segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Obrigado Maicon


"Ia ser muito complicado para ele voltar a pisar o relvado esta época, do ponto de vista psicológico está comprometido e à primeira falha seria trucidado pelos adeptos - o que só iria piorar ainda mais. Além disso, a intervenção da esposa também não ajudou. Era preciso dar um sinal claro de disciplina, mas também de proteção ao jogador.

Sinceramente acho que será o melhor para ambas as partes, até porque voltará no final da época, esperemos que mais desanuviado, e nessa altura os adeptos já terão ultrapassado o erro. O tempo cura muita coisa. Foi um ato de gestão pura, se é verdade que não temos Centrais "de sobra", também é verdade que um Central sem a cabeça limpa não nos serve de muito."

Cito o meu caro habituée Paulo R. porque é tudo o que eu diria sobre este assunto. Maurides, o seu irmão, diz que ele virá mais forte. Quero recordar que, junto com Marcano, esteve no centro de uma das melhores defesas europeias. O facto de ter renovado antes de sair, é sinal de que há uma possível via aberta para ele. Como o Bicho Jorge Costa, que foi para o Charlton e voltou, pode ser que seja um wake up call para Maicon Roque. 

Tenho pena de tudo isto e fico com bastante receio para quinta. Gosto muito do Diogo Verdasca, já o destaquei aqui no blog mas, se já acho injusto que seja lançado um B para o Clássico, ainda mais para um jogo da Europa League. De qualquer forma, acredito plenamente nas suas capacidades. Se Marcano não recuperar, pois que seja o Diogo. E, claro, não lhe criticarei qualquer possível erro que venha da sua inexperiência ou ansiedade. O facto de ter apenas 4 centrais e dois deles serem sub-20, é um pouco preocupante. Mas já vi o FC Porto ultrapassar handicaps maiores. E não canso de o dizer: a pressão faz diamantes.

Voltando a Maicon, terei com ele memória selectiva: lembrar-me-ei dos seus grandes jogos, da sua heroica abnegação e do seu Amor ao FC Porto. Obrigado, Maicon.

18 comentários:

  1. Boas.

    Maicon já deu algumas coisas ao clube, mas compara-lo ao Jorge Costa é um exagero.

    Sobre o Diogo, teremos de apostar nele,mas nunca o responsabilizando-o. A responsabilidade é totalmente da SAD.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. NÃO estou a comparar o Maicon ao Bicho!

      Estou a dizer é que houve volta para um. Pode haver volta para o outro, embora duvide disso.

      Abraço

      Eliminar
  2. Em relação ao Maicon, acho que se fez o melhor para ele e para o clube, em relação ao porta 18 continua o omo a limpar tudinho, se fosse funcionário do F.C.PORTO será que o seu cargo não era relevante para o caso? nós bem sabemos que era bem diferente, é só mais um caso que passa levemente na comunicação social e na justiça, depois da liga aliança, das declarações de Marco Ferreira e outros mais casos,lembro-me que noutra semana qualquer o Jardel fez algo que não devia e a noticia que foi dada no telejornal, foi que Jardel o ex jogador do F.C.PORTO foi apanhado com não sei o quê, então ele não jogou também no sporting? Ainda hoje na rtp 3 a jornalista disse que o resultado do jogo de basket foi polémico, como assim? vê-se bem na imagem que o jogador pisou a linha, sendo assim só contam 2 pontos, onde está a polémica no resultado?, Já sei que isto sempre foi assim mas que chateia la isso chateia.
    João Moreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É assim desde o antigo regime, o primeiro ministro é ficaben, a procuradora do DCIAP... enfim...

      Abraço

      Eliminar
  3. Quanto ao Maicon, convém não esquecer o jogo deste ano com o Chelsea.
    Diz muito do seu respeito e amor ao clube, cometeu um erro e tá a pagar por isso, se voltar melhor e mais forte, será sem dúvida bem-vindo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente. Não poderia continuar. O que não quer dizer que não possa voltar.

      Abraço

      Eliminar
  4. Caro Jorge,

    Antes de mais, agradeço a refª ;)
    Na grande maioria dos jogos caseiros, a questão dos centrais não deverá ser tão crítica, assim que a equipa comece a cimentar e estabilizar processos (mais 2-4 semanas, talvez). O problema são os desafios que temos já, agora, e aí vamos ter que improvisar. Não há outra hipótese, mas a vida é assim mesmo.

    Apesar da importância, pouco mudou neste último jogo, as expetativas deverão continuar realistas e moderadas. Só assim os rapazes terão da nossa parte a paciência necessária para evoluir e, sempre que possível, nos surpreender. Sim, porque a ambição será sempre alta, não fossemos nós portistas. Mas com cabeça. Temos que ter um crescimento constante, mas sustentado, sem pressas e atalhos.

    Há uma semana atrás alguns diziam que nós nem para a Taça temos chances, se tivermos um resultado positivo contra o Dortmund não tenho dúvidas que vão surgir adeptos a "exigir" a LE. É preciso ter calma, como dizia o outro, essas transições depressão->euforia->depressão->etc não podem fazer muito bem. Acreditar sempre, de acordo.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exigir a LE é um bocado insano, penso eu de que.

      Abraço

      Eliminar
  5. Maicon, só no fim da época avaliaremos melhor a sua irresponsabilidade e entretanto, possamos compreender melhor o porquê de algumas coisas, como por exemplo, saber duma inesperada estagnação técnico/táctica. Sim, porque Maicon Roque com Vítor Pereira, demonstrava capacidades de o catapultar para uma carreira ao nível dos melhores centrais do FC Porto. Que se passou? Promessas não cumpridas? Aspira a vencimentos ao nível dos melhores? Transferencia para outros campeonatos? Serem contratados outros jogadores, não justificarem e terem melhores ordenados? Se calhar a verdade dos factos não andará muito longe disto. A ser assim, Maicon Roque mostrou não ter categoria para estar no FC Port, e a SAD, a sua gloriosa incompetência absolutamente comprovada como se pode ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso aferir o que não conheço. Mas alguma coisa pode - e deve - mudar, para melhor, no Maicon.

      Abraço

      Eliminar
  6. Esta situação da falta de centrais só demonstra a incompetência desta Sad.Teve Janeiro para colmatar a situação e não o fez.Quanto à Maicon não há nada a fazer,não tem categoria para jogar no clube e não deve voltar.Os casos que se têm passado no clube do regime se fossem connosco eram abertura de telejornais e assunto de todos os painel euros,assim não se passa nada nem a defensora das verdades a famigerada Zezinha dá notícias. É a vergonha de país que temos.Tudo para uns nada para outros e depois andam sempre com o apito na boca.Foi pena ele ter "casualmente " parado em Leiria.Mas nós os do Norte nada fazemos para mudar e por isso sujeitamo-nos a todas estas coisas.Façamos como os da Catalunha para ouvirem a nossa voz.

    ResponderEliminar
  7. Insultei Maicon forte e feio no jogo com o Arouca. A coitada da mãe dele sem culpa nenhuma deve ter ficado com as orelhas a arder. Mas não passou disso, de um desabafo momentâneo de um adepto, perante uma crise emocional momentânea de um jogador!
    Jamais em tempo algum crucificarei Maicon, bem antes pelo contrário, eu que o achava um digno sucessor de Pepe! Dentro das suas limitações (mais psiquicas que técnicas) Maicon foi sempre um atleta exemplar. A "borrada" contra o Arouca foi o sublime da frase" no melhor pano cai a nódoa"! E como disse no blog do Silva, se a atitude de Maicon foi ignóbil, quem nunca foi ignóbil que atire o primeiro calhau!

    P.S. o comentário do Paulo R. assertivo e contundente, crítico da nossa "maiconisse"! Há uma semana atrás íamos ser goleados pelo 5LB e pelo Borussia. meteu-se o puto Chidozie que se safou bem e agora com Verdasca ou sem borrasca, já há quem queira erguer a LE!!!!

    ResponderEliminar
  8. Caro Jorge,

    Parabéns a toda a equipa de basquetebol em especial ao treinador Moncho Lopez. Qualquer vitória sobre os vermelhos é boa mas no basket é ainda mais tal é o benefício dado a equipa que é treinada por uma personalidade que deveria ter sido irradiado há alguns anos.

    Quanto a Maicon, percebo a decisão do clube mas mantenho o que já disse: nem nas velhas guardas voltaria a vestir a camisola do nosso clube. Comparar Maicon com Jorge Costa, quer na qualidade, quer na atitude, quer até nos episódios que envolveram as braçadeiras, é ridículo na minha opinião. É confundir a estrada da beira com a beira da estrada.

    Raoc

    ResponderEliminar
  9. Caro Jorge,

    Não havia outra saída possível... foi inadmissível o que Maicon.

    Se do ponto de vista técnico, teve a falha que teve, mas isso até já estávamos habituados, o que fez de seguida foi inenarrável...

    Se queria sair porque estava lesionado do cérebro, então jogava-se para o chão e forçava uma paragem do jogo, dando tempo ao seu treinador de preparar a substituição e dar instruções para com ela.

    Assim não havia mais condições para vestir aquela camisola e provavelmente não haverá mesmo mais condições para o fazer.

    Em relação à questão central... vejo muitos portistas a criticar a SAD por causa de não ter ido buscar mais um central, mas será que se esquecem que o ano passado tínhamos um Quarto central (Reyes) que praticamente nunca jogou?

    Uma equipa que tem equipa B deve sempre ter 3 centrais + os B's, para haver a possibilidade destes subirem e jogarem sempre motivados por essa possibilidade.

    Este ano tivemos na 1ª metade da época Lichnovsky, que nem convocado foi para nenhum jogo da liga daí ter saído por empréstimo.

    Agora é fácil nos queixar-mos... pois Marcano lesiono-se e Maicon "pirou de vez", mas também só de-lhe o fanico psicológico depois de Janeio fechar.

    Neste momento, se fosse normal, teríamos Maicon e Indi como titulares e Marcano a recuperar para ocupar a sua posição dentro de 1/2 jogos, assim, como os astros se alinharam todos contra nós, estamos a lançar juventude na equipa A, e se Chidozie fez uma boa estreia, espero que Verdasca também a faça (apesar de Verdasca ter alguns genes do complicómetro também, mas parece-me que é quando tem excesso de confiança, o que não será o caso de quinta-feira).

    ResponderEliminar
  10. Mais uma vez lá vamos nós termos que virar contra a SAD, pelas suas |in|decisões.
    Depois de saber que estávamos com falta de centrais não foi-se capaz de encontrar pelo menos um empréstimo.
    Agora que deveríamos ir a todo o vapor para o fim da época, temos que nos acautelar nos centrais.

    Acho que o empréstimo do Maicon foi uma situação mais lidada com o coração do com a racionalidade, porque vamos precisar dele.
    Mais do que este abandono em campo nos ter deixado lixados, é importante também saber usar a cabeça para casos críticos como este.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  11. Caro Jorge, para mim, Maicon está arrumado, ainda assim, assumo que a minha opinião possa ser vista como inquinada, uma vez que o único período em que realmente apreciei ver o Maicon jogar com a nossa camisola foi curiosamente aquele em que jogou na posição que não é a sua de origem, isso, para mim, diz tudo... Sempre me abismou como sucessivos treinadores foram apostando nele... Mas isto é apenas a minha opinião pessoal...
    Um abraço.
    Fernando Resende Jr.

    ResponderEliminar
  12. Infelizmente, o FCP está ao rubro e todos - adeptos, SAD e jogadores - tomam decisões a quente. Noutra altura, em tempo de vacas gordas, este caso seria uma quimera. Eu não me esqueço dos anos do Maicon no FCP. Se a SAD está em má forma, o que dizer dos adeptos então, convertidos em assobiadores profissionais. Mete impressão mas há jogadores que são sempre, mas sempre, assobiados. E é triste.

    ResponderEliminar