sexta-feira, 11 de março de 2016

O FC Porto É Uma Naçom (ACTUALIZADO)


"Eu, andrade, Dragão, mas sobretudo Portista me confesso.
 
Confesso que quando o meu FC PORTO perde também perco. Sobretudo as estribeiras e lanço impropérios a torto e a direito, a quem dá mais jeito.
 
Confesso que insulto o presidente, o treinador, os jogadores, o meu irmão que se senta a meu lado e, por uma razão qualquer, escapo ileso entre os pingos da chuva vernácula.
 
Confesso que muitas vezes me apetece assobiar a tribuna presidencial.

Mas também confesso que o FC PORTO já não é andrade. Confesso que foi um velhote que agora querem queimar numa fogueira inquisitorial histérica, que nos fez Dragões.
 
Confesso que no intimo de todos nós, Portistas, todos nós nascemos andrades! E só crescendo, lutando, sabendo que temos que fazer o triplo do que os outros fazem, é que nos tornamos Dragões.

Confesso que chorei baba e ranho quando em 1978 vi o meu FC PORTO ser campeão pela primeira vez!
 
Confesso que chorei quando o João Pinto se recusou largar a Taça. Eu também recusei largá-la!
 
Confesso que troquei a minha noite de núpcias por um jogo de frio e neve às 3 da manhã num longínquo Japão!
 
Confesso que me deu um gozo enorme ver o Mourinho ser despedido de um certo clube e tornar-se campeão europeu no meu!

Como também confesso que a cada derrota que me torna de novo em andrade, insultarei novamente o meu presidente.
 
Como também confesso que ando a insultar em demasia o treinador, os jogadores o médico, o preparador físico, a relva e os painéis publicitários!
 
Mas jamais acenderei o fósforo na pira do histerismo que alguns Portistas amontoam!

Também sei que não estou só. Sei que o dono deste estaminé é como eu, concordando discordando, sofrendo, cerrando os dentes, mas acreditando que acima de tudo que fazemos parte de um clube vencedor!

Não quero um tribunal de Dragões que se propõe curar uma dor de cabeça com a decapitação!
 
Não quero enlamear o nome de quem nos fez grande e depois hipocritamente dizer que merece o nome no estádio!
 
Não consigo ser ingrato para quem me fez levantar a cabeça e pronunciar com orgulho e altivez: SOU FC PORTO!!!!"

Este comentário, escrito pelo meu caro tertuliano Felisberto Costa, ilustra todo o meu sentimento: há que mudar, há que agir melhor, de outra forma mais consentânea com os tempos, mas não é por isso que abandonarei o Dragão, virarei as costas à equipa ou deixarei de ir com ela até ao fim.

Ser Portista é algo que não me - nos! - podem tirar. Já passamos por alturas difíceis antes mas havemos de dar a volta. É muito mais uma mera questão de vontade do que uma de possibilidade. Quem o tem de fazer, já o soube fazer, magistralmente, diga-se, antes. Basta ser o que sempre se foi e abandonar esta postura letárgica. O resto tomará forma, tenho a certeza.

Já agora, para quem gritou "Sois uma vergonha" a plenos pulmões, a uma equipa mutilada e desconexa, fica aqui a informação que o Tottenham, actual segundo classificado da Premier League, levou 3 do Dortmund. Fiquei feliz por termos ganho ao Bayern na primeira mão, estava lá, delirei, mas daí a achar que é o novo mínimo, vai uma distância de quilómetros. Não é só a SAD que tem de pôr os pés no chão....

E, por último, pessoas de imensa classe chegam aos adeptos, explicam-se, contactam, procuram esse contacto. Um exemplo a seguir, dentro e fora de campo, de quem nada tem a provar. Por mim, que esteja cá os muitos anos que diz querer estar.

 ADENDA: Quero partilhar uma imagenzinha para meditar. Tirem as vossas conclusões.


39 comentários:

  1. Caro Jorge, revejo-me e identifico-me totalmente com o comentário do caro Felisberto Costa. Subscrevo igualmente as suas palavras que finalizam esta crónica.
    Compreendo a desilusão e revolta de muitos adeptos portistas, mas custa-me ver em tudo que é Facebook, Twitter, ou fóruns portistas, tudo a desancar no treinador, a insultar jogadores, e presidente.Vai haver Assembleia Geral do clube. O que eu desejo é que estes mesmos adeptos que expõem a sua desilusão nestas redes sociais, se assim tiverem possibilidade, que se desloquem à mesma, que se façam ouvir, que exponham as suas ideias.
    Um comentário de um adepto portista num fórum do nosso clube surpreendeu-me de forma particular. O mesmo engrandecia a estrutura do Ficaben aquando da passagem do mesmo aos Quartos da Champions. É com pena que vejo uma parte de adeptos dos nossos a rebaixar tudo que mexe no nosso clube e a engrandecer tudo o que se mexe nos vizinhos da seginda circular. E tenho noção do momento complicado que atravessamos, mas são coisas que me custam ler/ver.

    Abraço
    Ana Pereira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, confesso-lhe que tenho assistido incrédulo até a bloggers a defender essa mesma "estrutura"! Estarão, por ventura, com um pouco de amnésia.

      Quanto à AG, escreverei sobre ela a seguir ao jogo. Espero ver a Ana por lá.

      Abraço

      Eliminar

  2. @ Felisberto

    grande comentário, enorme partilha de um sentimento que é comum.

    é tudo isso mais uma coisinha: quem está contra, é sócio e não se encontra limitado(a) fisicamente, que marque presença na próxima Assembleia-geral e, de forma cordata, ordeira, respeitosa e (muito) responsável, que inquira o "tal" «velhote» de tudo o que afirmam que está mal - e há coisas que estão efectivamente mal e ultrapassam a "bola na trave" que é devolvida em vez de entrar.

    abr@ço
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar
  3. Caro Jorge,
    Concordo e subscrevo cada linha, cada palavra deste post. Não tem sido tempos fáceis e perante as dificuldades é sempre mais fácil atirar em todas as direções, é normal, porque procuramos arranjar alguém que seja uma espécie de culpado, como se dessa forma percebêssemos o que se está a passar. Mas o que mais me custa é ver portistas a elogiar o desempenho do adversário, como se o que está a fazer (a campanha na Liga dos Campeões) fosse algo inédito em Portugal… é… quando eu não me lembro de ver por aí elogios do outro lado quando o FC Porto conquistou a Europa e o mundo…
    Sabe o que lhe digo? Somos Porto! E porquê? Porque quem é Porto não abandona a equipa… até pode estar triste e desiludido com o desempenho ou com os erros, mas sem deixar de lá estar... E sempre com orgulho de dizer, SOU DO FC PORTO!

    Cumprimentos

    Ana Andrade

    www.portistaacemporcento.blogspot.com



    ResponderEliminar
  4. Alguém me explica o que quer dizer ANDRADES? Pelo jeito como falam disso eu gostava de saber quem consideravam por Andrades. O Caro Felisberto Costa é capaz de dar a resposta.. aguardo.
    Cumprimentos
    A.Martins

    ResponderEliminar
  5. Aquilo que eu peço a esta sad é que apoie o NOSSO TREINADOR, independentemente dos resultados deste ano.
    Uma vez mais friso, que o plantel AZUL e BRANCO de 2016/17 tem de nascer a partir de jogadores da equipe principal, dos emprestados e do PORTO B. não invalidando, que se contrate um, ou outro jogador, que José Peseiro considere útil. Espero que o departamento de Scouting seja competente e que acima de tudo não se cometam loucuras, como Adrian L. Imbulas, C. Tello.
    O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO nunca precisou de gastar muitos milhões, para ter bons jogadores e vencer, tanto em Portugal como lá fora.

    Luís (O José Peseiro)

    P.S.

    Li agora na Reflexão Portista "SMS do dia - poucos mas bons" este comentário "Não se pode estar a gastar dinheiro em aquecimento no Dragão Caixa! Depois falta para as comissões!"
    Isto é verdade? A ser verdade, é triste, não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis, diz mesmo na SMS do Carrega Benfica, que não se pode gastar dinheiro no aquecimento senão falta para as comissões?
      Sério?

      A. Rodrigues

      Eliminar
  6. A. Martins
    Segundo me é dado a contra pelo meu pai e outros velhadas da mesma geração, o FC PORTO nos anos 50 já era um enorme clube! E como enorme que era, o seu prestigio já galgava fronteiras. Ora o Campo da Constituição, que na altura era onde o FC PORTO jogava, tornou-se demasiado pequeno para os jogos internacionais e ate nacionais, sobretudo com os grandes de Lisboa.
    O FC PORTO então alugou o campo do Ameal, pertença do Sport Progresso, que na altura era um dos estádios ex-libris da cidade do Porto!
    O que é certo é que o Progresso passado uns tempos pôs o FC PORTO em tribunal por falat de pagamento das rendas! Então há que zarpar para outro estádio da Invicta - o estádio do Lima, que também na altura era um super estádio com pista de ciclismo (que ainda hoje se pode ver vestigios dela!). Quem jogava lá era o Académico - clube onde o meu tio se sagraria campeão nacional de andebol de... 11 - que feito novo rico abriu demasiado a boca, exigindo uma fortuna pelo arrendamento do espaço.
    Desataram então os 3 clubes á guerra de comunicados (apesar do Bruninho ainda não ser nascido, já havia disso) e não só. Estranhamente uma bancada da Constituição foi incendiada e em represália uma bancada do Ameal foi destruida á picareta.
    Ora, e é aqui que a porca torce o rabo, o verdadeiro senhorio do campo do Ameal, o sr. Andrade, portista dos sete costados, foi acusado de ser ele a ter destruído a bancada do estádio! No surgimento dessa querela, os progressistas (salvo seja) começaram a chamar aos portistas "Andrades" em virtude de alegadamente, nós lhe termos destruído o campo!

    Outra história, prende-se com o facto de no tempo do Dr. Cesário Bonito (o 1º Pinto da Costa do FC PORTO!!!) se ter inaugurado a casa do jogador na Praça das Flores (lembro-me bem dela, hoje é um prédio com uma enorme confeitaria por baixo!) ao lado da fábrica dos... Andrades que era pertença de um outro senhor Andrade, s´cio comercial do dr. Cesário Bonito. O pessoal quando passava por lá e olhava para o lar dos jogadores, mandava a boca: olha, é o lar dos Andrades!

    Pelo menos é isto que me contam os portistas maiores de 70 anos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Felisberto vou dar como boa a sua resposta á questão da designação aos portistas de "Andrades". Estava com receio que a sua 1ª abordagem no tema inicial "Andrades" fosse relativa aos sócios, adeptos e simpatizantes do F.C. Porto que viam passar os anos e não ganhavam qualquer titulo, e eram espoliados sem aparente queixa de quem de direito. Mais... que era uma designação dada pelos nossos dectratores a reforçar que era "proibido" atravessar a ponte D. Luis e pensar em vitórias. Porque o caro amigo abordou esse tema "Andrades" nesta altura, em que as coisas não correm muito bem para o nosso lado, imaginei que estávamos a regredir no tempo e estava de volta os "Andrades" com o significado depreciativo que nos davam pelos motivos que descrevi. Uma coisa é certa esse termo "Andrade" era usual ser proferido pelos nossos principais adversários do Sul. Eu sou um dos milhares que estiveram 19 anos á espera do titulo de campeão e nunca por nunca me considerei um "Andrade" por esse motivo. Estaria mais preocupado se me apelidassem de pipoqueiro. Para mim o termo é tão depreciativo como será o mesmo de lampiões para benfiquistas e lagartos para sportinguistas.
      Alguém que saiba mais sobre o assunto é bem vindo.
      Saudações portistas
      A. Martins

      Eliminar
  7. Caro Jorge,

    Compreendo o texto do Felisberto Costa, mas não podemos ignorar os erros que estão à vista de todos, os quais têm vindo a ser escalpelizados até exaustão, no limite da resignação, pela blogosfera portista. E a imagem que publicou para meditarmos é a consequência de uma gestão que deixou de ser e Dragões e voltou a ser de andrades, com a diferença de, naquela altura, o clube ser gerido por quem o amava e não por quem enriquecia à sua custa.

    Ser-me-ia extremamente doloroso voltar aos tempos em que o Futebol Clube do Porto era um elefante adormecido que não sabia a força que tinha e enquanto eramos bons rapazes fomos sempre comidos; nos quais, impotentes perante as circunstâncias, apelávamos ao que se adequa a este exacto momento: Ame o Futebol Clube do Porto ou deixe-o.

    No meu tempo de escola, apesar da penosa travessia do deserto, na minha turma de trinta alunos só dois pronunciávamos com orgulho: somos Porto. Pinto da Costa fez-me levantar a cabeça. A minha gratidão é-lhe infinita e a minha devoção eterna, mas as memórias ficam no museu e a nossa História não pode ficar por aqui.

    Um abraço para si e para todos os verdadeiros Portistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De acordo, mas que dizer desta malta que por aí anda a elogiar o benfas?

      Do 8 ao 80 vão 72 números!

      Abraço

      Eliminar
    2. Um verdadeiro Portista NUNCA elogia os mouros,em NENHUMA circunstância. Vade retro.

      Eliminar
  8. Luís Miguel, se este post é uma merda, fazes tu um blog e escreves posts sobre as selecções até ao fim dos tempos.

    Abracinho.

    ResponderEliminar
  9. Compreendo este post mas este PC já tinha sido corrido pelo original. Não façamos do passado um branqueador do presente e um hipotecador do futuro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém melhor para uma mudança de política do que qurm já o fez. Basta querer fazê-lo.

      Abraço

      Eliminar
  10. " Não consigo ser ingrato para quem me fez levantar a cabeça e pronunciar com orgulho e altivez: SOU FC PORTO!!!!""
    Subscrevo
    Saudações
    Rocha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Não quero um tribunal de Dragões que se propõe curar uma dor de cabeça com a decapitação!

      Não quero enlamear o nome de quem nos fez grande e depois hipocritamente dizer que merece o nome no estádio!"

      Subscrevo e aplaudo.

      R. Reis

      Eliminar
  11. Caro Jorge... veja só isto... no corpo da notícias diz... "José Peseiro decidiu chamar quatro jovens da formação secundária dos encarnados..."
    DOS ENCARNADOS!!!!!
    http://www.noticiasaominuto.com/desporto/553380/peseiro-chama-quatro-jogadores-da-equipa-b-para-o-u-madeira

    ResponderEliminar
  12. Dos encarnados? Valha-me Deus, estamos pior do que eu pensava.
    E que tal a partir de agora meter estes rapazes a jogar e mandar o Marcano e o José Angel dar uma curva?

    Luís (O do José Peseiro)

    ResponderEliminar
  13. Boas.
    Fora do tópico, e porque penso que seria um jogo ideal e, como referi anteriormente, gostaria de o ver a dar uma contribuição maior à equipa, pois creio que no actual modelo se enquadraria bem, o que se passa com Bueno?
    Alguma ideia?
    Desculpe caro Jorge a insistência.
    Abraço, P. Torres

    ResponderEliminar
  14. É preciso ir apertar os colarinhos a esse pseudo jornalista! Falta de respeito ... Isto é demais! Delfim 66106

    ResponderEliminar
  15. Fonix... estou realmente confusa... Que se passa com o Bueno????

    ResponderEliminar
  16. Cila e Paulo, ao que consegui apurar ele está novamente condicionado...

    Abraço

    ResponderEliminar
  17. Cila e Paulo, ao que consegui apurar ele está novamente condicionado...

    Abraço

    ResponderEliminar
  18. É de uma desonestidade e falta de vergonha sem igual, alguém ser capaz de criar um gráfico que em todos os itens apresenta barras coloridas cuja proporção tenta representar a diferença entre o valor absoluto dos números em causa, no entanto, e curiosamente, na barra "Penáltis a favor" a proporção foi engenhosamente maquilhada: 2 pénaltis é mais de metade de 8 e quase que parecem 6. Vergonhoso. Reles. Indigno de cão.

    Abraço
    João

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um absurdo. Mas já estamos habituados...

      Abraço

      Eliminar
  19. As derrotas custam-me mas o que me custa mais é quando é o virar de costas ao Clube quando está em épocas não.
    Nunca abandonarei o FC Porto, mesmo que estejamos muito tempo sem ganhar uma conquista, e mesmo os jogadores tento sempre puxar por eles que façam ainda melhor as coisas.

    Portanto abandono não existe no meu dicionário, mas sim esta Paixão que me faz acomponar o FC Porto até eu não ter vida. Seja pelo deserto ou pelo oásis ele estará sempre acompanhado.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim nem sequer faz sentido a coisa de se gostar condicionado ao ganhar. Sugiro a todos esses que comprem um redpass.

      Abraço

      Eliminar