quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Análise CF União da Madeira 0-4 FC Porto (12ª Jornada)


E é assim que se mata o borrego! Uma entrada muito positiva, com mais velocidade e acerto que o costume, com um sentido de procura de baliza e com a responsabilidade de fazer pela vida. Essa positividade foi brindada por dois momentos individuais dos nossos génios criativos em bom plano e, apesar da injustiça de mais um roubo - ver FALTAS - um golo de bola parada ao cair do pano, brilhante cabeçada de Danilo!

Naturalmente, a segunda parte foi mais gerida, menos interessante, com algum ascendente da União, que merecia ter tido um tampão defensivo um pouco mais cedo. Em suma, vitória (mais ou menos) tranquila para serenar ânimos e premiar a abnegação com que os jogadores encararam um calendário tão apertado. Vamos a notas.


André André - O "Capitão não oficial" está em todo o lado, é a força motriz da equipa, é o propulsor da atitude. Mesmo quando os seus colegas baixam o ritmo, a pilha nunca para e ele não baixa de rotação. MVP? Sempre!

Corona - Interventivo, inconformado, positivo e orientado à baliza, Jesus Corona foi uma grande mais valia neste jogo. Marcou um grande golo que vai certamente figurar no seu Highlights Reel como prémio da sua exibição.

Resolver cedo - É assim que o FC Porto deve ser sempre. Orientado e sem descansar ao primeiro golo - se possível com um pouco mais de intensidade, até. Este é o futebol positivo que tenho pedido e fico feliz por ter existido. Há que melhorar o futebol ao primeiro toque, mas já há boas indicações. 

Casillas - Sem grandes ocasiões de golo em contrário, foi bom ver Iker Casillas sair bem dos postes e matar jogadas que poderiam ser mais complicadas com coragem. Aos madridistas: a única coisa que faltava a Iker era.. conhecer o Helton!


Intranquilidade defensiva - Até à entrada de Maicon, viu-se muita intranquilidade defensiva e muita atitude macia. Contra uma equipa mais forte, poderia ter sido complicado. Mais dureza e mais pressão defensiva impõe-se!

Bruno Paixão - Não desilude, de todo. Tinha de assinar a folha de serviço. No meu entender, Osvaldo não toca sequer no jogador do União. Nem amarelo, quanto mais vermelho. Enfim, é um artista português. Mas, lá está, é a vantagem de resolver o jogo cedo. E o Danilo deu-lhe a resposta pouco tempo depois.

Algumas notas extra: 

Parabéns ao FC Porto B por uma vitória na raça depois de estarem a perder 2-0, sem nunca desistir chegaram ao 4-3. Uma vitória da superação, plena de Chama do Dragão.

Parabéns também ao Andebol, pela vitória tangencial por 27-26. Deixo a análise para o meu colega Z.

24 comentários:

  1. Uma noite de Portismo nos A, nos B e no Andebol ;)

    é incrivel que o nosso Herera esteja de volta :) o que corre mais, 11 km e passes completos estava no top 5 desse jogo, mas é pena nao ter visto o miudo Neves jogar, mas tem tempo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma boa ascensão do Herrera, ele incansável é.

      Abraço

      Eliminar
  2. Caro Jorge Vassalo,
    De todo o seu post discordo apenas do ponto Corona.
    Não sei se foi de estar da ver os jogos de Andebol e Basquetebol ao mesmo tempo, mas acho que hoje Corona só se "safou" com o golo, de resto vi um jogador distante do jogo.

    Sabe mesmo bem chegar ao continente e ter 2 vitórias na bagagem.
    Siga com estas exibições.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Filipe, o Corona está em 2 dos 3 golos e ainda fez mais não sei quantas recuperações... acho bom que você reveja isso!

      Abraço

      Eliminar
    2. Pois. O facto de dar o Andebol e o Basquetebol retirou-me a atenção por completo do jogo de Futebol.
      Dar 3 jogos ao mesmo tempo é complicado ter de acompanhar um jogo por completo.

      Abraços.

      Eliminar
  3. Boa noite Jorge
    Permita-me trata-lo assim. Desde o primeiro dia do seu blogue que o sigo embora nunca tenha tomado a liberdade de lhe escrever. Estou a faze-lo hoje para lhe agradecer por ser dos mais esclarecidos bluebloguers que tenho o prazer de ler. Sou um portista e tripeiro afastado da minha cidade devido a trabalho desde 2009 como tal é graças a carolice de pessoas como tu(desculpa mais uma vez a intimidade, mas como tenho bastos amigos da tua cidade sei que não levarás a mal tal) que me é permitido seguir o dia a dia do nosso amor comum.
    Agradeco-te por seres verdadeiro adepto e apoiante. Críticas quando tem que ser mas apoias quando a resposta é dada em campo. Detesto aqueles que mesmo ganhando por 0-4 acham que o fizemos apesar do Mister.
    Para aqueles que dizem que não treinamos as bolas paradas acho que o livre do Maicon(merecia melhor sorte) e o golo do Danilo contrariam essas, digamos dúvidas.
    Desculpa o meu testa... Longa posta de pescada mas foi graças a alguém que tem este enorme excelente defeito de escrever longos testamentos que te encontrei.

    Abraço e por favor continua a transmitir o teu amor pelo nosso clube para que muitos como eu o possamos sentir sempre assim próximos.

    Carlos Natalio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu e comenta quando quiseres! Naturalmente, subscrevo!

      Abraço

      Eliminar
  4. boa vitoria, resolvemos cedo, tivemos a sorte do jogo senao paixao tinha intervido mais cedo, ele andava doidinho. layun a atacar é bom, mas temos de jogar mais para ganhar a equipas mais complicadas. Boa vitoria, rapida e pouco cansativa. Gostava de ver a raça dos Bes nos As.

    ResponderEliminar
  5. Quando está para correr bem, até a trampa de ervado ajuda hein? :) já era tempo!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas quais sorte qual quê, carago? Trajectória elíptica calculada na perfeição, com os senos e os cossenos todos!

      Abraço

      Eliminar
    2. Andou a treinar aquilo com o Juses foi? :)))

      Eliminar
  6. Acho que no final, muitos jornaleiros e comentadeiros ficaram tristes pois a malapata da ilha não continuou. Depois de todos os programas deitaabaixo já esperavam que o Porto ficasse a 5 pontos dessa máquina de jogar futebol que é o sporem. Azar. Vale que APESAR do espanhol estamos só a 2.
    Abraço, P. Torres

    ResponderEliminar
  7. ta feito.
    venham o proximo, e que daqui a duas semanas no mesmo estadio, nova vitoria
    manu365

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nova vitória com a mesma atitude positiva.

      Abraço

      Eliminar
  8. Imbicto amigo,

    Subscrevo.
    O FC Porto B está on-fire :P Mas mantenho tudo o que acho do treinador...

    Imbicto abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ele mudar.... Tudo no mundo é impermanente... :)

      Abraço

      Eliminar
  9. Exibição segura, colectivo assim-assim ( vi mal, ou pareceu-me ver um futebol mais vertical? Daí o acerto do conjunto não ser bom ) e resultado justo, apesar dum Cabrão chamado Paixão - não tive intensão da rima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Futebol mais vertical é o que se precisa. Tentar a baliza, sempre.

      Abraço

      Eliminar
  10. Boa Vitória e só espero que no sábado não voltemos ao anterior. O Paixão lá tinha de deixar a sua marca na expulsão ridícula do Osvaldo. O que vale é que desta vez já estavamos a salvo dos estragos que ele podia provocar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso é fundamental resolver os jogos cedo!

      Abraço

      Eliminar
  11. A síntese dá a imagem do que foi o jogo. A vitória na Madeira foi importante porque outro resultado que tivesse acontecido teria consequências devastadoras para as aspirações desta época. O jogo correu bem para as nossas cores no início o que acontece pela primeira vez esta época. Depois foi gerir e merecer o triunfo.
    Reparei que o caixão, retifico, Paixão apenas decidiu pela sanção ao Dani depois da "mensagem" que chegou de fora das quatro linhas. Repare-se como ele olha para além do local onde o jogador do União está a gritar estendido no relvado só ele saberá porquê e a demora em exibir a cartolina. Osvaldo, até terá agradecido, já que fica com agenda mais liberta para as suas atividades mais lúdicas...

    DRAGÃO, SEMPRE!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enfim, mais do mesmo! Sejamos fortes contra a batota reinante!

      Abraço

      Eliminar