sábado, 30 de janeiro de 2016

Análise CD Estoril Praia 1 - 3 FC Porto (20ª Jornada)


Entrada em falso e a medo do FC Porto deu uma falha de marcação incrível de Danilo e o golo do Estoril de bola parada. Só que, depois de mais uma oportunidade do Estoril com uma grande defesa de Casillas, o FC Porto foi, aos poucos, crescendo no jogo, aumentando a rotação, a velocidade e uma pressão sufocante tal que Aboubakar repõe a igualdade antes do primeiro quarto de hora. Galvanizado com a reacção, o FC Porto foi em frente com muita, muita força e chegou à reviravolta com um excelente golo de Danilo de cabeça após canto de Layún, a repor a justiça no resultado. Pena a falta de eficácia, porque a trupe Abou, Brahimi, Maxi e André André deram muito trabalho à defesa canarinha. 11 remates ao intevalo, velocidade e intensidade. Há quanto tempo já não se via este FC Porto!

Segunda parte de ritmo mais lento, com o Estoril a tentar por tudo para chegar com perigo mas o FC Porto a controlar as movimentações de uma forma muito inteligente. É verdade que o Estoril conseguiu aproveitar algumas falhas a meio campo que ainda importa corrigir, mas a solidariedade defensiva conseguiu, a partir do meio da segunda parte, dar a calma e a segurança necessária para serenar alguma ansiedade natural da equipa. No final, a forte presença na área deu  que um ressalto de uma defesa incompleta a um remate de Corona sobrou para André André e este finalizou como prémio justo à sua exibição. Vamos a notas:


Na raça - A capacidade de reagir a um golo madrugador contra, nesta altura tão complicada, ainda por cima com aquela força toda, é admirável. É necessária uma equipa muito solidária para conseguir acreditar daquela forma tão fascinante. Estamos a criar um embalo, um mommentum muito positivo e a serenar aos poucos a ansiedade da equipa. Evidentemente, nem tudo está bom, mas parece caminhar para lá a passos largos.

Intensidade - Dos 14 remates, 11 foram feitos na primeira parte. É injusto destacar alguém deste grupo sobre os outros: Layún, André André, Brahimi, Corona, Aboubakar, Maxi, Herrera. A capacidade fabulosa de sair em transição rápida foi o que fez a diferença toda. E sim, gostei de Aboubakar e da solidariedade e capacidade de fazer jogar. O falhanço foi uma bola que ressaltou muito, acontece a qualquer um. Olhem, por exemplo, aconteceu a Jackson no ano passado... no Dragão. O golo dele foi muito bom.

Marcano - Nas alturas de aperto, Marcano soube ser a viga mestra, a parede que deu o toque providencial e que fez a diferença. Este é o Marcano que se viu no ano passado, e assim deve continuar. Não jogará contra o Gil Vicente mas estará de folha limpa para o exigente campeonato.

Danilo - Primeiro obstáculo defensivo, ainda mal apoiado, mas a desdobrar-se de uma forma muito abnegada. Coroado com um grande golo, decisivo para a dinâmica vitoriosa que se impõe.

Peseiro - Só um grande treinador consegue, de facto, mudar tanto em tão pouco tempo. É preciso ter noção de que este é o resultado de uma semana de trabalho! Boas sensações de um homem humilde mas firme, empenhado e galvanizador.


Entrada no jogo - Entradas a medo e preocupadas do FC Porto nos jogos, só podem dar a asneira que deram. Uma das coisas a ser mais trabalhadas por Peseiro.

Apoio defensivo - Estou certo que Peseiro deixou as orelhas a arder, especialmente aos seus extremos, pela falta de apoio defensivo na reacção à perda de bola. É claro, são arestas a limar, mais a maior parte da produção ofensiva do Estoril veio deste estilo de lances.

Varela - Entrou completamente fora da realidade, lento e desenquadrado com o jogo. Peseiro deve estar a rezar a todos os santinhos para o regresso de Bueno!

Eficácia - Pode ser da velocidade imprimida não ser habitual até agora, mas falhou-se uma quantidade estúpida de golos feitos que dariam uma traquilidade muito diferente ao jogo.Mas estou certo que, rapidamente, evoluirá.

49 comentários:

  1. Boa noite Jorge Vassalo,
    Bom jogo, com bons movimentos. Destaco Herrera e Danilo. Tudo indica que sairemos do buraco em que caimos. Não é facil virar um resultado depois de uma entrada em jogo desastrosa. Finalmente não acabamos em sufoco. Os rivais que se cuidem. Abraço

    ResponderEliminar
  2. Concordo em absoluto! Já não se via uma reviravolta à muito!!! Uma boa primeira parte que levou a isso mesmo, mas lá está, com outra calma podíamos ter marcado mais e dar outra tranquilidade mais cedo.
    Mas já se vêm coisas boas!
    Força Porto!
    Abraço Portista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O próximo jogo terá mais confiança, estou certo.

      Abraço

      Eliminar
  3. Assim está bem. Atitude, luta, velocidade, empenho... até que enfim que vimos um jogo como deve ser. Agora é dar continuidade à exibição. A continuarmos assim já se justifica o dinheiro gasto na Sport tv e no Jogo. Saúde. João.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é melhor pôr uns trocos de parte...

      Abraço

      Eliminar
    2. Acho que é melhor pôr uns trocos de parte...

      Abraço

      Eliminar
  4. Com um treinador com os pés nos chão podemos ambicionar a algo este ano.
    Um jogo destes pode muito bem a dar uma moral bem mais aliviada e mais leve.
    Esperemos que com o conseguido esta noite se consiga finalmente trabalhar nos defeitos e ter uma equipa com uma melhor concretização nos momentos chave dos próximos jogos.

    PS: Será que virá um central para cá, estamos a adiantar muito.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com calma lá chegaremos, um dia de cada vez.

      Abraço

      Eliminar
  5. A habilidade circense do Octávio Machado é genial!

    ResponderEliminar
  6. AÍ ESTÃO AS MELHORIAS QUE TODOS ESPERÁVAMOS. VAMOS ACREDITAR NO HOMEM E NA EQUIPA. COM MAIS TEMPO SEREMOS MELHORES E VAMOS CHEGAR ÁS PERFORMANCES A QUE ESTÁVAMOS HABITUADOS. FORÇA PORTO. SOMOS PORTO.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A recuperação está aí. É deixá-la florescer.

      Abraço

      Eliminar
  7. Caro Jorge,

    Já nem me lembrava da última vez que marcamos um golo em contra ataque e outro num canto!!

    Bom jogo. Boa reação e a clara sensação que estamos a iniciar ou melhor a reiniciar o nosso caminho. Falta ainda muito mas caramba quem viu esta equipa há uma semana e a viu hoje já notou uma evolução muito, muito interessante.

    O resultado foi escasso, muito escasso. Falhamos muitos golos na primeira parte e tirando a parte física tive sempre a sensação que fomos crescendo como grupo, como equipa durante o jogo.

    Espero que este caminho se confirme. Força Peseiro. Força Porto.

    Raoc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho, sinceramente, que a eficácia baixa esteve ligada à falta de hábito de marcar em jogadas rápidas. Peseiro vai, certamente, afinar esse detalhe.

      Abraço

      Eliminar
  8. Fiquei muito feliz hoje! Afinal os nossos jogadores não são assim tão maus.A diferença que um TREINADOR faz. Já vimos boas jogadas de envolvimento e acima de tudo a atitude foi condigna da história do nosso clube. Obviamente, ainda falta trabalhar muitos aspectos, principalmente no posicionamento defensivo, mas se mantivermos a atitude, penso que ainda teremos uma "palavra a dizer" no desfecho do campeonato.
    Manuel Azevedo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claramente, o sub-rendimento da equipa estava a afectar os jogadores individualmente.

      Abraço

      Eliminar
    2. Boas Jorge. Esse post do senhor que se diz chamar Manuel Azevedo das 23:56 é um copy paste de um post que eu escrevi ontem no Dragao até à morte às 21:12. Não entendo porque alguém decidiu copiar o meu post. Abraço

      Eliminar
    3. Caro Paulo, anda por aqui um virus que cita as pessoas em outros blogs. Quando sei quem são, elimino o comentário.

      As minhas desculpas.

      Abraço

      Eliminar
  9. gostei, gostei muito do corona, andre e um pendolo, layun pode jogar a medio onde rendera mais, brahimi com este futebol fica meio perdido , vamos a ver ou tera problemas, abou o cepo do costume, jackson falhava porque lhe faltava o mesmo tecnica de base, escola, gostei de herrera, maxi um sabidao raçudo, nada a ver com o futebol pastoso de popetegui, nada aver, assim ninguem assobia no dragao mesmo que as coisas corram mal. GOSTEI JA NAO ERA SEM TEMPO, agora quer continuaçao.

    ResponderEliminar
  10. Depois daquele golo ao início foi apanhei um grande susto.Não se podem sofrer golos daqueles se se quer ter pretensões de ser campeão. Um defesa central de classe precisa-se mas duvido que venha o que é pena.A exibição foi boa e é assim que tem de ser com garra,e para a frente sem medos. Se tivéssemos um avançado em condições hoje tínhamos goleado. O Abou não pode falhar golos daqueles.Foi pena os calimeros não terem perdido
    pontos. Parece que estamos no bom caminho. Força Porto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A bola ressaltou no "excelente" relvado da Amoreira e deu um efeito estranho.

      Abraço

      Eliminar
  11. Vejo trabalho, seriedade e uma ideia de jogo. Vejo os jogadores a terem uma ideia clara do que se pretende e esforçando-se por corresponder. Vejo resultados claros do trabalho feito durante a semana. É tempo de enterrar o passado recente e ajudar o treinador na sua titânica tarefa. Juntos e confiantes tenho a certeza que lá chegaremos.

    ResponderEliminar
  12. Introduza o seu comentário...Bom jogo feito a Porto mas espero ainda mais deste Porto em particular a eficacia dos avançados. O rei Bakar nao pode falhar assim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A bola ressaltou muito, traiu-lhe o pé. No ano passado o Rei Bakar marcava os golos simples que Jackson nunca soube marcar em 3 anos... dêem-lhe tempo que ele vai melhorar, de novo.

      Abraço

      Eliminar
  13. Bom dia

    ontem já se viu futebol, espero que seja o inicio de uma boa etapa e que seja a regra e não a excepção, contudo continuo a achar que nos falta um patrao para a defesa.

    Só um aparte vejam a capa da bosta de hoje e da passada semana, sem comentários

    abraço
    Miguel S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, verdade. É ver se a SAD continua a convidar os amigos...

      Abraço

      Eliminar
  14. Bom dia,

    Gostei muito do jogo e fiquei positivamente surpreso com a resposta da equipa ao ver-se em desvantagem logo no início do jogo. Boa exibição de todos os jogadores e muita solidariedade. Jogo muito partido, menos controle mas mais oportunidades de golo. Acho que este estilo de jogo de transição rápida é muito mais prático em Portugal pois agora a bola passa mais tempo com eles e é mais fácil criarmos desequilibrios pois já não se fecham tanto atrás.

    Herrera tem estado excelente (neste caso há que reconhecer mérito na gestão do anterior treinador, se não fosse ele o Herrera já estava queimado) e o Varela (inacreditávelmente mal)....meu Deus, como é possível dispensar o Tello e contar apenas com o Varela como suplente para a segunda metade da época? Prefiro acreditar que ainda vem alguém. O Marega até pode fazer uma perninha naquela posição mas neste esquema aonde os extremos têm de defender muito mais, não sei não... E convém lembrar também que o Marega não é nenhum génio técnicamente. Vamos ver.

    A equipa e os adeptos (alguns) já mereciam uma exibição destas!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bráulio, o Tello ganhaca 2,2M por época. Tinha um ordenado pornográfico para o que estava a fazer. Defendi-o enquanto pude, gostava muito dele, mas não para jogar taças.... Marega é rápido e faltam dois dias para fechar o mercado.

      Não se esqueça que os fenomenais Gleison e Ismael já treinaram às ordens de Peseiro... e falta o Bueno.

      Abraço

      Eliminar
    2. Sim Jorge, o meu problema não é tanto pelo facto do Tello, específicamente, ter saído mas pelo facto de não se reforçar essa posição. Concordo que o Marega seja rápido mas daí ser uma opção válida é outra coisa. O Hernani e o Tello também eram e não foi o suficiente. Acho que ter Brahimi e Corona para as alas é muito pouco. Mesmo com o Marega seriam apenas 3 opções. Por mais respeito que tenha pelo Varela, até pela sua história no clube, acho que já não acrescenta abosutamente nada.

      Abraço.

      Eliminar
    3. O mercado só fecha amanhã. O Rafa do Braga era uma boa alternativa, mas o FC Porto - e eu concordo - acha que 10M é um bocado muito. Vamos ver.

      Abraço

      Eliminar
  15. Escrevi em posts anteriores que estávamos no bom caminho e que tínhamos de apoiar o treinador a 100% mantenho e reafirmo.

    Ontem após ano e meio irritado com a forma de jogar da equipa dei por mim galvanizado pela forma como os jogadores se entregaram e como jogaram!

    Fizemos contra ataques, demos a reviravolta no marcador, criamos situações claras de golo, tivemos jogadas ofensivas de alto nível e tudo isto com apenas 2 jogos a sério.

    Força FCP!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto numa semana, imagina daqui a um mês!

      Abraço

      Eliminar
  16. Eis a confirmação de que afinal os nossos jogadores não são uns nabos! Podem não ser os melhores do Mundo que não o são, mas sabem jogara á bola.
    Ontem já vi menos passes falhados, menos passes entre os centrais e o Casillas (o que não significa que estes passes em determinados momentos de jogo não sejam importantes!), e sobretudo, uma pressão sufocante logo á saída da área adversária por parte dos nossos, obrigando o Estoril a cometer erros.
    Pena foi que num desses erros Herrera tenha preferido um sombrero em vez de um boné...
    Também na minha opinião a equipa joga agora em avenidas e não em vielas e ruas esconsas. Ou seja o caminho mais fácil para o golo é directo, rápido e com poucos toques. Detalhe que não se aprende em 2 ou 3 dias, mas creio que Peseiro intensifica nos treinos esta simples maneira de jogar...
    O falhanço de Abou só não tem compreensão quem nunca jogou á bola... mas mesmo assim foi rapidamente perdoado porque a equipa sempre deu a sensação de estar por cima do jogo.
    Ah! E parabéns ao Estoril, por jogar o jogo pelo jogo o que só dignificou a nossa vitória! Espectáculos assim, precisam-se no campeonato português!

    P.S. Triste capa do pasquim a Bola!!!!!!
    Efectivamente o Sporting foi prejudicado, mas nesta mesma semana e com este mesmissimo árbitro, não vi os jornaleiros centralistas a editoriarem de igual modo o FC PORTO!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o Estoril jogou muito bem e largo!

      Abraço

      Eliminar
  17. É isto que me faz sonhar. A esperança voltou a florescer, agora é continuar. Mesmo contra encomendas, foi um excelente Porto.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se jogarmos bem, as encomendas deixariam de ter importância. Ou muita, vá

      Abraço

      Eliminar
  18. Jorge, escrevo-te das ilhas da Bruma. Belo
    Jogo, com muito trabalho defensivo aind pela frente. Uma pequena discordância no (-) ao Varela porém. Penso que entrou bastante mal, mas depois foi fundamental na coesão defensiva (brahimi não defende, seja em que lado jogar) e no lance do 3º golo. Não digo que merecesse um (+) mas acho que não foi tão mau assim.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar vou ter de rever o jogo. Fica-me sempre na ideia o que o Bueno faria (acho que é esse que Peseiro quer). A extremo esteve bem. A 10... Nem por isso.

      Abraçom colega

      Eliminar
  19. Caro Jorge,
    Foi uma importante vitória num jogo em que não se esperavam facilidades. E como os Dragões precisavam de uma vitória destas… Gostei do jogo, mas gostei
    sobretudo da garra e da persistência. Começar a perder antes do minuto 5 e conseguir dar a volta ao resultado ainda no primeiro tempo foi uma importante
    prova de força e querer desta equipa. A exibição foi, manifestamente, melhor do que a do passado domingo – a única com a qual se pode estabelecer uma comparação
    – o que será prova que o trabalho com o novo treinador começa a dar frutos. Foi uma vitória justa e incontestável e espera-se que sirva para galvanizar
    as tropas, contribuindo para subir os níveis de confiança e diminuir a ansiedade que ontem já não pareceu tão presente.

    Cumprimentos

    Ana Andrade

    www.portistaacemporcento.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que os veremos mais confiantes, e isso fará a diferença.

      Bem-vinda de volta. Um abraço.

      Eliminar
  20. Boa tarde Jorge Vassalo,

    Pouco a acrescentar. Grande jogo. Que saudades tinha de ver o nosso Porto a jogar com a intensidade de ontem. Uma semana de trabalho e já jogamos assim. Aumentado os níveis de confiança esta equipa pode ser imparável. Estou ansioso por ver a equipa daqui a um mês. E falta o Bueno. Quarta mais um jogo fundamental rumo à final da Taça. A verdadeira Taça.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um FC Porto que, cada dia que passa, será mais useiro da sua qualidade.

      Abraço

      Eliminar
  21. - Dar a volta ao resultado ainda na primeira parte.
    - A seguir ao golo sofrido encostámos o Estoril ás cordas. Magnífica reacção!
    - Marcámos em contra-ataque e de canto.
    - Alguns jogadores visivelmente rebentados fisicamente. Entregaram-se, esforçaram-se, lutaram!
    - Peseiro mexeu bem na equipa, quer nas mudanças tácticas quer nas substituições. Em pouco mais de uma semana, o treinador parece começar a conhecer melhor os seus jogadores (e o adversário) que o outro num ano e meio...

    Gostei muito do que vi e, sobretudo, do que a equipa transmitiu. Há quanto tempo não víamos esta malta jogar assim. É verdade que temos lacunas no plantel e um central e um criativo viriam mesmo a calhar mas acredito que com os que cá estão havemos de conseguir lutar pelo campeonato.

    Estamos (bem) vivos!

    PL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não consigo achar que o tal "médio criativo" seja assim tão importante, quando podemos ter, no meio, Bueno ou Brahimi...

      Abraço

      Eliminar
  22. Finalmente, após longo e tenebroso inverno, pode-se dizer que a exibição foi melhor que o resultado, um 3 x 1 que já podia ter sido feito nos primeiros 45 minutos de jogo.
    Finalmente viu-se a equipe a jogar futebol ofensivo, rápido, objetivo...
    Finalmente viu-se a equipe correr igual ao papa-léguas os 90 minutos, brigando, lutando, suando...
    Finalmente viu-se o todo-o-terreno Herrera do mundial 2014.
    Finalmente viu-se um Porto à Porto.

    Afinal, os jogadores do Porto não são tão burros a ponto de não conseguirem perceber o fio de jogo, a tática ou o esquema após 6 meses de treinos desde a pré-época, porque em apenas uma semana, já conseguem fazer, com mais ou menos dificuldades, o que o novo mister pede que eles façam...

    Que assim continue, com ou sem ópera, mas sempre com suor até a última gota, é o mínimo que se pede.

    2) Existem sempre aqueles jogos em que há sempre uma perna no caminho da bola e hoje de manhã foi mais um exemplo: a defesa do Leixões simplesmente cortou todas as investidas e quando falhou, a trave e o guarda-redes impediram o golo de Gleison, e logicamente, apareceu a já tradicional eficácia dos adversários...

    Pela primeira vez esta época, vi a equipe B jogar abaixo do que é costume, mas que ainda assim, no 1º tempo os Bês podiam ter saído para o intervalo com uma vantagem de pelo menos 1 gol...muitas peças nucleares desinspiradas e Chidozie foi o melhor da equipe, está evoluindo a olhos vistos...

    Sobra talento e falta músculo aos rapazes... são todos muito magrinhos comparados com alguns matulões mais experientes que jogam na 2ª divisão, e por isso muitas divididas e perdas de bola poderiam ser evitadas...mas há jogos assim...podiam estar lá até agora que a defesa leixonense continuava cortando tudo...haveria sempre uma perna no caminho da bola...

    3) As equipes A e B tem uma coisa em comum: basta uma faltinha que é logo amarelo pra um portista, enquanto que os adversários batem, puxam, agarram à vontade e só vão ver amarelo após umas 5 ou 6 faltas ou no fim do jogo...Chidozie fez duas faltas em todo o jogo, levou amarelo logo na primeira, enquanto que os gajos do leixões, principalmente no 2º tempo, era só matar as jogadas a meio-campo e só a muito custo é que levavam amarelo... os do estoril então, nem se comenta, enquanto que Corona de costas pro adversário que o atacou, levou um inacreditável amarelo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já se sabe para onde pende a inclinação.

      Não se esqueça que, na equipa B, jogam miúdos contra equipas seniores e experientes, com muito corpo e manha...

      Abraço

      Eliminar
  23. Jorge!

    Bom "post"

    Temos homem/treinador...! Já se começa a vislumbrar o trabalho do Peseiro.

    Saudações portistas,

    Armando Monteiro,

    www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    ResponderEliminar