quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Eu Não Tenho Nada A Ver Com Isto


Hoje, à chegada da equipa ao aeroporto, tivemos o corolário perfeito de tudo o que se tem passado no Futebol Clube do Porto nos últimos anos - Lopetegui enfrenta, na fila da frente, a contestação dos adeptos, ladeado por absolutamente ninguém. 

Atrás vinha a equipa técnica e creio ter visto, de costas, Antero Henrique, director do Departamento de Futebol. Toda a restante SAD saiu... depois de apanhar as malas*.

Quando, nos anos oitenta, me tornei, escolhi, ser Portista, atraiu-me a ideia daquilo que era o FC Porto - um grupo unido, raçudo, a enfrentar o sistema que o queria fazer perecer, capaz de se exceder e de deixar tudo para a conquista dos títulos que disputavam. Faziam-nos não só por si mesmos, mas na defesa de uma identidade, de uma Cultura, de um Ideal: O Norte como o epicentro de toda a fibra e toda a bravura.

À frente de todos estava um homem sem medo, com uma agilidade mental impressionante e uma acérrima defesa dos seus - Jorge Nuno Pinto da Costa. Rapidamente, por não ter medo de dizer o que haveria de ser dito, mas sem exageros ridículos, tornou-se nos dois pólos da existência social: amado e odiado. Desde o roupeiro ao treinador, todos eram protegidos pelo primeiro escudo humano - o do Nosso Grande Presidente. E isso levou-nos ao êxtase sublime da vitória e do domínio nacional, e algumas vezes europeu.

Nesse trajecto, granjeamos a fama de uma verdade, a de que éramos um Clube raçudo, unido, com a Mística de ser um por todos, todos por um. E de bom clube vendedor. Pinto da Costa passou a ser reverenciado e temido como vendedor e homem de negócios.


Depois da passagem do miúdo raçudo que queria ser campeão, André Villas Boas, e da sua sedução pela europa do futebol, criou-se um mito: o de que qualquer um servia e qualquer conjunto de jogadores era suficiente. 

Um outro homem teve o mérito de ganhar apesar desse binómio mortal: Vitor Pereira. E como era um homem frontal e sem medo, foi permitindo o pecado mortal à SAD Portista - o de se começar a afastar e deixar o homem da frente defender-se sozinho. Com isso, passou a ser o responsável último de todo o descontentamento, e acabou por se afastar por isso.

De seguida, na mesma lógica de que qualquer um serve, foram buscar uma excelente pessoa, que teve um calvário tremendo de tentar fazer omeletes enquanto que os directores vendiam os ovos.

"É só dar uns ovos mais, que podemos vender a peso de ouro!", pensaram as cabeças dirigentes, e foram buscar um homem duro e teimoso, filho de um homem duro e teimoso, para conseguir fazê-lo. Não fez, mas ajudou a vender os ovos a peso de ouro. E aguentou-se às balas sozinho.

Mas como o raio não cai duas vezes no mesmo lugar, desta vez não se vende os ovos ao mesmo peso, e toca, qual Khaleesi, a mandá-lo de alimento aos Dragões.


Pela porta dos fundos, no conforto da reclusão, os feios, porcos e maus passaram a bonómicos, bonacheirões e comissionistas. Quando perguntados, apenas dirão: "Não tenho nada a ver com isso!"

Têm, tem sim, têm tudo a ver com isso! Lopetegui tem muitos defeitos. Tem de ser responsabilizado. Mas não tem de aceitar e enfrentar tudo sozinho. A culpa não é só dele. É o Verdadeiro Espírito do Dragão que já não mora em quem o dirige.

E o exemplo tem de vir de cima. Senão, no próximo ano - não será antes, não se enganem - teremos mais do mesmo. O exemplo tem de vir de cima. E ele não se dá saindo pelas traseiras.

Caminhamos para deixar de ser Dragões. Estamos a tornar-nos... lagartos. Urge mudar. Antes que seja demasiado tarde!

* Tinha escrito "por outra porta", por indicação da reportagem que vi da SIC Notícias. O Vila Pouca já esclareceu que estiveram à espera das malas. Não muda em rigorosamente nada o sentido do post. Lopetegui não deveria ter sido o único a sair na frente.

41 comentários:

  1. Caro Jorge, estou triste, desiludido com a situação do NOSSO FCPORTO! Mas também o estou pelo que está a ser feito ao NOSSO TREINADOR! Se tem culpa? Claro que sim! Ele e os outros todos! E confesso que dói a alma ao ver que é apenas ele que está a ser o epicentro de todas as críticas! Por mim, continua a ser o meu treinador! Acredito que vamos ser muito felizes no final da época... Com Lopetegui!!!! Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. COM ou SEM Lopetegui, teremos de ter um FC Porto À PORTO. Senão, definharemos.

      Abraço

      Eliminar
  2. Mas vocês são binários na vossa natureza? Alguém, por falar das responsabilidades de Pinto da Costa e da SAD, está a desculpabilizar Lopetegui?!

    ResponderEliminar
  3. Há tempo para o homem se redimir. E JL também. Mas menos...
    Abc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou favoravel a danças de treinadores. Mas não podemos estar sempre no mesmo filme.

      Abraço

      Eliminar
  4. Caro Jorge,

    A minha fé em Lopetegui esvaziou... O meio apoio sempre esteve assente na aprendizagem que os erros do ano passado serviriam para evoluir, mas não é e não foi isso que se viu e neste momento não acredito mais.
    Agora a culpa não morre solteira e aborrece-me que so se ataque Pinto da Costa, quando temos uma pessoas asquerosa como o Antero a Diretor Desportivo... Ele é o maior e principal culpado dos erros cometidos nas ultimas épocas desportivas!
    Sendo que é o unico que passa nos pingos da chuva... Tem os ULTRAS que diziam "Capitão, perdoa-lhes, eles não SADem o que fazem" bem amarrados!

    Um abraço em que melhores dias virão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não individualizo, mas, para mim, quem tem poder é sempre o principal responsável.

      Abraço

      Eliminar
  5. Depois das invenções de ontem acho que o fim da linha chegou para o espanhol e só quem for muito crente acredita que com ele ganharemos alguma coisa.Se ele tivesse dignidade demitia-se mas quem nem sequer se digna a aprender português nunca o fará. Esta Sad burguesa e acomodada na qual a maioria já não se revê também tem culpas desta situação e devia ou mudar de atitude ou demitir-se nas próximas eleições. Este não é o meu Porto é somente um ninho de interesseiros e entreposto de jogadores.O barco afunda-se mas a orquestra continua a tocar alegremente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que arrepiar caminho enquanto é possível.

      Abraço

      Eliminar
  6. Toda a gente sabe que não sou "lopeteguista", mas uma coisa é certa: o problema está hierárquicamente muito acima!
    Quem é que teve a brilhante ideia de contratar Lopetegui, cujo curriculo até era ligeiramente mais fraco que o de Carlos Queirós?
    E quando a hierarquia deixa chegar a este ponto (a recepção no aeroporto), a hierarquia também sabe que a época... já era!
    Já disse várias vezes que a necessidade aguça o engenho, mas também é verdade que essa mesma necessidade nos torna reféns de quem pretensamente nos ajuda. Elas podem não matar, mas que doyen, doyen!!!!
    E infelizmente já vi demasiados filmes destes no nosso FC PORTO!!!!

    P.S. O Francisco Paulo "ataca" o Lopetegui por nem sequer se dignar aprender a falar português. Além de ser um ataque não ao treinador, mas sim à pessoa, por favor diga-me qual o espanhol que conhece que fala português? Nem Paco Fortes com 20 anos de Portugal!!!

    ResponderEliminar
  7. Caro Jorge,

    A legenda da foto de Lopetegui no aeroporto bem poderia ser:

    Uma imagem vale mais que mil palavras.

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Caro Felisberto o problema não é falar bem o problema é nem sequer tentar,é quase como a nossa equipa o problema não é perder o problema é a maneira como perdemos com autênticos tiros nos pés.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De todas as coisas para criticar, essa será, certamente, a última.

      Abraço

      Eliminar
  9. Acho incrivel o que estao a fazer com lopetegui, e sao os mesmos que diziam que vitor pereira nao servia. Os que criticam por nao jogar com avançado acho que sao uns treinadores de bancada ao novel de otavio machado, nunca viram equipas jogar unidades moveis no ataque? Ora digam la quem é o avançado do Barcelona, e curiosamente tambem joga em posse, tudo depende da chegada dos medios a zonas de finalização e das diagonais das tais unidades moveis.
    Depois nao entendo a opiniao de quem diz que fizemos um jogo mau, até ao golo (sorte) do chelsea estavamos por cima e eu ate cheguei a pensar que este seria um bom esquema para jogar em alvalade.
    Quem diz que perdemos e o treinador tem culpa porque nao jogamos com um avançado diz isso apenas porque é a critica mais facil de fazer, caros amigos, o esquema tactico nao é fixo, aquilo nao sao matraquilhos, os jogadores mexem-se.

    Falando nao so deste jogo, criticam lopetegui porque diz que todos os jogos sao dificeis, jesus disse em todas as antevisoes dos jogos o mesmo, em TODAS.
    Quanto a rui vitoria, perdeu 40% dos jogos oficiais desta epoca, ganhou em madrid quando podia estar a levar uma goleada ao intervalo, e ganhou em braga com 11 atras da linha da bola.
    Lopetegui nunca se escondeu, o ano passado deu a cara e defendeu o clube quando outros se esconderam como ratos e agora crussificam o homem.

    Ja sei que muitos vao dizer que no porto ha exigencia mas neste caso ja nao é exigência, é burrice. A culpa disto vem de cima, e vem dos adeptos que antigamente nao se deixavam levar pelos paineleiros e pelo lixo da comunicação social, porque o Porto sempre lutou contra isso e sempre se manteve junto, o Porto sempre teve opiniao propria e sempre defendeu os seus. É incrivel como lopetegui é crucificado quando está em 4 competições e o rui vitoria com 40% de derrotas,afastado da taça e com tres bailinhos de jorge jesus continua incolume e como o grande treinador do futuro que lança jovens (mancos) projectados pelos jornais amigos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se Rui Vitória é um treinador de derrotas e lança mancos, não lhe parece que deveria ser ainda muito mais fácil ganharmos e até golearmos esses mancos?
      Quem faz mais mal ao F. C. do Porto, os tais escribas da capital ou que defendem um incompetente e um futebol miserável que não leva a lado nenhum. Estranho esse portismo de Lopeteguistas e não PORTISTAS.
      João

      Eliminar
    2. Com o superior futebol de Rui Vitória posso eu bem. E com 400M que afinal são 26+9. E etc e tal. E já agora, mesmo com o Jasus que está a estourar o plantel em 3 meses.

      Sempre fomos exigentes, por nós. Sempre apoiamos esta equipa. Mais, de há uns jogos para cá, o FC Porto não vinha tendo senão apoio. O resto, é palha que só come quem quer.

      Abraço

      Eliminar
    3. Isso seria verdade se nao tivessem destruido a equipa do ano passado com vendas para dar umas comissoes enquanto rui vitoria pegou numa equipa em que apenas saiu maxi de valor, e que tem dinamicas de 6 anos ( sim, nao venham dizer que mitroglou nao é uma solução à altura de lima), o resto manteve e ainda se reforçou. Eu nao defendo lopetegui acima do Porto até porque nao concordo com algumas mexidas que ele faz ( a tal rotatividade), mas até aí o homem é injustiçado, porque comparando com o treinadores dos rivais, jesus ja mostrou que faz a mesma rotatividade. Quanto a rui vitoria se acham que nao faz, expliquem porque em jogos desta epoca jonas marcou e no jogo a seguir foi para a bancada e mitroglou marcou e foi para a bancada. Ah ja sei, o lopetegui é que é maluquinho. Nunca vi no meu Porto gozar com os nossos, mesmo que por vezes soubessemos que eram fracos, e a ele ate o nome lhe trocam propositadamente.

      Eliminar
    4. Aqui, nunca se trocou o nome de ninguém que eu não deixo.

      Eliminar
  10. Como PORTISTA, apenas digo o seguinte: falta de classe ! Quando ela existir, voltaremos aos exitos. FC PORTO para sempre.

    ResponderEliminar
  11. Em futebol, o sentimento que acompanha as vitórias é de que está tudo bem e nas derrotas que está tudo mal. Para mim a verdade estará no meio. O que se passa no Porto, nas mais altas esferas, será assim tão diferente do que se passa em outros grandes clubes do mundo? Já sabemos que existirão sempre empresários, Sad, administradores e Presidentes e ligações mais ou menos visíveis e interessadas entre estes. É e será sempre assim, desde que o Futebol se tornou num negócio! O porto tornou-se SAD em 1997. Depois disso, ganhámos a maioria dos grandes títulos Europeus. É um facto. Com Mourinho e Villas-Boas, as coisas estavam bem na SAD? Duvido. O que aconteceu é que foram postas em segundo plano pelo muito bom desempenho das respectivas equipas. O Porto que conhecemos, vencedor nacional e internacional, é filho dos últimos 30 e tal anos de gestão. Estamos habituados a que os nossos funcionários estejam num patamar qualitativo muito bom, sejam eles treinadores ou jogadores. Um clube de futebol é o que faz no campo, repito, no campo, onde esses mesmos funcionários são indispensáveis. O campo é o palco. É onde o clube se constrói e se mostra, logo a importância de jogadores e treinadores é de facto importantíssima. O que actualmente acontece, em minha opinião, é que temos alguém no banco que prova estar muito abaixo da qualidade que prometia quando foi contratado. Lopetegui está à tempo demais à frente da equipa. Até agora tem falhado de forma abismal, repito, abismal. Tem falhado em todos os momentos-chave das temporadas. Com o plantel à disposição é absolutamente inaceitável. Por mim, teria sido despedido imediatamente ao jogo que empatamos esta época com o Braga. Quanto mais tempo permanecer Lopetegui, mais distante o Porto fica de ganhar títulos. Existem problemas na Sad? Claro que sim. Mas no Campo creio que existem muito mais. O pior funcionário da estrutura ligada ao futebol é de longe Lopetegui. O cargo de treinador é demasiado importante numa equipa de futebol ao mais alto nível para permanecer entregue a um incompetente. A situação é simples - Substituir o comando das tropas por outro general. Com este não ganhamos guerras. Serão precisas "reformas" no nosso clube a curto prazo? Acredito que sim. Mas, para já o principal é mudar a imagem da equipa, em campo. E para isso temos de mudar o responsável por essa má imagem - Lopetegui.

    ResponderEliminar
  12. Hoje estou à disposição para treinar o FC Porto, já que o objetivo é perder todas as competições... É isso mesmo é só exigir a saída de Lopetegui... é que para além de serem mal agradecidos, e não terem respeito por nenhum treinador nos últimos anos, ainda pensam que basta demitir o treinador que passámos a ganhar os jogos todos. Destes adeptos não precisámos. Como queremos ganhar alguma coisa com estes adeptos? Estamos a 2 pontos do 1º lugar, quando na "Liga da Verdade" lá da Sul Notícias nos dá em 1º?
    Acham que Lopetegui, é como o Otávio e o Paulo Fonseca( apesar de este ser um bom treinador)?
    Sendo assim quem é que arranjámos para treinador? Mais uma oportunidade aoo Luís Castro? Ao Hélton? Ah, e que tal NEM sequer termos treinador?
    Jorge, não queres vir treinar o nosso grande clube?
    Ou damos uma oportunidade ao Rodolfo...
    Se o objetivo é deitar a equipa abaixo... Parabéns, por se sentarem no sofá à espera que o FC Porto perca. Que tal levarem lenços brancos para o próximo jogo? É que estamos quase no Natal, e pode ser que dia 25 recebamos um tal presente...
    E só vocês(aqueles que foram insultar o Lopetegui) tivessem razão, é caso para perguntar, qual é a vossa alternativa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é para mim, José? Você conhece este blog? Até fui acusado de ser "zelota" e "seguidista"!

      Agora, tenho é olhos! O nosso futebol está perdido, os jogadores sem confiança e o barco à deriva. Pode seguir assim?! Não creio!

      Abraço

      Eliminar
    2. E já agora, alternativas tem de ter o corpo dirigente, não os adeptos. Os adeptos apoiam, incentivam, dão o seu tempo e dinheiro.

      E os sócios mais ainda. E os bloggers, seja de que quadrante forem, dão opiniões, perspectivas. Mas sempre sobre o que creem ser o melhor para o FC Porto. Concorde-se ou não!

      Abraço

      Eliminar
    3. Jorge não era um ataque, pelo menos não a si mas aos adeptos do FC Vitórias, que acham que qualquer um menos Lopeegui conseguia ganhar tudo no nosso clube. pelo menos até o dia que assumem . A ti tenho-te em boa conta(por isso a brincadeira de por à frente do clube), já outros...
      Nós podemos criticar o treinador, mas temos de pensar na equipa. Como podemos ambicionar ganhar alguma coisa se somos os nosso próprios inimigos?
      O nosso futebol está perdido do, mas que o seja fora de campo. E de preferência depois de vermos ou não os resultados.
      Nós dentro de campo somos os melhores de Portugal. Não somos os melhores da Europa, apesar de todos acredporquê? Isso não se tem visto nos jogos do campeonato. Fizemos alguns maus jogos( Marítimo e Tondela=, outros razoáveis( Braga e Moreirense) que podíamos ter ganho, e fizemos bons jogos que podíamos ter ganho por mais. Se a eliminação da Champions, não tiver efeito na atitude da nossa equipa, seremos campeões, porque criámos muitas mais oportunidades que todas as equipas de Portugal, rematámos mais, defendemos melhor. Aceito que se critique a equipa como um toitarmos que podemos lá chegar, e também porque já o conseguimos ser. Lopetegui é o nosso treinador para esta época(e caso corra bem no que ainda temos, que é ainda bastante, espero que continue, caso contrário...), e não vai sair, a não ser que haja um descalabro. Porque isso era entregar as faixas! Por isso, e pelo futebol que já vi o FC Porto de Lopetegui praticar em vários jogos, irei apoiar Lopetegui, até não ter condições para continuar.
      Jorge, há algum clube em Portugal que pratique melhor futebol que o nosso? Apesar de eu como portista querer mais!

      Eliminar
    4. Desculpa lá, enganei-me a comentar, se pudesses retirar esta parte, agradecia: O nosso futebol está perdido do, mas que o seja fora de campo. E de preferência depois de vermos ou não os resultados.
      Nós dentro de campo somos os melhores de Portugal. Não somos os melhores da Europa, apesar de todos acredporquê? Isso não se tem visto nos jogos do campeonato.

      Eliminar
    5. Não, mas isso mostra a fasquia dos outros, não a nossa. A falta de confiança é desoladora...

      Abraço

      Eliminar
    6. Não posso tirar partes de comentários. Mas creio que se percebe a ideia.

      Eliminar
    7. Não gosto de ser o melhor entre os medíocres... mas o facto de os outras serem medíocres não faz de nós maus. Se os jogadores não estão confiantes como é que ganhámos os jogos que ganhámos?
      É claro que temos lacunas, mas somos os únicos que não podemos ter?

      Eliminar
  13. Uma vez que se apanha a cauda de um furacão, nunca mais se sai dele.
    É o momento de se construir um muro que pare este furacão e que se reponha tudo em ordem.

    Eu defendo que o futebol é o desporto que se pratica com emoções sentidas por jogadores, treinadores e adeptos, e não um comércio onde dançam os empresários e onde os melhores negócios é que interessam.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo. Basta de FC Porto import/export.

      Abraço

      Eliminar
  14. 1) Baía, Secretário, Jorge Costa, Aloísio, Paulinho Santos, Emerson, Jardel/Domingos Paciencia, Drulovic, Capucho/Folha...

    2) Baía, Paulo Ferreira, Jorge Costa, Ricardo Carvalho, Nuno Valente, Costinha, Maniche, Deco e Derlei... e mais dois, que podiam ser Postiga, Jankauskas, McCarthy, Pedro Mendes, Carlos Alberto, dependendo da estratégia de cada jogo...

    3) Helton, Fucile, Bruno Alves, Pedro Emanuel, Raul Meirelles, Paulo Assunção, Lucho, Lisandro, Quaresma...

    4) Helton, Fucile/Sapunaru, Rolando, Otamendi, Alvaro Pereira, Fernando "Polvo", Guarin, Moutinho, Hulk, Falcao, Varela/James Rodriguez...às vezes Belluschi, às vezes Souza, e até às vezes Walter o Bigorna...

    5) Um guarda-redes qualquer, Dani Alves, Piqué, Mascherano, Jordi Alba, Busquets, Iniesta, Messi...

    O que temos aqui em comum: UMA ESPINHA DORSAL, UM 11 TIPO, UMA EQUIPA TIPO, qualquer coisa TIPO!!!

    Qualquer portista com mais de 30 anos pode até não lembrar de todos os plantéis destas diferentes épocas, mas COM CERTEZA SE LEMBRA DOS TITULARES INDISCUTÍVEIS, DA ESPINHA DORSAL, DA EQUIPA TIPO, DA TÁTICA e ATÉ DOS SEUS SUBSTITUTOS...

    São todos, Barça incluído, exemplos claríssimos de equipa-tipo, de onde sairam alguns jogadores, entraram outros, mas a base era na maioria das vezes sempre a mesma...

    Temos dois laterais esquerdos de raiz, Cissokho e Angel, mas quando é preciso, nenhum deles joga, há sempre uma adaptação por ali...

    Temos 3 beques (e um junior, Lichnosvsky) onde devíamos ter 4 ou 5 no miolo da zaga...se machucarem dois destes três, é Danilo Pereira quem sai da cabeça-da-área, que é onde rende muito, e vai pra zaga...

    Temos muitos médios polivalentes de altíssima qualidade, muitos deles titulares absolutos nas respectivas seleções nacionais, mas que no clube erram passes de dois metros como um cidadão normal que nos fins de semana vai bater uma bolinha com os amigos...

    E no meio disto tudo, temos invenções antes e durante os jogos...

    Alguém em sã consciencia consegue dizer qual é a ESPINHA DORSAL, O 11 TIPO deste Porto?
    Eu posso dizer que é Casillas, Maxi, Brahimi e????...

    É isso que está deixando adeptos calmos e ponderados como eu completamente irritados, sem paciencia ou tolerancia nenhuma para mais invenções mirabolantes...porque com exceção de jogos tranquilos com o União ou o Telavive, quase todo o resto tem sido com o credo nas mãos até o apito final...

    Não confio mais neste treinador (nem no seu esquema de jogo se é que há algum), mas principalmente por nunca saber quem vai jogar e onde vai jogar, se vai haver invenções, se Casillas vai ser o centro-avante, Aboubakar o guarda-redes...tá male, muito male...

    Em muitos anos, é a primeira vez que estou mais perdido do que cego em tiroteio...

    Não me admirava nada se lançassem a raspadinha "qual será o 11 inicial do porto no próximo jogo"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse é, sem dúvida, um dos problemas...

      Abraço

      Eliminar
    2. Pegando nesta observação das equipas, acho que falta igualmente uma voz de comando entre os jogadores. Há quanto tempo não temos um Jorge Costa a comandar as tropas? Uma referência dentro do campo? Acho que faz muita falta alguém com essa identidade na nossa equipa.

      Eliminar
  15. Caríssimo Jorge,

    Ofereço-lhe uma sugestão (se assim a entender).

    Imagino que o Jorge seja uma pessoa ocupada e que não tenha tanto tempo quanto gostaria para escrever sobre o FCP. Eu sei que não tenho qualquer direito ou intimidade para pedir or sugerir que o Jorge escreva sobre qualquer tópico mas irei arriscar mesmo assim pois confesso que tenho acompanhado o seu blog regularmente por apreciar a forma como escreve e analisa os diferentes assuntos da actualidade do clube:

    Seria possível escrever um artigo onde explicasse as razões pelas quais acha que a aparente maioria de adeptos portistas odeia o Lopetegui? A nível pessoal poderia enumerar os pecados e as virtudes que o Jorge reconhece no treinador. Talvez eu e outros comentadores do seu blog poderiamos tentar contribuir com pontos positivos e negativos sobre a sua análise inicial. A regra geral para nós comentadores talvez seria tentar usar apenas factos para defender ou atacar o mesmo. Talvez isso possa ajudar a desmistificar certas coisas ditas sobre o treinador.

    Eu pessoalmente tenho achado um autêntico disparate certas acusações feitas ao treinador mas talvez esteja distraido e com factos possa finalmente entender as razões dos adeptos.

    Humilde e agradecidamente

    Braulio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Braulio, o meu post de hoje tem a sua pergunta como pano de fundo.

      Obrigado por ela.

      Abraço

      Eliminar

  16. Caro Jorge Vassalo


    Ainda continuas nessa do URGE MUDAR, mas não apontas nenhuma mudança relevante, são só pseudo-mudanças.

    O Porto teve sempre os melhores plantéis, mesmo na época de Paulo Fonseca, mas não conseguiu resistir aos massacres da arbitragem, já tinha conseguido com Jesualdo (não conseguiu na sua última época), Villas Boas, Vítor Pereira e não conseguiu com Paulo Fonseca nem na época passada com Lopetegui.

    O que realmente URGE MUDAR é o que tenho defendido, mas nem essa mensagem passa no Porto Universal devido à tua censura.

    Não chegarão mais milhões da CHAMPIONS LEAGUE, volta-se à estratégia habitual, vende-se mais dois ou três craques e volta-se a reconstruir a equipa mas o que URGE MUDAR continuará na mesma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe Luís (sim, eu trato-o por "você", não o conheço de parte alguma), um comentário seu que passou! Sabe porquê? Porque não fala da mesma porcaria! Vê como você consegue passar a obsessão?

      Abraço!

      Eliminar