segunda-feira, 30 de novembro de 2015

No entanto, a culpa não é de Lopetegui...


- ... que se trate o Clube como uma firma de Importação/ Exportação, que, de um ano para o outro vão 7 titulares e no anterior a esse outras tantas referências do Clube, contribuindo para que não haja fio de jogo, entrosamento, ligações, rotinas e principalmente uma voz de comando em campo que houve sempre até Paulo Fonseca, organizando e serenando, impondo ritmos e vontades....

- ... que seja prometido ao jogadores que o Clube serve de trampolim para outros mercados e clubes, outros campeonatos, contribuindo para a apatia generalizada e o amorfismo no campeonato, e também para que as alturas de mercado sejam um verdadeiro tormento....

- ... que depois de uns recordes 114M de ganhos, seja, no ano seguinte, exigido ao treinador mais uns impossíveis 72M de vendas, contribuindo para um insano TGV de balanço contabilístico...

- ... que não se esclareça os montantes e as condições em que jogadores chegam ao FC Porto, motivando falhas de interpretação, especulações erradas e soundbytes do género "senhor 11 milhões" por um Adrián do qual ainda não se pagou um cêntimo ou "senhor 20 milhões" por um Imbula que nenhum Portista minimamente consciente acha que será integralmente pago pelo Clube...

- ... que, na Era da Informação, se desvalorize os programas, blogues e redes sociais como verdadeiros opinion makers, capazes de exercer uma certa influência na percepção pública dos Clube, jogadores e treinador, e que não haja um cuidado verdadeiro com a sua defesa e protecção....


- ... que não se use, nesse contexto, o Canal do Clube para algo mais senão frases feitas, lugares comuns, transmissões de qualidade subpar, com espaços de debate de horário reduzidíssimo e de um amadorismo confrangedor, inclusive na qualidade dos cenários....

- ... que se vá permitindo que tudo o que corre menos bem no nosso Clube tenha uma lupa por cima, enquanto derrotas e humilhações dos nossos rivais vão passando pelos pingos da chuva ....

- ... que se trate os sócios e os adeptos como clientes, ainda por cima mal tratados, sem nenhum papel realmente relevante ou nenhuma vantagem para lá de um ligeiro desconto no preço de bilhetes, contribuindo assim para estádios vazios e distância entre uma "côrte" e uma "plebe" que parece existir na cabeça de doutos seres pensantes....

- ... se vá ruindo a identificação dos ditos adeptos e sócios com um Clube cada vez mais autocêntrico, incapaz sequer de valorizar o seu activo mais internacional, Iker Casillas, como um promotor da marca FC Porto, e que, ridículo maior, este o vá fazendo no seu Instagram e Facebook de livre e espontânea vontade....

-... e que, com isto, seja cada vez mais hercúlea a tarefa de encontrar alguém disposto a aguentar o escrutínio público, a mais vil calúnia, difamação e má índole contra si, os seus e o seu próprio nome de família, sabendo-se desprotegido totalmente e primeiro e único responsável nas derrotas e último responsável nas vitórias!


Para além disto, a forma absurda como as modalidades são tratadas pela SAD do Futebol Clube do Porto deveria provocar um repúdio pela parte dos digníssimos responsáveis e atletas das mesmas. Sendo quem, nos últimos anos, mais contribuiu com títulos para o Clube, a humilhação de ver jogos importantes seus serem deslocados para Fânzeres e Viseu, por causa de uns "prémios" que não são NADA e não servem para NADA, é completamente inadmissível! 

Para dar um exemplo, Reinaldo Ventura ostenta o seu Dragão de Ouro na sua loja, mas levou com a porta da rua, apesar de ser um símbolo do nosso Hóquei, por, supostamente, não ter pedalada para aguentar o ritmo de jogo. Os 4 golos e uma assistência que nos espetou provam o contrário!

Por tudo isto e mais, acho que a dinâmica e a constância que Lopetegui necessita de dar à equipa para que esta tenha o elan vitorioso que precisa - para mim só isto - é muito mais simples de fazer do que mudar a "consciência" de personalidades que, a continuar assim, levarão o Clube à sua ruína!

Se Lopetegui ganhar o campeonato, tê-lo-á feito por si e pelos seus jogadores, e apenas estes devem ser laureados com o Título, por serem capazes de ultrapassar tudo isto. Em caso de derrota, os primeiros responsáveis têm de ser a SAD. Esta é que não fez tudo o que podia para garantir a vitória.

Quo Vadis, Futebol Clube do Porto?

Apesar disso, há sempre alguém que nunca desiste, nunca desarma e que assume um papel fundamental na dinâmica dos jogos, que são de uma abnegação e de um serviço ao Clube sem mácula - os SuperDragões! Parabéns, rapazes e raparigas, pelos 29 anos e o meu mais sentido Obrigado! Sem vocês não seria possível!

22 comentários:

  1. Concordo com tudo o acima descrito, no entanto nada desculpa o facto de Lopetegui andar sempre a mexer e remexer na equipa. O ano passado as coisas melhoraram qd ele deixou de inventar, mas pareceu que não aprendeu nada.

    E isso a culpa não é da direcção.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este post é uma continuação do anterior. Se reparar, no anterior disse isso precisamente.

      Abraço

      Eliminar
    2. A culpa é da Direcção que o contratou e não há meio de o descontratar.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Tb um comentário para os grandes Super Dragões. Parabéns e que continuem assim.

    ResponderEliminar
  3. Sem saber ler nem escrever acredito que de hoje a 8 estamos em primeiro ligar. PONTO.

    ResponderEliminar
  4. Artigo impecável de início ao fim!
    Nada a acrescentar.

    cumps,

    ResponderEliminar
  5. Há muito tempo que o NGP deixou de o ser. O homem não tem saúde para para acompanhar todos os dossiês relativos à equipa de futebol, quanto mais das modalidades. A única coisa que ele ainda decide é o treinador da equipa de futebol. Mais nada, zero, nicles. Penso que a razão pela qual esta espécie de presidente honorário em que se tornou não foi assumida publicamente, é que isso serviria como "arma de arremesso" por parte de rivais e comunicação social para atacar o clube. O nome Pinto da Costa ainda impõe respeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não era preciso ser oficial, bastava ser oficioso. Bastava que OUTRO decidisse e, principalmente OUTRO COMEÇASSE A COMUNICAR.

      Abraço

      Eliminar
  6. Concordo inteiramente com este post. A nossa Sad não existe e é tempo de darem lugar a outros. Por tudo que fez PC deve passar a Presidente honorário e dar lugar a gente nova que traga uma lufada de ar fresco ao clube. O barco afunda-se e é como se nada fosse. Podemos perder mas é preciso deixar o suor em campo e não como agora em que parece que perder ou ganhar é o mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mudança de atitude e, talvez, de pessoas, precisa-se.

      Abraço

      Eliminar
  7. Mt bem dito. A SAD anda aos poucos a destruir o nosso clube.
    Assino por baixo tudo o que escreveste.

    Abraço!
    Pedro Sousa

    ResponderEliminar
  8. "...dasssssss.....oblá....". Alguem diria.
    Só duas coisinhas: PC, ao qual já dei, por habito, vicio, eterno reconhecimento, sei lá...outra vez a minha assinatura para a reeleição, aparenta vender - de forma bem compensatória - a sua própria marca, o seu nome que, como saberão, tem um imenso valor internacional.
    A não ser por renuncia, uma lista eleitoral com nomes fortes, ou então uma mudança radical na politica de comunicação, não vejo como possamos sair do circulo vicioso em que entramos. Dramático!

    ResponderEliminar
  9. Uma nota

    A culpa é de quem mete esses arbitros, o Paixao ja nao apita o F.C.Porto desde 29 janeiro 2012 foi a UNICA DERROTA do VP, curioso, so espero que Quarta ganhamos, nem que seja 0-1 como sabado passado.

    A culpa é de todos, porque errar é humano, mas é sempre contra tudo e todos.

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Concordo com tudo o que escreveu Jorge, é pena ver o nosso clube a perder a garra que tinha, espero que alguém agarre o clube rápidamente antes que seja tarde.
    Abraço
    Manuel da Silva Moutinho

    ResponderEliminar
  11. Pois é Jorge, ao que isto chegou! A gente a pensar em humildade e a megalomania a tomar conta da nossa SAD!!!! A arrogância e a prepotência sobre quem lhes dá o pão a ganhar!!!
    Mas enfim, nada como uns Dragões de Ouro numa gala de ostentações e vaidades...

    ResponderEliminar
  12. é a tal estória: escolher entre ser saudável e rico ou pobre e doente não tem dificuldade nenhuma; o difícil são as escolhas entre ser rico e doente ou pobre e saudável...
    para se ter uma boa e competitiva equipe é necessário ter dinheiro, e para isso é necessário fazer dinheiro; a sad escolheu a venda de ativos. Ok. alguém que me diga como se faz diferente com os mesmos resultados.
    Não gostamos deste porto ? basta começar a ganhar e já gostamos...
    (O mesmo para o estádio vazio: comecemos a ganhar campeonatos e ninguém quer saber como a sad trata os sócios ! )

    no final, parecemos um agrupamento de velhos rezingões, é o que nós parecemos !

    ResponderEliminar
  13. O FCP precisa de mudar por dentro, de um novo projeto, de pessoas novas, de voltar aos valores que nos levaram à gloria. Não somos clube de museu, de estarmos calados, de vaidades fúteis, de soberba, de presunção, de apatia... Somos um clube de trabalho, de identidade, de raça, de insatisfação constante, de superação, de vitórias, de valores!!! Começo a ficar cansado do que vejo, comparo isto à queda de qualquer império que nasce, expande e morre. Precisamos de renascer, de mudar para melhor. Eterno é o clube, eternos são os grandes homens que vivem na memória coletiva e na história, mas é necessário entender os momentos e o tempo para tudo. Não me importava de ter um presidente honorário, e outro que fosse a nossa voz e ouvidos. Abraço Ricardo Gomes

    ResponderEliminar