sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Antevisão CD Estoril Praia - FC Porto (20ª Jornada)


Jogo muito complicado, num campo tradicionalmente difícil, onde é importante ganhar para continuar um mommentum de vitórias galvanizador, num novo modelo que, a esta altura, se crê assentar melhor na equipa depois de uma semana de trabalho.

O Estoril é uma equipa que não se fecha atrás, joga olhos nos olhos e vai tentar pressionar o FC Porto. Espera-se um FC Porto mais seguro de si e muito mais ofensivo. Sem dúvida um excelente jogo de futebol, condimentado por uma inclinação no campo, uma vez que o nosso amigo Tiago "estoura-com-o-André-Silva-que eu-quero-lá-saber" Martins.

Helton e Casillas (guarda-redes); Maxi, Martins Indi, Maicon, Marcano, Rúben Neves, Varela, Brahimi, Aboubakar, Marega, Sérgio Oliveira, José Ángel, Herrera, Corona, André André, Miguel Layún, Danilo e Suk

(4x2x3x1): Casillas; Maxi, Marcano, Indi, Layún; Danilo, Andre André; Corona, Herrera, Brahimi; Aboubakar;

Não vou fugir ao elefante na sala. Julen Lopetegui deu uma entrevista equilibrada e respeitadora ao Ás, onde fala da sua natural mágoa e da sua visão dos acontecimentos. Tenho muito respeito por Lopetegui, acho que foi perdendo espaço - e sei que ele também o sabe - dentro da estrutura e junto dos jogadores e adeptos. Em duas coisas ele tem razão: uma, o plantel não é do mesmo nível, mudaram muitos jogadores e, realmente, um 9 e um 10 foi coisa que não veio. E a outra, a vergonhosa assobiadela na substituição contra a Académica que fez o pleno do erro: acabrunhou Alberto Bueno e tem colocado uma pressão sobre André Silva com a qual  o miúdo - muito legitimamente - não sabe lidar. Saíram todos prejudicados: o Clube, o André e o Bueno. 

Nesses aspectos, Lopetegui tem razão. Nos restantes, uns fazem parte da sua defesa no futuro acordo, os outros são uma questão de perspectiva. Respeito, concordando ou não. Quero sublinhar que Lopetegui foi sempre correcto com o Nosso Grande Clube e, na maioria das vezes , o único a dar o corpo ao manifesto por ele. Por isso, serei sempre grato. E acho que o campeonato anterior foi-lhe roubado

Se tivesse sido um treinador campeão... espera, não, não teria sido menos contestado. Se a lavagem cerebral dos media não é contrariada por quem de direito, a vox populi assimila-a como verdadeira. Veremos se isso mesmo não se passará com José Peseiro - espero que não.

De qualquer das maneiras, Lopetegui faz agora parte do passado do FC Porto. O presente chama-se José Peseiro e é, agora, o meu treinador e quem eu defenderei sempre.

35 comentários:

  1. O maior problema é que ao confrontarmos a entrevista de Lopetegui com a de Pinto da Costa reparamos que não coincidem e sinceramente não me parece ser o ex-treinador a falar inverdades (por exemplo, o caso de Imbula).
    Ou seja Pinto da Costa tentou atirar a culpa de todo o que está mal,e repito ESTÀ porque me parece que não basta mudar de treinador.

    saudações Portistas
    Paulo Almeida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que o leva a pensar que o presidente com mais de 30 anos de clube é mentiroso e o treinador que esteve cá um ano e meio é que é o símbolo da honestidade?
      Pedro Fonseca

      Eliminar
  2. Boa Tarde Jorge Vassalo,
    Inteiramente de acordo com o seu sentimento em relação a Lopetegui. Lopetegui só não foi campeão porque os outros fizeram as coisas por outro lado essa é que é essa!... Mas, de facto, passado é passado embora não devesse ser para esquecer como parece e a hora é de Peseiro. Pois toca a apoiá-lo. A assobiadela em "favor" de André Silva foi das coisas mais estúpidas que aconteceram no Dragão. Uma vergonha. Gostava é que o poder dessa malta [deve ter sido a maior assobiadela vista no nosso Estádio] fosse canalizado para o apoio da equipa e, sobretudo, para protestar contra Cosmes e Ferreiras que nos fazem dela lorpas mas, quanto a isso, palpita-me que podemos esperar sentados. Sobre o jogo que a sorte e o engenho de Peseiro estejam connosco e que nos deixem jogar sem penaltis por faltas fora da área como já aconteceu para aqueles lados. Abraço. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa situação só veio pôr mais pressão no André...

      Abraço

      Eliminar
    2. Alguém me pode dizer, por favor, se na altura desta substituição Lopetegui pos a aquecer apenas o Bueno ou estavam a aquecer o Bueno e o André (ao mesmo tempo).

      Obrigado.

      Eliminar
    3. O Bueno estava a aquecer ANTES.

      Abraço

      Eliminar
    4. Não leve a mal, mas não percebi: O André, quando o Bueno foi chamado para entrar, estava sentado no banco?

      Obrigado

      (desculpe ter posto anónimo no post anterior)

      Eliminar
    5. Não, não estava. Estava a aquecer.

      Eliminar
    6. Então deixe-me dar-lhe a minha opinião:
      Lopetegui era e é inteligente, mas não é/era nada esperto (para não chamar nomes):
      com apenas 1 substituição para fazer, com o jogo ganho (estava a ganhar por 3-0), põe a aquecer dois jogadores, que qualquer um deles quereria muito jogar - um porque tem 18 anos e ainda não tinha jogado até à data (penso eu), o outro porque tendo jogado ainda muito pouco pretendia (obviamente) impor-se na equipa.
      Quam de dois tira um, sobra um... um dos dois ia ficar super desanimado, sem necessidade nenhuma.
      O que Lopetegui fez foi garantir que desanimava um jogador. Mas fez mais, sabendo (tem obrigação de saber) que o publico preferia o que não foi escolhido, conseguiu desanimar os dois de uma assentada. É obra.

      Eliminar
  3. JL não foi apenas vitima do vox populi. A palha não se comeu só nos sitios tradicionais. Muita foi servida por portistas dos 4 costados, desde muito cedo. Não vale a pena fazer de conta. No entanto, caiu porque não foi capaz de ser fiel a si próprio. E sim, faltou-lhe um titulo que lhe desse arcaboiço. Esse mesmo que NOS foi sonegado indecentemente. O resto são conversas da carochinha, legitimas que sejam. Estamos já na fase "tremoços" do Fonseca: ai que não veio este e o outro é tão fraquinho. Whatever.
    Estoril? Pa, gosto de passarinhos fritos. Podem ser canarios. Cincazero, naturalmente. Nem que seja à vassourada ;)
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Silva é verdade que o titulo nos foi sonegado indecentemente, mas também é verdade que mesmo assim o titulo tinha sido possível, se quer treinador quer jogadores tivessem cumprido nos jogos em que sabendo os resultados negativos do adversário não foram capazes de ganhar. E não sei a que se deveu a contratação a titulo de empréstimo do Oliver e do Casemiro, sabendo de antemão que não iriam contar com eles para a presente época, e não falando do Tello que não foi porque realmente não vale nada. Sem ser defensor do Lopetegui ele foi o único a lutar contra todos (imprensa, comentadores, adversários e adeptos do próprio clube) e nada de uma palavra de defesa dos responsáveis, desculpe mas enganei-me, teve uma palavra de defesa contra os adeptos por parte do PC, porque o PC quando viu o Porto em 1º achou por bem (ao seu melhor estilo de gozão mor) vir a terreiro defender o treinador... má hora o fez, melhor era continuar calado,, estava preparar-se para colher os louros de ter escolhido o treinador e os adeptos serviram de inspiração, mas enganou-se redondamente. Mais se o Porto não ganhou o titulo na época transacta se deve ao sr. presidente que se acomodou a ver o clube a ser sonegado por arbitragens despudoras. Se ele ganhou títulos com a sua argucia, agora perdeu por falta dela.
      Cumprimentos
      A.A. Martins

      Eliminar
    2. Não saberá o caro A.A. Martins, mas se alguém se pôs ao lado de JL, fui eu. Mais que ninguém, aliás, que todos juntos, torci para que corresse bem. Porque sinceramente acreditava que era o melhor para o FCP. Assim como creio que depois daquela receção ao Rio Ave não havia outro caminho para Lopetegui. Dito isto, não acho que o Presidente ganhe mais titulos que os treinadores, os jogadores e os adeptos. Ganhou os mesmos, com a sua quota parte de "culpa", que é grande. O mesmo vale para as derrotas. São dele como de todos. Portanto, também ao Presidente, como a todos NÓS, nos foi sonegado um campeonato. O resto e procurar uma piñata para desancar, agora que o basco já cá não mora.
      Cumprimentos.

      Eliminar
    3. Sim, Silva, NÓS ganhamos e NÓS perdemos, todos juntos.

      Eliminar
  4. Caro Jorge,

    Em relação a Lopetegui reafirmo o que já aqui escrevi: merece todo o meu respeito. Enfretou tudo e todos e muitas vezes isolado, contudo a sua contratação foi um erro que vai perdurar para sempre na gestão de PC. Tanto assim é que ainda vão existir muitos ecos sobre este caso.
    Concordo, a entrevista revela elevação e respeito, atributos que reconheço a Lopetegui mas revela também uma clara intenção de empatar argumentos com o que foi dito por PC ao Porto Canal. Ressalvo 2 dúvidas: o ferrari foi ou não um pedido expresso de Lopetegui? e afinal será verdade que PC anda mal aconselhado? Provavelmente nunca saberemos mas mesmo sendo um treinador sem sucesso no FCP não tenho Lopetegui como inventor ou a afirmar disparates como um certo treinador agricultor que agora até veste de verde....

    RAOC

    ResponderEliminar
  5. O FC Porto já não é o que era. Quem manda não é quem dirige o clube. Pinto da Costa está que nem uma lapa na cadeira dele. Sinceramente pelo bem do clube acho que é preciso outra revolução como em 82.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cuidado, pode ter uma ou duas surpresas não tarda...

      Abraço

      Eliminar
  6. «
    Gostava é que o poder dessa malta [deve ter sido a maior assobiadela vista no nosso Estádio] fosse canalizado para o apoio da equipa e, sobretudo, para protestar contra Cosmes e Ferreiras que nos fazem dela lorpas mas, quanto a isso, palpita-me que podemos esperar sentados
    »

    não poderia estar mais de acordo com estas palavras. e só que não tem ido ao Dragão, nos últimos tempos, é que as poderá estranhar.
    aliás: muita da nossa perda de força (influência?) também passa por esta questão de um certo acabrunhamento do nosso público em relação ao que é Exterior, e de uma enorme vontade de se manifestar para o Interior.

    quanto à questão da (não) substituição de André Silva:
    sou daqueles que condena a monumentalmente monstra assobiadela, aquando da substituição; mas que também condena o facto de «o basco» de ter sido teimoso e não ter feito uma vontade ao público, quando a partida em causa estava mais do que segura e o resultado final mais do que conseguido sincera e honestamente, não lhe teria custado nada...
    (aliás: momentos depois daquela assobiadela sofremos um golo; depois daquele jogo e não por Acaso, foi sempre a descer a relação com o mesmo público)

    abr@ços
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar
  7. Amanhã é preciso ganhar nem que seja por meio a zero.Claro que o campeonato passado foi o do colinho,mas isso não desculpa o futebol miserável que exibimos ao longo da época, nem a derrota no Dragão e o pior que tudo a vergonha que foi o jogo no Nacional pois foi lá que perdemos a hipótese de ganhar. Jogar na luz nos últimos minutos a jogar para o lado também é de quem não tem ambição. Foi pena não ter saído no fim da época pois talvez agora não estivéssemos na posição em que estamos agora. O mercado está a fechar e onde estão o central e o médio que tanta falta fazem? Ah tá bem fomos buscar mais um guarda redes.Se não vier ninguém que seja reforço de verdade a mensagem é só uma: Os burgueses da Sad desistiram deste campeonato e os adeptos que sofram.Mas não há ninguém capaz de atirar a pedra ao charco?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faltam uns dias, meu caro. Até final do dia 1....

      Abraço

      Eliminar
  8. Olá Sr. Jorge...
    Enquanto Lopetegui foi o nosso treinador defendi-o muito, mais até do que merecia, agora que ele tente pintar tudo a cor de rosa... isso não. Que não me venham com tretas... a SAD do Porto deu tudo o que pôde ao Lopetegui, desdo o início, caso contrário duvido muito que tivessem vindo os jogadores que vieram, duvido que tivessemos alterado a nossa politica de contratação ao aceitarmos um empréstimo sem opção de compra, só porque sim e não com o intuito de dar ao mister o que ele pediu, no entanto ele falhou em momentos criticos e nessas alturas não foram as arbitragens que falharam, fomos nós. Como alguém disse aqui, a precisar de ganhar ao Benfica e a jogar com passes para trás e para o lado na defesa... fantástico!!!! Isto em relação ao primeiro ano. Em relação ao actual, faltava um 9 e um 10???? deixa lá ver... Otávio, Quintero, Josué... Gilas, Gonçalo.... Estes jogadores não são nossos? LOL. ah e tal assobiaram... se ele fosse esperto tinha metido o André Silva, pois foi uma excelente oportunidade falhada, por vários motivos, o jogo tava ganho, a equipa estava confiante, o miúdo ía estrear-se no Dragão e receber o carinho dos adeptos, sem pressão e confiante, ía agradar aos adeptos que lhe dariam um voto de confiança. Tudo isso, a paz possível de alcançar nesse momento, foi perdido porque o Lopetegui foi... simplesmente... teimoso. Quis provar que quem manda é ele. Foi pena! O futebol não é só técnica e tática... tem muito psíquico também e nessa área Lopetegui é zero.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, quem devia escolher quem entra são os adeptos!? E isso justifica assobios no dia em que estaríamos em primeiro?! Não concordo.

      Abraço


      Eliminar
    2. Carissimo.... Não me intérprete mal... Não estou a defender os assobios, estou apenas a dizer que quem anda à chuva molha.se. Foi Lopetegui quem se pôs a jeito. Podia e devia ter evitado isso.

      Eliminar
    3. Caro Cila Mcf... ainda bem que falou no tal jogo Benfica- Porto da época passada em que precisávamos de ganhar a todo o custo.. mas uma coisa pairou no ar e nunca mais ouvi ninguém a comentar.. é que alguém do plantel teria informado o treinador adversário da tactica e da equipa que iria iniciar o encontro... não sei se existe alguma verdade nisto, mas tudo se fechou em copas quer a desmentir quer a confirmar. Não estou obviamente a defender o Lopetegui, mas que nunca ninguém o defendeu também é verdade.
      Cumprimentos
      A.A. Martins

      Eliminar
    4. Eu soube de um nome... mas nem quero acreditar...

      Abraço

      Eliminar
  9. Meus amigos que falaram de Imbula, Lopetegui não negou que estaria interessado no Imbula! Disse, alias, que seria "a cereja no topo do bolo" ma que tinha "outras prioridades". Tentou-se um 9 para concorrer com o Abou ou não? E tentou-se um 10 ou não? Ah, pois.

    Calma que um não desdisse o outro...

    Abraços a todos.

    ResponderEliminar
  10. Tomara-mos nós que o Estoril jogasse contra nós olhos nos olhos. Palpita-me que iremos voltar ás transições ofensivas, absolutamente desprezadas com Lopetegui e ensaiadas na 2° parte com o Marítimo. Ora como temos mais uma semana de treino....
    Por último, é para o lado que melhor durmo se conseguirmos ganhar com uma exibição miserável, porque neste momento só interessa ganhar e sei que o melhor está ainda para vir, mesmo tendo a noção de, eventualmente, termos de ganhar a 14, até um dia os Portistas bons terem a CORAGEM de apertar o pescoço a um qualquer canalha. Acredite nas maravilhas da democracia musculada .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesta altura, temos apenas de solidificar o jogo e as ideias do treinador, vencendo!

      Abraço

      Eliminar
  11. O mais importante é que amanhã temos uma tarefa hercúlea para concretizar.
    Campo difícil, equipa adversária com valor, árbitro benfiquista com agenda e FC Porto calado que nem rato. Assim vai ser muito complicado. Não chega sermos bons.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos com calma, está a ser feita uma transição.

      Abraço

      Eliminar
  12. Jorge, espero que quando falas de uma ou duas surpresas, o digas porque sabes de algo, que nós não sabemos.
    É que agora fiquei com esperanças que viesse alguém com muita qualidade nos próximos dois dias...
    Se não vier, jogaremos com o que o temos, e isso deveria ser suficiente... Mas neste país, em que aqueles que supostamente são nossos, não estão connosco em nome da "exigência", já se sabe como as coisas funcionam.
    E obrigado por defenderes o nosso Futebol Clube Porto, da maneira como fazes, e por nos ajudar a limpar a porcaria de comentários que se vai vendo no Facebook de O Jogo, ou na página oficial do nosso clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei nada, mas só quero dizer que o Presidente não disse que o plantel estava fechado. Podem entrar e sair pessoas...

      Abraço

      Eliminar
  13. Vamos ganhar. Ponto. Mas mais importante do que vencer o Estoril será aumentar a confiança da rapaziada e ver um futuro desenvolver-se.

    A entrevista de Lopetegui não me interessou minimamente, apesar de a ter lido com certo fastio e sensação de previsibilidade, porque há toda uma honra e carreira para gerir. Como pessoa e homem, sempre me pareceu recto e disponível para defender os seus. Como técnico, lamento, mas achei-o fraco desde o inicio - um gajo que queria instalar um modelo de jogo tipo Barca do Guardiola, fazendo um bypass ao meio campo, tendo os jogadores a milhas uns dos outros, dispostos de tal ordem que fariam um treinador da distrital corar. Pior. Teimou sempre em manter aquilo que nunca funcionou.

    Deixo na mesa a pergunta que nenhum jornalista fez a Lopetegui: - Se o defraudaram na pré-temporada com as aquisições e o plantel não era o mais adequado, porque insistiu em manter EXACTAMENTE o mesmo estilo de jogo? (a resposta não é nada abonatória para as competências do técnico...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Funcionou apenas enquanto Danilo e Alex Sandro estiveram no plantel, porque Danilo e Alex eram naturalmente inclinados para dentro, deixando os extremos nas faixas, Óliver criava espaços, o Casemiro bombeava bolas e o Herrera transportava jogo. Além disso, Jackson já descia naturalmente quando a máquina emperrava.

      No segundo ano nada disso se verifica: Layun vai por fora, Maxi por dentro, o Abou é mais posicional, Imbula e Danilo atrapalhavam-se, idem ibidem para o Rúben, e o jogo emperrava nos extremos a baterem nos laterais e nas crateras de meio campo.

      O maior crime de Lopetegui foi por o melhor transportador de bola - Imbula - a fazer passes para o lado.

      Bem, o passado passou-se e o acabado acabou-se.

      Abraço.

      Eliminar