quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Lágrimas


Ontem foi o dia que marcou a minha desistência deste treinador. Ontem foi-se longe demais. Podemos até ganhar, ficarei obviamente feliz, afinal fui até onde me foi possível, por isso sou credor - e não sou o único! - desta remota hipótese.

Sou um homem de afectos, quando gosto protejo, por isso não me arrependo de proteger o Futebol Clube do Porto, um Amor de mais de 30 anos, em qualquer das suas vertentes, qualquer que seja o seu jogador ou treinador.

Há quem me tenha visto como Lopeteguista, não sou. Se o nosso treinador for o Zé da Esquina, serei Zédaesquinista militante. Não tenho a postura desconfiada de outros - que, no entanto, respeito. Mas há linhas que não permito que passem. Ontem foi a gota de água, para mim.

O maior privilégio que tive, neste ano e pico de blog, foi ter conhecido pessoas extraordinárias, unidas à volta do Nosso Grande Clube. No meio delas, bem no meio, estão os meus amigos Dragões de Ouro.

Eu chamo-lhes Dragões de Ouro porque vivem o Clube de uma forma plena, total e abnegada. Vão ver os jogos todos no Dragão, apoiam como se de uma claque se tratasse, vão ao estádio do Pedroso ver a B, respiram Futebol Clube do Porto. 

Para eles, o Futebol Clube do Porto não é uma empresa. Para eles, não é um emprego. Para eles não é um negócio. Para eles, é um estado de Ser.

Une-nos, a todos, os que gostam e não gostam, os que criticam e os que apoiam, um Amor intangível a este Nosso Grande Clube. Ontem, Lopetegui e os jogadores feriram o Clube. Sim, pessoalmente. Ontem, magoaram alguém que teve uma doçura e um carinho extraordinário com a minha filha, que a protegeu num exagero policial quando um polícia afastou brutalmente uma criança do carro do Óliver Torres. 

Senti, na expressão de perda dela, os seus estágios todos. Ou quase. Duvido que haja, ainda hoje, ou durante um bom tempo, a aceitação. Mas a raiva, a dor, a negação, a mágoa... todas estavam lá, enquanto as lágrimas corriam pela face destas duas extraordinárias pessoas.

Sou de sofrer em silêncio. Vim para o carro mudo. Jantei silencioso, como se o Tempo tivesse parado, mas perfeitamente ciente do que acabara de acontecer. Lopetegui traíra, com o seu baixar de braços - desistir é coisa que, no Futebol Clube do Porto, nunca se faz! - todos aqueles que o defenderam ad nauseam, porque era o comandante em campo do Brasão Abençoado.


Mas ele sangrou o Coração Azul e Branco dos Portistas. E isso é imperdoável. Claro que a atitude honrada seria ter consciência do que fez  e apresentar, de imediato, a sua demissão. Quem sabe se não o fez? Não sabemos.

Então eu pergunto: Se sangra o Coração dos Portistas, incluindo o dourado como o dos Dragões de Ouro, como é possível não sangrar o Coração do Nosso Grande Presidente? Não há indemnização que valha o esvair de Sangue Azul e Branco, esta morte lenta e agonizante.

Pior ainda se for teimosia e orgulho! Pouco nos importa, NGP, que isso seja admissão de fracasso! Todos temos desses na vida! O mal menor impõe-se, é imperativo! Mais do que a classificação, é a piada que se tornou o Nosso Grande Clube!

O Futebol Clube do Porto tem de ser maior do que o ego ou a ambição pessoal de quem quer que seja! Um rumo que recupere a Raça e o Querer Portistas é imperativo,


Mais vale assumir que tem de se pensar na mudança já. O rumo que leva poderá ser ainda mais desatroso. É confrangedora a atitude derrotista. Não podemos continuar a ser a piada. 

Que fique claro que os adeptos tudo fizeram, neste jogo, para mostrar o incondicional apoio. Os assobios e os insultos foram apropriados, e vieram no tempo e forma correctos.

Todos os jogadores valem mais do que isto. O Futebol Clube do Porto sempre foi mais como equipa do que como individual. Ninguém tem o direito de deitar isso fora! Quem tem o Poder de decidir e agir tem de fazê-lo já!

Por último, todos sabemos que o treinador é só a ponta do icebergue. Há que mudar muita coisa na estrutura do FC Porto. Esta tem de entender, , que o "negócio" FC Porto não interessa aos adeptos. Se um Clube não for Clube, não terá interesse. O Desporto vem antes dos milhões! Ontem fomos 19 mil. Corremos o risco de ser metade no dia 24, se algo não for feito. Acordem!

27 comentários:

  1. Caro Jorge,

    Foi de facto um dia muito triste para toda a nação azul e branca. Ver a segunda parte foi puro sofrimento. Lá estive no Dragão a apoiar a equipa, mas, pela primeira vez em anos, aos 60 minutos de um jogo, deixei de acreditar na vitória do nosso Grande Clube!

    Faltam 18 jornadas e temos de mudar. Com a mudança podemos não ganhar...tenho a certeza que com este treinador não ganharemos.

    Cumprimentos,

    Pedro Rodrigues

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Milagres acontecem, mas não os podemos esperar.

      Abraço

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Desisto do treinador - até que me prove o contrário.

      Da equipa, nunca! Nem de ir aos jogos!

      Abraço

      Eliminar
  3. Porque é fantasma,ninguém espere o aparecimento de Godot.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde Jorge Vassalo,

    Acompanho o seu blog já há algum tempo mas nunca tinha sentido o impulso de comentar. A razão é simples, nada poderia acrescentar ao que bem escreve. Hoje, contudo, esse impulso foi bem forte. O meu coração azul e branco sangra. Sangra muito. Nos meus 45 anos de idade e pelo menos 40 de PORTISMO, pois antes dos 5 anos não tenho memória de o ser, nunca me senti tão triste. Neste 40 anos é certo que passei momentos difíceis, de sofrimento, sempre sublinhados por uma família de lampiões (pais e irmãos). Mas eu sempre me senti com força anímica para contrariar este lado "negro" da minha querida família. O nosso Grande FC Porto sempre ajudou nesta minha luta, pois mesmo nas derrotas eu sabia que nos íamos levantar mais fortes. Essa certeza conferia-me o conforto suficiente para sorrir. Contudo esse sentimento foi-se esvaziando nos últimos anos. Isto não deriva da derrota com o Sbordem, nem sequer do empate com o Rio Ave. Estes resultados apenas vieram confirmar definitivamente, qual tsunami, que o meu FC Porto já não é o mesmo. O NGP ninguém o ouve. Estamos à deriva e isso é que me aflige. Não há já capacidade de reação, porque a proatividade há muito que não mora na Alameda das Antas. E entretanto o FCP definha. E nós sofremos o pior dos sofrimentos, pois vazio de esperança. Ou este estado muda rapidamente ou então o fim de ciclo é um facto consumado. Infelizmente. Entretanto o amor ao brasão abençoado obriga-me a apoiar. É o que continuarei a fazer, acreditando que tudo ainda é possível, pois o futuro assim torna-se menos doloroso.

    Um abraço.

    Augusto Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Possível sim, mas cada vez menos provável.

      Abraço

      Obrigado pelo seu comentário.

      Eliminar
  5. Caro Jorge,

    Hoje digo-lhe apenas que partilho consigo o sentimento por este clube de brasão abençoado e assino por baixo o seu post.

    Isto de estar conformado é uma valente merda! Luto por não estar neste estado mas já não consigo e ninguém ajuda.

    RAOC

    ResponderEliminar
  6. lagrimas é isso mesmo, ver o clube no topo, ver a destruiçao lenta e a vista do poderio que tao dificil foi ser conseguido. Pelo mesmo interprete que nos sacou de ser andrades toda a vida. Em lisboa tentaram tudo as claras e o porto nao reagiu , nao se adaptou, continuou na mesma, sem mudanças, sem adaptaçoes, sem ajustamentos. A epoca nao estara perdida mas sem um abanao muito serio estara. Ha 5 anos que as coisas estao mal, o presidende foi alertado varias vezes, nao quis saber ou ja nao manda em nada e é so uma figura decorativa pelo prestigio. LAGRIMAS REALMENTE.

    ResponderEliminar
  7. «Pouco nos importa, NGP, que isso seja admissão de fracasso! Todos temos desses na vida!»

    O espantoso é como se desiste do treinador mas não se desiste do presidente que persiste em fazer escolhas destas. Já são "admissões de fracasso a mais". E, não fora Santo Kelvin, e a sequência ainda seria pior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estão bem ao mesmo nível. No entanto sou MUITO crítico da postura do NGP. E também acho que o Momento K escondeu muita coisa. Essa conversa não é para mim.

      Abraço

      Eliminar
  8. Porque é que Lopetegui e os jogadores sangraram o coração azul e branco? Foi por termos empatado, foi por terem lutado na 2ª parte sem obter frutos? sim porque não vi falta de garra, agora ter discernimento é outra coisa...
    Isto no futebol é uma coisa complicada, só contam as que entram. Há uns que têm quem os ajude a enfiar a bola na baliza, enquanto nós andámos a levar com arbitragens ridículas, sejam em faltinhas, em foras de jogo mal assinalados, penálties não assinalados(quantos foram ontem?). Há que fazer alguma coisa, porque uns são embalados pela arbitragem até chegarem ao ponto em que estão em forma, enquanto nós nos lixamos.
    O empate de ontem é algo normal no futebol. Muito irritante, causa dores de cabeça, fa-nos ficar calados durante horas, mas é normal. No entanto vamos a 4 pontos. Quase se podia prever que isto ia acontecer, porque já desde o início da época que a massa assobiativa, e a das redes sociais, tinham saltado fora do apoio à equipa.
    Lopetegui só deverá apresentar a demissão se considerar que o plantel não permite chegar aos objetivos, basta imaginar que fomos buscar o Layún e o Corona á ultima da hora, e andámos a esperar que ou Óliver ou Lucas Lima viessem para cá; ou se não tiver o balneário com ele; ou ainda porque se sente maltrado, injustiçado e que está a ser usado como bode espiatório.
    Ou estamos todos juntos ou não iremos triunfar. E agora pergunto, Jorge, imaginemos que Lopetegui pede a demissão, quem é que assume o lugar? E se isso acontecer, não estaremos a atirar a toalha o chão,? E será que esse novo treinador vai ter margem para não ser assobiado à primeira que corra mal? E será que há condições para o FC Porto contratar outro treinador estrangeiro? É que portugueses quem é que podemos arranjar de jeito?É que à muita gente fiada no regresso do AVB, mesmo que ele não tenha tido muito sucesso fora do nosso clube. Mas mesmo assim não me acredito que venha para cá.
    Eu queria era apoio incondicional dos adeptos, seja que for o treinador ou os jogadores. Isso é pedir muito? Há equipas que foram campeãs e no ano a seguir andaram pelas ruas da amargura, que são empurradas no bom sentido pelos adeptos. Porque é que nós não podemos ser assim?

    ResponderEliminar
  9. e pronto, la foi ele
    venha o proximo, com criterio
    por favor, que nao venha o NES....
    manu

    ResponderEliminar
  10. O treinador tem culpa do que está a acontecer? Tem. É o unico culpado?tal como disse não é o unico. Mas temos de ser honestos que culpa tem o JL que o marcano maicon e afins falhem cortes que dão golo, qual a culpa de os avançados falhem golos de baliza aberta.

    Peço desculpa aos mais sensiveis mas sou contra a troca de tecnico, que eu me recorde isso nunca deu resultado. Agora sou a favor de a SAD tomar uma posição e esclarecer os adeptos.

    Abraço
    Miguel S

    ResponderEliminar
  11. Sou contra a mudança de técnico, a não ser que este tenha irremediavelmente perdido o pulso aos jogadores...

    ResponderEliminar
  12. Não é, nunca foi e nunca será treinador para o Porto.

    Foi visível há muito tempo atrás. Jamais poderia ter continuado, e isso só aconteceu por teimosia de alguém. O tempo, a História se encarregará como um dos maiores flops do Clube (quando nos 2 anos teve os melhores plantéis da Liga!!).

    Apoiar o Clube sempre! Mas quando se percebeu que apoiar Lopetegui era contraproducente ao sucesso do FC Porto (e isso viu-se bem cedo...) não se pode, não se deve apoiar uma nulidade destas que empobreceu e muito o nosso nome e prestígio.

    ResponderEliminar
  13. http://www.tsf.pt/desporto/interior/lopetegui-fora-do-fc-porto-4969095.html

    ResponderEliminar
  14. Fui espreitar aqui ao lado…

    http://futbol.as.com/futbol/internacional.html?omnil=src-sab

    http://www.marca.com/futbol/futbol-internacional/2016/01/07/568ecacb268e3ed0488b45c9.html

    ResponderEliminar
  15. Lopetegui é só parte do problema. Temos de comprar um central bom com urgência.

    Vamos a ver o que vem aí.

    Abraços

    ResponderEliminar
  16. Acho que apertar com os jogadores ajudava muito mais, apesar de lopetegui ter culpas como é obvio. Aos burros que habitam na SAD espero que entendam que a maior culpa que apontam a lopetegui é na verdade sua, porque deixaram o Homem sozinho a defender o nosso Clube durante ano e meio e isso desgastou a sua imagem, desgastou a imagem porque temos a merda de comunicaçao social que temos que na minha opiniao até os nossos proprios jogadores embebedou ao ponto dos proprios acreditarem que o facto de nao correrem nunca seria por culpa propria mas sim que iria recair sobre o treinador. E num plantem com varias soluçoes ora jogam uns ora jogam outros, ou seja, é facil alguem estar aziado e fazer birra arrastando outros que nao jogam. Antes isso nao acontecia porque quem nao morresse no campo tinha os super à porta ou o presidente a chamar esses mesmos jogadores ao escritorio. Por mim no proximo jogo metiam uma faixa a visar os jogadores

    ResponderEliminar
  17. Caro Jorge Vassalo,
    Concordo com o comentário do José Moreira

    Mesmo admitindo que Lopetegui está fragilizado

    Agora o meu post sobre a situação:
    Esclarecimento a certos portistas que fervem em pouca água…
    Compreendo os desabafos dos adeptos, mas acho-os demasiado radicais e não têm em conta outros factores…!
    1 – A tomar uma atitude, manda o bom senso que seja no fim da época…!
    2 – Pinto da Costa é avesso a chicotadas psicológicas e se calhar tem alguma razão… Os treinadores que poderiam servir são caros ou estão já comprometidos. Depois quem ficava a comandar as tropas, o adjunto Rui Barros…?!
    3 – O Benfica no início da época tremeu e o Filipe Vieira não despediu o Rui Vitória, aguentou as tropas e passou a reclamar (quem não chora não mama) para tratar de influenciar a arbitragem (Guimarães: 3 penalties perdoados aos benfiquistas) que é aquilo que Pinto da Costa devia fazer, ou encarregar alguém de fazer, a fim de conseguir inflectir os acontecimentos…
    4 – O Sporting além do (incendiário) Bruno de Carvalho, contratou Octávio Machado para agitar, puxar a brasa para a sardinha, tentar junto da Imprensa Desportiva influenciar as arbitragens, o que diga-se de passagem, foi objectivo atingido. Pois o Sporting no fundo o que pretendeu, pretende/reivindica (quer beneficiar), é ter dos árbitros um tratamento de clube grande, idêntico/igual ao que tem o Benfica.
    Por outro lado, o que se está actualmente a constatar é que o FC Porto recebe dos árbitros um tratamento igual ou inferior ao dos clubes pequenos! Os adversários distribuem lenha pelos avançados portistas e grande parte das vezes: “no passa nada”…! Um exemplo disto mesmo foi o jogo de Alvalade, o qual alem de alguma inépcia, diga-se, da parte dos portistas, também aconteceu: penalty cometido sobre o Jesus Corona na área do Sporting e outra falta, esta cometida por Slimani, o qual estando a fazer barreira saltou com os braços no ar, logo penalty; duas grandes penalidades contra os sportinguistas que ficaram por marcar; tudo isto nas barbas de Hugo Miguel (parafraseando JJ não viu porque não quis). Um fora de jogo mal tirado pelo fiscal de linha que deixava o avançado azul e branco isolado frente ao Rui Patrício, certas entradas maldosas aos avançados azuis e brancos por parte dos defensores leoninos, que foram poupados à respectiva sanção disciplinar, e por aí adiante…! Está gravado em video, sempre que os defensores do FC Porto tentaram utilizar os mesmos métodos dos sportinguistas, foram intimidados pelo árbitro (cartão amarelo), admoestados com a respectiva sanção disciplinar. Temos de concordar que deste modo é muito mais fácil chegar ao topo da classificação geral…!

    Abraço e calma, já estivemos 19 anos sem ganhar nada,
    Armando Monteiro
    www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar
  18. pois agora que o basco se foi, esta dificil escolher, cada um diz uma coisa, uns e um central, outros um medio, outros um ponta de lança, outros todos juntos, outros nem sabem. Estas decisoes sao dificeis, deitar abaixo é facil, quem vier seja quem for tem de ser apoiado , a equipa tem de se unir com os adeptos e a direçao deve aproximar se dos socios e adeptos e alterar o que esta mal e todos nos sabemos sem la estar dentro.

    ResponderEliminar
  19. Caro Jorge, eu acho é que vamos obter mais silêncio por parte de quem deveria discursar.
    Enfim, é mais importante um contrato ou um telefonema do que os 19000 de Portistas revoltados no Estádio e outros milhões pelo mundo com este estado de sitio.
    Se uns fazem o silêncio outros irão fazer barulho e cada vez mais ensurdecedor.

    Esse acordar só diz respeito aos adeptos, que a SAD/direção ainda estão no 3º sonho...

    Abraços.

    ResponderEliminar

  20. "O Desporto vem antes dos milhões!""


    Caro Jorge Vassalo



    Falso, as vitórias e os títulos são compatíveis com os milhões, pois se renunciarmos aos milhões significa perder no futuro e aos adeptos interessa ganhar hoje como no futuro, por exemplo, é extremamente difícil para o Real Madrid competir desportivamente com o Barcelona actual (apenas uma liga nos últimos 7 anos enquanto oBarcelona conquistou 5), portanto só resta ao Real Madrid manter ao máximo a competitividade e esta mais facilmente é alcançada com dinheiro.

    ResponderEliminar