio da semana, ao Dragão como certamente gostaria. É o meu caso e por isso o remoque final do seu comentário parece-me injusto
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, falo evidentemente da questão sistemática, não esporádica. É sistematicamente assim. Sei de pessoas que têm o lugar anual para ver 6, 7 jogos! Incrível!

      Abraço

      Eliminar
  3. Talvez o Jorge tenha sido algo severo com os nossos ponta-de-lanças. Verdade que o André Silva e o Jota não tiveram o brilho ofensivo de outras exibições. Mas quer um, quer outro dão uma luta sem trégua às defesas adversárias, disputando e ganhando N lances. Os dois formam uma das melhores primeiras linhas defensivas que já vi. É sempre de realçar nestes dias em que a inspiração não aparece.

    De resto, o jogo pareceu-me um banal encontro de campeonato. O que é uma grande evolução relativamente a tempos recentes. De facto, com as substituições, o FCP deixou o Marítimo equilibrar o jogo. Contudo, e na prática, controlamos perfeitamente as acções ofensivas dos insulares. O golo fortuito deles nasce de duas disputas de bolas, onde na última o Felipe talvez pudesse ter feito algo mais. Depois, nada a dizer, grande golo. No final, o frissom foi mais pelo chuveirinho, felizmente inconsequente.

    Apenas uma questão: Será que nos treinos não praticam remates? Dá-me urticaria ver tantas tabelas, tabelinhas, fintas e fintinhas na grande área, quando está lá quase toda a equipa adversária acantonada. Porque não um balázio de quando em vez? Se não entra directo, há sempre um pé, calcanhar ou rabo que pode desviar a bola. O futebol não é rugby. Não é preciso passar a linha de golo com a bola para se marcar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Felipe escorregou... o que se compreende. Não assinei uma sentença de morte a AS e a DJ, achei-os subpar. Se amanhã estiverem ao seu nível, vou elogiá-los.

      Subscrevo o último parágrafo.

      Abraço

      Eliminar
    2. Infelizmente bolas paradas e chutos de fora de área acabaram já há demasiados anos.
      É dos pontos que podíamos melhorar, com um pouco de treino especifico, até porque temos alguns jogadores capazes de cumprir em ambas as situações e com sorte iriamos sacar mais uns golitos.

      Eliminar
    3. No ano passado marcamos 4 jogos consecutivos de bola parada...

      Abraço

      Eliminar
  4. Caro Jorge...
    Se a minha vontade de ir ao Dragão valesse de alguma coisa... eu tava lá em todos, mas a carteira não permite. Ninguém tem culpa (talvez o meu patrao tenha, visto que não me paga há uns meses) mas é injusto pedir adesão aos adeptos em algumas circunstâncias. É dia de semana, trabalho, filhos, escolas, horários... não é fácil.
    Quanto ao jogo... foi bom... e não começam a desancar no André Silva, por favor não se esqueçam... é um miúdo. O Jota, outro miúdo tem estado, pelo menos para mim, francamente mal, já lhe fazia bem o banco... my opinion!
    Para já peço uma vitória segunda e peço também que em Janeiro mandemos o Adrian à troca para algum lado por um avançado que ajude o André a ter tempo de crescer, que vendam o Herrera, não acrescenta nada à equipa.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Cila, vamos lá ver uma coisinha: eu não falei nos "exigentes"? Não são esses a massa assobiativa? E você é desses? Vá lá, não vejam as minhas frases fora do contexto e do público alvo! Estou a falar da malta que diz mal de tudo e um cento e depois.... nem lá põe as patinhas!

      Quanto ao AS, só o achei menos bom NESTE jogo, ok? Não é nenhuma "embirração" :)

      Abraço

      Eliminar
  5. Eu creio que o André Silva e o Jota (mais o Corona a meu ver, apesar de ter tirado duas fintas de regalo que o defesa maritimista ainda hoje deve estar com a cabeça á roda!), não foram tão incisivos porque o árbitro deixou que se tornassem sacos de pancada dos maritimistas!!! Aliás o AS andou a 2ª parte "pegado" com o defesa central Raul!
    Se fosse noutro clube eram as paragonas do" deixem jogar o..."!

    E depois, outro factor importante a ter em conta é que dão luta aos defesas, são o primeiro bloco defensivo da nossa equipa, o que faz libertar outros jogadores, como o caso de Brahimi.

    Brahimi que muito portista armado aos cágados acusou NES de o sacrificar, pondo-o na prateleira!
    Os últimos jogos mostram á vontadinha que NES incutiu-lhe a necessidade de também se sacrificar em prol da equipa, de defender, de baixar, de ajudar o colectivo! E enquanto Brahimi não "encornou" é lógico que NES o castigou! Aliás, se não estou em erro, numa fase em que as coisas estavam bem mais negras, Brahimi chegou a dizer que "não mudaria a sua forma de jogar"!!!
    Quem vê Brahimi, quem o viu!

    E é por isso que Layun se senta no banco. Maxi dá mais confiança defensiva á equipa que o mexicano, embora este esteja num patamar técnico mais evoluído!

    Por tudo isto, e como sempre acreditei nesta equipa, continuo a dizer que o FC PORTO como clube de respeito que é, EXIGE da SAD um ponta-de-lança de créditos firmados.
    Os SADistas que abdiquem do subsidio de Natal, dos prémios, que façam rifas, que vendam t-shirts á porta do estádio, enfim que se desunhem, mas o FC PORTO por prestigio e obrigação, tem que ter um ponta-de-lança, daqueles que não falham e mandam a redondinha para o fundo do barbante (lê-se barrbanti).
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tomara eu... mas á semana é-me completamente dificilimo. E se a Champions for parar ás 18 horas, nem na televisão vou ter hipóteses!

      Eliminar
    2. Nem me digas nada carago... não quero nem pensar!

      Abraçom

      Eliminar
  6. Ontem mais uma vez estive no dragão a apoiar e cantar pela nossa equipa. Já se vê claras melhorias no nosso jogo, que diferença faz o Oliver jogar no meio.

    Quanto ás substituições, eu sei que o Jorge é fã do Herrera, mas está a ser confrangedor vê-lo em campo. Ontem andou perdido no meio campo. Gostei de ver o João Teixeira, teve duas arrancadas fenomenais só paradas em falta.
    Quanto ao árbitro, mais uma arbitragem habilidosa, é bom que mesmo ganhando o clube não se cale e continue a denunciar.
    Já só estamos a um ponto(+1jogo) e os mouros já estão a sentir o nosso bafo e vão começar a tremer, prova disso é que quando não jogam nada têm ajudas dos árbitros. Vamos para cima deles.

    Abraço
    Miguel S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou nada fã do Herrera! Sou fã de todos! Tenho muito respeito pelo Herrera, mas...

      Abraço

      Eliminar
    2. O Jorge é fã do Oliver :)) Que valha a verdade está a jogar como nunca!!!

      Eliminar
    3. E na posição que não é a melhor para ele...

      Abraçom

      Eliminar
  7. Prometo que vou falar da questão das casas "vazias" um destes dias. Por vezes, não nos faria mal copiar os modelos dos nossos rivais. Em Lisboa também se trabalha em dias de semana, também faz frio, nem sempre se joga bom futebol e há um trânsito do caralho. Mas com bilhetes a 3€ e lugares anuais a 50€, a coisa acaba por compor-se. Assim tipo 50.000 numa 2ª a noite contra um União da Madeira. Os adeptos, são adeptos, aqui ou na China. A forma como as direcções mimam os adeptos... Já são outras contas :)

    O jogo... Mais uma vez, no meio de banhos, fraldas e nebulizacoes, não deu para ver. Sigh

    Abraçom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá lá, já só faltam uns 3 anos... :D lol

      Abraçom

      Eliminar
  8. Ganhamos,agora vamos com calma pra ganhar outra x ao chaves!!Conseguimos ganhar pois n acho que tenham a mesma sorte do jogo da anterior!!bora..

    ResponderEliminar
  9. Desculpe Sr. Jorge... é que em vários blogs li algo semelhante a "não temos ponta de lança" e fiquei um bocado irritada porque todos têm o direito de ter um dia menos bom, e ontem até achei que não foi um péssimo jogo do André... foi QB e o rapaz trabalha tanto tem direito a ter um jogo menos conseguido. Eu lembro-me perfeitamente do Jackson passar jogos e jogos de seca mas como trabalhava para a equipa não se passava nada. Mas peço desculpa talvez não devesse ter dito nada.
    Quanto à massa assobiativa... não... eu gosto mais de cantar mas tenho um assobio bastante afinado para os ladroes de preto e os nossos adversários.

    ResponderEliminar
  10. Concordo a 100% com tudo o que disse e digo mais nao acho que seja qualquer ponta de lança que na primeira epoca tenha 15 golos em Dezembro, mas digo que se calhar com um Jackson la na frente iamos em primeiro sem sombra de duvidas, mas a culpa é de todos menos do Andre Silva ( um craque ).
    Segundo, talvez ainda nao tenha visto nao sei, mas a bola que fala do Oliver o Maxi chegou la dominou e ainda deixou o adversario no chao, so que para nao variar o bandeirinha assinalou um fora de jogo inexistente. Mas concordo, que passe de Oliver, sejam 20 ou 22 milhoes por este jogador dava na hora, de certeza ira render muito mais tanto desporivamente como financeiramente.
    Por ultimo deixe-me so que lhe diga porque fui dos que critiquei a vinda dele, mas que grande MAXI que nos temos. Dá gosto ve-lo jogar. Incrivel!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esse lance, sim senhor. O Oliver mete a redondinha bem nas costas da defesa, o Maxi esgandanhou-se para lá chegar e o fdp do bandeirolas levanta a dita cuja!!!!
      E além do lance sobre Maxi creio que há um outro penalti por marcar sobre o André Silva, mas neste não tenho a certeza.

      Eliminar
  11. concordo com o texto, foi assim mesmo, e isso mesmo. Alguns jogadores começam a mostrar algum cansaço especialmente no fim das partidas ( filipe, jota, asilva, oliver por exemplo ) nuno tem de mostrar o que realmente vale lançando outros jogadores nao se pode jogar sempre com o mesmo onze a epocxa toda.

    ResponderEliminar
  12. Uma e moralizadora boa vitória. Mesmo com mais do mesmo, com mais penaltis roubados.
    Mais: Costuma-se dizer que com mau tempo não há palhaços, pois que se constipam, mas estes árbitros pró sistema são palhaços de fraca figura, a todo o tempo, sem ofensa aos verdadeiros palhaços.
    Tanta roubalheira e sem tomadas de posição oficiais, já é abuso demasiado.
    Armando Pinto

    ResponderEliminar
  13. O J. Teixeira pode muito bem ser o substituto do Brahimi para Janeiro... se houver por parte de Nuno vontade de lhe dar mais oportunidades.
    Quando o Jorge fala da dupla de avançados penso que é por serem novos ainda, e que tem de crescer ainda mais a cada jogo para ficarem mais organizados.

    E assim é que nós gostamos de ver o FC Porto, mesmo com 2 GPs por assinalar a nossa equipa sempre a carburou para alcançar a vitória.

    Já agora aquele golo do marítimo foi um 50 (jogo das setas) que nunca mais lhe acontecerá, e aconteceu porque Casillas passa tanto tempo ao frio que por vezes a agilidade não é a que é. :D

    Abraços.

    ResponderEliminar
  14. Uma boa Vitória com um final com sofrimento escusado.Não haja ilusões sem um avançado a sério não temos hipótese de ganhar o campeonato. Se bem que para mim quem determina o vencedor do campeonato são os árbitros. Mais um pênalti roubado! Acho que devíamos ter feito mais barulho e não ter deixado que a Vitória tenha branqueado a arbitragem habilidosa de mais um empregado do sistema.

    ResponderEliminar