quinta-feira, 14 de julho de 2016

Um ProBlema Sério

Confesso que esperei um volte-face nos rumores que apontavam que Rafa Soares fosse emprestado, uma vez mais, pelo FC Porto. Ainda ontem o escrevi, acreditei que Layún fosse relocalizado e que a palavra dada não fosse retirada.

Não estou feliz. Bem sei que não é pelo facto do Presidente ter dito - porquê? para quê? desnecessário - que Rafa teria lugar no plantel que esteve haveria de necessariamente ter. A palavra do Presidente deve ser encarada dentro de contextos que podem mudar. No entanto, o pouco que se vê nesta parte do defeso, é francamente desanimador e indicia a continuação de uma política, no mínimo, desfasada do seu tempo.

Este ano, com os empréstimos dos jogadores vindos da equipa B (Xicão Ramos, Rafa Soares e, num outro nível, Gonçalo Paciência), sobra, até ver, apenas Victor Garcia, de quem também se fala que poderá ter um empréstimo para jogar na Primeira Liga. E sobra, também, um indiscutível André Silva, já integrado no plantel principal o ano passado, cuja qualidade faz com que seja, espero eu, de manter sem contemplações.

Então, que sobra de uma equipa campeã nacional, que tenha continuidade para a A? Nada. Ao contrário da sábia política dos nossos rivais, não há qualquer integração de nenhum jogador - ou talvez apenas de um - campeão nacional, que venceu mais de 40 jogos seguidos! Que exemplo se está a dar aos atletas? Que horizonte? 

No sportem são integrados num sistema que os absorve dentro daquilo que é a desculpa orçamental, mas o facto é que dois dos três sectores estão abundantemente preenchidos com jogadores "da casa". No ficaben, idem aspas aspas. O FC Porto, por seu turno - sendo que é quem está em pior situação orçamental - continua a tapar as vagas com matéria prima vinda de fora.

E agora pergunto: Qual é, realmente, a motivação de um atleta da equipa B ao olhar para esta situação da equipa principal? Poderá mesmo continuar a sonhar com a A? Nesta entrevista, Rafa Soares fala de que trabalha há 10 anos para cumprir um sonho. É este o alcance daqueles que se formam nas nossas academias? Ser emprestado ad aeternum para ver a sua vaga preenchida por um talento estrangeiro caro que poderá, inclusivé, ser de menor qualidade?

Sou favorável a que haja uma triagem entre as integrações no plantel e os empréstimos de rodagem. Faz sentido. No entanto, rodar e re-rodar jogadores para que se gaste dinheiro em dois jogadores para a mesma posição, é de uma falta de noção da realidade que só nos pode deixar preocupados.

Não bastam camisolas de Viena e anúncios bonitos. Tem de haver uma efectiva alteração de política desportiva. Um louco é aquele que, agindo sempre da mesma forma, espera resultados diferentes. E eu sou, por estes dias, um Portista muito preocupado.
Obviamente, não incluo neste lote Leonardo Ruiz. Depois de uma época brilhante nos sub-19, o rendimento na equipa B teve muito aquém das expectativas. Se não se chega a acordo para o valor da sua renovação, é livre de procurar outro rumo. Estivesse eu tão descansado com o rumo da equipa A como estou com o detalhe dado ao rumo da Formação. No entanto, não deixo de dizer: 

Formação, PARA QUÊ?

36 comentários:

  1. Concordo em tudo, já somos 2 preocupados...eu até já temo pelo papel que o André silva vai ter no plantel, se vai ser o 3º avançado só para estar no banco ou bancada. Se era para isto mais valia o presidente não ter dito nada sobre quem ia ficar ou nao, prova para mim que ele disse aquelas coisas para acalmar a malta, deu-me musica para os nossos ouvidos, mas no fundo nao ia cumprir, esse sempre foi o meu medo. Urge mudar de politica, pq este tempo conseguimos formar um conjunto de jogadores que poderiam ser a base da nossa equipa, temos talento para ter 3, 4 ou 5 jogadores indiscutiveis daqui a uns anos, temos um ponta de lança de futuro (andré silva), outro ponta-de-lança q tem potencial (paciencia), temos um lateral esquerdo de futuro (rafa), um trinco com futuro (r. neves), 1 ou 2 medios de futuro (chicao e graça), e outros elementos como o ivo, vitor garcia, verdasca q pode acrescentar mais. Enfim é um desperdicio de recursos e principalmente ADN Porto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que tem de haver uma rodagem para crescimento, sim, mas há casos que podem - e devem - integrar o plantel principal...

      Abraço

      Eliminar
    2. Sim concordo, é de salutar que haja rodagem pq se acredita que o jogador pode evoluir para integrar no futuro no plantel, agora como deve concordo nao temos feito isso, mas sim emprestar por emprestar os jogadores q vem da nossa formação...e como é obvio nao é sustentável ter um onze principal vindo da formação, agora o q temos assistido não é de todo aposta na formação, infelizmente tamos a desperdiçar recursos

      Eliminar
  2. Discordo profundamente. Aliás, como tu discordarás a seu tempo, estou certo. Mas enfim, abraço-te na mesma, pois claro :)

    ResponderEliminar
  3. O Tribunal do Dragão versa sobre a mesma temática...

    Eu realmente quero acreditar que esta situação está a ser gerida no melhor dos interesses do F.C.Porto, pois caso contrário tornar-se-á difícil entender esta situação.

    Será que vamos vender o Layun, agora ou em janeiro? Se sim, até consigo compreender esta movimentação.

    Ou Será o Maxi que vai para as arábias?

    Tenho tantas dúvidas, espero que esta falta de acesso à informação signifique que estamos a fazer as coisas muito bem, mas como São Tomé "ver para crer".

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesse cenário, faltaria sempre um lateral suplente...

      Abraço

      Eliminar
    2. Estava a partir do princípio que o Victor fica... :)

      Eliminar
  4. Se isto for verdade, repito, se for verdade, gostaria, sobre este assunto, de deixar duas notas.
    1 - Não me esqueci de que o Presidente disse que Rafa ía fazer parte do plantel esta época. JNPC não tem vergonha de mentir assim aos adeptos? Ou já não manda nada? Se não manda, devia na mesma ter vergonha. De dizer coisas sobre as quais não está "mandatado" na práctica.
    2 - Espero que não se caia aqui (e, friamente, não é caso para tal) numa situação semelhante à do "caso André Silva" - Bueno entra em campo sob assobios porque parte dos adeptos queriam AS. Se é que me faço entender...

    Se isto não for verdade, óptimo!. "E já não está cá quem falou".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que ter noção que, uma vez fechado, este será o plantel do FC Porto. A partir daí, assobios são sempre contraproducentes.

      Abraço

      Eliminar
  5. Oh Vassalo, vamos lá com calma. A fornada da equipa B é muito boa, mas têm de ir rodar, com critério, em equipas da 1ª liga. A não ser que apareça alguem tendo qualidade para entrar de caras na principal, ou pelo menos, jogue regularmente. Foi sempre essa a nossa tradição desde a chegada de PC ao poder. Se se lembrar, muito poucos tiveram a sorte e o talento de subir e jogar logo na A; nestes últimos 30 anos creio ser Baía o único a consegui-lo e foi-o porque A.Jorge acreditou, pela sua qualidade, mas fundamentalmente porque Mly se lesionou; é que, também ele, seria emprestado. Agora não podemos é mandá-los para Turquia. Concretamente ao Rafa só dizer o seguinte: não sei se tem ou não qualidade para ser titular na A, se tem devia ficar, se não, penso ser o empréstimo a solução mais favorável á sua evolução do que não jogar ou fazê-lo poucas vezes. O problema para mim é outro, mais grave até. JNPC a continuar assim, dizendo uma coisa e depois fazendo outra, continuará a cavar, cada vez mais fundo, o buraco da sua crescente descredibilidade, não só porque cria falsas expectativas a jovens jogadores, como também a Nação Portista começará a pensar que ele é um verbo de encher. E mais, não chegará ao fim do seu mandato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rafa jogará pouco se se foi contratar DOIS laterais esquerdos (ou, no caso de Layún, ambidextros) para a posição que este ocuparia...

      Abraço

      Eliminar
  6. concordo plenamente, nao stamos a seguir o bom caminho mais uma vez, o nuno do somos porto e um treinador ainda a cionfirmar e ja esta a a meter agua, a sua relaçao com a equipa B e pessima. Logo de inicio nuno mostra uma das suas piores carateristicas que o meteu fora de valencia corrido de forma a nunca mais la por os pes, revanchismo, fixa se em 2 ou 3 jogadores e marginaliza os, normalmente sao jogadores que lhe poderao fazer frente ou tirar protagonismo que tanto gosta de ter ao linguajar. Certo que estremos sempre nas maos do treinador, o renato e uma chapada no jesus, mas caramba nao somos ricos, temos as finanças uma desgraça, e contratamos layun que nunca foi def esqº?? e polivalente ok mas nao acredito muito em jogadores mexicanos sao passivos e macios. Ate agora ok nas contrataçoes de filipe e telles, quanto ao resto so porcaria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você não me diga que é tipo o Luís Miguel com as selecções e o pancas com o Danilo!

      Que 2 ou 3 é que o NES marginalizou?

      Eliminar
    2. Realmente o Rafa tem um peso enorme no plantel para "fazer frente" ou "ofuscar" o treinador...só mesmo essa a razão para que o NES se tenha querido ver livre dele...
      E à margem tanto quanto se sabe só está o Adrian Lopez...e porque o treinador lhe disse de caras que não contava com ele, da mesma forma que o fez a Helton!
      Todos os outros estão a treinar e a serem avaliados pelo treinador!

      Eliminar
    3. Desculpa que te diga mas de vidente não tens nada. Revanchismo?!

      Eliminar
  7. Caro Jorge Vassalo,

    E o caso do ex Boavista que nunca jogou pelo clube que o contratou? Está confirmado a saída? É que uma coisa é a formação, outra coisa e desbaratar ainda mais dinheiro e brincar com os sócios e adeptos. Esta situação do Rafa não tem ponta por onde se lhe pegue e demonstra que nem PC manda no clube (isto era impensável há meia dúzia de anos), nem NES tem autonomia para formar o plantel. Isto é apadrinhamento por todos os poros. Estamos entregues a Mendes e companhia.
    Vergonhoso. Inconcebível.

    Raoc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só poderemos, no entanto, tirar uma conclusão definitiva no fecho do mercado...

      Abraço

      Eliminar
  8. Caro Jorge, não compartilho essa sua preocupação. Acredito que os "men" sabem o que estão a fazer. Vamos lá a ver, temos que aceder a uma Champions ou vamos pelo esgoto abaixo, e depois disso temos que passar mais do que os oitavos ou pelo menos esses! Não creio que cheguemos lá com Rafas & amigos.
    O rapaz trabalha há dez anos para cumprir um sonho ? Que mal tem isso ? Quantos de nós não o fizemos ou fazemos?
    ( Sem nenhuma maldade para o moço, que aliás acredito que possa mais cedo ou mais tarde ser de facto determinante, faz-me lembrar a história de um maestro espanhol que veio dirigir a sinfónica do porto, nos anos 60, e perante o que encontrou só dizia: "¡ Que repitan hasta que lo aprendan !"... )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um plantel equilibrado é tudo o que queremos.

      Abraço

      Eliminar
  9. Por muito que me custe aceitar porque aprecio muito as qualidades do Rafa, a verdade é que um empréstimo para ele será o melhor.
    Mas terá sempre de ser uma equipa com ambições, nunca como na época passada que mandaram o próprio Rafa e o Paciência para a académica.
    Vamos ter um pouco de paciência e esperar para ver o que acontece.
    Estou mais preocupado com a falta de reforços noutras posições...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rio Ave é, sem dúvida, de um "outro campeonato" da Académica.

      Abraço

      Eliminar
  10. Eu penso que um deles irá fazer papel de extremo e outro de defesa esquerdo, e que um deles irá ter um treino defensivo mais intenso.
    Não nos esquecemos que Brahimi pode ir, ou até mesmo Corona.

    No caso da formação, é de facto preocupante, porque os rapazes que têm defendido atá à exaustão o Símbolo irão ficar de fora.
    Primeiro temos de ver os jogos para perceber o que Nuno quererá implementar.
    Depois poderá-se debater o que pode ser acrescentado ou subtraído.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  11. Olá Jorge,

    Neste caso não sei se posso concordar ctg...

    O Porto não tem jogadores na Equipa B capazes de já serem opções.

    Os que via por ali seriam o André, o Rafa e eventualmente o Ismael a ir entrando e a ser testado.

    Rafa se ficasse tinha sempre o problema que jogaria pouco e entre jogar pouco ou sair para o Rio Ave para ser titular, secalhar prefiro que um jogador com 21 anos se mostre a titular numa equipa de Liga Europa.

    Não quer com isto dizer que Layun fique, mas quer dizer, que apesar de serem campeões ainda estão muito verdinhos e para irem para a A é para serem eternos suplentes e pararem o desenvolvimento.

    Os jovens que foram/vão ser emprestados, parecem-me mais ou menos óbvios e que tem mesmo que ir crescer... Ivo, Gonçalo, "Chicão" mesmo o Pité, Kayembé, Gleison, Graça são jogadores que tem talento mas é preciso matura-lo e preparar a sua entrar assim que estiver no ponto.

    Nós esta época até estamos muitissimo contidos nas aquisições... tivemos 3 e não foram para áreas povoadas (tirando o João Teixeira que foi uma questão de oportunidade).

    Temos de volta muita gente que esteve emprestada e que espero que bastantes tenham lugar no plantel.

    Agora é necessário deixarmos os jogadores crescerem e de todos os que poderíamos estar aqui a falar, só Rafa poderia integrar o plantel e ele só fez meia-época de campeão (além de Vitor Garcia é claro)...

    É urgente vendermos para emagrecer o plantel, isso sim, e só depois deveria-se fazer as opções sobre os miudos.

    E também é urgente emagrecer-se o plantel, para podermos usar jogadores que estejam em evidência na equipa B e abrir-lhes as portas da equipa A... isso sim tem sido o nosso absoluto erro... o ano passado errou-se assim com Gleison, Ismael, Graça, Chicão. Só Vitor Garcia fez ali uma mão cheia de jogos.

    Enfim, vamos ver onde isto nos leva esta época.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver como correm as vendas.

      Espero que bem.

      Abraço

      Eliminar
  12. Caro Jorge
    Estou totalmente de acordo. A minha preocupação aumenta a cada dia que passa.
    Com um estágio programado há tanto tempo faz algum sentido que o plantel ainda não esteja definido? Para que serve o estágio? Só depois de sermos arrumados da CL é que vamos ver quem fica e quem sai? Alguns dos "miúdos" da B deveriam integrar o plantel e estou certo que fariam melhor do que alguns "Teles" e Cª. O Presidente já era, só acredita quem não vê...
    Abraço
    Manuel Magalhães

    ResponderEliminar
  13. quando todos os sinais apontavam pra um novo rumo, eis que nos vemos em nova salganhada.
    15/5 com uma pre eliminatoria importantissima daqui a 3 semanas...ou pra SAD o plantel ja ta fechado ou entao ainda vem ai vassourada
    manu365

    ResponderEliminar
  14. Desculpem,

    O FCP sempre emprestou (muitos) jogadores e isso não os impediu de mais tarde fazerem grandes carreiras no nosso clube, relembro: Ricardo Carvalho e Bruno Alves (três anos emprestado), Fernando Couto e Jorge Costa (2 anos emprestados), Paulo Assunção e Fernando (1 ano emprestados), Folha e Secretário (nem sei quantos anos), Paulinho Santos (2 anos senão me engano), Bandeirinha (até se chegou a desvincular e não impediu de ter uma boa carreira no nosso clube), Rui Barros (1 ano), Sérgio Oliveira e Josué (foram emprestados, vamos ver se ficam) e provavelmente faltarão mais. Outros jogadores que estiveram emprestados que pdoeriam ter sido úteis: Paulo Machado, Vieirinha, Hélder Barbosa, Ivo Pinto e Bruno Gama. Alguns jogadores portugueses que vieram com mais de 22/23 anos e singraram: Nuno Valente, Barroso, João Manuel Pinto, Paulo Ferreira, André (pai do André André) veio com 26 anos. Vamos com calma.

    A.P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calma é que mais temos. Vamos aguardar
      Cumps
      Manuel Magalhaes

      Eliminar
  15. A pré-temporada portista, até ao presente momento, tem estado muito aquém do que seria expectável.

    Não digo isto pelo silêncio, quase secretismo norte-coreano, com que ela tem sido tratada. Esse parece-me até o único ponto positivo, ao afastarmo-nos dos holofotes do mediatismo, e aproximarmo-nos das bases da humildade.

    Mas ver aproximar uma decisão da máxima importância para o clube, como é o acesso à Champions, sentir a lâmina fria do fairplay financeiro a roçar no pescoço, ver posições prioritárias a não ser reforçadas, e ver reforços para posições excedentárias e, pior do que tudo, ver mais do mesmo no que toca a empréstimos das nossas melhores promessas, são motivos para deixar todos os portistas muito apreensivos.

    Falta 1 mês e meio para o fecho do mercado. Antes desse momento será prematuro entrar em alarmismos. Mas que os indícios são de preocupação, isso não podemos negar.

    Como sempre no futebol, são as vitórias os últimos juízes das políticas de dirigentes e treinadores.
    Uma passagem convincente à Champions acalmará muitos ânimos e dará tempo ao treinador para implementar ideias.
    Uma eliminação para a Liga Europa será o prenúncio do continuar do calvário dos últimos anos. Desde já, significaria o fim do crédito de NES. Não é segredo para ninguém de que NES é mais tolerado pelos portistas, do que propriamente apoiado.
    O que se seguiria todos nós sabemos. Assobios, contestação e derrotas em campo.

    Nuvens de incerteza pairam no Dragão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que esta semana e na seguinte, as grandes decisões serão tomadas.

      Abraço

      Eliminar
  16. "Formação, PARA QUÊ?"

    Caro JV

    Então tu não sabes que para os clubes serem licenciadas para disputar as provas da UEFA têm que ter obrigatoriamente, pelo menos 4 equipas na formação e que participem em competições organizadas ou reconhecidas pela federações nacionais?

    Só o fair-play financeiro não chega, é preciso cumprir uma série de encargos para os clubes obterem licenciamento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Triste daquele que não reconhece o doce perfume da ironia...

      Abraço

      Eliminar
    2. Caro JV

      Não, isso não foi nenhuma ironia tua, é mesmo uma questão que volta e meia, se põe em tudo o quanto é blog, jornais, televisões, etc.

      A verdade é que os jogadores das camadas jovens e da equipa B são bons, mas simplesmente para aceder à equipa principal têm que ser melhores que os que estão lá.

      O Nuno ficou com o André Silva, se fosse comigo ficavam David Bruno e Gonçalo Paciência, os outros iam rodar. O Sérgio Oliveira, mesmo depois de se ter estreado aos 17 anos na equipa principal do FCPORTO, só aos 23 voltou a ter lugar no plantel principal e mesmo depois disso, em vez de ter renunciado aos Olímpicos para consolidar o seu lugar no FCPORTO vai brincar na selecção.

      Para o futuro continuo a acreditar nos jovens jogadores do FCPORTO, dos quais destaco, Andorinha, Fernando Fonseca, Rui Pires, Rui Pedro (na equipa B), Rafa, Leandro, Francisco Ramos nos emprestados. Vamos aguardar para ver a evolução destes e doutros.

      Eliminar
    3. Claro que foi ironia. E só quem não lê este blog é que é capaz de achar que eu não gosto da equipa B!

      LOL

      Eliminar
  17. pinto da costa devia-se ter retirado em tempo útil, há um bom tempo atrás mas não teve inteligência e hombridade para tal.

    ResponderEliminar