quinta-feira, 12 de março de 2015

"É Impossível As Equipes Portuguesas Competirem Na Chémpiens"


É bastante interessante e motivador estar a ver um jogo, ou dois, da Champions League, a avaliar futuros opositores prováveis, as suas forças e as suas fraquezas. Se no caso do Real Madrid se nota que Ronaldo é sempre o seguro de vida de um conjunto que não é uma equipa e que está em frangalhos - quo vadis Danilo - e no caso do Bayern foi ver um conjunto onde todos jogam à velocidade Tello, o jogo mais interessante foi mesmo o Chelsea - PSG.

Beneficiando de uma arbitragem "caseira", o conjunto de Mourinho - um pouco mais equipa mas ainda assim, nem por isso - jogou como Mourinho faz desde o Inter: em contenção e fechadinho. Ainda que as cores azuis e bancas do Chelsea me façam puxar por eles 90% das vezes, achei poético que o anti-jogo cobarde fosse vencido. Depois da ridícula expulsão de Ibrahimovich, das coisas mais ridículas que já vi - se o critério fosse assim cá, acho que o benfas não acabava um só partida - ao mesmo tempo que não age da mesma forma com os jogadores do Chelsea, os nervos e a raça do PSG foram tais que pareciam os do FC Porto, a espaços. 

O futebol de contenção, virá a ser demonstrado, não vingará no futuro. Cedo se vai perceber que quem joga para empatar, fechado atrás, vai, na maioria das vezes, ser derrotado. O futebol quer-se jogado pelo jogo. Se tal não for, vai perder o espetáculo, a justiça e o jogo.

Embora a arbitragem seja tendenciosa para os poderosos e os money makers, aqueles que forem para a Champions jogar em anti-jogo - não exactamente o que fez Mourinho, mas a não andar muito longe - vão seguramente perder. Parabéns ao PSG, por quem não nutro nenhuma simpatia, por acreditar até ao fim.

Estamos e somos a única equipa invicta na Champions League, estamos onde o Chelsea não está, estamos em terceiro lugar no ranking este ano, mas o que importa é que o benfas tem o estádio cheio. Há coisas que nunca mudam. Isto cá pelo burgo começa a ser idiótico.                                                                                                                                                                                                                                                   

14 comentários:

  1. «mas o que importa é que o benfas tem o estádio cheio.»

    quem é que te disse isso? o que vem no pasquim da Travessa da Queimada é que e cito de cor «inferno está cheio». ainda bem, que eu conto ir para o Céu :)

    abr@ço
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar
  2. É uma grande Honda vermelha que ameassa avanssar até au fim e nam para! Us bemfiquistas estam unidos para consseguirem alcanssar o bicampionato que é um feito que numca foi consseguido por nimguém. Se a instituissão SLB nam está na champes é purque apostou tudo neste feito senam ganhava a champes. Saúde!- João.

    ResponderEliminar

  3. bós estaindes a áblár catalão purquê carágo? ê ém ómenage au katredátricu que bai tréinar o varssa na próçima épuca? estaindes todolos doidos mazé

    abrássus a hambus os does
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar
  4. Não é garantido que o catedrático vá treinar o Barcelona. Fontes bem colocadas falam em disputa violenta entre os catalães, o Real de Madrid, o Bayern de Munique e o Manáite. Este último oferece Nani, Rooney e Rojo mais 50 milhões. À última hora ter-se-á juntado à corrida o Chelsea, que oferece 60 milhões mais david Luiz, entretanto resgatado ao PSG por mais 30. Com tudo isto, e para não alimentar rivalidades, o mais certo é que o doutor do povo rume à fortíssima liga do Qatar. Saúde!- João.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. cá para mim vai treinar o 'pana' (Panathinaikós Athlitikós Ómilos).
      a Liga grega está a salivar por novas disputas com o bitinho :D
      (curiosamente será a única oportunidade de o «catedrático» equipar de verde, ele que é tão bermelho...)

      abr@ços
      Miguel | Tomo III

      Eliminar
  5. O cheiro a novo-rico e a arrogância de quem tem dinheiro para esturrar impedem-me de torcer pelo chelsky, ainda que Mourinho seja o seu treinador e azul a sua cor. De resto, subscrevo inteiramente a sua crónica.
    Saudações portistas,
    BMS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado BMS.

      Acho que gostava mais do Chelsea da primeira vez.. Apesar do Fábregas que enche as medidas de qualquer um.

      Abraço

      Eliminar
  6. Caro Jorge,

    Ouviu o que disseram na RTP hoje acerca da foto? " Anceloti, Guardiola e companhia..." Isto é que é a estação pública...
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que fez furor. Não ouvi mas é a mesma tendência. Fazer de conta que não existe! Boa sorte!

      Abraço

      Eliminar
  7. Olá Jorge,

    Antes de mais, parabéns pelo blog e pelo trabalho na defesa do nosso FCP.

    Como diria o Miguel, a imagem que definitivamente não embeleza esta posta deixou-me literalmente lixado com F bem grande ao passar ontem no telejornal da RTP... não é que o encornado do "jornalista" "esqueceu-se" de referir o nosso Lopetegui como um dos treinadores que já se encontravam nos quartos!!!
    Bem sei que da imagem ele não faz parte mas faz Laurent Blanc que o coisinho acima citado também não referiu... logo... não há desculpas!!!

    "Que la chupen y sigan chupando!!!"

    Continuação de bom trabalho, abr@ço!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Benvindo, siulloureiro!

      Obrigado e subscrevo!

      Abraço!

      Eliminar