quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Análise Dinamo de Kiev 2 - 2 FC Porto (Fase de Grupos Liga Dos Campeões)


Ficamos com um sabor agridoce no final deste jogo. No meu entender, fizemos um bom jogo, especialmente na segunda parte e merecíamos a vitória pela entrega total que tivemos. O golo do empate do Dínamo é fora de jogo, mas não podemos queixar-nos.

Tínhamos um jogo naturalmente difícil com as ausências que tínhamos. Ivan Marcano, no meu entender, faz muita falta. As dobras e os apoios que dá a Maicon são de ouro. Layún começou mal - muitas culpas no primeiro golo - mas depois foi crescendo no jogo, por isso compensou bem. E Lopetegui faz falta no banco, a corrigir posicionamento e a ler o jogo.

A primeira parte foi confusa, mais para tapar do que para construir, a segunda foi de entrega total com um Porto à Porto. Os 50% de posse para cada lado mostram que o jogo foi equilibrado. 

No meu entender, não podemos criticar ninguém pelo segundo golo. É um claro fora de jogo de quem estorva propositadamente Casillas e de quem marca o golo, tanto que o jogador fica a olhar para o árbitro para ver se ele valida o golo. Mas já se sabe, contra o FC Porto não há roubos escandalosos nem exposições à UEFA.

Pontuamos, marcamos dois golos fora que podem fazer a diferença em caso de empate pontual, se pontuarmos com o Chelsea podemos ficar numa boa posição, temos tudo para seguir em frente.

Temos de estar agora focados no benfica, que vem a seguir e não vai ser nada fácil.


Aboubakar - Rei Bakar começou algo tímido, mas não deu 2 minutos de vantagem ao Dínamo. Na segunda parte teve uma intensidade brutalíssima, com pormenores de uma grande classe e fantástico entrosamento da equipa. Um claro sinal mais neste arranque de campeonato. Dá para lembrar, orgulhosamente: Gosto MUITO do Aboubakar.

André André - O FC Porto à Porto em 1,70 m. André André, como a família André, faz o que se pede que faça, entregando tudo, numa atitude que contagia o colectivo. Para mim, pega de estaca neste FC Porto, é um claro desequilibrador positivo, a Raça neste plantel.

Rúben Neves - Leitura de jogo superior, entrosamento e entrega, Rúben Neves está a conquistar o seu espaço, para mim, não como 6, mas como Lucho, um 8 com um passe mortal teleguiado. Ah, e 18 anos.


Herrera - Nem carne, nem peixe, fora de forma ou fora de jogo, Herrera é, neste momento, um peso morto e um jogador a mais. Esperamos um melhor Herrera no futuro.

Brahimi -  Completamente fora de tudo, o argelino. Tem de se ligar aos colegas e entregar a bola dois segundos antes do que pensa que tem de entregar. Senão vai estar a mais em 90% dos jogos.

21 comentários:

  1. Empatámos este jogo, que na primeira parte mais parecia uma batalha campal, por incompetência do assistente. O pior é que este tipo de golos são recorrentes, e segundo Lopetegui, isto foi discutido no fórum da UEFA... Mas não cá há lugar para teorias da conspiração. Domingo há mais.
    Ao menos é um ponto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhuma teoria da conspiração! O jogador mexe-se, portanto faz-se à bola - mesmo que desista - logo, fora de jogo, Ponto final, parágrafo.

      Abraço

      Eliminar
  2. Concordo caro Jorge, fica o amargo de boca porque uma vitória era um grande passo, mas o empate, e sobretudo a forma como encaramos a segunda parte (com uma equipa praticamente nova, com um meio campo com miúdos) deixa o ambiente um pouco mais leve para o que aí se avizinha...
    Domingo até os comemos c@r@lho!!!

    Ps. É como diz o amigo, os assobiativos deixarão de ir ao estádio no inverno... mas no calorzinho do seu sofá não largam a Internet para vir mandar as suas boquinhas... que nojo de gentinha... (aposto que deliravam com uma vitória à rasquinha contra uns astanas desse mundo).
    Como esta gente se deixa levar pela CS de lixoboa, ou então são mesmo burros.

    Cumprimentos.

    Pedro Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A net dá força a muita fraca gente. É assim a vida. Mas que se deixem ficar no sofá.

      Abraço

      Eliminar
  3. Hoje fiquei muito orgulhoso da nossa equipa. E prevejo um colectivo a crescer de jogo pra jogo. Acho que hoje não conseguimos controlar melhor o jogo por haver muitas unidades a mostrar algum cansaço, principalmente Maxi e Danilo. Mas há jogadores a ganhar uma forma muito perto do ideal, com principal destaque para Aboubakar. Quem faz com que já não se fale em Jackson só pode ter um futuro brilhante pela frente.

    ResponderEliminar
  4. Lamento que na net e na bluegosfera ainda digam mal das opções do mister. Pergunto se não foram as adequadas durante 89 min? Há quem ponha em causa Danilo e Ruben, já não entendo o que muito de nós queremos. A forma como a equipa conseguiu anular os adversários e como foi mandona na segunda parte dizem-me que foi a estratégia correcta, para quem trabalha há apenas 2 meses. Pena as falhas defensivas, mas a época passada diz-nos que serão corrigidas.
    Abraço, P. Torres.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que queremos? Bater nos nossos. Esse é o desiderato do "exigente Portista".

      Abraço

      Eliminar
  5. Bom Dia,
    Um bom jogo, de uma equipa que promete grandes feitos.Mérito do treinador. André, Ruben e Aboubakar em grande. Bons apontamentos de Layun. Pena o golo do empate do Kiev que peca por recorrente e por fazer lembrar o golo com a barriga no jogo com o Benfica na época passada que dominamos totalmente. Ontem, Ribeiro Cristóvão, pouco antes do jogo, comentava com gozo as mudanças na equipa no que foi acompanhado pelo pivot do programa. Um nojo de marretas!...O Porto promete mas estes brindes, fora de jogo ou não, não podem acontecer. Agora é o Benfica para ganhar e calar os mal dizentes. Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não são brindes, é um armário a tapar o Casillas.

      Abraço

      Eliminar
    2. Jorge Vassalo, é apenas mais uma movimentação típica do Casillas, isso sim.

      Quanto ao cartão amarelo ao Maxi nem vale a pena falar. Apenas realço que o FCPORTO devia pautar-se pela qualidade.

      Eliminar
  6. Concordo com tudo, mas acho que tanta gestão na 2ª parte foi prejudicial. Continuamos no mesmo: se não tenho uma defesa de aço, para quê apostar em gerir um resultado de 1-2 na Champions, através de posse estéril? O golo é ilegal, mas expusemo-nos deliberadamente a esse infortúnio, contemporizando quando podíamos e devíamos assegurar a vitória marcando um 3º golo. Acho que Lopetegui acertou com a equipa, com as substituições, etc. Mas continuo a não gostar deste espírito de vôo galináceo, pouco ambicioso. Espero muito mais garra e ambição no Domingo.

    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se esqueça, André, o jogo foi em Kiev, perante um Dínamo com mais rotação que nós e sem um clássico importante quatro dia depois...

      Abraço

      Eliminar
    2. Agora é que disse tu Jorge,
      A malta pensa que os adversários são todos BATES Borisoves.. A tactica do Porto foi a mais correta, andar a atacar com tudo era sair de lá com 3 ou 4 golos sofridos... por isso é que quem ataca com tudo não está lá

      Eliminar
    3. Esta mania dos adeptos quererem uma equipe demolidora, é insana!
      Primeiro, e vai-me desculpar, qual foi a última equipe demolidora que viu? nos últimos tempos, digo eu... que me lembre só a Alemanha do mundial, e o Barça... ah, pois e recheadas de jogadores com dois meses/quinze dias/uma semana a jogarem juntos e muitos nos primeiros jogos, "ever", de champions...
      - Nota-se como os AVB's e Mourinhos têm tido equipes demolidoras!...
      Depois, onde é que está escrito que precisamos de uma equipe demolidora? Ganhar ao Benfas por 5-0 tem graça, mas aconteceu todos os anos ?... - por alguma razão o gajo foi embora; ele bem sabia que não conseguia replicar a época...

      Vamos com calma, e passo a passo... como um tal André André que esperou até aos 26 anos para ser feliz... não há amadurecimento, sem experiência de vida - ou de jogo!

      Eliminar
    4. Eu sei Jorge, e toda as outras vezes anteriores? Isto tem muitos antecedentes, mas, tal como disse, espero que Lopetegui esteja com a pica toda para esmagar o Benfica e consiga soprar essa vontade nos corações dos jogadores.

      Eliminar
    5. Reine Margot: Muito bem; Subscrevo.

      Eliminar
  7. O jogo de ontem não teve nada que ver com falta de garra ou de atitude, o Porto controlava o jogo e tinha o resultado na mão. O que aconteceu foi uma pura e simples violação grosseira das leis do jogo, com a agravante de se tratar de uma regra amplamente debatida nos últimos tempos (o tal fora-de-jogo posicional) e que qualquer Cosme Machado conhece. Mas, pelos vistos, um dos melhores árbitros do mundo decidiu inventar um código de regras de arbitragem próprio. Já vi o Porto perder e empatar jogos com erros das arbitragens (veja-se um famoso Porto-Zenit, com o Herrera expulso por acumulação aos 5 minutos de jogo), sofrer golos contra a corrente do jogo e até ser eliminado de forma muito injusta (lembro-me do Málaga, por exemplo). Aceito isso tudo, mas o que aconteceu ontem não! Ignorar uma regra claríssima do jogo, tantas e tantas vezes reiterada pela UEFA como essencial, não é de todo admissível seja com o Dínamo, com o Barcelona ou com oufra equipa qualquer.

    Mas esta situação também nos permite voltar a um tema tantas e tantas vezes aqui discutido: quem é que nos defende? Comparemos o jogo de ontem com o recente CSKA-Sporting. Durante dias insultou-se a UEFA, os árbitros, a Gazprom, até o Putin... A esmagadora maioria dos comentadores concordavam que o Sporting havia sido escandalosamente roubado e o CSKA protegido ao abrigo de interesses obscuros, com patrocínios e petróleo à mistura. Ora, hoje vejo os jornais e... nada. Até O Jogo fala em "erro" e apenas diz que o Aboubakar não merecia o empate. Os outros nada dizem. E, mesmo fazendo referência ao lance, tratam-no como se fosse apenas mais uma má decisão. Por que não tomam eles as nossas dores, como fizeram com o Sporting? Não precisamos de nada disso, mas pedia-se pelo menos alguma isenção. Eu sei que nos odeiam e com isso vivemos bem, mas pelo menos disfarcem, finjam que são imparciais. Ou quando toca ao Porto já não há "interesses" e os árbitros passaram a ser todos imparciais?

    Termino apenas com uma nota: como habitualmente, vi a partida nos Dragões de Lisboa, na nossa Delegação nº1. Para os "exilados" a viver em Lisboa, é um habitual ponto de encontro. Para os lisboetas portistas como eu (e muitos outros), é o nosso mini-Estádio do Dragão. E, para todos os que ali vão, independentemente da origem, uma forma única de sentir o clube. Ontem, como sempre nos jogos grandes, estava uma loucura! Uma experiência verdadeiramente portista que recomendo ao Jorge Vassalo e a todos os frequentadores deste espaço, quando passarem por cá!

    Manuel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou escrever sobre isso.

      Um dia que esteja na Mouraria aceitarei a sua sugestão de bom grado.

      Abraço

      Eliminar
  8. Desta vez não vai haver bufos, por isso com surpresas no onze ou não a minha aposta é que Lopetegui vai por a equipa a entrar com tudo pra cima deles. Ele melhor que ninguem sabe o que este jogo vale.

    Quero ver se agora o Rui Santos vem com teorias da conspiração por causa do golo do Dinamo ontem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muita raça, que no meu entender se tem visto ontem.

      Abraço

      Eliminar