quinta-feira, 9 de junho de 2016

O FC Porto Nas Selecções: Magia E Qualidade

 Ontem a selecção rebentou com a Estónia numa grande exibição de Quaresma no seu lado solar que todos apreciamos, pleno de magia e unicidade, que toldou completamente a Estónia e a sua frágil defesa. Foi o seu melhor, quando soube ser solidário com Ronaldo, com Danilo e com Éder. Evidentemente, todos gostaríamos que este Quaresma estivesse ainda no FC Porto. Mas este é o lado solar....

O nosso Pânzer foi igual a si próprio, com um grande golo de bola parada e a solidez defensiva que todos lhe reconhecem. Para mim, seria indiscutível. Veremos o que diz Fernando Santos.

É com muito agrado que vejo que, finalmente, os comentadores e paineleiros "tiram o chapéu de coco" a Ricardo Quaresma. Afinal existe. Só foi preciso, realmente, ter saído do FC Porto. Ridículos na sua pequenez.

39 comentários:

  1. Ouvir aqueles "comentadores" e aquela coisa que fez as entrevistas após o jogo, fez me vomitar um bocadinho na própria boca. Fosse eu o Cedric e nunca mais a TVI teria uma segundo do meu tempo. Um nojo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que se passou com o Cédric?

      Abraço

      Eliminar
    2. No perfil do facebook do Arauto da Desgraça, tem lá a flash interview completa. Não consigo encontrar em nenhum lado.

      Eliminar
  2. Há dois anos atrás os mesmos que ontem tiveram orgasmos múltiplos,diziam que Quaresma não servia para a selecao pois criava mau ambiente no balneário e era mt individualista. Parece que já resolveu esses problemas. Bastou sair do FC Porto para passar a ser indispensável à selecção. Uma vergonha, em especial essa coisa que é um monte de carne em redor da ferramenta principal da profissão mais antiga do mundo que se diz jornalista, devia ganhar vergonha na cara.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem não tem vergonha todo o mundo é seu...

      Abraço

      Eliminar
  3. Caro JV

    E assuntos sérios como a lesão do Rudiger nos treinos da selecção alemã que o afasta dos relvados, pelo menos, até ao final do ano?

    Apesar de estar desvalorizado pelas brincadeiras nas selecções, Rudiger ainda custou 4 milhões de euros no empréstimo e mais 9 milhões na opção de compra.

    Se não brincasse nas selecções tranquilamente valeria uns 20 a 25 milhões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Luís, você sabe que um atleta se pode lesionar em qualuer treino ou jogo, não sabe? Sabe que ser da selecção aqui não muda nada, né?

      Abraço

      Eliminar
    2. Caro JV

      Sim, são os riscos normais da actividade de futebolista, mas isto é FUTEBOL PROFISSIONAL, ou, pelo menos, deveria ser.

      Uma lesão no clube/sad é um risco normal, já uma lesão na selecção é um risco estúpido, porque o jogador nem lá devia estar.

      Um risco normal é atravessar a rua, um risco estúpido é atravessar a rua sem olhar se vem um carro.

      Como podes verificar, são verdadeiros prejuízos desportivos e financeiros, tanto para quem vende como para quem fica com o jogador: O Estugarda vendeu-o a um preço baixo porque está desvalorizado porque brinca na selecção e o Roma terá um prejuízo desportivo porque não poderá contar com o jogador durante vários meses e provavelmente terá de contratar um substituto. Isto além da desvalorização do jogador que também perderá inúmeros prémios.


      Supostamente, isto deveria ser FUTEBOL PROFISSIONAL, mas, pelos vistos, os dirigentes dos clubes e os jogadores andam claramente a comer merda às colheradas.

      Eliminar
    3. Isto é mais que doença...
      Pergunte-se ao Rudiger qual o ponto mais alto da sua carreira e ele dirá provavelmente a estreia na selecção...Pergunte-se a qualquer jogador profissional se tem ambição de jogar na seleção do seu país e todis dirão que sim.

      Agora caro Luis, faço-lhe a pergunta ao contrário...quantos jogadores foram valorizados por serem internacionais?

      No deve e haver, ficam os clubes favorecidos ou prejudicados nas transações por terem nos seus plantéis jogadores internacionais?

      Falando do nosso clube...e um exemplo concreto...Deco foi vendido quando? Apenas e só depois de ser internacional...mesmo tendo ganho a UEFA e a Champions, caso não fosse internacional não teria rendido tanto (monetariamente falando) ao clube...e não deixava de ser o jogador fantástico que era!

      Cumprimentos

      Eliminar
    4. Caro André Guimarães


      Em relação à parte da doença já respondi ali ao Ribeiro DeepBlue.


      Acho que ainda não percebeu, os jogadores valorizam-se nos clubes, nas selecções desvalorizam-se.

      Assim sendo, os clubes ficam prejudicados tanto ao nível desportivo como financeiro.

      Deco, por exemplo, foi transferido por 15 milhões mais Quaresma avaliado em 6 milhões, quando teve proposta superior do Chelsea, mas naturalmente Deco poderia estar mais valorizado se não resolvesse brincar na selecção. Com enorme tranquilidade, Deco poderia ser transferido por uns 30 milhões a 35 milhões.

      Eliminar
    5. Caro Luís, peço desculpa mas o que diz é totalmente falso!

      Só por má fé é que se afirma que um jogador que não seja internacional valerá mais que um internacional!
      Aliás, o facto de as internacionalizações de um jogador serem uma espécie de "certificado de qualidade" é que a Liga Inglesa impôs a regra de que um jogador terá de ter x% de jogos pela sua seleção!

      Veja-se quantas transferências são feitas por objetivos, e quantos desses objetivos são o número de internacionalizações do jogador (caso mais recente Renato Sanches)!

      Pegando num outro exemplo do FCP...por qual jogador acha que o Chelsea pagaria mais?

      - Paulo Ferreira - campeão europeu de clubes e internacional

      - Paulo Ferreira - campeão europeu de clubes NÃO internacional

      Em qualquer clube, país ou campeonato um jogador internacional é muito mais valorizado que o não internacional.
      Quantas vezes vemos jogadores bem jovens a "merecerem" ser internacionais apenas com o objetivo de os tornarem mais valiosos aos olhos do mercado?

      Uma coisa é nós acharmos que os clubes deveriam ser altamente compensados pela cedência dos seus jogadores...outra é dizermos que os jogadores desvalorizam nas seleções.
      Os próprios jogadores são altamente compensados por estarem nas seleções, veja quanto recebem por exemplo os internacionais portugueses presentes neste europeu (apenas por fazerem parte dos 23) e qual os montantes que recebem por atingirem determinados patamares no torneio.

      Eliminar
    6. Outro exemplo ao contrário por exemplo...
      Quanto desvalorizou Canizares por se ter lesionado em casa e não ter participado no Europeu pela seleção espanhola...e em quanto valorizou Casillas por ter ido na vez do seu colega?

      Eliminar
    7. "Só por má fé é que se afirma que um jogador que não seja internacional valerá mais que um internacional!"

      Caro André Guimarães


      Digo e repito, os jogadores desvalorizam-se nas selecções.

      Paulo Ferreira foi transferido por 20 milhões de euros, quando se não brincasse nas selecções poderia ser transferido por mais, 25 milhões ou mesmo um pouco mais.

      Sobre a regulamentação em Inglaterra, foi aprovada pelo Governo, não pelos clubes. De qualquer maneira só é aplicável a extra-comunitários e, outras excepções são consideradas quando o jogador em causa atinge valores elevados.

      Se o Bayern de Munique aceitou uma cláusula de que pagaria mais uns milhões se o jogador atingisse determinado número de internacionalizações, presumo que reflecte bem a doença que mencionei na resposta ao Ribeiro DeepBlue (se não está "postada" tens que perguntar ao caro JV porquê).

      Os jogadores são premiados pelas federações mas de onde vem esse dinheiro? Obviamente vem dos clubes que são a base das associações e das federações. São eles que "fornecem" os jogadores e depois as federações utilizam-nos a seu bel prazer. Anteriormente era sem qualquer indemnização ou compensação, actualmente dão um valor simbólico aos clubes, ou seja, os clubes além de pagarem milhões em transferências, salários, seguros, etc. vêem as federações a enriquecer e os clubes a empobrecer e tornando-se concorrentes directos na contratação de treinadores e nas receitas de televisão, publicidade, merchandising, etc.


      Caro André, já reparou no número cada vez maior de brasileiros que não brincam nas selecções que jogam em cada vez mais clubes das várias ligas nacionais na Europa, ora se têm procura é porque estão a valorizar. E junto a isso argentinos, uruguaios e outros.

      Mas de qualquer maneira, irei continuar a apresentar mais exemplos e argumentos que se enquadrem na minha teoria de que os jogadores desvalorizam-se nas selecções e prejudicam desportiva e financeiramente os clubes/sads.

      Eliminar
    8. Quantos desses jogadores brasileiros não internacionais é que estão noa clubes de topo dos principais campeonatos europeus (Espanha, Inglaterra, Alemanha e para ser bonzinho Itália)?

      Eliminar
    9. E já pensou por exemplo que alguns desses jogadores estejam a chegar a clubes médios da ligas europeias porque os Internacionais atingem valores incomportáveis para esses clubes?

      Um SC Braga não tem os mesmos argumentos para contratar um internacional brasileiro (por ex) como terá um FCP ou SLB...

      Atualmente os clubes pagam mais por jogadores internacionais e pagam porque estão a pagar qualidade!

      Tente gerir um clube de topo e diga aos jogadores que estão proibidos de jogarem nas suas seleções (porque você é que lhe paga) e veja quantos querem continuar no clube e quantos jogadores se topo irão querer assinar pelo seu clube!

      Eliminar
    10. Caro AG


      O FUTEBOL PROFISSIONAL não se resume a essas 4 ligas mas sempre pode verificar no transfermarkt sobre essa situação; até no Barcelona estão alguns.

      De qualquer maneira, quero realçar que jogadores que brincam nas selecções como Douglas Costa foi transferido do Shakthar para o Bayern Munique por uns míseros 30 milhões de euros quando se não brincasse na selecção poderia valer tranquilamente o dobro se não mais, aliás deve recordar-se da transferência de Hulk, 60 milhões (40 milhões limpos), um valor escasso; sem as brincadeiras na selecção poderia atingir mesmo os 100 milhões.

      Eliminar
    11. Sim realmente o Hulk está farto de jogar na seleção brasileira ou quando cá estava passava largas temporadas ao serviço da seleção...
      Os únicos jogadores que grande parte clubes europeus evitam contratar, ou pelo menos ter no mesmo plantel diversos jogadores internacionais são o caso dos jogadores africanos e por causa do CAN!

      Felei nesses 4 campeonatos porque são os que movimentam mais dinheiro é são aqueles onde estão concentrados 90% dos jogadores internacionais!

      Já que falou no transfermark compare os valores das transferências daqueles jogadores que são internacionais com os que ainda não são...depois pegue nesses não internacionais e veja quanto tempo depois tiveram a sua primeira internacionalização...e compare depois o valor que lhe é atribuído após ser internacional!

      Eliminar
    12. Caro AG

      Como vê já começa a dar-me razão, as brincadeiras dos jogadores africanos nas selecções podem custar-lhes bons contratos profissionais.

      A qualidade paga-se, por isso, que andam cada vez mais à procura de bons jogadores que não brincam nas selecções, por isso, há tanta procura por brasileiros que não brincam nas selecções. Lembra-se de Derlei? Não brincava na selecção mas ajudou a vencer a CHAMPIONS LEAGUE, a competição mais importante do FUTEBOL PROFISSIONAL.

      O interesse do FCPORTO é ganhar, não é que os seus jogadores brinquem nas respectivas selecções.

      Eliminar
    13. O Derlei foi comprado por meia dúzia de tostões e saiu por 7 milhões...era um excelente jogador mas não um portento! Para o mesmo Dinamo sairam ainda Maniche e Costinha por 16 e 4 milhões respetivamente...se bem me lembro eram os dois fulcrais no meio campo da seleção porruguesa e não falhavam uma convocatória!

      O problema dos jogadores africanos é que o CAN joga-se nos meses de Janeiro e Fevereiro, logo na fase em que a maioria dos campeonatos europeus estão na sua fase de definição tal como as competições europeias!

      Os bons jogadores que ainda não são internacionais são muito procurados apenas porque são monetariamente mais acessíveis e têm uma margem de valorização muito maior após se tornarem (aqueles que conseguem) internacionais.

      Dá sempre o exemplo dos jogadores brasileiros mas esquece sempre de referir que o Brasil é talvez o maior exportador de jogadores do mundo porque são milhões de habitantes e porque se respira futebol ali...se a CBF chamasse todos os bons e muito bons jogadores à seleção, formava 3 ou 4 seleções de grande valor! Não é à toa que vemos dezenas de jogadores brasileiros a serem naturalizados para jogarem por outras seleções!

      Voltando ao tema inicial, o Seitaridis (INTERNACIONAL Grego e Campeão Europeu de seleções) foi também vendido ao Dinamo de Moscovo por 10 milhões! Acima portanto de um jogador (Derlei) que havia sido determinante para a caminhada do FCP quando venceu a Taça UEFA e Champions...

      Eliminar
    14. Caro AG

      Não vale a pena comparar jogadores diferentes, Derlei era mais velho que Seitaridis, a idade contribuiu para valores diferentes.

      Seitaridis se não brincasse na selecção estaria mais valorizado, o mesmo aplica-se a Maniche e Costinha, agora pode notar quanto o FCPORTO deixou de ganhar e os próprios jogadores também pois poderiam ter ainda melhores salários.

      A mim pouco me importa se no Brasil são quase 200 milhões de pessoas ou se há muitos jogadores bons, apenas defendo que os jogadores que brincam nas selecções estão desvalorizados em termos de valor de transferência e salários aqueles que poderiam ser atingidos. Já os que não brincam nas selecções estão cada vez mais a ser procurados, ainda agora temos o exemplo de Felipe que vem para o FCPORTO.

      Eliminar
  4. Esses pseudo-jornalistas, são sempre a mesma coisa, não conseguem disfarçar o ódio e inveja que têm ao F.C.PORTO, é mais do mesmo, quando um jogador ou treinador está ao serviço do nosso clube só tem defeitos, mas mal ele sai já só vêm virtudes.
    João Moreira

    ResponderEliminar
  5. Boas a todos.

    falaram aqui da TVI pelos vistos e tem toda a razão, pois essa televisão deveria ser independente e aquilo que cada vez mais vemos é que pertence a um clube, ao clube do JEMoniz.

    não é só os jornalistas e paineleiros que lhes prestam vassalagem e medem as palavras antes de falar do tal clube. Na Selecção é a mesma coisa no que toca a bajular certos jogadores que são ou foram desse clube.

    eu nãos sei se é permitido por lei ou se existe alguma forma de reclamar em alguma entidade que regula o mercado televisivo e da concorrência, pois aquilo que temos assistido nesse canal não abona em nada a independência e a imparcialidade que deveriam ter.

    como podemos caracterizar ou classificar a tão cega bajulação ao clube do regime em novelas do prime time? isso roça a xenofobismo puro, pois nunca vi antes alguem utilizar uma novela para fazer passar a marca desse clube, utilizando a ficção e actores que se passam por doentes só para encher um quarto de hospital com adereços desse clube e ainda fazer jogadores serem actores por alguns momentos. Isto não vale tudo e o direito de igualdade e tratamento? será que ninguem vê nada? daqui a pouco só escolhem actores que sejam desse clube e vetam os que são dos outros. Não devia esse canal ser independente e os seus conteúdos serem para todos os portugueses? então porque só visam e bajulam o clube dos que se dizem ser 6M de adeptos? é que à dias numa série desse mesmo canal fizeram campanha anti FcPorto ao gozarem com a nossa derrota na Taça de Portugal contra o Braga.

    alguem que faça alguma coisa pois isso incomoda e cheira a xenofobia pura

    Saudações Portistas

    11DruL0vic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perdeu-se a vergonha, totalmente.

      Há que contrariar!

      Abraço

      Eliminar
  6. Lá está...

    Quaresmo enquanto estava no FCP não podia calçar na selecção...
    Quase que nem se podia falar dele como hipotese...

    Agora que não está, já é indiscutivel...

    O Danilo sofre do mesmo problema, está no FCP, logo não pode ser titular, tem de ser o William por decreto...

    É isto que os "novos" pseudo-portistas têm de saber e de perceber, que ou nos unimos em torno dos nossos e do clube ou vai ser muito dificil combater este Pais centralista de jornalistas parolos que falam de desporto na comunicação social Portuguesa...

    Já agora, os jogos na TVI (seja de que competição for) só em Mute mesmo, ...nem sequer disfarçam o seu clubismo e a quem prestam vassalagem...

    Abraço
    Gil Lopes

    ResponderEliminar
  7. OS OPTIMISTAS IRRITANTES
    O Futebol Clube do Porto nas Selecções : Magia e Qualidade e não só!
    A designação usada pelo Presidente da República para caracterizar o estado de espírito do Primeiro Ministro alastrou-se por contágio aos seus representados.
    O que se tem passado à volta da Selecção de todos “eles” é dolorosamente irritante. Quatro canais de TV a acompanhar um Autocarro a caminho do Estádio da Selecção (Rui Pedro Brás na TVI24) lotado de “matéria- prima futebolística” mantida e gerida pelos Clubes, servindo as mais das vezes os propósitos dum conjunto de “patriotas” da Federação.
    Para defrontar um grupo de rapazes oriundos do Báltico e para quem o futebol só se joga “durante” dois meses, foi preciso montar um circo “au soleil”, uma vez que o Euro2016 se joga em França.
    A chamada Selecção de todos “ nós”, refundou-se e “refinou-se” a partir do início da década de 60. Criada a partir de 1957 a RTP foi tomada pelos mesmos que hoje dominam em todas as televisões.
    Guerra colonial, multiculturalidade e Benfica campeão europeu de clubes, constituíram o ingrediente do qual foi congeminada a estratégia política do anterior regime para a criação da “INSTITUIÇÃO”. E foi com base nesse pressuposto que a esse clube tudo foi e é permitido. Medonha e profunda foi a estratégia seguida que hoje a quase totalidade dos chamados tugas aceita bovinamente esta associação : SELECÇÃO/INSTITUIÇÃO.
    A denominada Direcção Técnica, conta, como estranhamente ( ou talvez não), entre outros, com dois portuenses: Humberto Coelho e João Vieira Pinto. O primeiro, sabe-se lá porquê ali assentou arraiais, o segundo celebrizou-se em 2002 ao agredir um árbitro durante um Mundial. Duas figuras inspiradoras das actuais “estrelas” do “nosso” futebol.
    Derretidos os glaciares estonianos pelo calor ardente da gesta lusitana, a noite de 8 de Junho encheu-se de: comentadores, bajuladores, jornalistas e outros que tais augurando grandes feitos a estes rapazes. Mas sosseguem que esta irritante euforia, não ficou por aqui. Pela manhã de 9 de Junho de novo as “4 Estações” em directo. Ficamos a saber que o avião se chama EUSÉBIO e que o piloto tem a graça de VIRIATO. Uma coisa é dada como certa. Qualquer que seja o resultado da nossa participação no EURO2016, estes dois não vão parar à MOTAENGIL. Ao menos isto.
    Vale e Azevedo vai assistir de cadeirinha aos jogos do Europeu no remanso do lar. Por outro lado o promitente vendedor de segredos à Rússia não assistirá a qualquer deles, uma vez que se trata dum traidor à Pátria.
    Porque carga de água querem os Russos saber o que fazem aqueles submersíveis que o novel colaborador da MOTAENGIL comprou aos alemães?
    Tejo acima, Tejo abaixo entre o Bugio e Alhandra de periscópios apontados às marés no Seixal, o Tridente e o Arpão gastam mais no arranque que o valor que os Russos pagavam pela informação, inferior , ao que se sabe, ao valor estimado para a ameijoa recolhida.
    Dir-me-ão ! O que é que isto tem a ver com a Selecção. Tem tudo! Como diz o outro, isto está tudo ligado !
    By the way : Já repararam como se aplica amiúde o nome destes submarinos ao futebol?
    O “Tridente” formado por Nani, Cristiano Ronaldo e Quaresma, apoiados por João Moutinho a funcionar como “Arpão” segurando a linha média sempre que o sistema pela sua dinâmica derive, aqui e ali, de 4x4x3 para 4x4x2. Desculpem mas deixei-me contagiar pelo “optimismo irritante e daí o arrazoado deste parágrafo.
    Em suma: Temos Magia, temos Qualidade, mas não suporto que o meu Clube e os seus jogadores sejam discriminados no tratamento, análise e avaliação relativamente aos representantes da “INSTITUIÇÃO”
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Ontem foi dia de Harry Potter. Quando chegar a fase "dark side of the moon" os comentadores vão-se lembrar de esquecer estes pormenores. Vão ver. Nunca me esqueço do Abel Xavier (num minuto quase marcava o golo da vitória, dez minutos depois era o carrasco de portugal... porque ação ficou ele conhecido? )
    Pior do que o ódio de estimação ao porto, é a incompetência deles... (por isso mesmo que têm ódio ao porto, claro.) Aliás, cada vez mais vemos gente incompetente a botar faladura.
    Enfim.
    Valham-nos as boas notícias, do rapaz sírio que se encontrou com a mãe cinco anos depois, e foi-lhe mostrar o estádio mais lindo do mundo (o dragão, claro) ; do provedor para o adepto que já temos; e da equipe de basquete estar a segurar os jogadores campeões !...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a formação cheia de Portismo da Mística do futuro!

      Abraço

      Eliminar
  9. fico surpreendido com as opiniões sobre quaresma, mas ele sempre foi assim, quando engata e dificil parar o problema e que so engata as vezes. E um jogador que agrada aos adeptos quase todos. Se tivesse sido melhor profissional poderia ter sido um caso serio, agora deliciemo nos com o que pode ainda dar ao futebol mas contra a estonia ate eu dava uns toques.

    ResponderEliminar
  10. Gostaria de destacar so um pequeno pormenor que parece que está a passar despercebido, nos tempos de Lopetegui no Dragao era unanime que Quaresma cresceu muito com ele, que se tornou um jogador de equipa, que defendia e atacava, que corria e jogava em prol da equipa... a unica coisa que vi falarem foi que ele o dispensou. Quando nem os adeptos do nosso Porto tem vergonha na cara nao se pode pedir que os outros tenham.
    E quaresma apesar de toda a qualidade sabe-se que nao é so rosas, muitas das vezes mete os interesses dele acima do F.C.Porto, e acima do nosso FCP nao ha ninguem!!!

    http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/fc-porto/detalhe/lopetegui-quaresma-e-dos-jogadores-de-que-mais-me-orgulho-939843.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembrei isso mesmo a umas pessoas hoje.

      Inacreditável.

      Abraço

      Eliminar
  11. Quem não tem vergonha na cara todo o mundo é seu.
    Tão mal disseram do Quaresma, criaram-lhe um ambiente infernal. Foi bufo, traidor, mau-caracter e agora fazem-se de virgens e vêm acusar os jornaleiros de fazerem a mesma merda que andaram um ano a fazer!
    É preciso não ter pingo de carater!

    ResponderEliminar