segunda-feira, 20 de março de 2017

Análise FC Porto 1-1 Vitória de Setúbal - Meninices

Não tenho pachorra, sinceramente. Não tenho pachorra para ver os mesmos erros e as mesmas boçalidades repetidas semana, após semana, após semana. Vamos aos factos.

Em primeiro lugar, o anti-jogo. Esse é, em primeiro lugar, um problema da Federação e da Liga. Dizia há dias Pedro Proença, e eu ri-me à gargalhada, que ele queria fazer parte do Big 5. Meus amigos, esta semana Gareth Bale criou polémica por esta Europa fora ao declarar que "na Premier League não dá para fazer gestão, ao contrário de muitos jogos da La Liga" - o que é absolutamente verdade - e que o desgaste é muito maior. Quer então, o Dr. Proença fazer parte das grandes ligas europeias? Como? Sem jogar futebol? Com presidentes de clubes a fazer declarações destas? Nós temos uma liga corrupta, submissa a um interesse político de tornar Portugal apenas a área metropolitana alfacinha e o resto paisagem. São umas putas vendidas de Norte a sul do País, que vão ao beija-mão todos contentes. Ainda assim, não são desculpas! Sabem como se vence o anti-jogo? Com golos! Tivéssemos caído em cima deles desde o primeiro minuto - como deveríamos ter feito - e não haveria cá anti-jogo nenhum. Para equipas dominadoras o anti-jogo não influi minimamente. Agora, para ligas destas... só o gozo e o desprezo que se sente por esta Europa fora.

Em segundo lugar, a ansiedade. Ó meus amigos, mas que é isto?! Ansiedade de quê, senhores? Ai, ai, ai, que posso ficar em primeiro?! Meus caros, o Bicho deixou-o bem claro: em equipas campeãs do FC Porto, não haveria cá destas mariquices - sabiam que iam ser campeões, iam para dentro do campo com fome e confiança em que tudo iria pelo melhor. Só alguém muito lunático não percebeu ainda o que quer dizer "Contra tudo e contra todos"! É que está uma grande parte da tugalândia a festejar e cheia de sorrisos, hoje! Não há consciência, entre os jogadores, da enorme diferença entre ir para o galinheiro para arrumar com o ficaben ou correr o risco de ser arrumado? Este era um jogo para ir até ao fim! Aquela segunda parte não se admite! É preciso muito mais para se ser Campeão pelo FC Porto! E, ou é agora, ou esqueçam! 

Para terminar, a táctica! Depois de tanta tentativa e erro, de finalmente encaixar as peças na engrenagem que nos deu goleadas sucessivas, porque raio vai o treinador e volta para trás?! Para acomodar André Silva? Agora temos primadonnas no FC Porto?! Está visto, e revisto, e mais que re-revisto, que o 4x3x3, híbrido que possa ser a espaços, dá uma solidez a meio campo completamente diferente! Lá voltou Óliver onde rende menos, Danilo perdido em campo a tentar ser ele o distribuidor de jogo - não é - encosta-se o Soares à esquerda em vez de estar no seu lugar natural... enfim, uma salgalhada! E com isto lá vai o xeque-mate à vida! Como nas histórias de Samurais, se um vai vencendo, mas não desfere o golpe final, o outro pega na espada, levanta-se e corta-lhe a cabeça! E pronto! É assim!

Não me falem de penalties, por favor. Como disse Iker Casillas na entrevista a Júlio Magalhães, contra Tondelas e Setubals desta vida, pra cima deles e mais nada!

Aconselho vivemente este vídeo. Muito bem Rui Cerqueira no pós-match. Subscrevo cada palavra.

Tudo como dantes no quartel d'Abrantes, É ir para cima da mouraria. Que agora estão inchados e confiantes. O que acontecer depois... é problema deles!

54 comentários:

  1. Caro Jorge
    Uma desilusão. Intolerável e inadmissível. Voltamos ao antes! NES inventou e o Porto emperrou. Como é possível chegar com critério ao ataque com Danilo e Oliver isolados num meio campo de adversários? E o André Silva (nesta fase) que anda lá a fazer? E ao intervalo não deveríamos ter reestruturado a equipa com a entrada de outro médio?
    Se não podíamos falhar era ontem. E falhamos!!! Que credibilidade nos dão para o resto do campeonato? Deram cabo do meu ânimo. Uns tristes....
    Abraço
    Manuel Magalhães

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo... E ainda:
      https://wordpress.com/posts/dragaoatentoiii.wordpress.com

      Armando Monteiro

      Eliminar
  2. Que falta fez André André... Danilo tava completamente roto, não foi constante, foi de fogachos, no golo do setubal estão na área 3 para 3 e Danilo não acompanha, não havia ninguém para a dobra, Filipe escorregou... Estou tão triste...
    Agora... bem agora já fomos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desposicionado e a ter de fazer o triplo do trabalho... Coitado do Danilo.

      Abraço

      Eliminar
    2. Ainda nao fomos. Ainda vamos a tempo de emendar a mao. Foi um balde de agua fria, mas nada se ganhava e nada ficou perdido. E houveram mesmo penalties nao assinalados.

      Eliminar
  3. Bom dia...
    Naturalmente que este resultado de ontem foi um "murro no estômago"... no entanto, e por muito paradoxal que pareça, para as contas do campeonato acredito que foi o melhor que nos podia ter acontecido. E porquê? Por vários motivos: 1) jogaremos na Luz na situação que mais gostamos de jogar: com eles inchados e cheios de soberba; 2) dado a juventude da nossa equipa, acho que lidamos melhor com a pressão negativa de estamos atrás do que com a pressão positiva de estarmos na frente 3) ao empatar em casa ontem, o FC Porto dá ao benfica uma falsa sensação de que não estamos tão seguros de nós próprios, o que induz relaxe ao benfica para os jogos restantes 3) ontem a nossa equipa e os adeptos aprenderam algo que vai ser muito importante até final: apenas são de festejar os nossos resultados.
    Em resumo, tudo em aberto... continuo a acreditar piamente. Há que trabalhar bem estas 2 semanas, limpar cabeças e tratar do físico algo cansado de algumas peças-chave da nossa equipa.
    Abraço
    João Amorim

    ResponderEliminar
  4. Jorge, ontem sai de lá extremamente desiludido.
    Desiludido com a inexistência de um meio campo, com a incapacidade de anular o ferrolho do setubal (aqui houve muito a mão de um arbitro que nunca deve ter ouvido de fair play ou da falta dele) e com um treinador que demonstrou estar bem perdido. Ontem estive na central, com uma vista privilegiada para o banco e senti-me ainda mais frustrado com o nosso treinador. A cara e a linguagem corporal do mesmo deixaram-me a prever que o FCP não ia conseguir dar a volta ao resultado. Nunca vi um treinador tão perdido e sem saber que fazer. Esteve 10min a olhar para o campo e a olhar para o Rúben Neves e para o pinheiro (que já nem devia saber qual era a cor do equipamento) para ver quem ia colocar. Deixou deixou deixou passar o tempo até estarmos quase nos 90min para fazer entrar o pinheiro. Dos 80 minutos até à sua entrada, assisti a isto:
    - rui barros a dar a indicação ao 4º arbitro que ia entrar um jogador
    - NES a olhar perdido se ver se fazia entrar o Ruben ou o pinheiro
    - o pinheiro a acelerar o aquecimento e o ruben mais parado porque deve ter percebido que ele não seria obviamente a solução a poucos minutos do fim do jogo
    - o nes perdido a olhar para o campo
    - o rui barros entre o 4º arbitro e o nes a olhar para ambos a ver quando podia dar o OK para a substituição
    - O Nes a chamar o pinheiro e o adjunto a falar com o pinheiro durante uns 3 minutos a dar-lhe indicações, com o relógio quase nos 90minutos

    Isto, foi o pior sinal. Pior do que o 11 inicial, que apesar de tudo, percebo a sua lógica. Pior do que manter jogadores em sub-rendimento em campo, jogar sem meio campo desde o inicio do jogo ou hesitar nas substituições, foi o transmitir a falta de confiança e de capacidade de corrigir e mudar o jogo. Notava-se claramente que o FCP não tinha meio campo, tinha o ataque a jogar fora de sitio (Brahimi sempre mais no centro com o alex sem linha de passar, soares sempre em esforço a correr às bolas longas, o AS andava a fazer a ligação ao meio campo ou algo assim, visto que nunca percebi bem o seu posicionamento...)

    Enfim, é esperar que na próxima jornada que o NES não seja cagão, que isso está demonstrado que dá sempre asneira. Como temos poucos jogadores na selecção, é esperar que haja uma reabilitação mental e física, para nos apresentarmos na máxima força (Quanto apostas que o AS e o Danilo vão jogar mais de 70min num jogo da treta da selecção?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É preocupante e já tinha reparado, sim...

      Abraço

      Eliminar
  5. Este empate foi MUITO MAU, para o "DRAGÃO". Com esta treta de jogo receio que entregamos o tetra ao abono de família.
    Eu ontem disse aqui no blog de Jorge Vassalo que não tinha percebido o meio campo que NES apresentou (apenas dois médios). Para mim devia ter sido Danilo, J C. Teixeira, Óliver.
    O Corona é jogador para entrar quase sempre no 11 do Dragão. Mas como vinha de uma lesão o mais sensato teria sido começar com D. Jota.
    André Silva e Soares ao mesmo tempo, acho que não resulta.
    Com estas alterações não quero dizer que vencíamos, até podíamos ter empatado na mesma ou mesmo ter perdido.
    Agora dois conselhos para o jogador Felipe, para o próximo jogo. Um é mudar a aderência das chuteiras e o outro, MUITO CUIDADO com as entradas é que na "porta 18", uma expulsão lhe estará reservada.
    Para mim NES não é treinador para o "AZUL E BRANCO". Quereis um bom treinador "CAROS PORTISTAS"? C'um saber só de experiências feito? Como dizia o Camões. Pedro Martins.

    Abraço

    Luís (O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO)

    ResponderEliminar
  6. Quase que apetece dizer felizmente que não ganhamos este... ficou provado que esta tática não funciona connosco, fica a depender de pontapé para a frente ou de inspiração, porque durante todo o jogo via se q faltava alguém no meio campo a quem passar ou alguém descer mais para dar outra opção, inclusive no golo do Setúbal viu se a falta do terceiro medio, nunca se deixava chegar ao ponto de o felipe escorregar ou não... Toda a gente percebeu q nunca mais podemos apostar no 4-4-2, deixa tudo muito a sorte e pode funcionar para outros lados mas connosco sorte não resolve nada. Mérito a quem de direito, esta equipa joga com muita força e vontade, á porto, mas isso faz a diferença entre os 79 e os 82 pontos no fim do campeonato, o resto dos pontos têm que ser com qualidade tática e técnica. Somos campeões se jogarmos em 4-3-3. Porque nesta tática mesmo com alguem suspenso ou com menos inspiração de alguém há sempre futebol... Como já disseram eles acham que andam a jogar bem é que nós não jogamos nada porque empatamos agora. Na luz na nossa melhor tática vamos mostrar quem joga melhor futebol e quem merece ser campeão por isso...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este modelo não funcionou NUNCA, nem contra as galinhas, nem contra o sportem (Casillas travou outro desastre em cima da linha...) e não serve a criatiividade, a fluidez nem o estilo de jogo dos jogadores... está lá para quê? 4x3x3 já! Mesmo híbrido!

      Eliminar
    2. Também concordo... 4x3x3 é o indicado. Mas lá está... Herrera recuperando e o JCTeixeira nem no banco... um médio com capacidade de reter a bola e capacidade de penetração e... prontos... vou ficar calada para não dizer asneiras. Porém não concordo quando alguns dizem que André Silva esteve mal, ontem fez muito mais que Soares...
      Tou fula... com um melão... e se não ganhámos o próximo jogo vai doer muito mais...

      Eliminar
    3. Soares, tal como Óliver, fora da posição natural. Muito fora.

      Abraço

      Eliminar
  7. Caro Jorge Vassalo,

    Esta doeu. Bateu forte. Que deceção! Pareceu um misto de falta de frescura com ansiedade ou se quisermos incapacidade de gerir a pressão. O Cândido Costa fala em pressão positiva e negativa. Demo-nos bem com a negativa. Falhamos quando tivemos de lidar com a positiva.

    Recuou 2 épocas e vejo um Nacional - Porto que nos podia ter valido uma aproximação ao líder decisiva e falhamos. A diferença é que nesse não tivemos as oportunidades que ontem existiram. A segunda parte foi realmente má.

    Estou desolado. Acho que perdemos A oportunidade e não sei se vamos conseguir dar a volta ao texto. Estas marcam, ferem e a maioria das vezes decidem.

    Raoc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente... Tello marcou e o Nacional empatou e... puff

      Abraço

      Eliminar
  8. Devíamos ter jogado em 4 3 3 mas quem deveria não ter entrado era Soares. Ontem foi claramente um a menos (justifica-se pelo esforço de Turim mais uma vez sozinho na frente), mas a critica que o Jorge faz a André Silva é extremamente injusta. Ao intervalo podíamos ter corrigido isso tirando Soares e metendo Herrera por exemplo mas mantivemos menos um na frente. Nestas alturas de raiva temos que ter discernimento e calma a analisar as coisas, e se o Jorge pediu isso para Oliver então neste post foi muito injusto com André Silva.

    Abraço.
    No final vai valer a pena! Tem que valer.

    Pedro Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hey, hey, hey calma! Crítica ao André Silva? Qual crítica ao André Silva? Soares tem estado em melhor forma que AS, tem marcado mais e sido mais decisivo. Critico o MODELO e a sua concepção, não os intervenientes! Mas parece claro que há uma notória vontade de acomodar AS no jogo do FC Porto E ter os dois extremos ao mesmo tempo!

      E digo mais, e volto a insistir, quer-se jogar em 4x2x4? (O que eu acho um erro!) Ruben em vez de Óliver!

      Abraço

      Eliminar
    2. Mas só para que se tire as duvidas, o 11 que teria escalado teria sido Casillas, Layun (embora o seu posicionamento no golo do Setúbal....nossa!), Felipe, Marcano, Telles; Danilo, Ruben, Óliver; Brahimi, Soares e André Silva; em 4x3x3, com AS descaído à direita e Soares NO MEIO e não o contrário!

      Abraço

      Eliminar
    3. Jorge!
      Porque: Danilo, Rúben e Óliver e não Danilo, André André (João Teixeira) e Óliver?

      Armando Monteiro
      https://wordpress.com/posts/dragaoatentoiii.wordpress.com

      Eliminar
    4. O André André estava castigado para este jogo. O João Teixeira parece quase não contar. Mas poderia pôr o Herrera, porque não? Que mal fez o Herrera?!

      Abraço

      Eliminar
  9. resumo treinador sem estofo, jogadores sem estofo, se nao nos levantarmos nem em segundo ficamos uma aposta?? procuramos o azar durante todo o jogo e encontramo lo impressionante. O treinador percebe tanto de futebol como eu de chines. Desculpem o que se passou em campo nao e admissivel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo...

      Armando Monteiro
      https://wordpress.com/posts/dragaoatentoiii.wordpress.com

      Eliminar
  10. Boa tarde, Jorge Vassalo

    Ainda sobre o efeito de um empate nefasto, e concordando com o post, realço se nos ultimos jogos em 433 a equipa estava melhor enquadrada em campo, porque se mudou?

    Mudou-se porque para o Treinador NES, é preferivel jogar em 442 quando tem esses jogadores disponiveis... (Brahimi, Corona, Soares e A.Silva), e como Corona recuperou a tempo deste jogo, foi titular.

    Com isso os 2 médios que sobram ficam sujeitos a maior esforço, e se pensarmos que muitas vezes (demasiadas até) Danilo recua para 3ºcentral para se jogar apenas com 3 defesas e os laterais serem médios por fora, isto deixa apenas Oliver a pensar e executar o jogo no meio campo, cabendo aos 2 extremos também pegar no jogo, ficando então algo parecido com 352.

    Mas lá está, Brahimi e Corona rendem menos no meio e mais na ala.

    Mas eu percebo o treinador, quer jogar com os melhores, o problema é que a equipa ressente-se disso em campo e depois falta quem no meio tenha uma reacção rápida á perda da bola e que exista um melhor controle de jogo.

    Uma equipa em 433, jogando A.André (se fosse um 8 indiscutivel, como Moutinho jogaria sempre, mas não é, como se sabe), assim implica que um da frente saia, jogando Soares na frente, Brahimi na esquerda e Corona ou A.Silva na direita.

    Era um jogo em casa, se ganhassemos eramos lideres, ele arriscou com Corona, e apesar do esforço da equipa na 1ªparte, a equipa fez um jogo aceitavel e marcou 1 golo, e podia ter feito mais 2 ou 3...

    Mas a equipa na 2ªparte entrou mal, acusou a pressão, ou melhor a descompressão de ter marcado e baixou a guarda, o lance do golo é prova disso, equipa descolocada em campo, jogadores fora do seu sitio, lateral contrário a cruzar sem pressão para a rea onde estavam 3 para 3, sem ninguem á dobra, infelizmente quem recebe a bola não é pressionado porque o seu marcador escorrega, tudo correu mal e nem Iker conseguiu fazer um milagre...

    Depois do empate, não gostei da reacção da equipa, nem do banco (faltou estaleca), perceber o jogo de outra forma, com NES a tirar Corona por Jota, continuous a faltar gente no meio que tivesse qualidade com a bola, era um cruzar sistematico para ver se alguem ganhava na area e definia bem...

    Octavio por Layun, com Jota a recuar para falso defesa direito, e Depoitre por A.Silva já no desespero...
    Tivemos 1 ou 2 lances em 30 m. (e A.Silva ao poste) que foram de perigo, de resto, muito pouco...
    Até porque com tanta inclinação ofensiva, Telles ficou mais atrás, e Oliver e Brahimi quase que desapareceram do jogo no aspecto efensivo, e com isso perdeu-se qualidade ofensiva em vez de se ganhar com as substituições, perdeu-se...

    É algo a reflectir nesta pausa, qual a melhor forma de jogar e como ultrapassar o problema da pressão que os jogadores irão ter na vespera e durante o jogo com o Benfica, é que com este resultado, uma derrota é quase decisiva, qualquer outro resultado deixa tudo em aberto.

    Mas para isso acontecer é preciso os jogadores superarem-se, seja táctica, seja fisica, seja mentalmente.
    Não sei quantos jogadores vão ás selecções, mas é preciso ter caracter, ter garra agora que se joga o titulo nas ultimas 8 jornadas.

    É preciso que o treinador e jogadores saibam ultrapassar este receio de liderar e de estar a jogar sobre pressão, os Campeões fazem-se assim, e é nas Alturas mais dificeis que se chegam á frente, só assim poderemos almejar a conquista do Campeonato este ano.

    Não ter medo de ser Felizes em Maio.

    Um abraço, Gil Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá porque se tem bons atacantes... eles não têm de jogar todos ao mesmo tempo... um modelo dá goleadas.. o outro... enfim.

      Abraço

      Eliminar
  11. Uma grande desilusão e uma noite mal dormida. Sendo realista e não pensando com o coração acho que ontem entregamos o campeonato. Era um jogo decisivo e falhamos. Provamos que ainda não temos estofo de campeão. As nossas possibilidades de ganhar no galinheiro são pequenas e só fazendo um grande jogo podemos ter alguma hipótese até porque em caso de dúvida o árbitro será sempre a favor deles.
    Em relação ao jogo de ontem na primeira parte podíamos ter resolvido o jogo pois tivemos oportunidades para o fazer, mas na hora decisiva falhamos e diga-se que a sorte também não quis nada connosco. Quanto à segunda parte entramos a dormir e em vez de tentarmos marcar o segundo,acomodamo-nos e pusemo-nos a jeito e como o 1-0 é um resultado perigoso deu no que deu.Depois veio o nervosismo e do banco o treinador foi incapaz de dar a volta. Sem um meio campo eficaz não se ganham jogos e ontem a equipa foi mal montada e NES nunca conseguiu ver esse problema e resolve-lo.Mais uma vez provou que não sabe ler os jogos e que não aprende com os erros anteriormente cometidos.Em relação ao anti jogo do Setúbal é lamentável que tenha acontecido mas fizeram o jogo deles é se há culpado é a liga que não castiga este tipo de jogo. Depois quando as nossas equipas vão à Europa é a vergonha que se vê. Em relação ao André Silva já há muito que digo que querem fazer dele aquilo que ele não é nem nunca será, ou seja um avançado de classe. Ainda ontem se viu a sua ineficácia perdendo um golo que nem um Junior perderia.Infelizmente tem de jogar sempre pois parece que no clube o fator financeiro está em primeiro que o fator desportivo e ele tem de ser valorizado para no final da época poder ser vendido.Lamentável! É esforçado trabalhador mas não passa disto. Também convém referir que além de tudo fomos mais uma vez roubados e isso também tem de ser dito pois se o pênalti tem sido marcado às coisas podiam ter sido diferentes. Agora só há uma hipótese que é ganhar no galinheiro. É ir lá sem medo e jogar o jogo pelo jogo. Até lá pode ser que a azia que todos sentimos se vá dissipando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O facto de nos termos portado como tótós não faz com que as galinhas sejam melhores. Mas é bom que pensem que são.

      Abraço

      Eliminar
  12. este dia está a ser pesaroso, ainda nao me recompus...estou desiluido, revoltado, aziado..como é possivel, eia a chance pela qual tanto esperamos para depender apenasd e nós e...falhamos redondamente!falhou NES logo no 11...para quê inventar?? sai Andre2 entra Otavio, qual é a duvida? Perdemos o meio campo, perdemos o "jogo", após tantos jogos bons com o 4 3 3, juro que nao entendo jogar com 2 medios..sinceramente acho que ontem( e se calhar podem dizer que exagero) perdemos o campeonato e nao apenas 2 pontos: explico, iamos à luz à frente e em caso de vitoria ficariamos a 4 pontos!! o que nos permitia perder 1 jogo, va la, ate fo fim e ainda sssim tavamos em 1 º e a mouraria ainda tem de ir a alvalade...mas o que me preocupa mesmo é que a equipa parece que precisa da gasolina que o regime dá, vitorias, entenda-se, e qd isso nao conteceu nao soubemos reagir à adversisade positiva e isso preocupa, pq era nesta altura que uma equipa com ADN campeao deveria dar o salto para a frente e nao mais sair...e isso traz efeitos psicologicos nefastos...espero estar errado, mas acho que ontem perdemos o titulo...

    ResponderEliminar
  13. Subscrevo o "post" mas principalmente este parágrafo:
    Ainda assim, não são desculpas! Sabem como se vence o anti-jogo? Com golos! Tivéssemos caído em cima deles desde o primeiro minuto - como deveríamos ter feito - e não haveria cá anti-jogo nenhum. Para equipas dominadoras o anti-jogo não influi minimamente.

    Armando Monteiro
    https://dragaoatentoiii.wordpress.com/

    ResponderEliminar
  14. E pronto... ficou provado que esta equipa para além de ter jogadores fantásticos e praticar bom futebol, não tem maturidade para encarar os momentos decisivos.
    Não retiro as culpas a NES, porque se formos a ver bem, o nosso meio-campo era só Danilo e Óliver! (Corona e Brahimi nas alas). Não sei bem o que NES pretendia em colocal Tiquinho na ala esquerda, a dado momento jogo viu-se Soares a pedir a NES para ir para o meio e este último a recusar.

    Não estou muito confiante, o momento era ontem e aí sim acreditaria, os amigos Portistas que me desculpem mas prefiro ter as expectativas baixas e ser surpreendido pela positiva do que o inverso.

    Se não tiveram "cabedal" para ganhar na nossa fortaleza e ultrapassar o rival directo, como irá ser na próxima jornada em que irão defrontar O rival directo?

    Nota ainda para a segunda parte que me fez lembrar e muito a era de Lopetegui: trocar demasiada vez a bola entre o meio-campo e a defesa quando deveríamos de procurar o golo da vitória o mais rápido possível.

    ResponderEliminar
  15. E este:
    Para terminar, a táctica! Depois de tanta tentativa e erro, de finalmente encaixar as peças na engrenagem que nos deu goleadas sucessivas, porque raio vai o treinador e volta para trás?! Para acomodar André Silva? Agora temos primadonnas no FC Porto?! Está visto, e revisto, e mais que re-revisto, que o 4x3x3, híbrido que possa ser a espaços, dá uma solidez a meio campo completamente diferente! Lá voltou Óliver onde rende menos, Danilo perdido em campo a tentar ser ele o distribuidor de jogo - não é - encosta-se o Soares à esquerda em vez de estar no seu lugar natural... enfim, uma salgalhada! E com isto lá vai o xeque-mate à vida! Como nas histórias de Samurais, se um vai vencendo, mas não desfere o golpe final, o outro pega na espada, levanta-se e corta-lhe a cabeça! E pronto! É assim!

    Armando Monteiro
    https://dragaoatentoiii.wordpress.com/

    ResponderEliminar
  16. Estádio cheio, a família unida em torno da equipa, apoiando, puxando pelos seus. Vai daí e NES decide mostrar-se no seu lado mais asno. No entanto, há aqui algum banho de realidade. Havendo muito talento e potencial na nossa equipa, não lhe reconheço nervo, autoridade, nem confiança. Não tem aquela aura de campeão inquestionável, muito por culpa do líder titubeante, mas também pela atitude da matéria prima. O Jorge falou do Bicho, jogador-tipo há muito arredado do nosso balneário e fundamental para uma certa postura em campo. Não havendo "Bichos", toda essa parte fica entregue ao treinador, que actualmente é um bocado para o conas, se é que me entendem...

    Também não vou pela pós-verdade do "é melhor assim", porque o Benfas estará inebriado de soberba, etc. Desenganem-se. Os vermelhos vão especular com o resultado, como aliás sempre têm feito nos últimos anos. Jogam em casa, estão em vantagem na classificação. Não vão atacar à maluca, terão duas linhas defensivas bem próximas, atrás da linha da bola, espreitando os lançamentos longos para as costas da nossa defesa subida. Vão contra-atacar. Só tentarão mandar no jogo caso estejam em desvantagem. Será um jogo dificílimo para nós, já que teremos de trocar a bola muito rápido, baralhar muito as marcações, expondo-nos muito. Fazer pela vida. É o que há. Agora, é ir à toca do lobo e sair com a sua pele vestida.

    Sabem que mais? Jogo do título. Concordo. O problema é que talvez tenha sido jogado ontem.

    ResponderEliminar
  17. Boas,

    Infelizmente não tenho podido acompanhar o blog tanto quanto queria nem os jogos em direto.

    Mas, a malta aqui tem andado assim tão negativa, ou foi só depois do jogo de ontem??

    Já estivemos fora da luta, é certo que ontem podíamos ter passado para primeiro, mas de repente ficámos sem jogadores, treinadores e tudo o mais?

    Tudo é possível, agora mais do nunca merecem o benefício da dúvida e um pouco de paciência.

    Nesta altura é apoiar e ver o que acontece até final da temporada. Estamos e estaremos na luta.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É natural que se sinta a desilusão. Mas dar o campeonato como perdido... ainda muita água vai ter de correr!

      Abraço

      Eliminar
  18. Boa tarde Jorge,
    Ainda me dói tanto o coração. Que valente murro no estômago que levámos... Mas uma coisa é certa: depois desta lição, é que vamos ver se os nossos rapazes têm capacidade para ganhar isto ou não. Vamos à Luz para ganhar. Não podemos voltar a fazer aquilo que fizemos no primeiro ano do Lopetegui que fomos lá contentar-nos com um empate e depois foi o que se viu. Quanto ao jogo de ontem está tudo dito. Merecíamos a vitória mas um misto de ansiedade e azar acabámos por perder 2 pontos que nesta altura seriam um ponto de viragem neste campeonato. Ainda nada está perdido. Esperemos que os jogadores encarem isto como uma forma de se redimirem na Luz e alcançar o nosso lugar que nos foge há tanto tempo.

    Abraço,
    Pedro Nuno

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde,
    foi uma verdadeira desilusão mas continuo a acreditar! Sei que é fácil escrever depois do jogo mas o NES confiou em demasia e que o jogo se iria resolver da mesma forma que os anteriores jogos em que aplicou o sistema 424, ou seja, golo de bola parada, jogada fortuita ou através de um cruzamento sem elaborar muito o jogo. Se bem que depois deste jogo o NES não irá certamente cometer o mesmo erro, pois o jogo foi péssimo.

    Na minha perpectiva, cedendo o meio campo o jogo torna-se mais difícil! Na verdade não entendo como uma equipa que quer assumir o jogo cede o meio campo ao adversário. Jogo sistematicamente orientado para os flancos e cruzamentos atrás de cruzamentos que não dão em nada porque a maioria é efectuado sem critério e com poucos jogadores a aparecerem detrás. Danilo, Óliver (completamente perdidos em campo) e Soares passaram ao lado do jogo e acredito que foi devido ao sistema táctico usado. Corona só valeu pelo golo mas também só tinha dois dias de treino após lesão e ainda por cima tendo o Diogo Jota mostrado serviço sempre que entrou nos jogos anteriores...
    Óliver não rende neste sistema e parra isso há Herrera ou Rúben Neves. Podia ter reforçado o meio campo ao intervalo mas não o fez e acho que foi uma grande falha. Depoitre deveria ter entrado mais cedo aquando da fase de tudo ou nada.
    Faz-me impressão (só o entenderia se a equipa não procurasse marcar golo), aquando da construção de jogo, que Danilo forme uma linha de três atrás com Felipe e Marcano praticamente estásticos (às vezes parece que se estão a marcar mutuamente, homem a homem) diminuindo opções a meio campo e fazendo com que só Óliver seja o único a tentar dar linhas de passe ou a prender adversários de modo a equipa conseguir mais espaço impsossibilitando também que alguém do meio campo apareça vindo da retaguarda. Tem sido assim nos últimos jogos e era das poucas coisas em que achava que o NES tinha de melhorar. Foi realmente um jgo para esquecer. Acredito que foi um mau jogo numa série de jogos bem conseguidos e que não se irá repetir.

    A ansiedade prejudicou mas os jogadores têm de aprendar com estas experiências porque tem que se saber lidar com esse sentimento, assim como a revolta e fúria perante o árbitro e adversários. O antijogo foi mais que muito, de 10 em 10 minutos um jogador do Setúbal estava deitado no relvado e quebrava o ritmo e embora seja difícil, deve-se evitar discutir porque só prejudica a equipa que procura marcar pois além de aumentar o tempo perdido, o jogador perde a concentração e demora a reentrar na partida. Acontece com todos e por isso é necessário aprender a lidar com essas situações é vantajoso. Na Luz relembrem-se deste jogo e concerteza irão sentir-se menos ansiosos e completamente focados.

    Por outro o FCP terá de ir à Luz para ganhar em vez de ir à procura do empate e acho que conseguirá a vitória jogando sem complexos e procurando marcar desde o início, gerindo a espaços o jogo mas nunca desistindo de procurar marcar mesmo se se encontrar em vantagem no marcador.

    Os jogadores têm qualidade e acredito que o treinador, que até tem estado bem apesar deste jogo em que complicou tudo, tenha aprendido a lição, simplesmente é impossível isso não ter acontecido. Por isso continuo confiante para o resto do campeonato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um sistema dá goleadas, ou outro ansiedade. Parece que há aqui conclusões óbvias a tirar.

      Abraço

      Eliminar
  20. Depois do motor estar a andar a altas rotações lá se meteu no meio uma engrenagem para que o motor ficasse estancado.
    Óbvio que aquelas oportunidades falhadas também junta o azar ao computo geral.
    Acho que para este jogo NES tinha a simples tarefa de substituir os jogadores expulsos pelos que, na lógica cabiam na perfeição. Layun por Maxi, e Herrera por André André.
    Se Herrera iria fazer um bom jogo? É 50/50, tanto podia como não podia, mas fica a ideia que voltar ao 442 retirou algum dinamismo aos jogadores.
    A 2a parte foi a vez da inexperiência e incapacidade mental gritarem mais alto.

    Isto que sirva de exemplo para que no futuro se tenha sangue frio nas horas decisivas.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não tiver de se começar tudo de novo... outra vez... Abraço

      Eliminar
  21. Ao contrário do que fui lendo, eu nem da primeira parte gostei. Muito menos da equipa inicial. O que os jogos anteriores provaram, é que conseguimos criar o mesmo ou mais com 3 médios. E concretizar muitíssimo melhor. não acho que o FCP tenha, por principio, que jogar em 4-3-3 só porque sim. Mas se o plantel é para isto que está, porquê contrariar?
    Abração.

    ResponderEliminar
  22. Custa-me ver tantos altos e baixos nos nossos adeptos. O Benfica empatou como estava mais que previsto que acabaria por acontecer face ao modo como vinham jogando, e nós portistas começamos a fazer a festa do título. Íamos esmagar o Setúbal. Acontece que no futebol há dias em que as coisas não correm bem, por muito que se queira. Tivemos oportunidades mais que suficientes para ganhar por 4 ou 5, acertamos em todo o lado e no entanto o nosso golo quase que caiu do céu face à qualidade e a improbabilidade de ser feito daquele ângulo e daquela forma.
    O anti jogo deles era esperado, e depois do golo do empate, não jogando bem, ainda assim tivemos hipóteses de marcar. Há dias assim. Quantas vezes não ganhamos jogando pessimamente?
    Aborrece-me essa descrença nossa,porque agora, "já temos hipóteses" segundo a maioria dos portistas só das vitórias.
    Vamos à Luz jogar para ganhar, tal como no ano passado. Este ano estamos bem mais fortes, e no ano passado o Benfica jogou e nós ganhámos ainda assim.
    De certa forma até foi bom termos empatado, agora é ganhar ou ganhar. O Nuno não vai poder armar a equipa para esperar pelo Benfica. Vai ter que ir à luta, para separar os homens dos rapazes. Se queremos mesmo ser campeões é chegada a hora de mostrar a fibra de que todos se gabavam que a Nossa Equipa tinha e a meu ver tem. Não nos podemos acovardar ao primeiro murro. É hora de mais que nunca acreditar e apoiar a equipa, porque eu acredito que os jogadores e equipa técnica têm a certeza (à Jorge Costa) que vamos lá ganhar. Não podemos fraquejar nós e pedir a equipa para nos fazer sonhar. O apoio maior nesta hora tem que vir de nós e fazê-los ver e acreditar que acreditamos também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a certeza que TODOS os que forem ao galinheiro irão apoiar a equipa SEMPRE.

      Abraço

      Eliminar
  23. Hoje, já mais calmo, continuo a pensar que efectivamente que vamos passar mais uma época a ver navios. Há 20 e muitos anos que vejo futebol e nunca vi uma equipa do porto desperdiçar uma oportunidade como estas de passar para a frente de um campeonato. Com tudo a favor e falha na hora decisiva. Inacreditável. Um jogo de futebol tem 90min e o que aconteceu é que a equipa só jogou uma parte. A segunda parte é para mim vergonhosa. Mal recomeçou o jogo parecíamos meninos nervosos a trocar a bola junto à nossa área, borradinhos de medo. Disse logo para mim que aquilo era mau sinal. Meu dito, meu feito. Assim foi. Não tivemos estofo de campeão, lamento dizê-lo. A força mental que a equipa revelou foi do tamanho de um feijão. Esse mesmo feijão que não cabia aos jogadores do Porto, de tão nervosos que estavam. Isto não é cultura PORTO. Lamento, mas isto não é Porto. Quanto a NES, o que digo é que se deve aguardar o fim da temporada para fazer julgamentos. Não é por 9 jogos seguidos a ganhar que vai agora ser o maior. Acho que continua a ter falhas graves e grandes equívocos tácticos. Anda ao sabor dos jogadores. É incapaz de, através da táctica, mudar um jogo. Outra questão que abordo e que acho que o Porto mais tarde ou mais cedo vai ter que enfrentar é a questão André Silva. Digo apenas que se fosse um qualquer estrangeiro que tivéssemos contratado já estaria no banco há muito tempo. Dizem que trabalha muito, o que de facto é verdade. Mas um avançado está em campo não é para trabalhar - é para criar desiquilibrios que originem golos. E golos é coisa que só com muito esforço André Silva faz. Não quero queimar o puto, acho que tem potencial, mas nesta altura ainda não tem o que é preciso para ser titular. Está a anos-luz de Soares. Tivéssemos o Soares de início e estávamos na liderança com 4 ou 5 pontos de avanço. Claro que não foi por causa do André que ontem empatamos, mas é um ponto que se for corrigido, ajudará a equipa a ser campeã. E é isto. Falhamos e com estrondo. Sinceramente não sei como é que com este tipo de mentalidade vamos conseguir ganhar a Benfica, Chaves, Braga e Marítimo fora. Se até em casa passou-se o que se passou. Só uma resposta muito afirmativa na Luz é que recolocará a equipa na rota do título. Não estou especialmente confiante e acho que se perdermos então aí é bye bye.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos com calma, ainda temos a dor normal desta altura. Tenho a certeza que vamos ao galinheiro dar tudo.

      Abraço

      Eliminar

  24. ena, tanta gente, pá! estamos concorridos, hoje.

    abr@ço forte, Jorge
    Miguel Lima | 92 minuto

    ResponderEliminar
  25. Caro Jorge!
    Depois de meditar melhor no assunto lembrei-me de estar a ver o jogo e notar algum défice de velocidade em alguns (quase todos) elementos da equipa. Todos sabemos que o FC Porto tem melhor plantel do que o Setúbal, por isso Couceiro realisticamente, montou a equipa sadina de modo, antes de tudo, suster o ataque dos portistas e (enervar/desestabilizar) só depois caso de surgisse uma ou mais oportunidades tentar numas foguetadas procurar marcar...
    Como a maioria dos comentários dos adeptos portistas salienta, os azuis e brancos principalmente na 2ª parte começaram a revelar cansaço devido ao jogo de Turim, factor que no meu modo de ver, contribuiu para perdermos o meio campo, e, ainda por cima a agravar mais a situação NES não teve o discernimento, a visão, de em vez de jogar com 4 avançados, pelo menos no tempo complementar, reforçar o meio campo com 4 médios. Até porque os avançados davam mostras de esgotamento...
    Uns anos atrás, Morais adjunto do Mestre Pedroto disse: pode-se jogar com 10 médios e jogar-se ao ataque... E eu concordo pela simples razão que dum modo geral os médios são bons a defender e a atacar; enquanto que dum modo geral os avançados atacam melhor do que defendem, ou seja, atacam bem mas são fracos a defender...

    Armando Monteiro
    https://wordpress.com/post/dragaoatentoiii.wordpress.com/12812

    ResponderEliminar
  26. boas.

    estou desiludido mas acho que em jogos deste tipo Depoitre fazia mais sentido de inicio e junto do Soares e a jogarmos em 4-2-4.

    também fomos espoliados de penaltys, mas alguns dos jogadores emprestados ou ainda vinculados a certo clube da capital mas disfarçados par anão contar como emprestados, devem ter visto ontem a garantia de ir jogar no clube do coração deles. Ai Varela Varela

    ou vencemos na Luz ou então esqueçam o campeonato

    Saudações Portistas

    11DruL0Vic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado, estes filhos da puta - não têm outro nome - curiosamente nunca chegam à A. Porque será?

      Abraço

      Eliminar
  27. É uma pena NES de vez em quando ter paragens cerebrais e inventar. É dos livros que os jogadores dão maior rendimento quando jogam nos seus verdadeiros lugares. A mania de querer ser diferente dá sempre mau resultado. Já se está farto de ver qual é a posição em que Oliver dá mais rendimento e ela é quando joga mais adiantado, perto da área para com a sua visão de jogo desbloquear o que se afigura complicado. Ontem jogou assim?Não! Andou recuado e deu no que deu não tendo no jogo a influência que costuma ter. Outro erro de novo repetido é fazer o Soares descair para a esquerda fazendo desde modo que se desgaste ingloriamente. O seu lugar é lá na área pois aí é que ele faz estragos. Mas que raio de treinador é este que não vê o óbvio? É masoquista? Só pode! E que fazem lá os adjuntos que devem ver o evidente e nada dizem? Chama-se a isto dar tiros nos pés. Não tenhamos ilusões ontem por culpa de NES perdemos o campeonato. Não sabe ler o jogo e a sua máxima é em primeiro lugar não perder e só depois querer ganhar. Eu digo-lhe que está no clube errado. Espero que no final da época quer ganhe (lá está o coração a sonhar ) ou perca o campeonato que saía. Não é um treinador "à Porto"como ele gosta de encher a boca.
    Sim eu sei que mesmo assim podíamos ter ganho pois tivemos oportunidades de sobra. Sim eu sei que fomos mais uma vez roubados. Sim eu sei que o Setúbal fez anti jogo. Mas também sei que se tivéssemos estofo de campeão nada disso teria sido obstáculo e teríamos ganho. Já agora só uma pergunta mas o André Silva tem lugar cativo? Mas ainda ninguém viu o evidente? Ele é trabalhador é esforçado mas como PL é uma nulidade. Não evolui e oportunidades não lhe têm faltado. Ah pois é preciso vende-lo no final da época e tem de se tentar valoriza-lo, mesmo que isso implique mais um ano desportivo a zero. Se a parte financeira é mais importante que a desportiva está explicado.

    ResponderEliminar
  28. Na sequência das péssimas exibições que tem vindo a realizar, que culminaram no empate em Paços de Ferreira e que resultou em protestos violentíssimos por parte dos seus adeptos, as galinhas não foram capazes de aproveitar o infortúnio do FC Porto, que num jogo atípico empatou com Vitória de Setúbal, por falta de eficácia e manifesta infelicidade, em que teve que lutar contra a complacência da equipa de arbitragem, pelo antijogo que permitiu e que ainda lhe roubou em 3 penaltis.

    Apesar de cientes que a sua equipa não joga a ponta dum chavo, especialmente contra os grandes e em particular contra o FC Porto, que lhes deu um banho de bola na 1ª volta, as galinhas estão em estado de euforia, confiantes que a vaca leiteira não os abandonará, mesmo tendo em conta que a partida se disputará no salão-de-festa dos Dragões.

    Abraço

    P.S. Não dependemos de ninguém.

    ResponderEliminar